PRÓSTATA

Ellen Christina Sá de Freitas
O que é?
           A próstata é um pequeno órgão
              glandular situado logo
              abaixo da bexiga,
   ...
FUNÇÃO
   Produzir uma substância que,
    juntamente com a secreção da vesícula
    seminal e os espermatozóides
    pro...
PRINCIPAIS DOENÇAS
    Hiperplasia benigna da próstata (HBP)
   Tumor maligno (Câncer)
   Prostatite (inflamação da pró...
CÂNCER
            O CÂNCER DA PRÓSTATA é uma
             doença que pode surgir com o
             envelhecimento do ho...
ORIGEM
   Fator genético
    Fator étnico os homens da raça negra
    têm mais predisposição
   Fator hormonal o câncer...
ORIGEM
   Fator dieta Dietas ricas em gordura
    predispõem ao câncer

   Fator ambiental Populações de baixa
    incid...
SINTOMA
   O grande problema é que, na maioria
    das vezes, o câncer de próstata, na sua
    fase inicial, não apresent...
DIAGNOSE
   Todo o homem a partir dos 40 anos
    deve realizar o toque retal e dosagem
    do PSA, principalmente aquele...
EXAME PREVENTIVO
   O toque retal é realizado pela introdução do dedo indicador do médico,
    lubrificado e enluvado, no...
PRECONCEITO
                 O toque retal continua sendo o
                  grande fantasma dos homens. Esse
          ...
REFERÊNCIA


  www.abcdasaude.com.br/artigo.php?63
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Prostata

4.261 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.261
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
22
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
93
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Prostata

  1. 1. PRÓSTATA Ellen Christina Sá de Freitas
  2. 2. O que é? A próstata é um pequeno órgão glandular situado logo abaixo da bexiga, atravessado pela uretra; tem o tamanho de uma amêndoa, pesa, de acordo com a idade, cerca de 20 a 30 gramas (estima-se que a próstata cresça aproximadamente 0,4 gramas por ano a partir da idade dos 30) e mede entre 20 e 30 cc
  3. 3. FUNÇÃO  Produzir uma substância que, juntamente com a secreção da vesícula seminal e os espermatozóides produzidos nos testículos, vai formar o sêmem ou esperma.
  4. 4. PRINCIPAIS DOENÇAS  Hiperplasia benigna da próstata (HBP)  Tumor maligno (Câncer)  Prostatite (inflamação da próstata).
  5. 5. CÂNCER  O CÂNCER DA PRÓSTATA é uma doença que pode surgir com o envelhecimento do homem, a partir dos 40 anos. À medida que o homem vai envelhecendo, a incidência dessa doença vai aumentando. Quanto mais cedo essa doença atinge o indivíduo, mais grave ela será. Quanto mais tarde se fizer o diagnóstico, mais difícil será a cura. Nos Estados Unidos, é o câncer mais diagnosticado em homens e a segunda causa principal de todas as mortes por câncer. No Brasil, apesar das estatísticas não serem muitos fiéis, já caminha para a primeira causa..
  6. 6. ORIGEM  Fator genético  Fator étnico os homens da raça negra têm mais predisposição  Fator hormonal o câncer de prostata regride de maneira significativa com a supressão dos hormônios masculinos (por exemplo, castração)
  7. 7. ORIGEM  Fator dieta Dietas ricas em gordura predispõem ao câncer  Fator ambiental Populações de baixa incidência de CâNCER DA PRóSTATA , quando migram para áreas de alta incidência, apresentam um aumento na ocorrência de casos. Fumaça de automóveis, cigarro, fertilizantes e outros produtos químicos estão sob suspeita.
  8. 8. SINTOMA  O grande problema é que, na maioria das vezes, o câncer de próstata, na sua fase inicial, não apresenta nenhum sintoma. Isto ressalta a necessidade imperiosa do exame preventivo regular a partir dos 40 anos
  9. 9. DIAGNOSE  Todo o homem a partir dos 40 anos deve realizar o toque retal e dosagem do PSA, principalmente aqueles que apresentam fatores de risco independentemente de sintomas.
  10. 10. EXAME PREVENTIVO  O toque retal é realizado pela introdução do dedo indicador do médico, lubrificado e enluvado, no ânus do paciente; dura de 5 a 30 segundos, é relativamente indolor e presta ao médico informações como:  1 - estado do esfíncter anal (músculo que segura as fezes).  2 - estado das fezes dentro do reto.  3 - presença ou não de tumores no reto, alcançáveis pelo dedo do médico.  4 - presença ou não de dor na próstata, vesículas seminais e reto, que pode indicar presença de inflamações.  5 - avaliação do tamanho da próstata .  6 - avaliação da mobilidade da próstata.  7 - avaliação da presença de nódulos suspeitos de câncer da próstata.  8 - avaliação da consistência da próstata; se mole, dura ou elástica.  9 - avaliação das bordas, limites e simetria da próstata.
  11. 11. PRECONCEITO  O toque retal continua sendo o grande fantasma dos homens. Esse preconceito, injustificado, poderá levar a muito sofrimento e até mesmo à morte por falta de um diagnóstico tempestivo adequado Ao contrário do que se pensa, o toque retal não é um exame quot;antigoquot; ou quot;superadoquot;; não compromete a masculinidade nem é indigno. Nenhum outro exame dá as informações do toque retal.. Ao contrário do que muitos pensam, não pode nem deve ser substituído por ultra-sonografia, pelo próprio PSA ou por qualquer outro exame..
  12. 12. REFERÊNCIA www.abcdasaude.com.br/artigo.php?63

×