Epitetos de hecate1

827 visualizações

Publicada em

hecate e seus epítetos; origens

Publicada em: Espiritual
  • Seja o primeiro a comentar

Epitetos de hecate1

  1. 1. Epítetos de Hecate
  2. 2. Origem do nome Hecate possui seus mais importantes locais de culto - Ásia Menor e nas ilhas egéias próximas do litoral asiático, sobretudo na Cária (Turquia).
  3. 3. Origem do nome Durante o período romano, o culto de Hecate estendeu-se pelo Mediterrâneo, onde ela foi concebida como uma deusa de variados poderes, à vezes até contraditórios.
  4. 4. Origem do nome Seu nome não tem etimologia definida; Provavelmente de raiz ekat-, “que atinge ao longe”; Existência de nomes teóforos compostos com a mesma raiz, atestados em inúmeras inscrições da Ásia Menor, sugere sua ligação com um grupo lingüístico asiático e, esta seria a região de origem; De Ἑκατός Hekatos, um epíteto obscuro de Apolo.
  5. 5. Origem do nome "Como as crianças não recebem nomes de espectros, é seguro assumir que os nomes carianos envolvendo hekat- referem-se a uma deidade principal livre da escuridão e de ligações com o submundo e bruxaria associadas à Hecate da Atenas clássica." William Berg
  6. 6. Origem do nome Hecate era a deusa que aparecia com mais frequência em textos mágicos como os papiros mágicos gregos e as defixios (placas de maldição), junto com Hermes.
  7. 7. Epítetos Início, universal e benfazeja Algumas vezes a única divindade em uma região.
  8. 8. Epítetos Crateis (‘poderosa’) Enodia (Ενοδια, ‘dos caminhos’) Antania (‘inimiga da humanidade’) Curótrofa (Κουροτροφος, ‘ama dos jovens’) Artemisia das encruzilhadas Propylaia (‘[a que está] adiante da porta’) Propolos (‘a que dirige’) Phosphoros (‘que traz a luz’) Soteira (‘salvadora’) Aidonia Senhora do Hades Brimo a furiosa Hekateris – de mãos dançantes Prytania (‘rainha dos mortos’) Trioditis (grego) ou Trivia ( latim, ‘dos três caminhos’) Klêidouchos (‘guardiã das chaves’) Tricéfala ou Tríceps (‘de três cabeças’) Triformis (‘de três formas’)
  9. 9. Epítetos Não são todos exclusivos de Hecate A′NGELOS (Angelos). Um epíteto de Artemis, sob o qual era ela conhecida em Syracuse,e de acordo com alguns apontamentos, era o nome original de Hecate. (Hesych. s. v.; Schol. ad Theocrit. ii. 12.) Hecate como filha de Zeus e Hera, deidade do mundo inferior e ligada às ninfas Fonte: Dictionary of Greek and Roman Biography and Mythology.
  10. 10. Epítetos Não são todos exclusivos de Hecate CHTHO′NIA (Chthonia), quer dizer subterrânea, ou a deusa da terra, que é a protetora dos campos, mas que é usada para deidades do mundo dos mortos, como Hecate (Apollon. Rhod. iv. 148; Orph. Hymn. 35. 9), Nyx (Orph. Hymn. 2. 8), and Melinoë (Orph. Hymn. 70. 1), mas especialmente de Deméter. (herod. ii. 123; Orph. Hymn. 39. 12; Artemid. ii. 35; Apollon. Rhod. iv. 987.) Fonte: Dictionary of Greek and Roman Biography and Mythology.
  11. 11. Epítetos Não são todos exclusivos de Hecate BRIMO (Brimô), um epíteto de diversas deidades, como para Hecate ou Persephone (Apollon. Rhod. iii. 861, 1211; Tzetz. ad Lycoph. 1171), Demeter (Arnob. v. p. 170), e Cybele. (Theodoret. Ther. i. 699.) Scholiast on Apollonius (l. c.) deu uma segunda derivação de Brimo para Bromos, e poderia se referir ao crepitar do fogo, o que se aproxima às tochas de Hecate Fonte: Dictionary of Greek and Roman Biography and Mythology.
  12. 12. Epítetos Não são todos exclusivos de Hecate PHERAEA (Pheraia). Um epíteto de Ártemis de Pherae na Thessalia, de Argos e Sicyon, onde ela tinha templos. (Callim. Hymn. in Dian. 259 ; Paus. ii. 10. § 6, 23. § 5.) . Um epíteto de Hecate, porque ela era filha de Zeus e Pheraea, a filha de Aeolus (Tzetz. ad Lyc. 1180; Spanheim, ad Callim. l. c.) Fonte: Dictionary of Greek and Roman Biography and Mythology.
  13. 13. Epítetos Não são todos exclusivos de Hecate PHO′SPHORUS (Phôsphoros), Phosphorus também ocorre como um epíteto de várias deusas da Lua, como Artemis (Diana Lucifera, Paus. iv. 31. § 8; Serv. ad Aen. ii. 116), Eos (Eurip. Ion. 1157) e Hecate. (Eurip. Helen. 569.) Fonte: Dictionary of Greek and Roman Biography and Mythology.
  14. 14. Origem dos epítetos Enodia – senhora dos Caminhos A função original como deusa das terras selvagens e as zonas inexploradas. Realização de sacrifícios para viajar com segurança por estes territórios.
  15. 15. Origem dos epítetos Phosphorus - Dispensadora de luz e associada à Lua. «Os seios produtores de vida de Hecate, esse Lume Vivente que se veste a si mesma de Matéria para manifestar a Existência» (verso 55 da tradução de Cory dos Oráculos Caldeus).
  16. 16. Origem dos epítetos “Os Oráculos Caldeus são obra em hexâmeros (da qual nos chegaram alguns fragmentos), ao que parece escrita por Juliano, o Teurgo, no século II E.A. Essa obra apresenta muitas analogias com os escritos herméticos, mas, ao invés de vincular-se à sabedoria egípcia, liga-se à sabedoria caldeia. O autor afirma ter recebido esses oráculos dos deuses... (REALI, Giovanni, História da Filosofia, Vol, I; Paulus, pp. 336)
  17. 17. Origem dos epítetos “[...] Os Oráculos apresentam a doutrina da teurgia, que é a arte da magia aplicada a fins religiosos: enquanto o ‘teólogo’ fala acerca de Deus, o ‘teúrgo’ invoca os deuses e atua sobre eles. As práticas teúrgicas purificam a alma e garantem união com o divino por via alógica.” (REALI, Giovanni, História da Filosofia, Vol, I; Paulus, pp. 336) Hecate é a alma do mundo
  18. 18. Origem dos epítetos Skylakagetis (líder dos cães) – Algumas vezes Hecate era associada com Krataeis, a mãe do monstro marinho Cila.
  19. 19. Origem dos epítetos Ctônia - Rainha dos Fantasmas Crença de que podia tanto evitar que o mau saísse do mundo dos espíritos, como também permitir que o mesmo mau entrasse. Séquito de espíritos
  20. 20. Origem dos epítetos
  21. 21. Origem dos epítetos Mas Hecate não está apenas ligada aos espíritos dos mortos. Ninfas e daimons (mediadores entre os deuses e os humanos) Antiguidade tardia – anjos Anjos e daimons foram bastante importantes na magia da antiguidade tardia.
  22. 22. Origem dos epítetos Guardiã dos limiares (transições) entre os mundos, entre o divino e o profano; Encruzilhadas como pontos de transição – está em todos os caminhos e em nenhum caminho; Cemitérios onde a via e a morte se cruzam; Pontos de transição são pontes entre os mundos.
  23. 23. Uso do nome
  24. 24. Uso do nome Em certos textos mágicos, Hecate é evocada sob todas as suas formas, resumindo assim os diferentes aspectos de sua personalidade religiosa. É, por exemplo, o caso de uma inscrição em uma placa de imprecação descoberta na Ágora de Atenas.
  25. 25. Uso do nome "Imagem das tábuas de imprecação de cerca de 1.600 anos atrás, representando uma deidade com serpentes saindo da cabeça. A deidade só pode ser a deusa Hecate, Rainha das Encruzilhadas. As invocações e imprecações lembram as que eram pedidas para ela. A tábua contém uma maldição dirigida a um senador romano chamado Fistus, possivelmente o único caso conhecido de imprecação dirigida a um senador. E contra um veterinário chamado Porcello. Uma estrela de oito pontas cobre os genitais da deidade e uma serpente se projeta para fora da sua cabeça. A maldição está escrita em latim e invocações em grego." "Destruir, esmagar, matar, estrangular Porcello e esposa Maurilla. A sua alma, coração, nádegas, fígado ..." é parte do que se lê. A iconografia sobre a placa mostra realmente um Porcello mumificado, os braços cruzados (como é a divindade).
  26. 26. Uso do nome Século VII E.A., Elegio para a recém convertida congregação de Flandres: que «nenhum cristão deveria prestar ou guardar devoção alguma aos deuses dos trivios, onde três caminhos se cruzam, aos faunos ou as rochas, ou fontes ou esquinas».
  27. 27. Quem é? Hecate tem um lado escuro que é absolutamente aterrorizante. Seu templo no submundo é chamado As Sombras e é indicativo do lado cruel de sua natureza.
  28. 28. Quem é? Ela gosta de caça, mas se não há bestas para matar, ela irá desabafar sua sede de sangue em presa humana.
  29. 29. Quem é? Sua habilidade engenhosa para misturar venenos mortais levou à criação de um chamado akonite droga particularmente letal (acônito),
  30. 30. Quem é? Os que honram Hecate tem nada a temer ... quem desrespeitar ou negar sua divindade não vai receber nenhuma misericórdia ... nunca.
  31. 31. Quem é? Ela se senta para os reis a adorarem ...; Ela se senta em assembleias do povo e distingue aqueles que a agradam; Na batalha, Hecate concede vitória e glória a quem quiser; Ela ajuda os homens bons em competições e traz alegria e honra para o atleta e seus pais; Ela ajuda a todos aqueles que trabalham com cavalos; Com o deus Poseidon, Hecate dá ou nega pescas abundantes; Ela trabalha com o deus Hermes para proteger e aumentar rebanhos de cabras e ovelhas; e talvez o mais importante, Hecate é a enfermeira dos muito jovens.

×