DESIGUALDADE SOCIAL NO BRASIL

14.958 visualizações

Publicada em

Desigualdade social no Brasil , historias e causas ! Com imagêns bem demonstrativas ..

Publicada em: Educação
0 comentários
20 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
14.958
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
939
Comentários
0
Gostaram
20
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

DESIGUALDADE SOCIAL NO BRASIL

  1. 1. A desigualdade social e apobreza são problemassociais que afetam a maioriados países na atualidade. Apobreza existe em todos ospaíses, pobres ou ricos, masa desigualdade social é umfenômeno que ocorreprincipalmente em paísesnão desenvolvidos.
  2. 2. Apesar de ser um país rico em recursos naturais e com um PIB(Produto Interno Bruto) figurando sempre entre os 10 maiores domundo, o Brasil é um país extremamente injusto no que dizrespeito à distribuição de seus recursos entre a população. Umpaís rico; porém, com muitas pessoas pobres, devido aofenômeno da desigualdade social, que é elevado.Pesquisadores da área social e econômica atribuem essaelevada desigualdade social no Brasil a um contextohistórico, que culminou numa crescente evolução do quadro nopaís.Mesmo sendo uma nação de dimensões continentais eriquíssima em recursos naturais, o Brasil desponta uma tristecontradição, de estar sempre entre os dez países do mundocom o PIB mais alto e, por outro lado, estar sempre entre os 10países com maiores índices de disparidade social.
  3. 3. Em um relatório da ONU (Organizaçãodas Nações Unidas), que foi divulgadoem julho de 2010, o Brasil aparece como terceiro pior índice de desigualdadeno mundo e, em se tratando dadiferença e distanciamento entre ricos epobres, fica atrás no ranking apenas depaíses muito menores e menosricos, comoHaiti, Madagascar, Camarões, Tailândiae África do Sul.
  4. 4. A ONU mostra ainda, nesse estudo, como principaiscausas de tanta desproporcionalidade social, afalta de acesso à educação de qualidade, umapolítica fiscal injusta, baixos salários e dificuldadeda população em desfrutar de serviços básicosoferecidos pelo Estado, como saúde, transportepúblico e saneamento básico.
  5. 5. Teóricos brasileiros, pessoas e instituiçõesque estão à frente de iniciativas quevisam diminuir, e quem sabe, acabarcom o problema da desigualdade noBrasil, apontam uma difícil fórmula quedeve aliar democracia com eficiênciaeconômica e justiça social como umasolução viável para o problema.
  6. 6. Mesmo com a Constituição Federal ediversos códigos e estatutos, assegurandoo acesso àeducação, moradia, saúde, segurançapública, além de autonomias econômicase ideológicas, a realidade que se vê aindaé distante do que se reza nos direitos docidadão brasileiro no tocante àerradicação da desigualdade social nestepaís, em constante crescimentoeconômico e político.
  7. 7.  A desigualdade social se dava desde ostempos do Brasil Colônia, em que Portugaldetinha os recursos advindos do próprioBrasil (1º - a exploração do pau-brasil: 2º -da cana-de-açúcar e posteriormente doouro, além da produção agrícola da erado café), administrados por pessoasdesignadas pela coroa, cuja relação dedesigualdade dava-se entre os senhores eos escravos.
  8. 8.  Com o fim da escravatura no Brasil, aeconomia passou a girar em torno daprodução agrícola, e até a década de1930, era a principal fonte de recursos dopaís, que funcionava no sistema de agroexportação, sistema este que, devido àgrande riqueza do país em ter umaprodução agrícola elevada, foi dandomeios para que o estado fornecesse asferramentas políticas e financeirasnecessárias para implantação da indústriano Brasil.
  9. 9.  Com a chegada das primeirasindústrias, ainda na década de 1930, o Brasilpassa a administrar um sistema de capitalismomais claro, com o acúmulo muito maior decapital por parte dos empresários(principalmente empresas estrangeiras, queinstalavam suas indústrias no Brasil, pelo menorcusto de mão de obra), fazendo, assim, aeconomia crescer, e na mesma proporção daeconomia, a desigualdade social, cujostrabalhadores, por baixíssimos salários e quasesem nenhum direito trabalhista, forneciam amão de obra às indústrias, fazendo-as lucrar.
  10. 10. O resultado dessa expansão econômica doBrasil, mesmo depois de diversos progressos emrelação aos direitos civis e trabalhistas, é ocrescimento empresarial, a evolução tecnológicados recursos para o crescimento das diversasindústrias e segmentos comerciais, um aumentogradual e contínuo das riquezas geradas pelo país eainda, aliados a esses avanços, que são desfrutadosem sua maioria pelos donos de indústria, banqueirose pessoas que detêm o capital, uma disparidadeenorme entre ricos e pobres, dentre as primeiras domundo.
  11. 11.  Assim encerramos nosso trabalho !
  12. 12.  http://desigualdadesocial.info/mos/view/Hist%C3%B3ria_da_Desigualdade_no_Brasil/index.html

×