O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Ciência chega de pares vamos aos ímpares!

3.135 visualizações

Publicada em

Publicada em: Ciências
  • Entre para ver os comentários

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Ciência chega de pares vamos aos ímpares!

  1. 1. Ciência 3.0 - chega de pares vamos aos ímpares! Versão 1.1.0 23.06.15
  2. 2. Membro da: Rede Brasileira de Inovação Participativa (REBIP) Saiba mais.
  3. 3. YOUTUBE: http://www.youtube.com/cnepomuceno Slide Share: http://pt.slideshare.net/cnepomuceno/ Minhas reflexões estão também no meu blog: www.nepo.com.br Twitter: @cnepomuceno Email: cnepomu@gmail.com Facebook: https://www.facebook.com/carlos.nepomuceno
  4. 4. Ciência 1.0 – Oral; 2.0 – Escrita; 3.0 – Digital.
  5. 5. A Ciência 2.0 foi concebida em um contexto cognitivo- demográfico.
  6. 6. O volume de autores/produção era compatível com o ambiente cognitivo impresso.
  7. 7. Vejam o gráfico.
  8. 8. A crise da ciência é basicamente demográfica.
  9. 9. Aumentamos o volume em escala geométrica, mas continuamos com o mesmo modelo aritmético de validação.
  10. 10. ÚLTIMAS DÉCADAS SISTEMA DE INFORMAÇÃO CIENTÍFICA EM CRISE DEMOGRAFIA
  11. 11. Um volume maior de informação que não é possível ser processado com qualidade.
  12. 12. Um sistema de informação em crise adia as decisões.
  13. 13. SISTEMA DE INFORMAÇÃO CIENTÍFICA EM CRISE TEMPO PARA APROVAR PUBLICAÇÃO
  14. 14. As atuais tecnologias impressas chegaram ao seu limite.
  15. 15. Hoje um artigo leva de 6 meses a um ano para ser publicado.
  16. 16. SISTEMA DE INFORMAÇÃO CIENTÍFICA EM CRISE QUANTO MAIS O MUNDO FICA RÁPIDO MAIS LENTA FICA A ACADEMIA
  17. 17. O artigo já é velho quando é publicado para ser lido.
  18. 18. É como uma estrela, em que o brilho não é presente, mas passado.
  19. 19. As tecnologias definem um modelo de governança científica.
  20. 20. A governança científica impressa perde o prazo de validade diante do aumento de escala.
  21. 21. A atual governança científica não é ruim ou boa, apenas não foi feita para o atual volume.
  22. 22. Vivemos a crise do “Ponto G” da informação. (ver mais aqui.)
  23. 23. ÚLTIMAS DÉCADAS SISTEMA DE INFORMAÇÃO CIENTÍFICA EM CRISE
  24. 24. A crise da governança científica é a crise da governança por pares.
  25. 25. A validação por pares é lenta, de alto custo e com maior risco de corporativismo.
  26. 26. A validação por pares está cada vez mais lenta, mais cara e mais corporativa.
  27. 27. O corporativismo nubla a ciência para os problemas genuínos da sociedade.
  28. 28. O corporativismo passa a criar uma taxa maior de falsos problemas.
  29. 29. O corporativismo científico nos leva a baixa taxa de problemas genuínos.
  30. 30. Problemas genuínos são problemas que geram sofrimento na sociedade.
  31. 31. Problemas genuínos são problemas complexos que a sociedade espera que a ciência a ajude.
  32. 32. A ciência é o espaço da que a sociedade pede ajuda para os problemas complexos.
  33. 33. SISTEMA DE INFORMAÇÃO CIENTÍFICA EM CRISE CADA VEZ MAIS FALSOS PROBLEMAS
  34. 34. Vivemos, assim, uma crise de governança científica.
  35. 35. Precisamos de uma nova Governança que incorpore os ímpares.
  36. 36. A participação dos ímpares oxigenará a academia com problemas genuínos.
  37. 37. Os pares estão em sua maioria dentro da academia.
  38. 38. Os ímpares estão em sua maioria fora da academia.
  39. 39. Os pares têm uma taxa elevada de falsos problemas.
  40. 40. O corporativismo acadêmico gera cada vez mais problemas de forma e não de conteúdo.
  41. 41. O corporativismo acadêmico visa resolver seus próprios problemas e não mais os da sociedade.
  42. 42. A taxa de corporativismo acadêmico atingiu o seu auge em função de:
  43. 43. 1- aumento de volume; 2- perda de eficácia;
  44. 44. Plataformas Digitais Colaborativas vão aumentar a participação dos ímpares na validação acadêmica.
  45. 45. Plataformas Digitais Colaborativas mudam o modelo de Governança científica.
  46. 46. O que vai mudar?
  47. 47. 1 – vai se publicar para validar e não mais validar para publicar;
  48. 48. 2 – ideias serão publicadas diretamente nas Plataformas;
  49. 49. 3 – ideias serão validadas diretamente na plataforma;
  50. 50. 4 – fica a critério do usuário que tipo de validação lhe agrada mais;
  51. 51. 5 – ideias podem estar em textos, áudios ou vídeos;
  52. 52. 6 – ideias receberão sugestões de mudanças e poderão mudar;
  53. 53. 7 – ideias receberão estrelas, comentários, curtir e não curtir;
  54. 54. 8 – a validação será feita por todos que frequentam a plataforma e não só os pares;
  55. 55. Qual o objetivo?
  56. 56. Reduzir custo, tempo e aumentar a qualidade das pesquisas.
  57. 57. Qualidade das pesquisas = solução de problemas complexos em prol da redução de sofrimento da sociedade.
  58. 58. Objetivo: aproximar as pesquisas dos problemas dos ímpares.
  59. 59. SISTEMA DE INFORMAÇÃO CIENTÍFICA EM CRISE Saindo de crise, via tecnologia + nova governança NOVA TECNOLOGIA + NOVA GOVERNANÇA
  60. 60. A Inovação Participativa é a arma para criar projetos disruptivos na ciência.
  61. 61. Um breve portfólio/ consultoria:
  62. 62. Um breve portfólio /aulas:
  63. 63. Como posso ler mais sobre as ideias de Nepomuceno? Leia o livro.
  64. 64. Recomendação do livro:
  65. 65. CAPACITAÇÃO FORMAÇÃO DE ANALISTA ESTRATÉGICO PARA INOVAÇÃO PARTICIPATIVA
  66. 66. FORMAÇÃO DE ANALISTA ESTRATÉGICO PARA INOVAÇÃO PARTICIPATIVA MODALIDADE: ONLINE (FACEBOOK E SKYPE) TEMPO: 9 semanas
  67. 67. CONSULTORIA E CAPACITAÇÃO CRIAÇÃO DE PROJETOS DE INOVAÇÃO PARTICIPATIVA
  68. 68. CONSULTORIA E CAPACITAÇÃO CNEPOMU@GMAIL.COM
  69. 69. CRIE UM NÚCLEO DE INOVAÇÃO PARTICIPATIVA EM SUA CIDADE CNEPOMU@GMAIL.COM
  70. 70. YOUTUBE: http://www.youtube.com/cnepomuceno Slide Share: http://pt.slideshare.net/cnepomuceno/ Minhas reflexões estão também no meu blog: www.nepo.com.br Twitter: @cnepomuceno Email: cnepomu@gmail.com Facebook: https://www.facebook.com/carlos.nepomuceno

×