MÓDULO VII – PLANEJAMENTO, GESTÃO E AVALIAÇÃO DO USO DAS MÍDIAS NAEDUCAÇÃOUNIDADE I e II: Gestão e Planejamento de Sistema...
encaixa nas tendências da educação vigente. O que nos faltou deplanejamento no passado tem refletido na educação a atual. ...
Parece ser uma evidência que muitos professores não gostem                               e pouco simpatizem em planejar su...
do uso desses                                                          equipamentos: tons,                                ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Módulo vii – planejamento, gestão e avaliação do uso das mídias na educação

729 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
729
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Módulo vii – planejamento, gestão e avaliação do uso das mídias na educação

  1. 1. MÓDULO VII – PLANEJAMENTO, GESTÃO E AVALIAÇÃO DO USO DAS MÍDIAS NAEDUCAÇÃOUNIDADE I e II: Gestão e Planejamento de Sistema MidiáticoAluno: Daniel da Silva MartinsTutor: Ednelza Higino da Silva 1. INTRODUÇÃOAo nos depararmos com o mundo moderno, cheio de metas eestratégias das mais variadas vertentes na produção, criação e nasartes, temos a obrigação de perguntar onde e escola tem fincadoesse ponto no ato de planejar.Este Modulo nos instigar a fazê-lo. Pensar na educação de formarmais profissional e que realmente posso mudar as formar“tradicionais” dos planos engavetados e imutáveis aos longo desseanos.Trago neste proposta uma forma de criação a e produção deAcervo Fotográfico dos Monumentos Antigos do Centros deManaus. O contexto é fazer um ensaio de imagens que possoprovocar uma reflexão acerca da valorização cultural e histórica nostempos idos e áureo da borracha nos séculos XIX e XX na cidadede Manaus 2. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICAPlanejar. É um ato humano. Somente podemos prevê e situarmos nesteprocesso. Ao longo dos tempos o homem vem produzindo e processandoatividades que foram construindo a humanidade. Nesta perspectiva a educaçãonasce com essa condição única, de que planejar se dá no seu primeiro ato.Segundo DRUCKER (1962) "O planejamento não diz respeito a decisõesfuturas, mas às implicações futuras de decisões presentes". Essa idéia se
  2. 2. encaixa nas tendências da educação vigente. O que nos faltou deplanejamento no passado tem refletido na educação a atual. Ver-se por escolarcom linguagens desconectas, professores ainda com tendências tradicionais,rendimentos baixos, conteúdos deixados pela metade no ano, alunos saindo doEnsino Médio semi-analfabetos.Onde entra o Planejamento neste contexto. Em tudo. O planejar não seenquadra somente nos fatores internos da escola. Políticas publicas paraeducação passam por esse crivo. Planejar vai muito alem dos atos corriqueiroque fazemos, mas está sempre nestes próprios atos. Nosso dia é sempredividido em tempo e praticas de trabalho que precisamos executar. Mesmocom toda rotina que temos, o planejamento nos trás oportunidade de criarnovos espaços dentro do tempo que já devidamente estipulado para nossaativadades. Imagine sem planejar. Ficaríamos sempre na mesma rotina. Nosatos de ensinar e parender o planejar é primordial.Segundo Martinez e Oliveira (1997, p. 11): Entende-se por planejamento um processo de previsão de necessidades e racionalização de emprego dos meios materiais e dos recursos humanos disponíveis a fim de alcançar objetivos concretos em prazos determinados e em etapas definidas a partir do conhecimento e avaliação cientifica da situação original. Partindo das premissas deste autor, reforça minha tese de que os meios deprodução do conhecimento no âmbito escolar requer planejamento não só nospara os atos de aprendizagem do professor, mas de todo conjuntos queabrange esse processo. Afinal a aprendizagem não esta limitada a sala deaula, mas ao conjunto de ações de instrumentos que acercam. Não se podeproduzir ciências sem as condições necessária para a pesquisa. O que aescola precisar aprender é que ensinar exige pesquisa. Por excelência o alunoé um pesquisador. Como pesquisa se não planejamento de conjunto. Oconjunto da próprio ambiente escolar. Desorganização é sinônimo de prejuízo efalecia.Segundo Menegola e Sant’Anna (2001, p. 43), os docentes não veem com comentusiasmo o planejamento como meios necessários para a apredizagem:
  3. 3. Parece ser uma evidência que muitos professores não gostem e pouco simpatizem em planejar suas atividades escolares. O que se observa é uma clara relutância contra a exigência de elaboração de seus planos. Há uma certa descrença manifesta nos olhos, na vontade e disposição dos professores, quando convocados para planejamento.O dia de planejamento da escola é um dia de meia folga. “É fácil ouvir dosdocentes: “amanhã é planejamento, eu vou sair mais cedo”. “Eu já fiz o meuontem, vou só entregar”. “Será que o Diretor veio, senão já podemos sair”. “Vouao shopping, ao salão”. Não seria esse um dos dias mais importantes daescola? Não deveria ser o planejamento um ação de conjunto, de reflexão?Daí, refroeça-se o enunciado do ator, descaso, apatia, descrença. Isso se dápela cultura que se criou ao longo dos anos na educação. 3. INSERÇÃO DE MÍDIA: ACERVO FOTOGRÁFICO DOS MONUMENTOS ANTIGOS DO CENTRO DE MANAUS: IMAGENS PAR APRENDIZAGEM A. ETAPA ESCOLAR DE ENSINO: ENSINO MÉDIO B. ESCOLA: ESTADUAL ISAAC SVERNER C. PUBLICO ALVO: ALUNOS D. COMPONENTE CURRICULAR: HISTÓRIA. A. MEDIADOR: PROF. DANIEL MARTINS MACRO OBJETIVO: Elaborar um painel fotográficos dos Monumentos e Prédios Histórico partir da produção fotográfica amadora dos alunos; Compreender o contexto histórico da criação desses prédios e monumentos e suas influencias para a economia, a política e as artes da época. Avaliar o processo de preservação desses patrimônios pelo Poder Público METAS OBJETIVOS ESTRATÉGIAS 1. Organização das 1.1 Propiciar que todos 1.1.1 Levantamento dos Equipes e divisão tenham tarefas equânimes equipamentos a serem dos trabalhos. dentro do processo de usados: maquinam criação do Projeto. fotográficas 1.1.2 Orientação técnicas
  4. 4. do uso desses equipamentos: tons, claridades, posições, efeitos, luz, enquadramentos. 2. Verificação do 2.1 Upgrades das máquinas 2.1.1 visita técnica Laboratório para com software para edição de 2.1.2 lista de programas Edição das fotos. Imagens. necessários. 3. Motivação dos 3.1 Fazer um resgate dos 3.1.1 pesquisa previa. alunos para a pontos históricos que farão 3.1.2 Mapeamento e importância do parte do Projeto e falar da Roterização no Google Map Projeto. importância de se conhecer para preservar.. 4. Elaborar Painel. 4.1 Selecionar as fotos. 4.1.1 Produção final: 4.2 Legendá-las. impressão, organização, 4.3 Fazer as revisões montagem do Painel. técnicas e gramaticais 5. Apresentação ao 5.1 Mostra do Projeto na 5.1.1 Distribuição dos Publica. Escola; Livro de visitante; Folders com o Roteiro das Feedback dos visitantes; obas visitas e fotografadas Avaliação.4. REFERENCIADRUKER, Peter F. (1962). Prática de administração de empresas. Rio deJaneiro, Fundo deCultura.Menegolla , M. e Sant ’Anna , I. L. Por que planejar? Como planejar?Petrópolis-RJ: Vozes, 2001.

×