Percepcao_visual_formas

2.901 visualizações

Publicada em

Publicada em: Design
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.901
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
141
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Percepcao_visual_formas

  1. 1. Disciplina: Elementos da Comunicação Visual Professor: Diego Ávila
  2. 2. A Gestalt, após sistemáticas pesquisas apresentou uma teoria sobre o fenômeno da percepção. Segundo esta teoria, o que acontece no cérebro não é idêntico ao que acontece na retina. A excitação cerebral não se da em pontos isolados, mas por extensão. Não existe, na percepção da forma, um processo posterior de várias sensações. A PRIMEIRA SENSAÇÃO JÁ É DE FORMA, JÁ É GLOBAL E UNIFICADA.Disciplina: Professor:Elementos da Comunicação Visual Diego Ávila
  3. 3. Disciplina: Professor:Elementos da Comunicação Visual Diego Ávila
  4. 4. Apresenta Baxter (1998) a simplicidade visual como fator resultante e influenciado diretamente pela Gestalt. Fator muito visado por designers na implicação de estilo em um produto, se tornando então considerávelmente elegante. Para isso devem-se inserir em um produto princípios e conceitos contínuos, simétricos, com linhas simples, assemelhando-se a figuras geométricas.Disciplina: Professor:Elementos da Comunicação Visual Diego Ávila
  5. 5. Simplicidade VisualDisciplina: Professor:Elementos da Comunicação Visual Diego Ávila
  6. 6. O psicólogo canadense Daniel Berlyne após realizar pesquisas aprofundadassobre objetos considerados atraentes pelas pessoas concluiu que um nível decomplexidade considerado simples (baixo) e um nível mais complexoapresentavam um grau de atratividade ou preferência muito baixo. Segundosua pesquisa, deve-se obter um nível intermediário entre a complexidadetecnológica (ou de componentes) de um produto e a simplicidade morfológicado mesmo.Disciplina: Professor:Elementos da Comunicação Visual Diego Ávila
  7. 7. A simplicidade se apresenta em constante ação na mente do ser humano criando uma organização harmoniosa e unificada. Tende a apresentar um baixo número de informações ou unidades visuais. Característica principal: • desenvolver organizações formais fáceis de serem assimiladas, lidas e compreendidas de maneira rápida.Disciplina: Professor:Elementos da Comunicação Visual Diego Ávila
  8. 8. Mas o que é FORMA? É uma figura ou imagem de um conteúdo visível, ou seja, tudo o que se vê possui uma forma. Aparência externa de algum objeto. Porém, para se perceber uma forma e suas características é imprescindível a interação entre o objeto físico e a luz, onde gera um estímulo através da visão que transmite informações ao sistema nervoso do observador, fazendo com que ocorra o processo de interpretação. Exemplo: Figura / Forma AviãoDisciplina: Professor:Elementos da Comunicação Visual Diego Ávila
  9. 9. Filho (2000) afirma que a Gestalt é considerada um Sistema de Leitura Visual oferecendo como organização sistêmica algumas leis, tidas como um suporte racional para a leitura visual. Onde permite e ainda beneficia toda e qualquer analise e ou interpretação da forma de um objeto. Esse Sistema de Leitura Visual da forma do objeto é fundamentado cientificamente a partir dos estudos e pesquisas no campo da Psicologia Perceptual da Forma. Desenvolvido dentro de uma estrutura pragmática e objetiva, proporcionando a estudantes, profissionais e pesquisadores, informações e conhecimentos teórico-conceituais, auxiliando na compreensão dos objetos em termos de análise, interpretação e síntese da organização visual das formas.Disciplina: Professor:Elementos da Comunicação Visual Diego Ávila
  10. 10.  1. Unidade  2. Segregação  3. Unificação  4. Fechamento  5. Continuidade  6. Proximidade  7. SemelhançaDisciplina:  8. Pregnância da forma Professor:Elementos da Comunicação Visual Diego Ávila
  11. 11. 1. Unidade • Um único elemento encerra-se em si mesmo ou como parte de um TODO. • Conjunto de mais de um elemento, configurando o “TODO” propriamente dito, ou seja, o próprio objeto.Disciplina: Professor:Elementos da Comunicação Visual Diego Ávila
  12. 12. 1. Unidade S Nestes dois objetos tem se o exemplo de unidade que se encerra em si mesmo. Não existindo relação ou agrupamento entre os objetos Esta multidão constitue uma unidade como um TODO. Por outro lado, cada pessoa pode ser considerada como uma unidade ou como uma subunidade, dentro do TODO.Disciplina: Professor:Elementos da Comunicação Visual Diego Ávila
  13. 13. 2. Segregação Capacidade perceptiva de separar, identificar, evidenciar ou destacar unidades formais em um TODO compositivo ou partes desse TODO.Disciplina: Professor:Elementos da Comunicação Visual Diego Ávila
  14. 14. 2. Segregação Um cenário pode ser Segregado em pirâmide, areia, céu e pessoas. Mas o céu pode ser segregado em fundo azul e nuvens brancas. As pessoas podem ser “decompostas” em peças de roupas. Pode-se repetir o processo sucessivamente até se esgotar a percepção das unidades visíveis ou considerá-las suficientes para uma leitura visual.Disciplina: Professor:Elementos da Comunicação Visual Diego Ávila
  15. 15. 3. Unificação • Igualdade ou semelhança de estímulos produzidos pelo campo visual ou objeto. • A unificação ocorre quando há harmonia, equilíbrio, ordenação visual e coerência em um objeto ou composição.Disciplina: Professor:Elementos da Comunicação Visual Diego Ávila
  16. 16. 3. Unificação Um objeto pode ser usado como exemplo de unificação pelos fatores de proximidade e semelhança, além do equilíbrio e o alto grau de ordenação.Disciplina: Professor:Elementos da Comunicação Visual Diego Ávila
  17. 17. 4. Fechamento A sensação de fechamento visual é obtida pela continuidade de uma ordem estrutural definida. Não confundir com fechamento físico. Por meio de agrupamento de elementos de maneira a constituir uma figura total mais fechada ou completa.Disciplina: Professor:Elementos da Comunicação Visual Diego Ávila
  18. 18. 4. Fechamento Uma figura de cor única sobre um fundo é um bom exemplo de fechamento. Nota-se que não é necessário haver um fechamento físico, contornando o objeto. Trata-se aqui um de fechamento apenas sensorial, integrando as partes.Disciplina: Professor:Elementos da Comunicação Visual Diego Ávila
  19. 19. 5. Continuidade • Impressão visual de como as partes se sucedem de modo coerente, sem quebras ou interrupções na sua fluidez visual. • Também conhecida como Boa Continuidade, ou Boa Continuação.Disciplina: Professor:Elementos da Comunicação Visual Diego Ávila
  20. 20. 5. Continuidade A repetição ordenada de objetos é uma boa representação de como as unidades se organizam de forma a obter um efeito de continuidade.Disciplina: Professor:Elementos da Comunicação Visual Diego Ávila
  21. 21. 6. Proximidade Elementos óticos próximos uns aos outros tendem a serem vistos juntos e constituírem uma unidade.Disciplina: Professor:Elementos da Comunicação Visual Diego Ávila
  22. 22. 6. Proximidade Nos trilhos de uma linha ferroviária, as linhas, apesar de confusas, podem ser segregadas aos pares pelo paralelismo, que lhes confere exatamente o fator de proximidade.Disciplina: Professor:Elementos da Comunicação Visual Diego Ávila
  23. 23. 7. Semelhança Igualdade de forma, cor, tamanho, peso, direção e outros desperta também a tendência de se construir unidades e estabelecer agrupamentos.Disciplina: Professor:Elementos da Comunicação Visual Diego Ávila
  24. 24. 7. Semelhança Um conjunto de pessoas uniformizadas, mes mo com ligeiras variações de cor e tamanho, possuem semelhança pela forma.Disciplina: Professor:Elementos da Comunicação Visual Diego Ávila
  25. 25. 8. Pregnância da Forma Pregnância é equilíbrio, clareza e unificação visual, rapidez de leitura e interpretação. Mínimo de complicação na organização dos elementos. Esta é a lei básica da percepção visual da Gestalt. Quanto melhor for a organização visual, em termos de facilidade de compreensão, rapidez de leitura ou interpretação, melhor será a pregnância. Em outras palavras pode-se afirmar que um objeto com alta pregnância é um objeto que apresenta um máximo equilibrio, clareza e unificação visual.Disciplina: Professor:Elementos da Comunicação Visual Diego Ávila
  26. 26. 8. Pregnância da Forma Baixa pregnância Alta pregnânciaDisciplina: Professor:Elementos da Comunicação Visual Diego Ávila
  27. 27. A base teórica da psicologia da PERCEPÇÃO é algo relativo aos fatores emocionais e culturais, porém voltada principalmente a EVOLUÇÃO DO RACIOCÍNIO HUMANO. São estudos e pesquisas em meios de EXTREMA COMPLEXIDADE (entendimento das linhas de pensamento), buscando a PREVISÃO e com isso indicando os melhores sentidos de aplicação de formas. Um BOM DESIGNER deve se manter em constante pesquisa, e a PSICOLOGIA DA PERCEPÇÃO é uma ferramenta fundamental para o seu profissionalismo.Disciplina: Professor:Elementos da Comunicação Visual Diego Ávila
  28. 28. Disciplina: Professor:Elementos da Comunicação Visual Diego Ávila

×