Briefing Floripamanhã - Capital Gastronômica

516 visualizações

Publicada em

Briefing para campanha de Floripa como Capital Gastronômica

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Briefing Floripamanhã - Capital Gastronômica

  1. 1. Unesco é a sigla para Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura. Foi fundada logo após o fim da Segunda Guerra Mundial, com o objetivo de contribuir para a paz e segurança no mundo, através da educação, da ciência, da cultura e das comunicações. A sede da Unesco fica em Paris, na França, e atua em 112 países. UNESCO Atualmente a rede é composta por 116 cidades de 54 países
  2. 2. Lançada em 2004, a rede tem como princípio encorajar a exploração do potencial criativo, social e econômico existente nas cidades em áreas temáticas que compõe as chamadas “indústrias criativas” e de promover localmente sua diversidade cultural, em sete categorias: literatura, música, cinema, artesanato e arte regional, artes midiáticas, design e gastronomia. Rede Mundial de Cidades Criativas UNESCO Atualmente a rede é composta por 116 cidades de 54 países
  3. 3. Cidades se candidatam em virtude de suas preferências, vocações e trajetória de ações afirmativas relacionadas com a indústria cultural, comprometendo- se a investir toda sua energia e talento para a expansão e dinamização destas atividades. Rede Mundial de Cidades Criativas UNESCO
  4. 4. O futuro de uma cidade deve ser definido em função de suas potencialidades e vocações e pelo desejo e expectativa de sua população. Florianópolis já definiu o futuro que deseja: • Cidade verde • Cidade do conhecimento • Foco no turismo qualificado • Equilíbrio entre tradição e modernidade O futuro de Florianópolis
  5. 5. Integrar a Rede Mundial de Cidades Criativas da UNESCO, como forma de impulsionar e promover a indústria da gastronomia local, contribuindo assim para o desenvolvimento sócio-econômico e cultural da cidade com visibilidade internacional, incrementando o turismo qualificado. Preservar expressões culturais como saberes, modos de fazer, celebrações, costumes e outras tradições da culinária local e tradicional. E ainda promover o intercâmbio entre as diferentes culturas alimentares. Rede Mundial de Cidades Criativas UNESCO
  6. 6. Após cinco anos de intensos trabalhos desenvolvidos pelo Grupo Gestor, conseguimos inserir Florianópolis na Rede Mundial de Cidades Criativas da Unesco, na categoria Gastronomia. Este título foi recebido em 01 de dezembro de 2014, sendo Florianópolis a PRIMEIRA cidade Brasileira enquadrada nesta categoria. Rede Mundial de Cidades Criativas UNESCO
  7. 7. Benefícios de participar da rede • Visibilidade e repercussão internacional • Incremento do turismo qualificado • Estímulo à criação de novos empreendimentos relacionados com a gastronomia • Incentivo à formação especializada nos diversos segmentos relacionados • Maior conscientização da população para a qualidade dos serviços
  8. 8. GASTRONOMIA 1 - Florianópolis 2 - Belém 3 - Popayán 4 - Ensenada 5 - Tucson 6 - Denia 7 - Burgos 8 - Parma 9 - Bergen 10 - Östersund 11 - Zahlé 12 - Gaziantep 13 - Rasht 14 - Phuket 15 - Shunde 16 - Chengdu 17 - Jeonju 18 - Tsuruoka
  9. 9. Florianópolis, na qualidade de Cidade UNESCO da Gastronomia prevê realizar: • Produção de um festival internacional anual de gastronomia com a participação de chefs convidados de outras cidades criativas; (FENAOSTRA) • Criação de um prêmio bienal dado aos melhores restaurantes de Florianópolis, com base em critérios que incentivem a melhoria dos serviços e produtos oferecidos. • Publicação de um guia anual da oferta gastronômica de qualidade de Florianópolis
  10. 10. Florianópolis, na qualidade de Cidade UNESCO da Gastronomia prevê realizar: •A expansão dos programas de intercâmbio acadêmico para estudantes de escolas de gastronomia e intercâmbio técnico / profissional para os profissionais do setor. (Hondarribia) •A criação do Núcleo de Inovação Cultural. O objetivo é ter um espaço de trabalho multidisciplinar, de compartilhamento de conhecimento e experiências para compreensão dos fenômenos culturais que demarcam um determinado território. (**Criado em 14/abril/2015 na CEART/UDESC)
  11. 11. Florianópolis, na qualidade de Cidade UNESCO da Gastronomia prevê realizar: • A realização de um workshop com especialistas sobre o tema da cooperação criativa entre design, artesanato, gastronomia com foco no turismo. (**Realizado em 30/jun até 06/jul/2015) • Criação do Observatório Nacional da Gastronomia com objetivo de ampliar a circulação de informações relacionadas a cadeia de produção de alimentos por meio da produção, estudo e divulgação global de dados.
  12. 12. A oportunidade de implantar o Observatório Nacional de Gastronomia e de desenvolver diversas ações voltadas à inovação, competitividade e promoção da sua cadeia produtiva. O Observatório Nacional da Gastronomia e outras importantes ações são baseadas em Florianópolis, mas proporcionarão benefícios diretos para todas as cidades brasileiras que pretendem usufruir dos conhecimentos, metodologias e boas práticas que serão desenvolvidas localmente as que virão da Rede Mundial de Cidades Criativas, no tema Gastronomia. PARCEIROS ESTRATÉGICOS:
  13. 13. OBSERVATÓRIO NACIONAL DA GASTRONOMIA Reunião em 21 set 2015 com representante de Hondarribia Espanha, Ángel Morua Achiada, inciando tratativas para cooperação internacional BrasilEspanhaColombia para viabilização de um Observatório Internacional da Gastronomia conteúdo técnologia serviços
  14. 14. Nossa jornada após o título:
  15. 15. Pesquisa da oferta gastronômica tradicional e singular de Santa Catarina – conclusão em 31 de maio de 2015 15 especialistas e “chefs” residentes em Florianópolis para responderam quais os pratos mais expressivos da gastronomia de Santa Catarina,com objetivo de estabelecer uma relação mínima de pratos que representem a Culinária da Terra, a Culinária do Litoral e a Culinária Contemporânea de Florianópolis A ostra in natura foi considerada o prato símbolo pelos chefs que responderam a pesquisa, que também citaram a seqüência de camarão, o peixe frito com pirão d’água e a tainha (recheada, escalada e assada) como muito representativos.
  16. 16. Durante seis dias, uma equipe de 12 designers brasileiros e estrangeiros, trabalhou conjuntamente com 40 profissionais e artesãos locais desenvolvendo uma coleção de utensílios em cerâmicas refratárias para serem utilizados na apresentação de 12 pratos expressivos da culinária de Santa Catarina.
  17. 17. Ações prioritárias 2016:   • Construção de ficha técnica dos pratos selecionados, definindo os principais ingredientes, processos e tempo de preparação.    • Construção das diretrizes para adesão dos restaurantes ao Projeto Saberes e Sabores de Santa Catarina   • Validação e elaboração de e-book com os resultados do Projeto Saberes e Sabores de Santa Catarina • Projeto Centro SapiensSaberes e Sabores(Diagnóstico, Proposta “mix”novos negócios, programa de qualificação e certificação aos restaurantes aderentes ao Saberes e Sabores)   • Viabilizar recursos para a Construção do Observatório Nacional da Gastronomia
  18. 18. CAMPANHA
  19. 19. Divulgar e Promover a importância do titulo recebido pela cidade de Florianópolis. Promover uma campanha visando comunicar e ampliar o engajamento dos setores envolvidos Objetivo
  20. 20. Público-Alvo Setor de Gastronomia Sensibilizar o setor de gastronomia sobre a importância deste titulo e que benefícios traz para o segmento gastronomicos Morador Informar a relevância que este título traz para a cidade Turismo Comunicar aos turistas mais um atrativo
  21. 21. CAMPANHA REAL - Guia da Abrasel / divulgar -Site do Floripamanha -Peça para facebook Reconhecimento: Certificado do Programa Unesco para os alunos Obs.: Cessão de direito / autorização de uso da campanha / sem custo para a FloripAmanha
  22. 22. GRUPO GESTOR Coordenação Técnica e Secretaria Executiva Parceiro Estratégico
  23. 23. Obrigada! Ricardo Domingues Diretor da Associação FloripAmanhã

×