Culto a hecate ao longo dos tempos

334 visualizações

Publicada em

Hecate

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
334
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Culto a hecate ao longo dos tempos

  1. 1. Culto a Hecate ao longo dos tempos
  2. 2. Origem • Hecate foi adotada pela mitologia Olímpica após os Titãs serem derrotados, e seu culto perdurou entre os gregos até tempos tardios. Era considerada tão importante que os gregos acreditavam que o próprio Zeus lhe rendia culto e oferendas.
  3. 3. Origem • Existiram pouquíssimos Templos dedicados a Hecate e os poucos que foram encontrados são de escassa informação ou não totalmente documentados. Muitos dos Santuários devotados a Ela eram pequenos e não tinham grandes ou preciosos materiais.
  4. 4. Representações da Deusa • As representações gregas mais antigas mostram a deusa com apenas uma face, e não com a forma tripla. Farnell aponta "a evidência dos monumentos em relação ao caráter e significância de Hecate é quase tão completa quanto da literatura. Mas é só no período mais tardio que ela começa a expressar sua natureza múltipla e mística" .
  5. 5. Representações da Deusa
  6. 6. Origem • Desde a antiguidade o culto a essa deusa possuía fortes componentes místicos, ligando-a a Magia. • Associada às fases da lua
  7. 7. Culto • A entrada de cada casa possuía um altar em que lhe eram feitas libações e pedidos para que ela protegesse a casa da inveja e da bruxaria maléfica.
  8. 8. Culto • O antigo costume grego de deixar alimento à porta dos pobres, ou nas esquinas para os viajantes, para alcançar as bençãos dessa deusa. • Tradição da hospedagem
  9. 9. Culto • A encruzilhada se associa à Deusa por ser um encontro de três caminhos. Também é interessante notar que encruzilhadas sempre são associados a vórtices e espíritos (moiras, lares, exus, pombagiras, etc). • Hecate é a guia dos espíritos, senhora dos ciclos de reencarnação.
  10. 10. Culto • Uma oferenda bastante era deixar cabeças de alho em um pequeno empilhado de pedras numa encruzilhada, geralmente era feito por viajantes, pedindo proteção à Deusa durante seu rumo.
  11. 11. Culto - festas • Os gregos guardavam dois dias consagrados a Hecate, um é o dia 13 de Agosto e outro é o dia 30 de Novembro.
  12. 12. Culto - festas • Na tradição cristã comemora-se no dia 15 de agosto a Ascensão da Virgem Maria, festa sobreposta sobre as antigas festividades pagãs para apagar sua lembrança, mas com a mesma finalidade: pedir e receber proteção.
  13. 13. Culto - festas • Os romanos consideravam o 29 de cada mês consagrado a ela.
  14. 14. Culto - festas • Todos os meses, na noite sem lua, os gregos, pelo menos os atenienses, celebravam esta deusa, deixando uma oferta de comida para os pobres em frente à porta da sua casa,
  15. 15. Culto - festas • Juntamente com Deméter e Perséfone era patrona dos Mistérios de Elêusis.
  16. 16. Culto - festas • Quando Kore gritou de desespero no rapto, Hecate teria ouvido e contado a Deméter, convencendo a Deusa a falar com Hélios para saber mais. • Acompanhou a Mãe na busca pela Filha e desde então tem sido a companhia de Perséfone no submundo.
  17. 17. Culto - festas • Elêusis – comemoração da transição entre as estações • O nascimento e o renascimento • Se existe alguma trindade feminina, Donzela - Mãe – Anciã, na antiga Grécia são sem dúvidas estas as Deusas
  18. 18. http://www.nova-acropole.pt/a_relacao_signos_festividades.html
  19. 19. Culto reprimido
  20. 20. Culto reprimido • As deturpações das verdadeiras qualidades dessa deusa durante a transição das antigas religiões para cristianismo levaram à perseguição, tortura e morte pela Inquisição de milhares de “protegidas de Hecate”, curandeiras, parteiras e videntes, mulheres “suspeitas” de serem Suas seguidoras e acusadas como bruxas.
  21. 21. Culto reprimido
  22. 22. • No intuito de abolir qualquer resquício do Seu poder, Hecate foi caricaturizada pela tradição patriarcal como uma bruxa perigosa e hostil, à espreita nas encruzilhadas nas noites escuras, buscando e caçando almas perdidas e viajantes com sua matilha de cães pretos. Culto reprimido
  23. 23. Culto reprimido • As imagens horrendas e chocantes são projeções dos medos inconscientes masculinos perante os poderes “escuros” da Deusa, padroeira da independência feminina, defensora contra as violências e opressões das mulheres.
  24. 24. Hecate hoje • Para receber Seus dons visionários, criativos ou proféticos precisamos mergulhar nas profundezas do nosso mundo interior, encarar o reflexo da Deusa Escura dentro de nós, honrando Seu poder e Lhe entregando a guarda do nosso inconsciente.
  25. 25. Hecate hoje • Ao reconhecermos e integrarmos Sua presença em nós, Ela irá nos guiar nos processos psicológicos e espirituais e no eterno ciclo de morte e renovação.
  26. 26. Hecate hoje • Porém, devemos sacrificar ou deixar morrer o velho, encarar e superar medos e limitações; somente assim poderemos flutuar sobre as escuras e revoltas águas dos nossos conflitos e lembranças dolorosas e emergir para o novo.

×