Telemedicina
Definição
Telemedicina compreende a oferta de serviços ligados aos
cuidados com a saúde, nos casos em que a distância é um...
Telemedicina em Portugal
Diversas soluções de telemedicina:
• Teleconsulta de especialidade;
• Formação e informação dos p...
Obstáculos
• Questões ético-legais;
• Falta de incentivos aos profissionais para a adopção
  destas novas práticas;
• Resi...
Benefícios
• Melhoria na acessibilidade aos serviços de saúde
  diferenciados;
• Descongestionamento das urgências Hospita...
Grupo

• Ana Duarte, nº11924
• Ana Silva. nº11925
• Lúcia Lucas,nº11943


GASS
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Telemedicina

659 visualizações

Publicada em

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
659
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Telemedicina

  1. 1. Telemedicina
  2. 2. Definição Telemedicina compreende a oferta de serviços ligados aos cuidados com a saúde, nos casos em que a distância é um factor crítico; tais serviços são prestados por profissionais da área da saúde, usando tecnologias de informação e de comunicação para o intercâmbio de informações válidas para diagnósticos, prevenção e tratamento de doenças e a contínua educação de prestadores de serviços em saúde, assim como para fins de pesquisas e avaliações.
  3. 3. Telemedicina em Portugal Diversas soluções de telemedicina: • Teleconsulta de especialidade; • Formação e informação dos profissionais de saúde; • Telemonitorização e acompanhamento; • Informação de saúde e aconselhamento; • Formação e informação de utentes em todos os domínios da saúde.
  4. 4. Obstáculos • Questões ético-legais; • Falta de incentivos aos profissionais para a adopção destas novas práticas; • Resistência à mudança; • Impedimentos diversos na organização e envolvimento de recursos; • Falta de investimento orientado para processos sustentados de mudança, em vez de projectos avulsos.
  5. 5. Benefícios • Melhoria na acessibilidade aos serviços de saúde diferenciados; • Descongestionamento das urgências Hospitalares; • Redução de custos e melhoria na qualidade dos serviços prestados; • Quebra do isolamento dos médicos de família com informação e formação médicas associada; • Redução das deslocações do utente e consequentes incomodidades.
  6. 6. Grupo • Ana Duarte, nº11924 • Ana Silva. nº11925 • Lúcia Lucas,nº11943 GASS

×