Janeiro 2010                  Janela                              Aberta
                  Agrupamento Vertical de Escolas...
Higiene

   De forma a sensibilizar as pessoas para a necessidade de se fazer uma higiene diária, os alunos do PIEF criara...
Comemoração do Halloween


     Halloween - A Noite das Bruxas´
     É uma tradição Inglesa, a qual foi adoptada por Portu...
Dia Internacional dos Direitos da Criança
Se a legislação mudasse a realidade, as crianças de todo o mundo estariam perto ...
A nossa turma não quis deixar de celebrar este dia com uma bela exposição sobre os direitos da criança e a
realização de j...
Para os mais gulosos!!! Receitas


            Tarte de Grão de Bico                                               Sonhos
...
Arroz Doce de Natal                             Torta de Nozes com Doce de




                                           ...
O Natal do PIEF
 A vida é composta por inúmeras realidades às quais nada nos resta fazer, apenas lidar com elas e ir viven...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Jornal Pief Actuallll

610 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual, Arte e fotografia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
610
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal Pief Actuallll

  1. 1. Janeiro 2010 Janela Aberta Agrupamento Vertical de Escolas Luciano Cordeiro - Mirandela Equipa Técnica — Alunos e Equipa Pedagógica Editorial Este jornal , que agora inicia o seu caminho, nasceu da vontade de toda a equipa pedagógica e alunos do PIEF de Mirandela Um jornal deve ser um instrumento de informação e formação. Assim, este jornal pretende ser, para além disso, um espaço de encontro entre os alunos e professores do PIEF e a restante comunidade. Para isso, é fundamental a colaboração e participação de todos, que é e será sempre bem vinda, expres- sando factos, opiniões ou ideias. Para que a “ Janela Aberta” seja verdadeiramente o nosso jornal , apelamos à colaboração de todos. Para que o seu caminho seja feito de muitos pas- sos. Este é o primeiro. AZEITONEF, A Mascote do PIEF
  2. 2. Higiene De forma a sensibilizar as pessoas para a necessidade de se fazer uma higiene diária, os alunos do PIEF criaram “o RAP da higiene”. Há pessoas que não tomam banho; Esse banho tem que ser bem tomado; Por isso ficam com o corpo castanho; E esse cabelo bem penteado; Há pessoas que não lavam o dentes; Seres limpo e asseado; Por isso não andam contentes. É meio caminho andado Para seres bem apresentado. Há pessoas que não trocam e roupa; Dizem que têm pouca; A minha decisão está tomada; E não a querem lavar; Usar perfume, gosta a rapaziada; Para não a gastar. Eu gosto de cheirar bem à minha namora- da Para ela ficar por mim apaixonada. É melhor começares a lavar as mãos Senão ainda apanhas alguma infecção Toma a tua decisão Para a regra não ser em vão. Outono Folhas amarelas, vermelhas e castanhas no chão. Elas caem das árvores e flutuam no ar. As mornas brisas do Outono vão brincar com as folhas , girando em círculos, num último adeus à sua mãe árvore que lhes deu a vida na Primavera. Agora, ao cair, elas fertilizarão os solos como adubo orgânico, num ciclo de vida e de morte que se repe- te todos os anos. E nós, alunos do PIEF, não poderíamos deixar de comemorar esta estação do Outono com alguns trabalhos e exposições. Página 2
  3. 3. Comemoração do Halloween Halloween - A Noite das Bruxas´ É uma tradição Inglesa, a qual foi adoptada por Portugal . A nossa esco- la e a nossa turma(PIEF) comemorou o dia 31 de Outubro com actividades e com ilustrações alusivos ao temas. Mas gostaríamos de te dar uma pequena informação acerca do Halloween . • Sabias que Halloween vem de Dia de Todos os Santos? Este diz-se em inglês All Hallows Day. Como sabes, a noite anterior a este dia é muito importante, por isso Halloween é uma abreviatura de All Hallows Even - "Noite de Todos os Santos"! S.Martinho . Os alunos do PIEF participaram no concurso de quadras de S. Martinho, verifiquem como estes alunos também têm veia poética: No dia de S. Martinho As castanhas vou assar Viemos de todo o lado As castanhas são tão boas Ao jantar provo o vinho Para o vinho provar Na fogueira a saltitar E á noite vou descansar. E as castanhas do prado Animam as pessoas Vamos pôr a assar. Para poderem festejar. No S, Martinho há castanhas E vamos comer No S. Martinho O Novembro está a chegar Deixem-se de artimanhas Vou-me divertir E com ele o S. Martinho Antes que comece a chover. Com o meu povinho Vamos todos festejar Vamos todos sorrir . Com castanhas e vinho. No dia de S. Martinho A fogueira vou saltar No dia de S. Martinho As castanhas são pesadas Da pipa o vinho vou tirar As crianças vão brincar Para a minha digestão Para o poder provar Com a energia do corpinho Mas depois de assadas A fogueira vão saltar. Que boas que elas são. As crianças a brincar O S. Martinho a chegar No S. Martinho há calor As castanhas são saborosas As castanhas vamos apanhar É dia de animação Na lareira a estalar Para no S, Martinho as assar Tudo tem bom sabor São todas Formosas Quando vem do coração. E têm bom paladar. Página 3
  4. 4. Dia Internacional dos Direitos da Criança Se a legislação mudasse a realidade, as crianças de todo o mundo estariam perto da situação ideal. A Con- venção sobre os Direitos da Criança, adoptada há exactamente 20 anos, a 20 de Novembro de 1989, é o tratado mais ratificado da História Vamos recordar os 10 direitos da criança. - A criança deve ter condições para se A criança tem direito a educação gratuita e obriga- desenvolver física, mental, moral, espiri- tória, ao menos nas etapas elementares. tual e socialmente, com liberdade e dig- nidade. A criança tem direito a um nome e uma nacionalidade, desde o seu nascimento. A criança, em todas as circunstâncias, deve estar entre os primeiros a receber protecção e socorro. A criança tem direito à alimentação, lazer, moradia e serviços médicos ade- A criança deve ser protegida contra toda forma de quados. abandono e exploração. Não deverá trabalhar antes de uma idade adequada. - A criança deve crescer amparada As crianças devem ser protegidas contra prática de pelos pais e sob sua responsabilidade, discriminação racial, religiosa, ou de qualquer índo- num ambiente de afecto e de segurança le. - A criança prejudicada física ou mental- A criança deve ser educada num espírito de com- mente deve receber tratamento, educa- preensão, tolerância, amizade, fraternidade e paz ção e cuidados especiais. entre os povos.
  5. 5. A nossa turma não quis deixar de celebrar este dia com uma bela exposição sobre os direitos da criança e a realização de jogos tradicionais. Podemos constatar pelas imagens ! As Belas t-shirts dos 20 anos da convenção dos Direitos da Criança no dia 20 de Novembro de 2009 Que belas telas pintadas pelos alunos do PIEF!! Temos pintores. Os alunos do PIEF a distribuírem o desdobrável pelas salas de aula, alusivo aos Direitos da Criança. E ….eis os atletas do PIEF e todos os seu educadores na participação dos jogos tradicionais Não te escapes… Isto não se bela maçã!! Quem me segura!!! apanha?!!!! E pula, pula, pula….. Pucha, pucha, pucha….. A nossa Técnica, Dra. Sónia, na entrega dos diplomas dos jogos tradi- cionais, Tem perfil para o evento…!!!!
  6. 6. Para os mais gulosos!!! Receitas Tarte de Grão de Bico Sonhos Ingredientes: Ingredientes: • 0,5 l de água + leite • 200 grs de margarina • 10 grs de sal • 1 casca de limão • 400 grs de farinha s/ fermento • 10- 12 ovos Para a massa Confecção: Coloque a água ao lume com a margarina e a casca de 1 ovo limão e sal, deixar ferver até a margarina derreter, jun- • 100 grs de manteiga tar a farinha e com colher de pau mexer energicamente até obter uma bola, sem retirar do lume. • 5 colheres de açúcar Coloque a massa num recipiente junte os ovos um a um mexendo bem de cada vez que coloca um ovo a massa não deve ficar nem muito rija nem muito mole. • 8 colheres (sopa) de farinha (aprox.) Com uma colher de sopa retire pequenas porções de massa (+- do tamanho de uma noz) e frite em oleo Para o recheio bastante quente +-180º, não coloque demasiadas por- ções de cada vez porque elas triplicam de volume • 150 grs de puré de grão de bico d u r a n t e a f r i t u r a . Depois de fritos passe-os por açúcar e canela ou por • 2 ovos + 4 gemas uma calda de açúcar (recomendado). • 300 grs de açúcar • 60 grs de margarina derretida Calda: • raspa de limão • açúcar em pó p/ polvilhar • 800 grs de açúcar Confecção: • 0,5 l de água Forme uma massa, misturando a manteiga com o açúcar, e • 1 pau de canela junte o ovo e a farinha necessária até ter a consistência • 2 cascas de limão certa. Estenda a massa na tarteira e reserve. • Colocar ao lume e deixar ferver +- 3 minutos. Prepare o recheio, misturando os ingredientes todos até Deixar arrefecer antes de utilizar. obter uma mistura homogénea. Deite sobre a massa e leve a cozer em forno moderado durante 30 a 40 minutos. Pol- vilhe com açúcar em pó.
  7. 7. Arroz Doce de Natal Torta de Nozes com Doce de Ingredientes: Para a massa 1 kg de nozes (peso c/ a casca) • 12 ovos • 2 colheres (sopa) de farinha • 450 grs de açúcar Para o recheio Ingredientes: • 1 chávena de água • ¼ litro de água • 1 colher (chá) de manteiga • 1 litro de leite • 12 ovos • 150 grs de açúcar • 250 grs de açúcar • 150 grs de arroz • gotas de essência de baunilha q.b. • 25 grs de manteiga • açúcar em pó p/ polvilhar (opcional) • 5 gemas • canela p/ polvilhar • Raspa de um limão Confecção: Bata as claras em castelo; junte-lhes em segui- da as gemas, o açúcar, as nozes picadas e a Confecção: farinha. Misture bem, ponha a massa numa forma untada (cerca de 30 cm de diâmetro) e Leve o arroz ao lume e deixe ferver até a água desapare- leve a cozer em forno médio durante 30 cer. Misture o leite e deixe cozer o arroz. Quando esti- ver cozido, misture o açúcar, as gemas a manteiga e a minutos. raspa de limão . Retire do lume sem deixar ferver. Entretanto, prepare o recheio. Leve ao lume o açúcar e a água e deixe ferver até atingir o Distribua por pratos, taças ou um prato grande. Polvilhe ponto de fio (colocando uma gota da calda com canela. entre os dedos, forma-se um fio sem grande resistência). Junte as gemas, 6 claras, batidas em castelo, a manteiga e a essência de bauni- lha. Leve a lume brando, mexendo sempre, até soltar do fundo da panela. Despeje num prato, deixe arrefecer e recheie a massa. Dê forma à torta e decore com nozes corta- das ao meio. Se desejar, polvilhe com açúcar em pó.
  8. 8. O Natal do PIEF A vida é composta por inúmeras realidades às quais nada nos resta fazer, apenas lidar com elas e ir vivendo passo a pas- so cada momento. Sejam felizes e façam os outros igualmente felizes, só assim conseguiram conquistar a verdadeira felicidade. Não se esqueçam: Durante o novo ano lembrem-se mais dos outros e não deixem para o Natal o que podem fazer ao longo do ano, mostrar amor e carinho pelos outros. A nossa turma participou na feira de Natal com a venda de alguns artigos elaborados pelos alunos nas alas de Área de Projecto e EV.T. Quando há vontade tudo se consegue! E não digas que não... Apoia o PIEF , E serás um campeão !!!

×