Ano 16       Nº 125       Julho / 2011        Filiado à CSP Conlutas  Governo quer dar dinheiro para fusão Pão de Açúcar-C...
CATEGORIA                                                                                                                 ...
CAMPEONATO  CAMPEÃO do CAMPEONATO 2011             Sapataria Ponto do Pé      2º: Vianense Central/ 3º: Chatuba Free      ...
Sapataria Ponto do Pé é campeã do campeonatoD      epois de muito suor                 fase, divididos em quatro    dos 50...
DENÚNCIAS                              CATEGORIARicardo Eletro - NovaIguaçu, Praça da Liberdade           Casa & Vídeo e D...
RIO DE JANEIROBombeiros vão à luta: Populaçãoapóia, mas Cabral reprime!N      o dia 4 de Junho o Rio        acordou com a ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Jornal dos Comerciários - Nº 125

612 visualizações

Publicada em

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
612
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal dos Comerciários - Nº 125

  1. 1. Ano 16 Nº 125 Julho / 2011 Filiado à CSP Conlutas Governo quer dar dinheiro para fusão Pão de Açúcar-Carrefour, e patrões anunciam demissões4 bilhões de reais. Essa é a quantia com que o governoDilma quer entrar nanegociata que vai fundir Primeiro o novo grupo seria res- ponsável por quase um terço de tudo que seos dois maiores grupos compra em va-do comércio varejista no rejo no Brasil! EBrasil, o grupo Pão de isso eleva oAçúcar (Que reúne as re- risco desta em-des Sendas, Extra, Ponto presa poderFrio, Casa Bahia, entre botar o preçooutros), e o Carrefour (su- que quiser nospermercados, postos de produtos.combustíveis, drogarias, Mas os donosetc.). O Dinheiro viria pelo falam que nãoBNDES, um banco esta- tem problema,tal, que serviria (teorica- por que, paramente) para aplicações não ter mono-em benefício da popula- pólio, bastação. Mas o que essa eles fecharemfusão traria de bom para algumas lojasos trabalhadores e para o que estão concentradas disse um empresário ao demitem trabalhadores eBrasil? principalmente no Rio e jornal O Globo*. não respeitam nossos O governo fala que cri- em São Paulo. Isso Será que Dilma não tem direitos, conquistados àando uma empresa deste mesmo... Para aumentar nada melhor pra fazer duras penas. Mais umatamanho, poderíamos seus lucros, ameaçam com o dinheiro público? vez o governo mostra avender produtos para a colocar trabalhadores na Todos falam que a crise quem serve: aos ricos eEuropa. Muito bom para rua. “... nossa avaliação é econômica passou, mas poderosos.os patrões, mas o que que entre 5% e 7% das muitas empresas vêm seeles planejam para o lojas nos grandes centros fundindo para não fali- * Jornal O Globo, 29 de Junho detrabalhador? Vejamos: poderão ser fechadas...” rem, e nesse processo 2011, página 25
  2. 2. CATEGORIA DENÚNCIAS ChifonDemitidos do Supermercado Alto Essa empresa sem noção continua fazendo da vida dasda Posse decidem seu futuro! trabalhadoras um verdadeiro inferno. As trabalhadoras conti- nuam pagando o uniforme, uma parte salário é pago por fora do Por Telmo de Oliveira contracheque, sem contar que são obrigadas a trabalhar todos os feriados. E o pior, é que a em- presa toda vez que é cobrada a dar explicações jura de pé junto pesa o lado dos ricos. A proposta que isso não existe. Quanta de falência será um caminho cara de pau. muito difícil, jogando contra os Orientamos todas as trabalha- demitidos. Os trabalhadores doras da loja a procurar o abririam mão da multa pelo jurídico do Sindicato. Podendo entrar com uma ação agora ou descumprimento do acordo quando sair da empresa. O individual, estabelecido pelo juiz. advogado do Sindicato estará à sem nenhuma redução das disposição das trabalhadoras verbas rescisórias, Portanto não para reparar essa injustiça. interessava a nenhuma das partes a falência, seguimos na Varejão das Fabricas - convocação, era preciso levar Nova IguaçuN os dias 2 e 23 de maio e 2 expressiva, os demitidos fizeram muitos trabalhadores/as pra à Há cerca de um mês o sindi- de junho, mais de 300 tra- valer a mobilização, pelos telefo- assembléia do dia 02 de junho. cato vem recebendo denuncias balhadoras e trabalhado- nes e contatos nas bases. Foi Começa a fila de credencia- de desvio de função e a falta do mento, com os administradores assento no provador para asres reuniram-se em assembleia, esta mobilização que rejeitou a trabalhadoras. Apesar das ten-na Mitra, Moquetá, convocados proposta sem moral apresentada da justiça. Somente foram aptos tativas do Sindicato para resol-pelo Sindicato, para discutir o pelos administradores e patrões, a participar da assembléia 50 ver a questão junto à empresa,destino do processo trabalhista de tornar os demitidos sócios da trabalhadores. Começa a preo- até o dia 29 de junho não haviahá mais de 2 anos na justiça. nova empresa (possíveis com- cupação, seguimos firmes sido resolvido nada. PortantoApós varias manobras da Em- pradores interessados nas cinco esclarecendo aos trabalhadores estaremos encaminhando ao setor de fiscalização do Minis-presa, processos que sumiram lojas). Nova assembléia foi mar- que todos são credores, da tério do Trabalho para que elana 6ª vara e etc., a determinação cada e continuou a mobilização classe I ( primeiros a receberem) possa ser multada. E espera-dos trabalhadores/as foi uma com o nosso advogado, Dr. Car- que estes 50 irão votar pela mos que a partir daí a empresavitória a parte. Das passeatas até lão. maioria, mas sabendo que não passe a respeitar seus trabalha-o dia 2 de junho, com presença É preciso credenciar a todos. queremos a falência, mas abrin- dores. Estamos sabendo que parte do do mão da multa, e recebendo dinheiro retido e o aluguel das tudo sem redução. Riachuelo – Top Jornal de responsabilidade da diretoria colegiada do Sindicato dos Trabalhadores no lojas de Miguel Couto, Cabuçú, O tensionamento é grande na Shopping Comércio de Nova Iguaçu, Nilópolis, Paracambi, Itaguaí, Belford Roxo, Posse, Vila de Cava, Santa Rita, base, Os 50 votaram, individual- Os trabalhadores dessa Queimados, Japeri, Seropédica, e Mesquita estão sendo usados para pagar o mente, pela venda dos cinco empresa não aguentam mais a escritório jurídico e administrado- imóveis, Miguel Couto, Cabuçú, falta de respeito desta empresa. FILIADO À CSP CONLUTAS As jornadas extremamente Sede: Rua Dr. Barros Júnior, 408/412 res a peso de ouro, ou seja, estão Vila de Cava, Posse e Santa Rita, excessivas, que são pagas com Centro - Nova Iguaçu - RJ TELs./FAX raspando o tacho. Convocamos e outros imóveis, já que existe o banco de horas (o que é ilegal) 2768-9297 / 2767-5130 / 2767-8232 www.sindconir.org.br a todos/as a preencher o formu- proposta de compradores, para são só alguns dos muitos pro- jornaldoscomerciarios@yahoo.com.br lário da procuração. Quem não estes (porque imóvel vazio vale blemas. O trabalho nos feriados, fez deve fazê-lo no escritório menos). Os credores fornecedo- apesar de ser proibido, é uma SUBSEDES res seguiram a votação dos prática constante nesta loja. ITAGUAÍ jurídico. Diante de tanta desgraça o Avenida Paulo de Frontin, 72/202 Tel. (21) 2687-7729 Em assembléia de 23 de trabalhadores, somente o (banco Sindicato já chamou a empresa NILÓPOLIS Rua Prof. G. Alfredo Filgueiras, 18, Sala 407-A maio, todos sabem que rejeitar Indusval) votou contra a proposta para exigir o fim imediato des- Tel. 2791-9271 totalmente a proposta de recupe- dos administradores, segue-se o sas irregularidades. Vamos ficar BELFORD ROXO Praça Getulio Vargas, 112 Ap 201 - Centro ração será a falência, e que foi processo para o juiz, caso em cima para ver o direito dos Tel. 2663-1904 preciso construir uma proposta concretize-se as vendas o juiz trabalhadores respeitado. QUEIMADOS Avenida Irmãos Guinle, 901/214 com os trabalhadores/as presen- homologará no prazo de 180 Tel. 2665-3093 tes à assembléia. Todos compre- dias. Textos: Geovani Pereira enderam a situação do processo, Lembrando que ao rico tudo é Textos e Diagramação: Raphael Botelho e que as coisas não são fáceis. permitido, no estado capitalista. Jornal dos Comerciários / julho 2011 Na justiça burguesa sempre É preciso dar um basta!!!
  3. 3. CAMPEONATO CAMPEÃO do CAMPEONATO 2011 Sapataria Ponto do Pé 2º: Vianense Central/ 3º: Chatuba Free Jornal dos Comerciários / julho 2011
  4. 4. Sapataria Ponto do Pé é campeã do campeonatoD epois de muito suor fase, divididos em quatro dos 50 anos do Sindicato. A Vice Campeã. Parabéns à numa divertida con- grupos. Os dois mais bem Vice Campeã foi a equipe do todos os participantes, fraternização de colocados de cada grupo Vianense Central, e em especialmente aos vence-nossa categoria, conhece- foram para as quartas de terceiro lugar a Chatuba dores, e que nos próximosmos o campeão de mais um final, e depois da fase do Free, equipe essa que ainda 50 anos de sindicato tenha-campeonato de futebol or- mata-mata, a equipe da contou com o artilheiro da mos mais campeonatosganizado pelo sindicato! Sapataria Ponto do Pé se competição, Moab, com 14 como esse!Foram 16 equipes que se sagrou campeã do nosso gols. O goleiro menosenfrentaram numa primeira campeonato comemorativo vazado foi Gil, da equipe Os Participantes: QUARTAS DE FINAL 05 de Junho Guanabara Galáticos2 X 5 Vianense Filial 2 Ponto do Pé 3X0 Chatuba Depósito Chatuba Free 5X1 Citycol Vianense Central 6X1 Guanabara Balança a Rede SEMI FINAIS 19 de Junho Chatuba Free 2X0 Vianense Central Vianense Filial 2 2X2 Ponto do Pé* * Ponto do Pé Venceu nos pênaltis FINAIS 26 de Junho Chatuba Free 4X3 Vianense Filial 2 Vianense central 1X2 Ponto do Pé ARTILHEIRO GOLEIRO MENOS VAZADO Moab Chatuba Free Gil 14 Gols Vianense Central Jornal dos Comerciários / julho 2011
  5. 5. DENÚNCIAS CATEGORIARicardo Eletro - NovaIguaçu, Praça da Liberdade Casa & Vídeo e Di Santinni tentam comprar Essa denúncia é sobre umainfiltração no teto da loja que trabalhadores com PPR fajutapinga no chão o dia inteiro. A ge- Qrência da empresa para resol- uem não precisa de um aos feriados e etc. E usam a ganhando bem menos. Paraver o problema colocou papelão dinheiro a mais no final desculpa que ganharam na mostrar como eles são bonzi-no chão. O problema é que os do mês? Com o tama- justiça um período de dois anos nhos, impuseram metas abusi-trabalhadores correm o risco de nho do salário todo mundo não para sair da crise, e podem vas para os trabalhadores queescorregarem no chão molhado é verdade? deixar de aumentar os salários quiserem ter direito à PPR,e sofrer um acidente. A direção Por isso a PPR (Programa de nesse período. Por isso, os metas que quase ninguémda empresa já tomou conheci- Participação nos Resultados) é trabalhadores já estão há 2 consegue bater. Ou seja, omento do problema, e espera- muito bem vinda. O problema é anos sem reajuste, e enquanto trabalhador na tentativa demos que seja resolvido rapida- isso o preço dos alimentos só garantir um dinheiro à mais nomente. quando os patrões a usam para tentar ganhar os trabalhadores aumenta, e o Brasil tem os final do mês se mata de traba- a trabalharem mais. Por isso, maiores juros do mundo. Que- lhar, e raramente consegue terRicardo Eletro - Shopping muitas lojas, como a Casa & rendo que seus funcionários esse direito.Pátio Mix trabalhem mais por pouco Se as empresas realmente Video e a Di Santinni, tem usa- O shopping é novo, mas os querem recompensar o traba-problemas são velhos. O refei- do a PPR para nos “agraciar” dinheiro, oferecem agora atório segundo os trabalhadores uma ou duas vezes ao ano, PPR, com metas astronômicas. lhador pelas suas vendas,está insalubre. Até barata tem mas o salário se mantém a Outra que vem tentando iludir então por que não aumentamaparecido por lá. O banheiro mesma coisa, ou até menor. os trabalhadores é a Di os salários? O que não vale évive entupido e isso acaba im- A Casa & Vídeo há muito Santinni, que foi mais cara de estimular essa competição,pedindo seu uso pelos trabalha- tempo vem fazendo seus traba- pau ainda: Vem demitindo seus ainda por cima com metas abu-dores, que precisam se virar no lhadores pagarem a conta da vendedores e contratando sivas, e brincar com a necessi-banheiro do shopping. Até pro- crise que se enfiou, não pagan- “Operadores de Loja” para dade do trabalhador! Estamosdutos de limpeza têm faltado. O do direitos trabalhistas, abrindo fazer a mesma função, mas de olho, e não somos bobos!absurdo é tão grande que atéágua os trabalhadores preci-sam levar de casa. O banco de horas ilegal é prati- ENTREVISTAcado pela empresa, os traba-lhadores não têm o controlesobre suas vendas e até peça "O reconhecimento da união civil veiode móvel que vai faltando para ocliente é descontada dos traba- para corrigir o que era uma injustiça”lhadores. Eta empresinha Depois da recente conquista no Supremo Tribunal Federal, a luta do movimento Gaymuquirana! ganhou mais notoriedade. Conversamos com Edimílson, diretor do Sindicato, que nos falou sobre à opressão aos homosexuais em nossa categoria, as Paradas Gay, asRicardo Eletro Nilópolis reivindicações do movimento e etc. Seria cômico se não fosse trá- união civil veio para corrigir o quegico: A empresa simplesmente Como se manifesta a Reivindicamos trabalho igual salá- homofobia contra os rio igual, e a aprovação do era uma injustiça.não vem depositando correta-mente o vale transporte dos trabalhadores/as PL(Projeto de Lei) 122, que comerciários/as? criminaliza a homofobia. Nos meses de junho e julhotrabalhadores. A conseqüência ocorrem paradas gays em tododisso foi uma revolta geral, e a o país. Esses são espaçoscompanheirada cruzou os bra- Em geral, se manifesta com a O Sindicato e a CSP-Conlutas falta de oportunidade dentro das tem um programa em defesa dos onde os gays protestam contraços e ninguém foi trabalhar. o preconceito ou é só maisEntramos em contato com a lojas. Mesmo tendo todas as homossexuais? condições não recebemos as uma festa?empresa e ouvimos o mesmoblá-blá-blá de sempre. promoções, e somos os primeiros O nosso Sindicato criou no seu (a ser chamados) quando é pre- último congresso a secretaria As paradas gays tem sido para Todas essas denúncias foram alguns uma grande festa. Mas ciso desempenhar outras fun- contra as opressões, e dentro destaencaminhadas para o Ministério ções como lavar banheiros ou secretaria estaremos discutindo as para outros ainda é um espaçodo Trabalho para que sejam cozinhas, quando existe. Sem demandas das mulheres, negros e importante de luta e reivindi-efetuadas fiscalizações e as contar com as piadas homofó- gays de nossa categoria. cação.lojas sejam multadas. bicas. Como você vê a decisão que Que mensagem você passaria Existe alguma bandeira de luta permite a união civil entre as para todos os companheiros e ou reivindicação especifica pessoas do mesmo sexo? companheiras gays de nossa dos/as trabalhadores/as gays categoria que sofrem com a de nossa categoria, ou as Vejo como uma conquista do homofobia? bandeiras são as mesmas já movimento gay. Agora teremos reivindicadas pelo movimento direito a partilha dos bens de Eu gostaria de dizer que gay? nossos companheiros/as, direito a precisamos nos organizar para pensão etc. O reconhecimento da defender nossos direitos e lutarmos por mais conquistas. Jornal dos Comerciários / julho 2011
  6. 6. RIO DE JANEIROBombeiros vão à luta: Populaçãoapóia, mas Cabral reprime!N o dia 4 de Junho o Rio acordou com a prisão de 439 bombeiros.Seu crime? Protestar pormelhores salários. De lá para vernador Sérgio Cabral (que se nega a abrir diálogo) e o Comandante do corpo de bombeiros (que foi derrubado pelo protesto) trataram oscá, tomaram as páginas dos bombeiros como bandidos: ojornais uma luta que BOPE invadiu o prédio usan-começou há pelo menos três do bombas de gás, sprays demeses, quando salva vidas pimenta, e inclusive tiros deque começaram a protestar fuzil contra viaturas! Isso compor melhores condições de filhos e familiares dos bom-trabalho contagiaram seus beiros lá dentro!colegas. O bombeiro no RJ Cabral costuma tratar tra- CABRAL: Polícia para atacar professores, médicos são “vagabundos”, bombeiros “vãndalos”.ganha o menor salário do balhadores dessa maneira:país (cerca de R$ 950 líqui- Em setembro de 2008, na truções, a empreiteira que bém pararam. A categoriado), e tem que pagar instru- greve dos profissionais da mais tem obras no Rio. pede reajuste emergencialmentos de trabalho (como saúde contra o caos da rede Coincidência não? Cabral de 26%, incorporaçãoóculos e protetor solar para pública e por reajuste, cha- ainda usou o jatinho de Eike imediata de gratificações eos salva vidas), sofrem com mou os grevistas de “safa- Batista, o mais rico do Brasil. descongelamento do Planopunições disciplinares, e falta dos” e “vagabundos”. Já em A brutalidade e o show do de Carreira dos funcionários.de condições de trabalho. A setembro de 2009 foram os governador na televisão Também há outras categori-CSP-Conlutas vem acompa- professores do estado: Du- chamando os bombeiros de as indignadas, como profis-nhando as manifestações rante uma manifestação que “vândalos” e “covardes”, não sionais de saúde, e inclusivedesde o começo. reuniu trabalhadores da edu- deu certo. A Globo teve que policiais militares dispostos a No dia 3 de Junho, após cação em greve, o governa- mudar seu discurso, e Cabral entrarem na luta.realizarem sua assembleia, dor jogou a Tropa de Choque pedir desculpas. Falou até Com toda essa mobiliza-decidiram adentrar em seu contra professores com que precisam aprovar um ção, os trabalhadores bota-Quartel General para serem bombas, spray e balas de “código de ética” para ele. Os ram por água a baixo arecebidos pelo seu coman- borracha deixando mais de bombeiros foram soltos imagem do “Rio Maravilha”,dante. A mídia (em especial a 10 educadores feridos. Sem graças aos trabalhadores da Copa do Mundo e dasrede Globo) junto com o go- falar na prisão de 13 manifes- desse país que apoiaram a Olimpíadas. No Rio de tantes na passeata contra o luta desses companheiros. Janeiro verdadeiro, trabalha- presidente norte americano Batalham agora pela Anistia. dores ganham uma merreca em março, e outros inúmeros Seu exemplo passou a para ralar muito e sustentar exemplos. empolgar outras categorias: os governos e os patrões Toda essa selvageria com Os técnicos e professores desse estado. que Cabral trata trabalhado- das escolas estaduais tam- res, não é à toa: Está prepa- rando o Rio para investimen- tos bilionários, e também está ganhando muito com isso. Um acidente de helicóptero envolvendo a família do Governador expôs toda a sua relação com os empreiteiros que ganham rios de dinheiro no Rio de Janeiro: O helicóp- tero que Cabral iria embarcar era do dono da Delta Cons- Jornal dos Comerciários / julho 2011

×