Jornal dos Comerciários - Nº 147

1.168 visualizações

Publicada em

Jornal dos Sindicato dos Comerciários de Nova Iguaçu e Região de Julho de 2013

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.168
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
435
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal dos Comerciários - Nº 147

  1. 1. Ano 18 Nº 147 Julho / 2013 dia 11 de Julho marcou a entrada da classe traba- Olhadora na onda de mobi- lizaçõesquevarreopaís.Emtodoo Brasilhouveramparalisaçõesepro- testosexigindoreduçãodastarifase melhor qualidade dos transportes coletivos; mais investimentos na saúde e educação pública; fim do fator previdenciário e aumento para os aposentados; redução da jornada de trabalho;fim dos leilões das reservas de petróleo; contra o Projeto de Lei da terceirização e ReformaAgrária. Comerciários paralisam por aumento de salário! Supermer- cado Extra condenado à pagar abono de Natal PÁGINA 3PÁGINA 3 Onda de mobilizações cresce e questiona patrões e governos PÁGINA 4PÁGINA 4 Movimento Mulheres em Luta (MML) organiza encontro de Mulheres PÁGINA 4PÁGINA 4 Em Nova Iguaçu o ato contou com a presença do Sindicato além do Sindicato dos Profissionais da Educação (SEPE), movimentos populares e associações de mora- dores. Os comerciários também exigiam que a patronal assine o acordo coletivo da categoria. Os patrões querem que o Sindicato autorize o trabalho nos feriados, direito do qual a categoria já votou quenãoabremão. Pelo menos 3 lojas do calçadão tiveram suas atividades paralisa- das. Os trabalhadores apoiaram e participaram da manifestação, in- dignadoscomodescasocomqueos patrões e os governos têm com a vidadopovotrabalhador Se o acordo não for assinado, as coisastendemaseacirrar.Umno- vo dia de paralisações está sendo chamado para o dia 30 de agosto e o Sindicato pretende ampliar as paralisações no comércio caso os patrõesinsistamemnãoassinaro acordo. Veja mais informações na página4enoboxaolado. E O AUMENTO? comunicacao@sindconir.org.br ou ligue para o Sindicato Independente do fechamento do acordo, já está valendo o piso do estado, que está em R$ 832,10; Também já está valendo o reajuste de 7,16% retroativo à maio. Se a sua loja não está pagando esses valores, entre em contato com o sindicato!
  2. 2. Jornal dos Comerciários Julho 2013 Cyticol de Belford Roxo A gerência está pratican- do assédio moral com os trabalhadores, inclusive aos gritos. É chamada a atenção deles à todo momento, in- clusive na frente dos clien- tes. A ameaça de advertên- cia é constante, instalando um clima de terror na loja. E a denúncia não para por aí... O pior acontece quando a lojafecha. Lembrando que esta gerência obrigava os traba- lhadores à passarem por revista íntima quando estava nalojadeNovaiguaçu. CATEGORIA Jornal de responsabilidade da diretoria colegiada do Sindicato dos Trabalhadores no Comércio de Nova Iguaçu, Nilópolis, Para- cambi, Itaguaí, Belford Roxo, Queimados, Japeri, Seropédica, e Mesquita. Conselho Editorial: Marcelo Baena, Marileide Costa, Zé Roberto, Gabriel Silva; Redação, diagramação e projeto gráfico: Raphael Botelho. Renato Gomes, FILIADO À CSP-CONLUTAS www.sindconir.org.br Sede: Rua Dr. Barros Júnior, 408/412 Centro - Nova Iguaçu - RJ TELs./FAX: 2768-9297 / 2767-5130 / 2767-8232 comunicacao@sindconir.org.br ITAGUAÍ: Avenida Paulo de Frontin, 72/202; Tel. (21) 2687-7729 NILÓPOLIS: Rua Prof. G. Alfredo Filgueiras, 18, Sala 407-A; Tel. 2791-9271 BELFORD ROXO: Praça Getulio Vargas, 112 Ap 201 - Centro; Tel. 2663-1904 QUEIMADOS: Avenida Irmãos Guinle, 901/214; Tel. 2665-3093 SUBSEDES: DENÚNCIAS SAÚDE & SEGURANÇA Semprequeocorreumacidentedetrabalhoouéconstatadaumadoença ocupacional,a empresa deve emitir a CAT no prazo de um dia.Em caso de óbitodotrabalhador,aCATdeveserabertaimediatamente. Sempre que a empresa se recusar a abrir a CAT, o trabalhador deve procuraroSindicatoepediraaberturaoureaberturadodocumento.ACAT podeseremitidamesmoforadoprazo.ACATdeveserreemitidaacadavez queocorreruma“novidade”nocaso:umnovoafastamento,umacirurgiaou umnovodiagnóstico. Guarde todos os laudos, atestados médicos e resultados de perícias. Nuncaentregueosdocumentosoriginaisàempresa. Em caso de dor,procure um medico.Se o diagnóstico indicar o trabalho comocausadadoença,peçaaemissãodaCAT. O trabalhador também pode preencher o formulário da CAT no site do INSS (www.mpas.gov.br) e entregá-lo na sede do órgão, junto com atestado médico, para que o perito comprove a existência de doença ocupacional. A CAT deve ser emitida em 6 vias que devem ser destinadas da seguinte forma:1ªvia(INSS);2ªvia(Empresa);3ªvia(Seguradooudependente);4ª via(Sindicato);5ªvia(SistemaÚnicodeSaúde-SUS);6ªvia(Ministériodo Trabalho). Orientações sobre a CAT (Acidente de Trabalho) Odesviodefunçãorolasolto:Ven- dedores têm que fazer trabalho de assistência técnica quando algum eletro-eletrônico quebra, e a orienta- ção é dedurar o colega caso ele não faça. Quando o caminhão chega com as mercadorias, os próprios vendedo- restêmquelevardafrentedalojaatéo estoque, subindo dois lances de esca- da, incluindo as mulheres! Quando fazem a venda, têm que pegar no estoque o produto para os clientes. Inclusive produtos grandes como ar condicionado. Ou seja, só dá pra trabalhar com a ajuda dos colegas. Todoodiatêmquecontarosprodutos portáteis, e depois leva-los para o estoque. No dia seguinte, voltam todos para o mostruário, tudo isso em 30minutos. Se por um acaso,um dos parafusos do cabo de aço que segura os produtos Lojas CEM... SEM Noção! Mercado Super Market (Lote XV Belford Roxo) Trabalha todos os feriados e caso a folga do trabalhador caia no feriado, ele só folga nopróximoferiado. Super rede: Km32 (Nova Iguaçu) Trabalha todos os feriados. Funcionou até as 22h no dia 30 de maio. O Sindicato to- maráasmedidascabíveis. Supermercado Vianense (toda a rede) Quando o relógio de ponto eletrônico quebra, a empresa descontadecadatrabalhador o concerto! Eles são obriga- dos à pagar 6 vezes de R$15 e se não pagam,são impedidos de entrar para trabalhar. Além disso,os uniformes são cobrados, o que é proibido pelaconvençãocoletiva. Lojas GiroLar e Lazer (Lote XV Belford Roxo) A loja foi denunciada aqui nestacolunaenegoutodasas acusações. Para resolver o problema, o sindicato mar- cou uma reunião com a em- presa, e esta simplesmente não compareceu. Mas conti- nuam as denuncias de assé- diomoral,trabalhoemtodos os feriados, não pagamento das horas extras, e desvio de função. Para completar começou a perseguir os tra- balhadores com demissões. A empresa também não foi à reunião no Ministério do Trabalho, e agora será fisca- lizada. some,háumagrandeinvestigaçãopra saber quem deixou o parafuso solto. Até por quê mais uma das infinitas funções dos vendedores é a de segu- rança da loja. Horas extras não são pagas. E as horas feitas, são compen- sadasquandoaempresaquiser. Devidoàsmobilizaçõesdejunho,a empresa fechou cedo, e comunicou que os trabalhadores estariam "devendohoras".Issoéumescândalo: Aempresafechouporquequis! Nãotembanconaáreadevendas,o que é definido por lei. Uniforme só é fornecido dois: Um quando o traba- lhador é contratado e outro em até 6 meses (o certo seriam 3 no ato da con- tratação). Mas a calça e o sapato, que tem que ser pretos, tem que comprar comseuprópriodinheiro. Lojas CEM: Onde você trabalha por100,masrecebepor 1!
  3. 3. Julho 2013 Jornal dos Comerciários Extra é condenado a pagar abono de natal O Sindicato entrou com uma ação na justiça contra o Extra, e o supermercado foi condenado pela Justiça do Trabalho, na pessoa do juiz CarlosHenriqueChernicha- roàcumpriroabonodeNatal de 2009. O acordo determi- JURÍDICO SINDICATO Futebol do Sindicato vai chegando ao fim! 15:00h Novo Mundo 9 2 x 1 Di Santinni Nova Iguaçu 15:40h Guanabara Mercenários 2 x 3 Guanabara Galácticos 16:20h Vianense 12 5 x 4 Galanti 15:00h Casa do Biscoito Top 10 3 x 4 Afif Nova Iguaçu 15:40h Vianense 9 6 x 3 Del Fiori 16:20h ExtraNovaIguaçu 0x8 Ousado 15:00h ChatubaNilópolis 2x2 ExtraBelfordRoxo 15:40h HomensdePreto 0x2 DiSantinniTopShopping 16:20h NovoMundo9 3x2 GuanabaraMercenários 15:00h Di Santinni Nova Iguaçu 2 x 3 Guanabara Galácticos 15:40h Vianense 12 4 x 1 Extra Nova Iguaçu 16:20h Galanti 2 x 2 Ousado 15:00h Casa do Biscoito Top 10 1 x 8 Vianense 9 15:40h Afif Nova Iguaçu 7 x 1 Del Fiori 16:20h HomensdePreto 0x3 ChatubaNilópolis 15:00h DiSantinniTopShopping 7x2 ExtraBelfordRoxo 15:40h NovoMundo9 2x3 GuanabaraGalácticos 16:20h DiSantinniNovaIguaçu GuanabaraMercenários 15:00h CasadoBiscoitoTop10 7x11 Delfiori 15:40h Galanti ExtraNovaIguaçu 16:20h Vianense12 Ousado 15:00h Afif NovaIguaçu 5x3 Vianense9 15:40h HomensdePreto x ExtraBelfordRoxo 16:20h DiSantinniTopShopping 2x8 ChatubaNilópolis perdeuporWO x x Desde abril vem ocorrendo o já tradicional futebol do Sindicato. Na primeira fase, jogaram as 16 equipes, divididas em 4 grupos e depois, as duas equipes mais bem colocadosdecadagruposeenfren- taram no esquema de mata-mata. A Final ocorrerá agora no Domin- go, 14 de julho. Confira no próxi- mojornalagaleriacompleta. Guanabara Galácticos Novo Mundo 9 Vianense 12 Ousado Guanabara Mercenários Di Santinni Nova Iguaçu Galanti Extra Nova Iguaçu Afif Vianense 9 Chatuba Nilópolis Di Santinni Top Shop Del Fiori Casa do Biscoito Top 10 Extra Belford Roxo Homens de Preto RESULTADOS DA PRIMEIRA FASE TABELA FINAL DA PRIMEIRA FASE RESULTADOS QUARTAS DE FINAL RESULTADOS SEMI FINAIS 15:00h Guanabara Galácticos 4 x 2 Ousado 15:40h Afif 2 x 1 Di Santinni Top Shopping 15:00h 2 x 2 Novo Mundo 9 15:40h Chatuba 2 x 5 Vianense 9 15:00h Afif 3x3 16:00h GuanabaraGalácticos 1x4 Vianense12 Disputade3ºLugar: 15:00h Afif x GuanabaraGalácticos Final: 16:00h Vianense12 x Vianense9 Vianense 12 Vianense9 Venceu nos pênaltis Venceunos pênaltis FINAIS: 14 de julho 07 de julho 23 de junho 16 de junho nava folga na quarta-feira de cinzas de 2010, reajuste de 2% nosaláriodedezembrode2009 eabonodeR$50. Mesmo depois de se com- prometer, a empresa não cum- priu nenhum dos pontos aci- ma. Agora, além de efetuar o pagamento de R$ 50, terá que pagar horas extras (de 100%) referentes ao trabalho na quar- ta feira de cinzas e a quantia de 2%emcimadosaláriodedeze- mbro de 2009 para cada funci- onário que trabalhava lá na época. Sobre todos esses valo- res, ainda recaem juros e correçãomonetária. Se você trabalhava na antiga Sendas (hoje Extra) em dezembro de 2009 não perca tempo: Entre em con- tato com o Sindicato para maioresinformações!
  4. 4. LUTAS Jornal dos Comerciários Julho 2013 Da Redação No dia do orgulho LGBT, dia 28 de junho, iniciou-se também o primeiro encontro de Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transexuais da CSP-Conlutas(acentralsindicaldoSindicato). Foi o primeiro encontro desse tipo com um ‘corte de classe’, ou seja, com foco nos trabalhadores Infelizmente, a situação dos LGBT’s em nosso país é dramática. O Brasil segue sendo o campeão em assassinato de homossexuais em todo o mundo. Em 2012, mais de 300 LGBT´s morreram vítimadopreconceito. Esta situação de homofobia é pior para os LGBT´s da classe trabalhadora que por vezes sofrem assédio moral e sexual nos locais de trabalho e muitas vezes não sabem como recorrer a suas entidades sindicais. Ao mesmo tempo, muitos sindicatos não sabem o que faze diante da situação de homofobia que ocorre em suasbases. Assim, o 1ºEncontro LGBT foi um sucesso, pois conseguiu unificar todos que lutam contra a homofobia para discutir suas origens, e como implementar métodos para que a classe trabalhadora combata mais esse mal que só beneficiaospatrões Encontro LGBT da CSP-Conlutas exige um basta à homofobia COMBATE ÀS OPRESSÕES Da Redação Omachismoéumaidéiaquepenetranaclasse trabalhadora, mas que só auxilia os patrões (as mulheres ganham menos que os homens para fazer os mesmos serviços, por exemplo). Para combaterisso,oúnicocaminhoéaorganização das mulheres trabalhadoras, para que elas possam convencer o conjunto dos trabalhado- res (homens e mulheres) à combater essa ideologia. Para melhorar essa organização,o Movimen- to Mulheres em Luta (Movimento filiado à CSP-Conlutas que realiza várias atividades em conjuntocomoSindicato)realizaráseuprimei- ro Encontro Nacional entre os dias 4 e 6 de Outubrode2013. A idéia é juntar mulheres trabalhadoras de todo o país para discutir temas como a saúde da mulher, a mulher no sindicato, a questão do aborto, a mulher negra, além de organizar o movimento,aprovardocumentoseumadireção paraomovimento As mulheres comerciarias que pretendem participar devem entrar em contato com o Sindicato.OencontroseráemSarzedo(região metropolitana de Belo Horizonte). Vamos juntascombateromachismo! Você sabia que o dia 25 de Julho é o Dia Latinoa- mericano e Caribenho da Mulher Negra? A mulher negra é o setor social mais explorado e oprimido dentro da classe trabalhadora. Recebe menos que o homem branco, o homem negro e a mulher branca. Ocupam os piores postos de trabalho,e os mais pre- carizados. A taxa de desemprego entre elas é 50% maiorquenosdemais. A violência não tem apenas gênero, tem também cor e também território. A maioria das vítimas são mulheres negras, pobres, que moram nas periferias das grandes cidades. A combinação de racismo e machismo faz com que as jovens negras liderem as estatísticasdevítimasdeviolência. As jovens negras ainda lideram outra lamentável estatística. São a maioria das vítimas em caso de morte decorrente de problemas no parto, ou complicações na gravidez, por ser um setor social que sofre com a falta de acesso à assistência médica públicaedequalidade. Por tudo isso esse dia é tão importante, pois é um marco instituído para debatermos esse assunto e in- centivar a organização das mulheres negras, para que elas combatam a opressão à qual estão submeti- das, coisa que o sindicato vem se esforçando em fazer. Por isso organizou um debate sobre este tema que irá acontecer às 19h do dia 25 de julho no esta- cionamentoaoladodosindicato.Participe! MML realizará encontro de mulheres trabalhadoras Manifestações tomam o país, questionam governos e suas relações com empresários uando o governo anunciou que as tarifas de transporte Qiam aumentar jovens que já se organizavam contra o aumento, foram às ruas. A reação tanto do go- verno de São Paulo (Alckmin, do PSDB) quanto do Rio de Janeiro (Cabral, do PMDB, que tem o apoio do PT) foi uma repressão brutal. A mídia, chamava os manifestantes de arruaceiros.Só que ao invés de dimi- nuir,asmobilizaçõesexplodiram:De um dia pro outro os governantes que falavam que não iam abaixar as pas- sagens, tiveram que baixar. A mídia que chamava todos de vândalos teve que abaixar a cabeça, e tentar se explicar, dizendo que só alguns são vândalos... Renato Gomes 25 de julho é o Dia da mulher negra As mobilizações explodiram, mas não foram ‘só pelos 20 centavos’. Se juntaram à elas a indignação com a situação que tanto os governos do PT quanto do PSDB-DEM submetem o povo trabalhador: Descaso com a saúde, educação e transporte, mas rios de dinheiro para os empresários, con- tratos milionários pra Copa e Olimpí- adaspagoscomdinheiropúblico,além davelhacorrupção. Ficaramclarasasrelaçõessujasque mantém os patrões e os governantes paraexploraropovo. OCongressoeoSenadonuncatra- balharam tanto: Mandaram prender deputado condenado, derrubaram a PEC 37, disseram que aprovariam o passe livre para todos os estudantes. Com medo da voz das ruas, Dilma propôs um plebiscito ou um referendo sobre a reforma política. Mais uma medida pra desviar o foco das manifestações. O povo foi pra rua, presidenta, por investimentos na saúde, redução do preço das passagens,erespeitoàeducação. No dia 11 de Julho, tivemos um novo capítulo dessa história. Os se- toresorganizadosdaclassetrabalha- dora foram às ruas com uma pauta única.(vejamatériadecapa). O que está claro, é que vivemos umnovomomentopolítico,emqueo povo não aceita mais tudo calado. Claro que temos um longo caminho a percorrer, e também não podemos aceitar a volta da direita. Só um ca- minho pode realmente mudar esse país:Trabalhadoresnopoder!

×