SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 17
Câncer de Próstata 
Diagnostico Tratamento 
1
2
O que é câncer de próstata 
É o tipo de câncer que ocorre na próstata: glândula abaixo 
da bexiga e que envolve a uretra, canal que liga a bexiga ao 
3 
orifício externo do pênis.
Anatomia do câncer de próstata 
Com o tamanho aproximado de uma noz, é constituída dois terços glandulares e um 
terço fibromuscular. A próstata é um órgão pélvico ímpar situado inferiormente à 
bexiga e atravessado em toda a sua extensão pela uretra. É a maior glândula 
acessória do sistema reprodutivo masculino 
4
Epidemiologia 
 • Idade: 
 – 50 anos: sem história familiar; 
 – 40 anos: negros e história familiar; 
 – Idade média: 60 anos. 
 • Raça: 
 – Homens negros: 1,6 vezes mais chance; 
 – Asiáticos: menor incidência; 
 – Motivo: dieta, fatores hormonais e genéticos. 
5
Fatores de Risco 
 • História familiar: 
 – 1 parente de 1o. grau: 2,2 vezes; 
 – 2 parentes de 1o. grau: 9 vezes. 
 • Dieta: rica em gordura 
 • Vasectomia: não interfere 
 • Atividade sexual: 
 – Mais de 21 ejaculações/ mês: diminuição do risco de 
CaP 
6
Etiologia 
 • Instabilidade genética: 
 – Perda de genes supressores: p53, Rb, p21, E-cadherin 
 – Proto-oncogenes: HPC 1 (hereditary prostate cancer), 
 PCAP (1q42.2-43), HPCX (Xq27-28), c-erb B-2, c-myc 
 • Testosterona: 
 – Não constitui agente carcinogenético 
 – Acelera o crescimento da neoplasia se esta já existir 
7
Hiperplasia Benigna da Próstata 
8 
Crescimento das glândula internas 
Obstrução do canal uretral 
Aparecimento dos sintomas
Adenocarcinoma de Próstata(Câncer) 
Câncer mais comum de 
homem 
2ª Causa de morte por 
câncer no homem 
Aumenta com a idade 
9
Sinais e Sintomas 
 Doença localizada: assintomático; 
 • Doença localmente avançada: 
 – Obstrução infravesical: mais frequente; 
 – Poucos: hematúria, infecção e sintomas irritativos. 
 • Doença avançada: raro 
 – Linfonodomegalia: edema MMII; 
 – Metástase óssea: dor óssea e paralisia 
10
Rastreamento do CaP 
Anualmente : PSA + TOQUE RETAL 
 1. Sem história familiar: 
 . Idade à partir dos 45 anos; 
 2. Com história familiar (pai, irmão) e/ouraça negra: 
 . Idade à partir dos 40 anos. 
11
Diagnóstico : PSA (ng/ml) 
 1. PSA idade: 
 – 40 - 49: 2,5 
 – 50 - 59: 3,5 
 – 60 - 69: 4,5 
 – 70 - 79: 6,5 
 2. PSA velocidade: 0,75 ng/ml/ano ou < 50% ano 
 3. PSA densidade: PSA 10% do tamanho da próstata 
 4. PSA L/T: > 20% 
12
Diagnóstico 
O diagnóstico é histológico por 
biópsia guiada pela USGTR => 
Padrão ouro! 
13
Indicações de biópsia 
Indicações absolutas: 
 1. Toque retal suspeito, independentemente do valor 
do PSA; 
 2. PSA > 10ng/ml (afastar prostatite recente); 
Indicações relativas: 
 1. PSA entre 4 e 10ng/ml: idade, velocidade (50% ano), 
densidade e fração livre/total (<10%) 
 2. PSA entre 2,5 e 4ng/ml: idade, PSA L e história 
familiar (PSAV>0,4ng/ml/ano) 
14
Patologia 
 Tipo histológico: 
 95% adenocarcinoma; 
 5% outros (sarcomas, epidermóide , pequenas células); 
• Localização: 
 70% das vezes: zona 
periférica; 
 20% zona transicional; 
 10% zona central; 
15
Tratamento do CaP Localizado 
Prostatectomia Radical 
 Retropúbica 
 Perineal 
 Laparoscópica pura ou Robótica 
Radioterapia 
 Externa Conformacional (3D) 
 Radioterapia de Intensidade Modulada (IMRT) 
 Braquiterapia 
Terapia Focal: HIFU, Crioterapia 
Observação Vigilante 
16
TRATAMENTO COM 
BRAQUITERAPIA 
 O tratamento utiliza cápsulas 
ou sementes radioativas de 
iodo-125 implantadas por 
meio de agulhas especiais na 
próstata do paciente. O 
domínio da tecnologia de 
produção dessas sementes 
foi obtido por uma equipe de 
pesquisadores do Instituto de 
Pesquisas Energéticas e 
17 
Nucleares(IPEN).

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Novembro azul (3)
Novembro azul (3)Novembro azul (3)
Novembro azul (3)
 
Palestra Novembro Azul - Câncer de Próstata
Palestra Novembro Azul - Câncer de PróstataPalestra Novembro Azul - Câncer de Próstata
Palestra Novembro Azul - Câncer de Próstata
 
Tudo Sobre Câncer de Próstata
Tudo Sobre Câncer de PróstataTudo Sobre Câncer de Próstata
Tudo Sobre Câncer de Próstata
 
Novembro azul
Novembro azulNovembro azul
Novembro azul
 
Câncer de Próstata
Câncer de PróstataCâncer de Próstata
Câncer de Próstata
 
Novembro azul
Novembro azulNovembro azul
Novembro azul
 
App PISC4-Cancer Prostata
App PISC4-Cancer ProstataApp PISC4-Cancer Prostata
App PISC4-Cancer Prostata
 
Câncer de próstata - Enfermagem Médica
Câncer de próstata - Enfermagem MédicaCâncer de próstata - Enfermagem Médica
Câncer de próstata - Enfermagem Médica
 
Aula hsp novembro azul
Aula hsp novembro azulAula hsp novembro azul
Aula hsp novembro azul
 
Outubro Rosa. Mitos e Verdades
Outubro Rosa. Mitos e VerdadesOutubro Rosa. Mitos e Verdades
Outubro Rosa. Mitos e Verdades
 
Apresentação ca colo e mama
Apresentação ca colo e mamaApresentação ca colo e mama
Apresentação ca colo e mama
 
Tudo sobre Câncer do Colo do Útero
Tudo sobre Câncer do Colo do ÚteroTudo sobre Câncer do Colo do Útero
Tudo sobre Câncer do Colo do Útero
 
Outubro Rosa. É Preciso Falar Disso!
Outubro Rosa. É Preciso Falar Disso!Outubro Rosa. É Preciso Falar Disso!
Outubro Rosa. É Preciso Falar Disso!
 
Palestra Novembro Azul
Palestra Novembro AzulPalestra Novembro Azul
Palestra Novembro Azul
 
Câncer de Mama
Câncer de MamaCâncer de Mama
Câncer de Mama
 
SAÚDE DO HOMEM.pptx
SAÚDE DO HOMEM.pptxSAÚDE DO HOMEM.pptx
SAÚDE DO HOMEM.pptx
 
Outubro rosa
Outubro rosaOutubro rosa
Outubro rosa
 
Câncer de Colo do Útero
Câncer de Colo do ÚteroCâncer de Colo do Útero
Câncer de Colo do Útero
 
Palestra sobre Cânce do cólo do Útero e Câncer de Mama
Palestra sobre Cânce do cólo do Útero e Câncer de MamaPalestra sobre Cânce do cólo do Útero e Câncer de Mama
Palestra sobre Cânce do cólo do Útero e Câncer de Mama
 
Folder: Câncer de útero
Folder: Câncer de úteroFolder: Câncer de útero
Folder: Câncer de útero
 

Destaque

ADENOCARCINOMA DE PROSTATA
ADENOCARCINOMA DE PROSTATAADENOCARCINOMA DE PROSTATA
ADENOCARCINOMA DE PROSTATAguested2b0d8
 
Adenocarcinoma De Próstata
Adenocarcinoma De PróstataAdenocarcinoma De Próstata
Adenocarcinoma De PróstataFAMEN
 
Alimentos que combatem cancer
Alimentos que combatem cancerAlimentos que combatem cancer
Alimentos que combatem cancersaugor
 
Cáncer de Próstata
Cáncer de PróstataCáncer de Próstata
Cáncer de PróstataFAMEN
 
Hiperplasia Prostática Benigna y Cáncer de Próstata
Hiperplasia Prostática Benigna y Cáncer de PróstataHiperplasia Prostática Benigna y Cáncer de Próstata
Hiperplasia Prostática Benigna y Cáncer de Próstataguest037706
 
Saúde do homem e câncer de próstata
Saúde do homem e câncer de próstataSaúde do homem e câncer de próstata
Saúde do homem e câncer de próstataMarcos Soares
 
Hiperplasia Prostatica Benigna(HPB)
Hiperplasia Prostatica Benigna(HPB)Hiperplasia Prostatica Benigna(HPB)
Hiperplasia Prostatica Benigna(HPB)Cesar Oliva
 
hiperplasia prostatica benigna
hiperplasia prostatica benignahiperplasia prostatica benigna
hiperplasia prostatica benignaHenry Miranda
 
Hiperplasia prostática benigna
Hiperplasia prostática benignaHiperplasia prostática benigna
Hiperplasia prostática benignaGRUPO D MEDICINA
 

Destaque (10)

ADENOCARCINOMA DE PROSTATA
ADENOCARCINOMA DE PROSTATAADENOCARCINOMA DE PROSTATA
ADENOCARCINOMA DE PROSTATA
 
Adenocarcinoma De Próstata
Adenocarcinoma De PróstataAdenocarcinoma De Próstata
Adenocarcinoma De Próstata
 
Alimentos que combatem cancer
Alimentos que combatem cancerAlimentos que combatem cancer
Alimentos que combatem cancer
 
Cáncer de Próstata
Cáncer de PróstataCáncer de Próstata
Cáncer de Próstata
 
Hiperplasia Prostática Benigna y Cáncer de Próstata
Hiperplasia Prostática Benigna y Cáncer de PróstataHiperplasia Prostática Benigna y Cáncer de Próstata
Hiperplasia Prostática Benigna y Cáncer de Próstata
 
Saúde do homem e câncer de próstata
Saúde do homem e câncer de próstataSaúde do homem e câncer de próstata
Saúde do homem e câncer de próstata
 
Hiperplasia Prostatica Benigna(HPB)
Hiperplasia Prostatica Benigna(HPB)Hiperplasia Prostatica Benigna(HPB)
Hiperplasia Prostatica Benigna(HPB)
 
hiperplasia prostatica benigna
hiperplasia prostatica benignahiperplasia prostatica benigna
hiperplasia prostatica benigna
 
Hiperplasia prostática benigna
Hiperplasia prostática benignaHiperplasia prostática benigna
Hiperplasia prostática benigna
 
Cáncer de próstata
Cáncer de próstataCáncer de próstata
Cáncer de próstata
 

Semelhante a Câncer de Próstata: Diagnóstico e Tratamentos em 17 Pontos

Semelhante a Câncer de Próstata: Diagnóstico e Tratamentos em 17 Pontos (20)

Patologia da Prostatta
Patologia da ProstattaPatologia da Prostatta
Patologia da Prostatta
 
Aula-Novembro-Azul-2022.pptx
Aula-Novembro-Azul-2022.pptxAula-Novembro-Azul-2022.pptx
Aula-Novembro-Azul-2022.pptx
 
Aula Novembro Azul Câncer de Prostata.pptx
Aula Novembro Azul Câncer de Prostata.pptxAula Novembro Azul Câncer de Prostata.pptx
Aula Novembro Azul Câncer de Prostata.pptx
 
Aula-Novembro-Azul-2019.pptx
Aula-Novembro-Azul-2019.pptxAula-Novembro-Azul-2019.pptx
Aula-Novembro-Azul-2019.pptx
 
Tumores da próstata
Tumores da próstataTumores da próstata
Tumores da próstata
 
Centro de próstata e urológico
Centro de próstata e urológicoCentro de próstata e urológico
Centro de próstata e urológico
 
Tne tgi
Tne tgiTne tgi
Tne tgi
 
Novembro azul
Novembro azulNovembro azul
Novembro azul
 
Trabalho
TrabalhoTrabalho
Trabalho
 
Câncer de próstata
Câncer de próstataCâncer de próstata
Câncer de próstata
 
antonio inacio ferraz-câncer de prostata
antonio inacio ferraz-câncer de prostataantonio inacio ferraz-câncer de prostata
antonio inacio ferraz-câncer de prostata
 
Cancer de próstata
Cancer de próstataCancer de próstata
Cancer de próstata
 
Cancer de próstata
Cancer de próstataCancer de próstata
Cancer de próstata
 
HBP CA DE PRÓSTATA (1).pptx
HBP CA DE PRÓSTATA (1).pptxHBP CA DE PRÓSTATA (1).pptx
HBP CA DE PRÓSTATA (1).pptx
 
Trabalho de biologia
Trabalho de biologiaTrabalho de biologia
Trabalho de biologia
 
Tumores hepáticos
Tumores hepáticosTumores hepáticos
Tumores hepáticos
 
Neoplasia de próstata 25.04.pdf
Neoplasia de próstata 25.04.pdfNeoplasia de próstata 25.04.pdf
Neoplasia de próstata 25.04.pdf
 
Neoplasias em Transplante Renal: uma atualização
Neoplasias em Transplante Renal: uma atualizaçãoNeoplasias em Transplante Renal: uma atualização
Neoplasias em Transplante Renal: uma atualização
 
Câncer de rim localizado
Câncer de rim localizadoCâncer de rim localizado
Câncer de rim localizado
 
Palesta alto pronta 01
Palesta alto pronta 01Palesta alto pronta 01
Palesta alto pronta 01
 

Último

Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfSistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfGustavoWallaceAlvesd
 
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃOeMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃOMayaraDayube
 
Amamentação: motricidade oral e repercussões sistêmicas - TCC
Amamentação: motricidade oral e repercussões sistêmicas - TCCAmamentação: motricidade oral e repercussões sistêmicas - TCC
Amamentação: motricidade oral e repercussões sistêmicas - TCCProf. Marcus Renato de Carvalho
 
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjdMedicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjdClivyFache
 
Assistencia de enfermagem no pos anestesico
Assistencia de enfermagem no pos anestesicoAssistencia de enfermagem no pos anestesico
Assistencia de enfermagem no pos anestesicoWilliamdaCostaMoreir
 
Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery  after surgery in neurosurgeryEnhanced recovery  after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery after surgery in neurosurgeryCarlos D A Bersot
 

Último (6)

Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfSistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
 
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃOeMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
 
Amamentação: motricidade oral e repercussões sistêmicas - TCC
Amamentação: motricidade oral e repercussões sistêmicas - TCCAmamentação: motricidade oral e repercussões sistêmicas - TCC
Amamentação: motricidade oral e repercussões sistêmicas - TCC
 
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjdMedicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
 
Assistencia de enfermagem no pos anestesico
Assistencia de enfermagem no pos anestesicoAssistencia de enfermagem no pos anestesico
Assistencia de enfermagem no pos anestesico
 
Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery  after surgery in neurosurgeryEnhanced recovery  after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
 

Câncer de Próstata: Diagnóstico e Tratamentos em 17 Pontos

  • 1. Câncer de Próstata Diagnostico Tratamento 1
  • 2. 2
  • 3. O que é câncer de próstata É o tipo de câncer que ocorre na próstata: glândula abaixo da bexiga e que envolve a uretra, canal que liga a bexiga ao 3 orifício externo do pênis.
  • 4. Anatomia do câncer de próstata Com o tamanho aproximado de uma noz, é constituída dois terços glandulares e um terço fibromuscular. A próstata é um órgão pélvico ímpar situado inferiormente à bexiga e atravessado em toda a sua extensão pela uretra. É a maior glândula acessória do sistema reprodutivo masculino 4
  • 5. Epidemiologia  • Idade:  – 50 anos: sem história familiar;  – 40 anos: negros e história familiar;  – Idade média: 60 anos.  • Raça:  – Homens negros: 1,6 vezes mais chance;  – Asiáticos: menor incidência;  – Motivo: dieta, fatores hormonais e genéticos. 5
  • 6. Fatores de Risco  • História familiar:  – 1 parente de 1o. grau: 2,2 vezes;  – 2 parentes de 1o. grau: 9 vezes.  • Dieta: rica em gordura  • Vasectomia: não interfere  • Atividade sexual:  – Mais de 21 ejaculações/ mês: diminuição do risco de CaP 6
  • 7. Etiologia  • Instabilidade genética:  – Perda de genes supressores: p53, Rb, p21, E-cadherin  – Proto-oncogenes: HPC 1 (hereditary prostate cancer),  PCAP (1q42.2-43), HPCX (Xq27-28), c-erb B-2, c-myc  • Testosterona:  – Não constitui agente carcinogenético  – Acelera o crescimento da neoplasia se esta já existir 7
  • 8. Hiperplasia Benigna da Próstata 8 Crescimento das glândula internas Obstrução do canal uretral Aparecimento dos sintomas
  • 9. Adenocarcinoma de Próstata(Câncer) Câncer mais comum de homem 2ª Causa de morte por câncer no homem Aumenta com a idade 9
  • 10. Sinais e Sintomas  Doença localizada: assintomático;  • Doença localmente avançada:  – Obstrução infravesical: mais frequente;  – Poucos: hematúria, infecção e sintomas irritativos.  • Doença avançada: raro  – Linfonodomegalia: edema MMII;  – Metástase óssea: dor óssea e paralisia 10
  • 11. Rastreamento do CaP Anualmente : PSA + TOQUE RETAL  1. Sem história familiar:  . Idade à partir dos 45 anos;  2. Com história familiar (pai, irmão) e/ouraça negra:  . Idade à partir dos 40 anos. 11
  • 12. Diagnóstico : PSA (ng/ml)  1. PSA idade:  – 40 - 49: 2,5  – 50 - 59: 3,5  – 60 - 69: 4,5  – 70 - 79: 6,5  2. PSA velocidade: 0,75 ng/ml/ano ou < 50% ano  3. PSA densidade: PSA 10% do tamanho da próstata  4. PSA L/T: > 20% 12
  • 13. Diagnóstico O diagnóstico é histológico por biópsia guiada pela USGTR => Padrão ouro! 13
  • 14. Indicações de biópsia Indicações absolutas:  1. Toque retal suspeito, independentemente do valor do PSA;  2. PSA > 10ng/ml (afastar prostatite recente); Indicações relativas:  1. PSA entre 4 e 10ng/ml: idade, velocidade (50% ano), densidade e fração livre/total (<10%)  2. PSA entre 2,5 e 4ng/ml: idade, PSA L e história familiar (PSAV>0,4ng/ml/ano) 14
  • 15. Patologia  Tipo histológico:  95% adenocarcinoma;  5% outros (sarcomas, epidermóide , pequenas células); • Localização:  70% das vezes: zona periférica;  20% zona transicional;  10% zona central; 15
  • 16. Tratamento do CaP Localizado Prostatectomia Radical  Retropúbica  Perineal  Laparoscópica pura ou Robótica Radioterapia  Externa Conformacional (3D)  Radioterapia de Intensidade Modulada (IMRT)  Braquiterapia Terapia Focal: HIFU, Crioterapia Observação Vigilante 16
  • 17. TRATAMENTO COM BRAQUITERAPIA  O tratamento utiliza cápsulas ou sementes radioativas de iodo-125 implantadas por meio de agulhas especiais na próstata do paciente. O domínio da tecnologia de produção dessas sementes foi obtido por uma equipe de pesquisadores do Instituto de Pesquisas Energéticas e 17 Nucleares(IPEN).