Escola de
FrankfurtComponentes: enryco, pamela e schayane.
Origem
• A origem do Instituto foi estranha. Félix Weil, um jovem
intelectual de apenas 25 anos - a quem um biógrafo
denom...
A inspiração mais próxima para sua abertura veio-lhes da
existência do Instituto Marx-Engels de Moscou que havia
sido fund...
• O vigor crítico que eram possuídos em nenhum momento
se transformou em pulsão revolucionária, pois a própria
preocupação...
1ª geração
A chamada Teoria Crítica surge em 1924, no
âmbito da sociologia alemã, com a formação
da Escola de Frankfurt e ...
A primeira geração de cientistas sociais que integrou a
Escola de Frankfurt foi composta por um grupo de
intelectuais alem...
Walter Benjamin
Theodor Adorno
Max Horkheimer
Herbert Marcuse
2ª geração:
Jürgen Habermas, foi o crítico mais ardoroso.
Tentou retomar seriamente o programa de uma teoria
interdiscipli...
• Membros originais da Escola de Frankfurt: Max
Horkheimer, Theodor W. Adorno, Herbert Marcuse,
Friedrich Pollock, Erich F...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Escola de frankfurt (2) 31mp

459 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
459
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
248
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Escola de frankfurt (2) 31mp

  1. 1. Escola de FrankfurtComponentes: enryco, pamela e schayane.
  2. 2. Origem • A origem do Instituto foi estranha. Félix Weil, um jovem intelectual de apenas 25 anos - a quem um biógrafo denominou de "milionário, agitador e doutorando" - conseguiu convencer seu pai Herman Weil, um negociante judeu muito rico que fizera fortuna na Argentina, a tornar-se um mecenas a fim de financiar as obras e amparar o pessoal da instituição de cunho marxista que idealizou.
  3. 3. A inspiração mais próxima para sua abertura veio-lhes da existência do Instituto Marx-Engels de Moscou que havia sido fundado por D. Riazanov na União Soviética, em 1920. Uma testemunha da época, assegurou que a intenção de Félix Weil com seus instituto de estudos marxistas era entrega-lo mais tarde a um Estado Soviético implantado algum dia futuro na Alemanha.
  4. 4. • O vigor crítico que eram possuídos em nenhum momento se transformou em pulsão revolucionária, pois a própria preocupação da Escola em voltar-se para o estudo e a publicação já revelava em si já descartava a possibilidade de uma transformação radical, de massas, na sociedade alemã do após-Primeira Guerra Mundial.
  5. 5. 1ª geração A chamada Teoria Crítica surge em 1924, no âmbito da sociologia alemã, com a formação da Escola de Frankfurt e do Instituto de Pesquisas Sociais, sediados na Universidade de Frankfurt am Main, Alemanha.
  6. 6. A primeira geração de cientistas sociais que integrou a Escola de Frankfurt foi composta por um grupo de intelectuais alemães de esquerda, entre os quais figuram: Walter Benjamin, Theodor Adorno, Max Horkheimer e Herbert Marcuse. A teoria parte do princípio de uma crítica ao caráter, ou seja, de uma crítica da crença irrestrita na base de dados empíricos e na administração como explicação dos fenômenos sociais.
  7. 7. Walter Benjamin
  8. 8. Theodor Adorno
  9. 9. Max Horkheimer
  10. 10. Herbert Marcuse
  11. 11. 2ª geração: Jürgen Habermas, foi o crítico mais ardoroso. Tentou retomar seriamente o programa de uma teoria interdisciplinar da sociedade que coeside em uma reflexão filosófica da dinâmica dos vínculos sociais. O que mostra como este desejo de encontrar um campo no qual reflexão filosófica e análise empírica pudessem se acomodar seja talvez um dos maiores legados deixados pela experiência frankfurtiana.
  12. 12. • Membros originais da Escola de Frankfurt: Max Horkheimer, Theodor W. Adorno, Herbert Marcuse, Friedrich Pollock, Erich Fromm, Otto Kirchheimer, Leo Löwenthal, Max Horkheimer, Theodor Adorno, Jürgen Habermas, Heidelberg • A "Segunda geração" de teóricos da Escola de Frankfurt : Jürgen Habermas, Franz Neumann, Oskar Negt, Alfred Schmidt, Albrecht Wellmer, Axel Honneth;

×