SlideShare uma empresa Scribd logo
Totalitarismo Europeu No totalitarismo só um partido político é permitido, chefiado por um líder absoluto, que se mantém no poder usando a força e a violência. A liberdade de religião não existe porque o Estado só permite a existência daquelas Igrejas cujos ministros cooperem com o governo.  O primeiro Estado totalitário moderno foi criado, com a Revolução Comunista na Rússia, em 1917. Outros Estados totalitários do séc. XX foram a Alemanha nazista, de 1933 a 1945, e a Itália fascista, de 1925 a 1943.
VIDA Adolf Hitler nasceu na Áustria (1889), de família pobre. Queria ser artista, mas foi reprovado na Academia Viena. Como tantos austríacos, Hitler se considerava alemão. Foi na cidade alemã de Munique Que entrou para o Partido Nazista e, já em 1923, puxou uns meses de cadeia por ter falhado na tentativa de dar um golpe de Estado. No seu livro MeinKampf (Minha Luta) definiu os ideais nazi-fascistas.
ELEIÇÕES E eleições livres, Hitler e os nazistas jamais obtiveram os votos da maioria dos alemães. Mesmo quando os comunistas e os social-democratas foram proibidos de fazer comícios e propagandas no rádio e nos jornais (1933), os nazistas não conseguiram a maioria dos votos alemães. Os nazistas conquistaram o poder por meio de manobras políticas e do uso da força, sustentados pela alta burguesia e pela cúpula do exército. No governo, Hitler adotou medidas semelhantes ao New Deal dos EUA. Depois, uniu a Alemanha e a Áustria num mesmo país e iniciou a Segunda Guerra Mundial. Por ordens diretas de Hitler, os nazistas cometeram terríveis atrocidades, torturando e executando em massa milhões de seres humanos. O nazismo não foi o resultado da personalidade individual de Hitler. O nazismo surgiu nas condições da Alemanha nos anos 30: a crise de 29, os receios da burguesia e da classe média, o desgaste do Parlamento etc. burguesia e da classe média, o desgaste do Parlamento etc.
Devoção popular: multidão faz saudação nazista no Estádio olímpico de Berlim, nos jogos de 1936. Muitos eram opositores do governo nazista, mas temendo a ação da SS e sabendo de suas atrocidades, os alemães não tinham muita escolha.
Sem resistência, população vê a entrada de tropas nazistas em Oslo, Noruega
PROGETO MILITAR    O projeto militar empreendido pelo Estado Nazista é notadamente compreendido por meio das medidas que antecederam os conflitos da Segunda Guerra Mundial. Adolf Hitler, chefe máximo do novo governo alemão, planejou calculadamente os riscos e as implicações que um conflito mundial poderia trazer à Alemanha e a si próprio. Talvez por isso, já em 1933, o füher  teve o cuidado de construir um abrigo contra ataques aéreos na parte subterrânea da sede do governo alemão. Portanto, é válido supor que, se Hitler não tivesse nascido, mesmo assim teria existido o nazismo. Porque o nazi-fascismo era todo o sistema político e ideológico que dependia da situação da histórica da Alemanha, da Europa e do Mundo, e não uma única pessoa ou de um pequeno grupo de homens.
No período de 1939 a 1945 Hitler liderou a Alemanha enquanto envolvida no maior conflito do século XX, a Segunda Guerra Mundial. A Alemanha, juntamente com a Itália e com o Japão, formavam o Eixo. O Eixo seria derrotado apenas pela intervenção externa do grupo de países que se denominavam os "Aliados". Tal grupo fez-se notável por ter sido constituído pelos principais representantes dos sistemas capitalista e socialista, entre os quais a União Soviética e os Estados Unidos, união esta que se converteu em oposição no período pós-guerra, conhecido como a Guerra Fria. A Segunda Guerra Mundial acarretou a morte de um total estimado em 50 a 70 milhões de pessoas.
Alguns grupos, como strasserismo, faziam inicialmente parte do movimento nazista. Uma de suas motivações foi a insatisfação com o Tratado de Versalhes, que era entendido como uma conspiração judaica-comunista para humilhar a Alemanha no final da Primeira Guerra Mundial. Os males da Alemanha pós-guerra foram críticos para a formação da ideologia e suas críticas à República de Weimar pós-guerra. O Partido Nazista chegou ao poder na Alemanha em 1933. NAZISMO O nazismo, conhecido oficialmente na Alemanha como nacional-socialismo (em alemão: Nationalsozialismus), é a ideologia praticada pelo Partido Nazista da Alemanha, formulada por Adolf Hitler, e adotada pelo governo da Alemanha de 1933 a 1945, e esse período ficou conhecido como Alemanha Nazista ou Terceiro Reich. Na década de 1930, o nazismo não era um movimento monolítico, mas sim uma combinação de várias ideologias e filosofias centradas principalmente no nacionalismo, no anticomunismo e no tradicionalismo.
Campo  de concentração O uso de campos de concentração foi amplamente disseminado na Alemanha, durante a Segunda Guerra Mundial, e na Rússia, durante a era stalinista. A prática de matanças sistemáticas de prisioneiros em alguns desses campos, fez com que, em linguagem corrente, os campos de concentração fossem assimilados aos campos de extermínio, que de fato constituem um subtipo anômalo. O tratamento dado a prisioneiros de guerra, tanto civis quanto militares, nos campos de concentração em tempo de guerra é regulado pela Terceira e Quarta Convenções de Genebra, de 12 de agosto de 1949 Embora normalmente os campos de concentração sejam usados por países em guerra, também há registros de uso de instalações desse tipo para confinamento de dissidentes políticos, por regimes ditatoriais, ou ainda como solução extrema para deter fluxos migratórios. Em alguns casos trata-se de dependências oficialmente inexistentes, sem qualquer vinculação com a norma jurídica e portanto não submetidas ao controle internacional, como no caso de Guantánamo, em Cuba.
Principais campos de concentração e extermínio nazistas Prisioneiros no campo de concentração de Buchenwald, libertados pelo exército americano em Abril de 1945.  O escritor e prêmio Nobel Elie Wiesel aparece na foto – Wiesel é o último rosto completo visível, no segundo beliche a contar de baixo. Anos mais tarde Elie Wiesel escreveria:  “Ficar em silêncio e indiferente é o maior pecado de todos”. O oficial das SS Eichelsdoerfer, comandante de Kaufering IV, é fotografado entre os corpos de prisioneiros mortos no seu campo de concentração. Sobreviventes no  campo de  concentração de  Dachaucelebram  a chegada das  tropas americanas.
Em resposta a uma revolta dos namaquas e hererós na colônia do Sudoeste Africano Alemão, atual Namíbia, as autoridades alemãs criaram campos de concentração para confinar os rebeldes. O combate aos rebeldes e as condições dos campos causaram um número de mortos tão grande, que este é tido como o primeiro genocídio do século XX. O Genocídio dos Hererós e Namaquas estendeu-se de 1904 a 1907.  Sob o nazismo, os campos de concentração foram usados como parte de uma estratégia de dominação de grupos étnicos e dissidentes políticos. Diferentes grupos étnicos -(judeus, ciganos e polacos) - políticos - (anarquistas, comunistas) - homossexuais e minorias religiosas (Testemunhas de Jeová) foram objeto de tratamento desumano e de extermínio. Estima-se que 6.000.000 de judeus tenham desaparecido durante a Segunda Guerra Mundial, parte das quais pereceu nos campos. Embora outros países tenham construído campos de concentração com a finalidade de isolar populações de determinadas etnias, não há nada comparável, em escala, aos campos nazistas.
Depois da guerra, nazistas se espalharam e foram procurados por todo o mundo, para que respondessem por seus crimes contra a humanidade. Essas e muitas outras fotos que tenho aqui me fazem refletir a agonia, terror e dificuldade que pessoas viveram naquela época, mas todo e qualquer esforço pra imaginar tais sentimentos, é pequeno demais. Hoje vivemos em uma época mais tranquila em relação ao final da década de trinta até a metade da década de quarenta, mas os avanços tecnológicos investidos em armas de destruição em massa mostram que brumas sombrias de uma guerra rondam a humanidade e podem causar estragos iguais ou (com toda certeza) piores do que este terrível evento.
MORTE   Adolf Hitler cometeu suicídio no seu quartel-general (o Führerbunker), em Berlim, a 30 de abril de 1945, enquanto o exército soviético combatia já as duas tropas que defendiam o Führerbunker (a francesa Charlemagne e a norueguesa Nordland). Segundo testemunhas, Adolf Hitler já teria admitido que havia perdido a guerra desde o dia 22 de abril, e desde já passavam por sua cabeça os pensamentos suicidas.
Mussolini Em 1904 prestou o serviço militar e logo tornou-se um expoente do Partido Socialista. Com a explosão da Primeira Guerra Mundial, defendeu por um tempo a posição contrária à intervenção no conflito, mas acabou mudando de idéia e, por considerar a guerra uma oportunidade para incitar as massas à revolução, acabou expulso do Partido. O fascismo cresceu à medida que a situação socioeconômica da Itália se deteriorava. Em 1922, os fascistas promoveram uma "marcha sobre Roma", que levou Mussolini ao poder, recebendo do rei, Vitório Emanuel, o encargo de formar um novo governo. Nos dois anos seguintes, a Itália continuou uma monarquia parlamentarista, mas os fascistas já usavam meios violentos para reprimir seus adversários. Em 1925, Mussolini estabeleceu o regime ditatorial, tornando-se o "duce" (condutor) do país. Em 1936, porém, deu início a uma política expansionista na África e invadindo a Etiópia. Com isso, acabou por aproximar-se da Alemanha de Hitler - cujas idéias se baseavam nas de Mussolini. Em 1939, ambos os países firmaram uma aliança, conhecida como "Eixo". No ano seguinte, Mussolini colocaria a Itália na guerra, contra a opinião de seus colaboradores mais próximos.
Em 1935, invadiu a Abissínia - atual Etiópia , perdendo assim o apoio da França e da Inglaterra, até então seus aliados políticos. Esta campanha militar  fez mais de meio milhão de mortos entre os africanos, face a cerca de 5.000 baixas do lado italiano. Foram usadas armas químicas contra a população local, um facto que não foi noticiado na imprensa italiana, controlada por Mussolini.
Somente então aliou-se de fato a Adolf Hitler, com quem firmaria vários tratados. Mussolini e Hitler
Em 1938 ocupou a Albânia e enviou vários destacamentos que lutaram ao lado dos falangistas de Franco durante a Guerra Civil de Espanha. Em seguida, fez os exércitos italianos atacarem a Grécia – apenas para serem expulsos em oito dias. Fundou a República Social Italiana (conhecida como República de Salò), no Norte do país, mas pouco depois viria a ser novamente preso por guerrilheiros da Resistência italiana, que o mataram a 28 de abril de 1945, juntamente com a sua companheira, Clara Petacci – que embora pudesse fugir, preferiu permanecer ao lado do Duce até o fim. As últimas palavras de Mussolini – em óbvia deferência à sua personalidadeegocêntrica – foram: " Atirem aqui " (disse ele apontando para o peito). " Não destruam meu perfil ". O seu corpo e o de Clara Petacci ficaram expostos à execração pública durante vários dias, na Piazza Loreto em Milão.
Idéias do Fascismo Benito Mussolini, num discurso proferido na Câmara dos Deputados no dia 26 de maio de 1927, disse uma frase que define concisamente a ideologia do fascismo: "Tudo no Estado, nada fora do Estado, nada contra o Estado´´. Para o fascismo o Estado é um absoluto, perante o qual indivíduos e grupos são o relativo. Indivíduos e grupos são "pensáveis" enquanto estejam no Estado".
Economia da Europa depois da guerra  Ao termino da Primeira Guerra Mundial a Europa entrou em crise, pois ela estava praticamente devastada. Alemanha foi considerada a única responsável, pois foi o único pais a ser vencido, a partir daí temos o surgimento do Tratado de Versalhes. O principal ponto do tratado determinava que a Alemanha aceitasse todas as responsabilidades por causar a guerra e que, sob os termos dos artigos 231-247, fizesse reparações a um certo número de nações da Tríplice Entente.  Os termos impostos à Alemanha incluíam a perda de uma parte de seu território para um número de nações fronteiriças, de todas as colônias sobre os oceanos e sobre o continente africano, uma restrição ao tamanho do exército e uma indenização pelos prejuízos causados durante a guerra.
PROFESSOR MARCOANTONIO Integrantes: Ana Carolini Nathalia Venâncio TURMA: 3m3

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Totalitarismo na Europa
Totalitarismo na EuropaTotalitarismo na Europa
Totalitarismo na Europa
liveofwarrior
 
O Nazismo
O NazismoO Nazismo
O Nazismo
Jorge Almeida
 
Nazifascismo
NazifascismoNazifascismo
Fascismo e Nazismo
Fascismo e NazismoFascismo e Nazismo
Fascismo e Nazismo
Paulo Alexandre
 
Nazismo e Fascismo
Nazismo e FascismoNazismo e Fascismo
Nazismo e Fascismo
Paulo Alexandre
 
Totalitarismo europeu.
Totalitarismo europeu.Totalitarismo europeu.
Totalitarismo europeu.
liveofwarrior
 
Segunda Guerra Mundial
Segunda Guerra MundialSegunda Guerra Mundial
Segunda Guerra Mundial
Marilia Pimentel
 
NAZISMO
NAZISMONAZISMO
NAZISMO
Maria Gomes
 
Princípios do nazismo
Princípios do nazismoPrincípios do nazismo
Princípios do nazismo
Susana Simões
 
O Nazismo
O NazismoO Nazismo
O Nazismo
Jorge Almeida
 
Os regimes totalitários na europa
Os regimes totalitários na europaOs regimes totalitários na europa
Os regimes totalitários na europa
Nelia Salles Nantes
 
Nazismo alemão
Nazismo alemãoNazismo alemão
Nazismo alemão
Luiz Costa Junior
 
Regimes totalitários
Regimes totalitáriosRegimes totalitários
Regimes totalitários
Isaquel Silva
 
Adolf hitler[1]
Adolf hitler[1]Adolf hitler[1]
Adolf hitler[1]
Ana Barreiros
 
Nazismo
NazismoNazismo
Nazismo
Barbara Brito
 
Ascensão do fascismo e nazismo
Ascensão do fascismo e nazismoAscensão do fascismo e nazismo
Ascensão do fascismo e nazismo
Colégio Basic e Colégio Imperatrice
 
História
HistóriaHistória
História
paradoxxxo
 
Segunda guerra mundial
Segunda guerra mundialSegunda guerra mundial
Segunda guerra mundial
Lú Carvalho
 
Nazismo - Alemanha Fascista no período entre guerras.
Nazismo - Alemanha Fascista no período entre guerras.Nazismo - Alemanha Fascista no período entre guerras.
Nazismo - Alemanha Fascista no período entre guerras.
vivisabadoti
 
O Nazismo
O NazismoO Nazismo
O Nazismo
Jorge Almeida
 

Mais procurados (20)

Totalitarismo na Europa
Totalitarismo na EuropaTotalitarismo na Europa
Totalitarismo na Europa
 
O Nazismo
O NazismoO Nazismo
O Nazismo
 
Nazifascismo
NazifascismoNazifascismo
Nazifascismo
 
Fascismo e Nazismo
Fascismo e NazismoFascismo e Nazismo
Fascismo e Nazismo
 
Nazismo e Fascismo
Nazismo e FascismoNazismo e Fascismo
Nazismo e Fascismo
 
Totalitarismo europeu.
Totalitarismo europeu.Totalitarismo europeu.
Totalitarismo europeu.
 
Segunda Guerra Mundial
Segunda Guerra MundialSegunda Guerra Mundial
Segunda Guerra Mundial
 
NAZISMO
NAZISMONAZISMO
NAZISMO
 
Princípios do nazismo
Princípios do nazismoPrincípios do nazismo
Princípios do nazismo
 
O Nazismo
O NazismoO Nazismo
O Nazismo
 
Os regimes totalitários na europa
Os regimes totalitários na europaOs regimes totalitários na europa
Os regimes totalitários na europa
 
Nazismo alemão
Nazismo alemãoNazismo alemão
Nazismo alemão
 
Regimes totalitários
Regimes totalitáriosRegimes totalitários
Regimes totalitários
 
Adolf hitler[1]
Adolf hitler[1]Adolf hitler[1]
Adolf hitler[1]
 
Nazismo
NazismoNazismo
Nazismo
 
Ascensão do fascismo e nazismo
Ascensão do fascismo e nazismoAscensão do fascismo e nazismo
Ascensão do fascismo e nazismo
 
História
HistóriaHistória
História
 
Segunda guerra mundial
Segunda guerra mundialSegunda guerra mundial
Segunda guerra mundial
 
Nazismo - Alemanha Fascista no período entre guerras.
Nazismo - Alemanha Fascista no período entre guerras.Nazismo - Alemanha Fascista no período entre guerras.
Nazismo - Alemanha Fascista no período entre guerras.
 
O Nazismo
O NazismoO Nazismo
O Nazismo
 

Destaque

Enseñanzas de Gandhi aplicadas a la GP
Enseñanzas de Gandhi aplicadas a la GPEnseñanzas de Gandhi aplicadas a la GP
Enseñanzas de Gandhi aplicadas a la GP
Buzzy
 
la enseñanza de Gandhi
la enseñanza de Gandhila enseñanza de Gandhi
la enseñanza de Gandhi
Karen
 
Vida de Mahatma Gandhi
Vida de Mahatma GandhiVida de Mahatma Gandhi
Vida de Mahatma Gandhi
Universidad de Costa Rica
 
Fascismo
FascismoFascismo
Fascismo
betepa
 
Obras de Mahatma Gandhi
Obras de Mahatma GandhiObras de Mahatma Gandhi
Obras de Mahatma Gandhi
nancy_debrabandere
 
La Vida De Gandhi
La Vida De GandhiLa Vida De Gandhi
La Vida De Gandhi
olgapotti
 

Destaque (6)

Enseñanzas de Gandhi aplicadas a la GP
Enseñanzas de Gandhi aplicadas a la GPEnseñanzas de Gandhi aplicadas a la GP
Enseñanzas de Gandhi aplicadas a la GP
 
la enseñanza de Gandhi
la enseñanza de Gandhila enseñanza de Gandhi
la enseñanza de Gandhi
 
Vida de Mahatma Gandhi
Vida de Mahatma GandhiVida de Mahatma Gandhi
Vida de Mahatma Gandhi
 
Fascismo
FascismoFascismo
Fascismo
 
Obras de Mahatma Gandhi
Obras de Mahatma GandhiObras de Mahatma Gandhi
Obras de Mahatma Gandhi
 
La Vida De Gandhi
La Vida De GandhiLa Vida De Gandhi
La Vida De Gandhi
 

Semelhante a ana carolini e nathalia, 3m3 - g1

Nazismo - 2.docx
Nazismo - 2.docxNazismo - 2.docx
Nazismo - 2.docx
EduardoGomes340723
 
Projeto atrás dos fatos - Direitos Humanos, Cidadania e Democracia
Projeto atrás dos fatos - Direitos Humanos, Cidadania e DemocraciaProjeto atrás dos fatos - Direitos Humanos, Cidadania e Democracia
Projeto atrás dos fatos - Direitos Humanos, Cidadania e Democracia
Valter Gomes
 
Segunda Guerra Mundial - Prof.Altair Aguilar.
Segunda Guerra Mundial - Prof.Altair Aguilar.Segunda Guerra Mundial - Prof.Altair Aguilar.
Segunda Guerra Mundial - Prof.Altair Aguilar.
Altair Moisés Aguilar
 
Totalitarismo europeu.
Totalitarismo europeu.Totalitarismo europeu.
Totalitarismo europeu.
liveofwarrior
 
Europa Sec.XX
Europa Sec.XXEuropa Sec.XX
Europa Sec.XX
liveofwarrior
 
Hitler
HitlerHitler
Hitler
EMEFEzequiel
 
Livro aristides
Livro aristidesLivro aristides
A 2ª guerra mundial
A 2ª guerra mundialA 2ª guerra mundial
A 2ª guerra mundial
Gilmar Rodrigues
 
Regimes Totalitários E 2ª Guerra Mundial
Regimes Totalitários E 2ª Guerra MundialRegimes Totalitários E 2ª Guerra Mundial
Regimes Totalitários E 2ª Guerra Mundial
Carlos Glufke
 
Totalitarismo
TotalitarismoTotalitarismo
Totalitarismo
MargarethFranklim
 
Totalitarismo
TotalitarismoTotalitarismo
Totalitarismo
MargarethFranklim
 
Hitler
HitlerHitler
Hitler
Pedro Pires
 
Nazifascismo
NazifascismoNazifascismo
Segunda Guerra Mundial (1939-1945)
Segunda Guerra Mundial (1939-1945)Segunda Guerra Mundial (1939-1945)
Segunda Guerra Mundial (1939-1945)
ingeloreroiwas
 
Nazismo
NazismoNazismo
.
..
Aula Pós 1a Guerra ao fim 2a guerra
Aula Pós 1a Guerra ao fim 2a guerraAula Pós 1a Guerra ao fim 2a guerra
Aula Pós 1a Guerra ao fim 2a guerra
Marcio Bernardes
 
.
..
Nazismo
NazismoNazismo
Regimes totalitários
Regimes totalitáriosRegimes totalitários
Regimes totalitários
Fatima Freitas
 

Semelhante a ana carolini e nathalia, 3m3 - g1 (20)

Nazismo - 2.docx
Nazismo - 2.docxNazismo - 2.docx
Nazismo - 2.docx
 
Projeto atrás dos fatos - Direitos Humanos, Cidadania e Democracia
Projeto atrás dos fatos - Direitos Humanos, Cidadania e DemocraciaProjeto atrás dos fatos - Direitos Humanos, Cidadania e Democracia
Projeto atrás dos fatos - Direitos Humanos, Cidadania e Democracia
 
Segunda Guerra Mundial - Prof.Altair Aguilar.
Segunda Guerra Mundial - Prof.Altair Aguilar.Segunda Guerra Mundial - Prof.Altair Aguilar.
Segunda Guerra Mundial - Prof.Altair Aguilar.
 
Totalitarismo europeu.
Totalitarismo europeu.Totalitarismo europeu.
Totalitarismo europeu.
 
Europa Sec.XX
Europa Sec.XXEuropa Sec.XX
Europa Sec.XX
 
Hitler
HitlerHitler
Hitler
 
Livro aristides
Livro aristidesLivro aristides
Livro aristides
 
A 2ª guerra mundial
A 2ª guerra mundialA 2ª guerra mundial
A 2ª guerra mundial
 
Regimes Totalitários E 2ª Guerra Mundial
Regimes Totalitários E 2ª Guerra MundialRegimes Totalitários E 2ª Guerra Mundial
Regimes Totalitários E 2ª Guerra Mundial
 
Totalitarismo
TotalitarismoTotalitarismo
Totalitarismo
 
Totalitarismo
TotalitarismoTotalitarismo
Totalitarismo
 
Hitler
HitlerHitler
Hitler
 
Nazifascismo
NazifascismoNazifascismo
Nazifascismo
 
Segunda Guerra Mundial (1939-1945)
Segunda Guerra Mundial (1939-1945)Segunda Guerra Mundial (1939-1945)
Segunda Guerra Mundial (1939-1945)
 
Nazismo
NazismoNazismo
Nazismo
 
.
..
.
 
Aula Pós 1a Guerra ao fim 2a guerra
Aula Pós 1a Guerra ao fim 2a guerraAula Pós 1a Guerra ao fim 2a guerra
Aula Pós 1a Guerra ao fim 2a guerra
 
.
..
.
 
Nazismo
NazismoNazismo
Nazismo
 
Regimes totalitários
Regimes totalitáriosRegimes totalitários
Regimes totalitários
 

Último

Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
katbrochier1
 
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃOAUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
FernandaOliveira758273
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
erssstcontato
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
JoanaFigueira11
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
HelenStefany
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
Crisnaiara
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
MARCELARUBIAGAVA
 
A importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino MédioA importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino Médio
nunesly
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
vinibolado86
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
SidneySilva523387
 

Último (20)

Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
 
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃOAUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
 
A importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino MédioA importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino Médio
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
 

ana carolini e nathalia, 3m3 - g1

  • 1. Totalitarismo Europeu No totalitarismo só um partido político é permitido, chefiado por um líder absoluto, que se mantém no poder usando a força e a violência. A liberdade de religião não existe porque o Estado só permite a existência daquelas Igrejas cujos ministros cooperem com o governo. O primeiro Estado totalitário moderno foi criado, com a Revolução Comunista na Rússia, em 1917. Outros Estados totalitários do séc. XX foram a Alemanha nazista, de 1933 a 1945, e a Itália fascista, de 1925 a 1943.
  • 2. VIDA Adolf Hitler nasceu na Áustria (1889), de família pobre. Queria ser artista, mas foi reprovado na Academia Viena. Como tantos austríacos, Hitler se considerava alemão. Foi na cidade alemã de Munique Que entrou para o Partido Nazista e, já em 1923, puxou uns meses de cadeia por ter falhado na tentativa de dar um golpe de Estado. No seu livro MeinKampf (Minha Luta) definiu os ideais nazi-fascistas.
  • 3. ELEIÇÕES E eleições livres, Hitler e os nazistas jamais obtiveram os votos da maioria dos alemães. Mesmo quando os comunistas e os social-democratas foram proibidos de fazer comícios e propagandas no rádio e nos jornais (1933), os nazistas não conseguiram a maioria dos votos alemães. Os nazistas conquistaram o poder por meio de manobras políticas e do uso da força, sustentados pela alta burguesia e pela cúpula do exército. No governo, Hitler adotou medidas semelhantes ao New Deal dos EUA. Depois, uniu a Alemanha e a Áustria num mesmo país e iniciou a Segunda Guerra Mundial. Por ordens diretas de Hitler, os nazistas cometeram terríveis atrocidades, torturando e executando em massa milhões de seres humanos. O nazismo não foi o resultado da personalidade individual de Hitler. O nazismo surgiu nas condições da Alemanha nos anos 30: a crise de 29, os receios da burguesia e da classe média, o desgaste do Parlamento etc. burguesia e da classe média, o desgaste do Parlamento etc.
  • 4. Devoção popular: multidão faz saudação nazista no Estádio olímpico de Berlim, nos jogos de 1936. Muitos eram opositores do governo nazista, mas temendo a ação da SS e sabendo de suas atrocidades, os alemães não tinham muita escolha.
  • 5. Sem resistência, população vê a entrada de tropas nazistas em Oslo, Noruega
  • 6. PROGETO MILITAR   O projeto militar empreendido pelo Estado Nazista é notadamente compreendido por meio das medidas que antecederam os conflitos da Segunda Guerra Mundial. Adolf Hitler, chefe máximo do novo governo alemão, planejou calculadamente os riscos e as implicações que um conflito mundial poderia trazer à Alemanha e a si próprio. Talvez por isso, já em 1933, o füher teve o cuidado de construir um abrigo contra ataques aéreos na parte subterrânea da sede do governo alemão. Portanto, é válido supor que, se Hitler não tivesse nascido, mesmo assim teria existido o nazismo. Porque o nazi-fascismo era todo o sistema político e ideológico que dependia da situação da histórica da Alemanha, da Europa e do Mundo, e não uma única pessoa ou de um pequeno grupo de homens.
  • 7. No período de 1939 a 1945 Hitler liderou a Alemanha enquanto envolvida no maior conflito do século XX, a Segunda Guerra Mundial. A Alemanha, juntamente com a Itália e com o Japão, formavam o Eixo. O Eixo seria derrotado apenas pela intervenção externa do grupo de países que se denominavam os "Aliados". Tal grupo fez-se notável por ter sido constituído pelos principais representantes dos sistemas capitalista e socialista, entre os quais a União Soviética e os Estados Unidos, união esta que se converteu em oposição no período pós-guerra, conhecido como a Guerra Fria. A Segunda Guerra Mundial acarretou a morte de um total estimado em 50 a 70 milhões de pessoas.
  • 8. Alguns grupos, como strasserismo, faziam inicialmente parte do movimento nazista. Uma de suas motivações foi a insatisfação com o Tratado de Versalhes, que era entendido como uma conspiração judaica-comunista para humilhar a Alemanha no final da Primeira Guerra Mundial. Os males da Alemanha pós-guerra foram críticos para a formação da ideologia e suas críticas à República de Weimar pós-guerra. O Partido Nazista chegou ao poder na Alemanha em 1933. NAZISMO O nazismo, conhecido oficialmente na Alemanha como nacional-socialismo (em alemão: Nationalsozialismus), é a ideologia praticada pelo Partido Nazista da Alemanha, formulada por Adolf Hitler, e adotada pelo governo da Alemanha de 1933 a 1945, e esse período ficou conhecido como Alemanha Nazista ou Terceiro Reich. Na década de 1930, o nazismo não era um movimento monolítico, mas sim uma combinação de várias ideologias e filosofias centradas principalmente no nacionalismo, no anticomunismo e no tradicionalismo.
  • 9. Campo de concentração O uso de campos de concentração foi amplamente disseminado na Alemanha, durante a Segunda Guerra Mundial, e na Rússia, durante a era stalinista. A prática de matanças sistemáticas de prisioneiros em alguns desses campos, fez com que, em linguagem corrente, os campos de concentração fossem assimilados aos campos de extermínio, que de fato constituem um subtipo anômalo. O tratamento dado a prisioneiros de guerra, tanto civis quanto militares, nos campos de concentração em tempo de guerra é regulado pela Terceira e Quarta Convenções de Genebra, de 12 de agosto de 1949 Embora normalmente os campos de concentração sejam usados por países em guerra, também há registros de uso de instalações desse tipo para confinamento de dissidentes políticos, por regimes ditatoriais, ou ainda como solução extrema para deter fluxos migratórios. Em alguns casos trata-se de dependências oficialmente inexistentes, sem qualquer vinculação com a norma jurídica e portanto não submetidas ao controle internacional, como no caso de Guantánamo, em Cuba.
  • 10. Principais campos de concentração e extermínio nazistas Prisioneiros no campo de concentração de Buchenwald, libertados pelo exército americano em Abril de 1945. O escritor e prêmio Nobel Elie Wiesel aparece na foto – Wiesel é o último rosto completo visível, no segundo beliche a contar de baixo. Anos mais tarde Elie Wiesel escreveria: “Ficar em silêncio e indiferente é o maior pecado de todos”. O oficial das SS Eichelsdoerfer, comandante de Kaufering IV, é fotografado entre os corpos de prisioneiros mortos no seu campo de concentração. Sobreviventes no campo de concentração de Dachaucelebram a chegada das tropas americanas.
  • 11. Em resposta a uma revolta dos namaquas e hererós na colônia do Sudoeste Africano Alemão, atual Namíbia, as autoridades alemãs criaram campos de concentração para confinar os rebeldes. O combate aos rebeldes e as condições dos campos causaram um número de mortos tão grande, que este é tido como o primeiro genocídio do século XX. O Genocídio dos Hererós e Namaquas estendeu-se de 1904 a 1907. Sob o nazismo, os campos de concentração foram usados como parte de uma estratégia de dominação de grupos étnicos e dissidentes políticos. Diferentes grupos étnicos -(judeus, ciganos e polacos) - políticos - (anarquistas, comunistas) - homossexuais e minorias religiosas (Testemunhas de Jeová) foram objeto de tratamento desumano e de extermínio. Estima-se que 6.000.000 de judeus tenham desaparecido durante a Segunda Guerra Mundial, parte das quais pereceu nos campos. Embora outros países tenham construído campos de concentração com a finalidade de isolar populações de determinadas etnias, não há nada comparável, em escala, aos campos nazistas.
  • 12. Depois da guerra, nazistas se espalharam e foram procurados por todo o mundo, para que respondessem por seus crimes contra a humanidade. Essas e muitas outras fotos que tenho aqui me fazem refletir a agonia, terror e dificuldade que pessoas viveram naquela época, mas todo e qualquer esforço pra imaginar tais sentimentos, é pequeno demais. Hoje vivemos em uma época mais tranquila em relação ao final da década de trinta até a metade da década de quarenta, mas os avanços tecnológicos investidos em armas de destruição em massa mostram que brumas sombrias de uma guerra rondam a humanidade e podem causar estragos iguais ou (com toda certeza) piores do que este terrível evento.
  • 13. MORTE   Adolf Hitler cometeu suicídio no seu quartel-general (o Führerbunker), em Berlim, a 30 de abril de 1945, enquanto o exército soviético combatia já as duas tropas que defendiam o Führerbunker (a francesa Charlemagne e a norueguesa Nordland). Segundo testemunhas, Adolf Hitler já teria admitido que havia perdido a guerra desde o dia 22 de abril, e desde já passavam por sua cabeça os pensamentos suicidas.
  • 14. Mussolini Em 1904 prestou o serviço militar e logo tornou-se um expoente do Partido Socialista. Com a explosão da Primeira Guerra Mundial, defendeu por um tempo a posição contrária à intervenção no conflito, mas acabou mudando de idéia e, por considerar a guerra uma oportunidade para incitar as massas à revolução, acabou expulso do Partido. O fascismo cresceu à medida que a situação socioeconômica da Itália se deteriorava. Em 1922, os fascistas promoveram uma "marcha sobre Roma", que levou Mussolini ao poder, recebendo do rei, Vitório Emanuel, o encargo de formar um novo governo. Nos dois anos seguintes, a Itália continuou uma monarquia parlamentarista, mas os fascistas já usavam meios violentos para reprimir seus adversários. Em 1925, Mussolini estabeleceu o regime ditatorial, tornando-se o "duce" (condutor) do país. Em 1936, porém, deu início a uma política expansionista na África e invadindo a Etiópia. Com isso, acabou por aproximar-se da Alemanha de Hitler - cujas idéias se baseavam nas de Mussolini. Em 1939, ambos os países firmaram uma aliança, conhecida como "Eixo". No ano seguinte, Mussolini colocaria a Itália na guerra, contra a opinião de seus colaboradores mais próximos.
  • 15. Em 1935, invadiu a Abissínia - atual Etiópia , perdendo assim o apoio da França e da Inglaterra, até então seus aliados políticos. Esta campanha militar fez mais de meio milhão de mortos entre os africanos, face a cerca de 5.000 baixas do lado italiano. Foram usadas armas químicas contra a população local, um facto que não foi noticiado na imprensa italiana, controlada por Mussolini.
  • 16. Somente então aliou-se de fato a Adolf Hitler, com quem firmaria vários tratados. Mussolini e Hitler
  • 17. Em 1938 ocupou a Albânia e enviou vários destacamentos que lutaram ao lado dos falangistas de Franco durante a Guerra Civil de Espanha. Em seguida, fez os exércitos italianos atacarem a Grécia – apenas para serem expulsos em oito dias. Fundou a República Social Italiana (conhecida como República de Salò), no Norte do país, mas pouco depois viria a ser novamente preso por guerrilheiros da Resistência italiana, que o mataram a 28 de abril de 1945, juntamente com a sua companheira, Clara Petacci – que embora pudesse fugir, preferiu permanecer ao lado do Duce até o fim. As últimas palavras de Mussolini – em óbvia deferência à sua personalidadeegocêntrica – foram: " Atirem aqui " (disse ele apontando para o peito). " Não destruam meu perfil ". O seu corpo e o de Clara Petacci ficaram expostos à execração pública durante vários dias, na Piazza Loreto em Milão.
  • 18. Idéias do Fascismo Benito Mussolini, num discurso proferido na Câmara dos Deputados no dia 26 de maio de 1927, disse uma frase que define concisamente a ideologia do fascismo: "Tudo no Estado, nada fora do Estado, nada contra o Estado´´. Para o fascismo o Estado é um absoluto, perante o qual indivíduos e grupos são o relativo. Indivíduos e grupos são "pensáveis" enquanto estejam no Estado".
  • 19. Economia da Europa depois da guerra Ao termino da Primeira Guerra Mundial a Europa entrou em crise, pois ela estava praticamente devastada. Alemanha foi considerada a única responsável, pois foi o único pais a ser vencido, a partir daí temos o surgimento do Tratado de Versalhes. O principal ponto do tratado determinava que a Alemanha aceitasse todas as responsabilidades por causar a guerra e que, sob os termos dos artigos 231-247, fizesse reparações a um certo número de nações da Tríplice Entente. Os termos impostos à Alemanha incluíam a perda de uma parte de seu território para um número de nações fronteiriças, de todas as colônias sobre os oceanos e sobre o continente africano, uma restrição ao tamanho do exército e uma indenização pelos prejuízos causados durante a guerra.
  • 20. PROFESSOR MARCOANTONIO Integrantes: Ana Carolini Nathalia Venâncio TURMA: 3m3