SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 14
Baixar para ler offline
O adolescente e seus relacionamentos 2º Trimestre de 2010 Ser ou ter? Eis a Questão?    Enfoque Bíblico “ Mas buscai primeiro o Reino de Deus, e a sua justiça, e todas essas coisas vos serão acrescentadas” Mateus 6. 33 Lição 8
GENIAL PROVOCAÇÃO DO COMENTARISTA... QUEM É ESTE HOMEM???
PARABÉNS....  William Shakespeare  Foi um poeta e dramaturgo inglês, tido como o maior escritor do idioma inglês e o mais influente dramaturgo do mundo. Entre suas obras mais conhecidas estão Romeu e Julieta e Hamlet. ,[object Object],[object Object]
PARABÉNS MAIS UMA VEZ... O tema da lição  “Ser ou Ter? Eis a questão!”  Nos faz lembrar da celebre frase de Hamlet “ To be or not to be, that's the question”  “ Ser ou não ser, eis a questão” Esta é uma das frases mais conhecidas da Literatura Mundial, consta na peça  A tragédia de Hamlet, príncipe da Dinamarca,  de William Shakespeare. ONDE ESTÁ A GENIALIDADE DO NOSSO COMENTARISTA??
COMENTARISTA GENIAL... Hamlet é frequentemente encarado como um personagem filosófico, O exemplo mais claro está, no célebre e famoso monólogo da tragédia: ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Ao nos provocar com o tema que nos lembra Hamlet, o comentarista  revela, sua genialidade.  Pois assim como no poema Shaskepeareano, a vida também se resume em Ser ou não Ser. Não importa qual será nossa idade, sexo, classe social ou religião. A vida sempre será feita por escolhas e cedo ou tarde nós teremos de fazê-las!!!
SER OU TER???
Pós-Modernidade...(a cultura do ter)   COLOSSENSES 2. 8   “Tende cuidado, para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo, e não segundo Cristo;” ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
LEMBRA-SE DISSO...
Já notou como as crianças se vestem hoje??? HOJE ANTES
TONELADAS DE LIXO  http://www.akatu.org.br/
RASGANDO TEMPO...
DEUS PODE NOS AJUDAR A SER... “ E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.”  Romanos 12. 2 Eles serão Meu povo e Eu Serei o Seu Deus. Nós não somos descartáveis para Deus VOCÊ TEM VALOR
SER  TER
 

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Ser ou ter

Discurso De Posse D
Discurso De  Posse  DDiscurso De  Posse  D
Discurso De Posse Drowalino
 
Discurso De Posse D
Discurso De  Posse  DDiscurso De  Posse  D
Discurso De Posse Drowalino
 
Discurso De Posse D
Discurso De  Posse  DDiscurso De  Posse  D
Discurso De Posse Drowalino
 
Discurso De Posse D. Rafael Maro 2009
Discurso De Posse D. Rafael   Maro 2009Discurso De Posse D. Rafael   Maro 2009
Discurso De Posse D. Rafael Maro 2009rowalino
 
Discurso De Posse D. Rafael Maro 2009
Discurso De Posse D. Rafael   Maro 2009Discurso De Posse D. Rafael   Maro 2009
Discurso De Posse D. Rafael Maro 2009rowalino
 
Discurso De Posse D. Rafael Maro 2009
Discurso De Posse D. Rafael   Maro 2009Discurso De Posse D. Rafael   Maro 2009
Discurso De Posse D. Rafael Maro 2009rowalino
 
Classicismo 2. revisado
Classicismo 2. revisadoClassicismo 2. revisado
Classicismo 2. revisadoRoberta Savana
 
Qorpo santo maria cristina souza
Qorpo santo maria cristina souzaQorpo santo maria cristina souza
Qorpo santo maria cristina souzaGladis Maia
 
Trabalho de matemática facegrupo word
Trabalho de matemática   facegrupo wordTrabalho de matemática   facegrupo word
Trabalho de matemática facegrupo wordcassiabortoto
 
Trabalho de matemática facegrupo word
Trabalho de matemática   facegrupo wordTrabalho de matemática   facegrupo word
Trabalho de matemática facegrupo wordcassiabortoto
 
texto 1-Alves, Rubens -Conversas_com_quem_gosta_ensinar.pdf
texto 1-Alves, Rubens -Conversas_com_quem_gosta_ensinar.pdftexto 1-Alves, Rubens -Conversas_com_quem_gosta_ensinar.pdf
texto 1-Alves, Rubens -Conversas_com_quem_gosta_ensinar.pdfDenise De Ramos
 
texto 1-Alves, Rubens -Conversas_com_quem_gosta_ensinar.pdf
texto 1-Alves, Rubens -Conversas_com_quem_gosta_ensinar.pdftexto 1-Alves, Rubens -Conversas_com_quem_gosta_ensinar.pdf
texto 1-Alves, Rubens -Conversas_com_quem_gosta_ensinar.pdfDenise De Ramos
 
realismo-e-naturalismo-resumoparaaprovax
realismo-e-naturalismo-resumoparaaprovaxrealismo-e-naturalismo-resumoparaaprovax
realismo-e-naturalismo-resumoparaaprovaxFernandaRibeiro419723
 
Tem o poder de mudar opiniões e valores
Tem o poder de mudar opiniões e valoresTem o poder de mudar opiniões e valores
Tem o poder de mudar opiniões e valoresAna Letra
 
Tem o poder de mudar opiniões e valores
Tem o poder de mudar opiniões e valoresTem o poder de mudar opiniões e valores
Tem o poder de mudar opiniões e valoresAna Letra
 
Afonso Cruz
Afonso CruzAfonso Cruz
Afonso CruzLer Crer
 
Hamlet, ler ou não ler, eis a questão.
Hamlet, ler ou não ler, eis a questão.Hamlet, ler ou não ler, eis a questão.
Hamlet, ler ou não ler, eis a questão.Obed Souza
 
Trabalho de matemática facegrupo word
Trabalho de matemática   facegrupo wordTrabalho de matemática   facegrupo word
Trabalho de matemática facegrupo wordcassiabortoto
 
Divulgação livros
Divulgação livrosDivulgação livros
Divulgação livrosClaudia_San
 

Semelhante a Ser ou ter (20)

Discurso De Posse D
Discurso De  Posse  DDiscurso De  Posse  D
Discurso De Posse D
 
Discurso De Posse D
Discurso De  Posse  DDiscurso De  Posse  D
Discurso De Posse D
 
Discurso De Posse D
Discurso De  Posse  DDiscurso De  Posse  D
Discurso De Posse D
 
Discurso De Posse D. Rafael Maro 2009
Discurso De Posse D. Rafael   Maro 2009Discurso De Posse D. Rafael   Maro 2009
Discurso De Posse D. Rafael Maro 2009
 
Discurso De Posse D. Rafael Maro 2009
Discurso De Posse D. Rafael   Maro 2009Discurso De Posse D. Rafael   Maro 2009
Discurso De Posse D. Rafael Maro 2009
 
Discurso De Posse D. Rafael Maro 2009
Discurso De Posse D. Rafael   Maro 2009Discurso De Posse D. Rafael   Maro 2009
Discurso De Posse D. Rafael Maro 2009
 
Classicismo 2. revisado
Classicismo 2. revisadoClassicismo 2. revisado
Classicismo 2. revisado
 
Qorpo santo maria cristina souza
Qorpo santo maria cristina souzaQorpo santo maria cristina souza
Qorpo santo maria cristina souza
 
Trabalho de matemática facegrupo word
Trabalho de matemática   facegrupo wordTrabalho de matemática   facegrupo word
Trabalho de matemática facegrupo word
 
Trabalho de matemática facegrupo word
Trabalho de matemática   facegrupo wordTrabalho de matemática   facegrupo word
Trabalho de matemática facegrupo word
 
texto 1-Alves, Rubens -Conversas_com_quem_gosta_ensinar.pdf
texto 1-Alves, Rubens -Conversas_com_quem_gosta_ensinar.pdftexto 1-Alves, Rubens -Conversas_com_quem_gosta_ensinar.pdf
texto 1-Alves, Rubens -Conversas_com_quem_gosta_ensinar.pdf
 
texto 1-Alves, Rubens -Conversas_com_quem_gosta_ensinar.pdf
texto 1-Alves, Rubens -Conversas_com_quem_gosta_ensinar.pdftexto 1-Alves, Rubens -Conversas_com_quem_gosta_ensinar.pdf
texto 1-Alves, Rubens -Conversas_com_quem_gosta_ensinar.pdf
 
realismo-e-naturalismo-resumoparaaprovax
realismo-e-naturalismo-resumoparaaprovaxrealismo-e-naturalismo-resumoparaaprovax
realismo-e-naturalismo-resumoparaaprovax
 
Tem o poder de mudar opiniões e valores
Tem o poder de mudar opiniões e valoresTem o poder de mudar opiniões e valores
Tem o poder de mudar opiniões e valores
 
Tem o poder de mudar opiniões e valores
Tem o poder de mudar opiniões e valoresTem o poder de mudar opiniões e valores
Tem o poder de mudar opiniões e valores
 
Afonso Cruz
Afonso CruzAfonso Cruz
Afonso Cruz
 
Hamlet, ler ou não ler, eis a questão.
Hamlet, ler ou não ler, eis a questão.Hamlet, ler ou não ler, eis a questão.
Hamlet, ler ou não ler, eis a questão.
 
Trabalho de matemática facegrupo word
Trabalho de matemática   facegrupo wordTrabalho de matemática   facegrupo word
Trabalho de matemática facegrupo word
 
Divulgação livros
Divulgação livrosDivulgação livros
Divulgação livros
 
Livros
LivrosLivros
Livros
 

Mais de Carlos Alexandre Ribeiro Dorte

Aula de características gerais dos seres vivos ensino médio
Aula de características gerais dos seres vivos ensino médioAula de características gerais dos seres vivos ensino médio
Aula de características gerais dos seres vivos ensino médioCarlos Alexandre Ribeiro Dorte
 

Mais de Carlos Alexandre Ribeiro Dorte (20)

1° trimestre 2018 lição 8 pr. carlos alexandre
1° trimestre 2018 lição 8 pr. carlos alexandre1° trimestre 2018 lição 8 pr. carlos alexandre
1° trimestre 2018 lição 8 pr. carlos alexandre
 
Genética
GenéticaGenética
Genética
 
4° trimestre 2017 lição 12 pr. carlos alexandre
4° trimestre 2017 lição 12 pr. carlos alexandre4° trimestre 2017 lição 12 pr. carlos alexandre
4° trimestre 2017 lição 12 pr. carlos alexandre
 
Correção de exercícios (Répteis) 7° ano APOEMA
Correção de exercícios (Répteis) 7° ano APOEMACorreção de exercícios (Répteis) 7° ano APOEMA
Correção de exercícios (Répteis) 7° ano APOEMA
 
Cristologia
CristologiaCristologia
Cristologia
 
Subsídio da lição 5 adultos
Subsídio da lição 5 adultosSubsídio da lição 5 adultos
Subsídio da lição 5 adultos
 
Subsídio da lição 3 juvenis
Subsídio da lição 3 juvenisSubsídio da lição 3 juvenis
Subsídio da lição 3 juvenis
 
Lição 1 juvenis 3° trimestre 2017
Lição 1 juvenis 3° trimestre 2017Lição 1 juvenis 3° trimestre 2017
Lição 1 juvenis 3° trimestre 2017
 
Fermentação
FermentaçãoFermentação
Fermentação
 
Fotossíntese
FotossínteseFotossíntese
Fotossíntese
 
Noite astronômica
Noite astronômicaNoite astronômica
Noite astronômica
 
Eclesiastes
EclesiastesEclesiastes
Eclesiastes
 
Cantares
CantaresCantares
Cantares
 
Provérbios
ProvérbiosProvérbios
Provérbios
 
Aula de características gerais dos seres vivos ensino médio
Aula de características gerais dos seres vivos ensino médioAula de características gerais dos seres vivos ensino médio
Aula de características gerais dos seres vivos ensino médio
 
Introdução a teologia aula 4
Introdução a teologia aula 4Introdução a teologia aula 4
Introdução a teologia aula 4
 
Introdução a teologia aula 3
Introdução a teologia aula 3Introdução a teologia aula 3
Introdução a teologia aula 3
 
Introdução a teologia aula 2
Introdução a teologia aula 2Introdução a teologia aula 2
Introdução a teologia aula 2
 
Introdução a teologia aula 1
Introdução a teologia aula 1Introdução a teologia aula 1
Introdução a teologia aula 1
 
História e os objetivos da escola bíblica dominical
História e os objetivos da escola bíblica dominicalHistória e os objetivos da escola bíblica dominical
História e os objetivos da escola bíblica dominical
 

Último

Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptx
Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptxRomero Britto - biografia 6º ano (1).pptx
Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptxLuisCarlosAlves10
 
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Mary Alvarenga
 
Pizza_literaria.pdf projeto de literatura
Pizza_literaria.pdf projeto de literaturaPizza_literaria.pdf projeto de literatura
Pizza_literaria.pdf projeto de literaturagomescostamma
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...azulassessoria9
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e Américawilson778875
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdfmúsica paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdfWALDIRENEPINTODEMACE
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsxGilbraz Aragão
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...azulassessoria9
 
8 ano - Congruência e Semelhança e Angulos em Triangulos.ppt
8 ano - Congruência e Semelhança e  Angulos em Triangulos.ppt8 ano - Congruência e Semelhança e  Angulos em Triangulos.ppt
8 ano - Congruência e Semelhança e Angulos em Triangulos.pptDaniloConceiodaSilva
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...MANUELJESUSVENTURASA
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMNOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMHenrique Pontes
 
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoJayaneSales1
 

Último (20)

Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptx
Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptxRomero Britto - biografia 6º ano (1).pptx
Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptx
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
 
Pizza_literaria.pdf projeto de literatura
Pizza_literaria.pdf projeto de literaturaPizza_literaria.pdf projeto de literatura
Pizza_literaria.pdf projeto de literatura
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e América
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
 
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdfmúsica paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
 
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
 
8 ano - Congruência e Semelhança e Angulos em Triangulos.ppt
8 ano - Congruência e Semelhança e  Angulos em Triangulos.ppt8 ano - Congruência e Semelhança e  Angulos em Triangulos.ppt
8 ano - Congruência e Semelhança e Angulos em Triangulos.ppt
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMNOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
 
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
 

Ser ou ter

  • 1. O adolescente e seus relacionamentos 2º Trimestre de 2010 Ser ou ter? Eis a Questão? Enfoque Bíblico “ Mas buscai primeiro o Reino de Deus, e a sua justiça, e todas essas coisas vos serão acrescentadas” Mateus 6. 33 Lição 8
  • 2. GENIAL PROVOCAÇÃO DO COMENTARISTA... QUEM É ESTE HOMEM???
  • 3.
  • 4. PARABÉNS MAIS UMA VEZ... O tema da lição “Ser ou Ter? Eis a questão!” Nos faz lembrar da celebre frase de Hamlet “ To be or not to be, that's the question” “ Ser ou não ser, eis a questão” Esta é uma das frases mais conhecidas da Literatura Mundial, consta na peça A tragédia de Hamlet, príncipe da Dinamarca, de William Shakespeare. ONDE ESTÁ A GENIALIDADE DO NOSSO COMENTARISTA??
  • 5.
  • 7.
  • 9. Já notou como as crianças se vestem hoje??? HOJE ANTES
  • 10. TONELADAS DE LIXO http://www.akatu.org.br/
  • 12. DEUS PODE NOS AJUDAR A SER... “ E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.” Romanos 12. 2 Eles serão Meu povo e Eu Serei o Seu Deus. Nós não somos descartáveis para Deus VOCÊ TEM VALOR
  • 14.