   
Roupa 2ª mão bebé, mamã e artigos de puericultura               -Tendência Consumo-               ESTUDO NETNOGRÁFICO
Estrutura da Apresentação   Tendência de Consumo – (re)commerce;   Objetivos de investigação;   Metodologia - Netnograf...
Tendência de Consumo                              -Re(Commerce)1-   Esta tendência caracteriza-se pelo aproveitamento ao ...
Tendência de Consumo                              -Re(Commerce)-Esta tendência tem por base três motores:   Nextism:     ...
Objetivos de InvestigaçãoO principal objectivo da pesquisa é a caracterização e compreensãodas decisões de compra/venda do...
MetodologiaA metodologia utilizada neste estudo foi a netnografia. Foramtambém realizadas entrevistas semi-estruturadas on...
Porquê estudar as comunidades online?
InternetEm Dezembro de 2011 existiam:  Cerca de 2 biliões   de internautas;  555      milhões de websites, 300 milhões d...
NetnografiaO ambiente online oferece-nos acesso quase ilimitado acomunicações de consumidor para consumidor que são:   re...
Comunidades online escolhidashttp://demaeparamae.pt/ - O lema do website é “encontrerespostas, partilhe as suas experiênci...
Comunidades online escolhidashttp://pinkblue.com/ - O Fórum das mamãs e bebés.   172.121 tópicos;   2.151.840 mensagens;...
Recolha de dados   Para a recolha de dados recorreu-se ao mecanismo de busca    interna    dos     websites    http://dem...
Análise e Interpretação:   Os dados foram codificados de acordo com os seguintes temas:     •   Preferência usado vs novo...
Análise e Interpretação - Preferência usado vs novo                                            Preferência por roupa usada...
Análise e Interpretação - Preferência usado   Verificou-se que muitos dos consumidores que manifestavam    preferência po...
Análise e Interpretação - Preferência novo   Verifica-se que estes consumidores preferem adquirir roupa    nova, uns porq...
Análise e Interpretação - Atitudes em relação a roupa usada   Os dados recolhidos foram também codificados de acordo com ...
Análise e Interpretação - Atitudes negativas “Não sou capaz de comprar uma peça que seja em 2ª mão. Aliás sevejo uma peça ...
Análise e Interpretação - Atitudes positivas“Não sou nada contra as roupinhas em 2ª mão, até porque deixam deservir num áp...
Análise e Interpretação – Experiências de Compra   Estando nós a falar de um tipo de produtos com uma    enorme carga emo...
Análise e Interpretação – Razões compra/venda   Verificou-se que uma das razões de venda resultada da    rentabilização d...
Análise e Interpretação – re(commerce)   Por último realizou-se uma identificação dos comportamentos dos    consumidores ...
Análise e Interpretação – re(commerce) - Statusphere           “Eu sou a favor de reutilizar roupa. A roupa dos bebecas se...
Conclusões   Cada vez mais hoje em dia, o consumidor é um consumidor mais    informado, é um consumidor que procura compr...
Ética de Pesquisa e Feedback   Antes de começar a pesquisa, o estudo foi divulgado diretamente aos    administradores dos...
Apresentação estudo roupa bebés em 2ª mão
Apresentação estudo roupa bebés em 2ª mão
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação estudo roupa bebés em 2ª mão

906 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
906
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação estudo roupa bebés em 2ª mão

  1. 1.  
  2. 2. Roupa 2ª mão bebé, mamã e artigos de puericultura -Tendência Consumo- ESTUDO NETNOGRÁFICO
  3. 3. Estrutura da Apresentação Tendência de Consumo – (re)commerce; Objetivos de investigação; Metodologia - Netnografia; Principais Resultados; Conclusões.
  4. 4. Tendência de Consumo -Re(Commerce)1- Esta tendência caracteriza-se pelo aproveitamento ao máximo dos consumidores dos seus bens e posses. Nunca foi tão fácil para os consumidores descobrirem o valor das suas compras antigas. Novas recompras de marcas, esquemas de troca, plataformas online e móveis que oferecem opções inteligentes e convenientes para os consumidores que gostam de “trocar para melhorar”, aliviar pressões financeiras, e/ou aliviar preocupações ambientais e éticas.Fonte: www.trendwatching.com
  5. 5. Tendência de Consumo -Re(Commerce)-Esta tendência tem por base três motores: Nextism: Os consumidores anseiam sempre ansiar por novas e emocionantes experiências, no entanto, cada vez mais ele espera receber algum beneficio pelos seus bens usados. Statusphere: O impulso no status que vem de ser esperto e de comprar com responsabilidade (ambiental). Excusumption: Consumidores sem muito dinheiro vivo que adotam soluções criativas.Fonte: www.trendwatching.com
  6. 6. Objetivos de InvestigaçãoO principal objectivo da pesquisa é a caracterização e compreensãodas decisões de compra/venda dos consumidores. São aindaobjetivos da pesquisa: Descrever qual os motivos principais de compra/venda dos referidos produtos; Quais são as atitudes dos consumidores em relação a este tipo de transações; Quais os principais fatores (qualidade de serviço, preço, qualidade produto, valor percebido, entre outros); que os consumidores consideram como essenciais para a compra dos produtos.
  7. 7. MetodologiaA metodologia utilizada neste estudo foi a netnografia. Foramtambém realizadas entrevistas semi-estruturadas online. A netnografia foi definida por Kozinets (1997) como “um novo método qualitativo concebido especificamente para investigar o comportamento de culturas e comunidades presentes na Internet”.
  8. 8. Porquê estudar as comunidades online?
  9. 9. InternetEm Dezembro de 2011 existiam: Cerca de 2 biliões de internautas; 555 milhões de websites, 300 milhões deles adicionados em 2011; 591 milhões de assinaturas de Internet de banda larga; 6 biliões de assinaturas de Internet banda larga móvel; Mais de 201 biliões de vídeos visualizados; 800 milhões de utilizadores no Facebook; Mais de 4,5 milhões de fotos enviadas diariamente para o Flickr; Mais de 100 milhões de blogs.
  10. 10. NetnografiaO ambiente online oferece-nos acesso quase ilimitado acomunicações de consumidor para consumidor que são: relevantes e detalhadas; provenientes de um contexto onde ocorrem naturalmente; espontâneas; obtidas de modo não intrusivo ; e obtidas de modo oportuno, efetivo e eficiente (R. V. Kozinets, 2010).
  11. 11. Comunidades online escolhidashttp://demaeparamae.pt/ - O lema do website é “encontrerespostas, partilhe as suas experiências, alegrias, duvidas eanseios com outras mães e futuras mães”. Criado em 01/06/2008; 45.000 utilizadores registados; 30.000 utilizadores ativos; 90.865 tópicos criados;
  12. 12. Comunidades online escolhidashttp://pinkblue.com/ - O Fórum das mamãs e bebés. 172.121 tópicos; 2.151.840 mensagens; 30.272 membros registados; 803 membros ativos.
  13. 13. Recolha de dados Para a recolha de dados recorreu-se ao mecanismo de busca interna dos websites http://demaeparamae.pt/ e http://foruns.pinkblue.com/ efetuando-se uma profunda pesquisa de forma a encontrar todos os tópicos com conteúdo relevante para o tema em pesquisa. O texto foi exportado para software de análise de forma a ser codificado e analisado. Foi aberto um novo tópico para discussão nos dois fóruns, explicando a realização do estudo e levantando algumas questões relevantes para a pesquisa. Foram selecionados 10 utilizadores avançados (com mais de 3000 posts) de cada fórum e enviada uma mensagem privada com as mesmas questões relevantes para a pesquisa.
  14. 14. Análise e Interpretação: Os dados foram codificados de acordo com os seguintes temas: • Preferência usado vs novo • Atitude em relação a roupa usada • Experiências de compra • Razões compra • Razões venda • Re(commerce)
  15. 15. Análise e Interpretação - Preferência usado vs novo Preferência por roupa usada (tag cloud) Preferência por roupa nova(tag cloud)
  16. 16. Análise e Interpretação - Preferência usado Verificou-se que muitos dos consumidores que manifestavam preferência por roupa em 2ª mão referiam que os artigos eram uma excelente oportunidade dada a relação custo/qualidade, e o reduzido tempo de uso. “Já consideraste a hipótese de lojas online - roupa em 2ªmão. Eu a primeira roupa do meu filho, confesso que a comprei todaem lojas, tipo Chicco, Zara, Prénatal,etc... mas, ao fim de 3 mesespercebi que gastas muito dinheiro em roupa e pouco tempo eles ausam. Comecei a comprar roupa usada, em blogs que encontrava nanet e sempre fiquei satisfeita. O meu filho tem hoje 12 meses econtinuo a aderir a esta forma de comprar, é cómoda e simplesmentebarata!”. “A roupa dos bebés deixa logo de servir e praticamentenova.”, “Eles crescem rápido... vou passar a ser fiel á roupa de 2ªmão... em boas condições claro!!”.
  17. 17. Análise e Interpretação - Preferência novo Verifica-se que estes consumidores preferem adquirir roupa nova, uns porque simplesmente preferem roupa nova, outros porque preferem serem eles próprios a escolher a própria roupa para os seus filhos. “Eu comprei e continuo a comprar tudo novo para a minhafilha. Pq gosto de escolher o que ela veste e pq posso fazê-lo.” “Novo é sempre novo.” , “Comprar em roupa em 2ªmão, não, se é para comprar compro novo.”, “Comprar roupas em 2ªmão não, mas não tenho nada contra, simplesmente se possocomprar novo, compro…”. “Eu não sou exemplo para ninguém... sou uma exagerada!Tenho tudo novo e a meu gosto!”, “e como disse como mãe gostamosde comprar e escolher ao nosso gosto, os filhos são nossos e eu adorotambém de ver a minha filha como uma princesa!”.
  18. 18. Análise e Interpretação - Atitudes em relação a roupa usada Os dados recolhidos foram também codificados de acordo com as atitudes manifestadas em relação à roupa usada. Foram identificadas em maioria referências a atitudes positivas e também algumas referências a atitudes negativas, denotando-se desta forma uma tendência para os consumidores apresentarem atitudes positivas relativamente à roupa usada. Relativamente às atitudes negativas a maioria dos consumidores invoca uma falta de confiança com a proveniência dos artigos .
  19. 19. Análise e Interpretação - Atitudes negativas “Não sou capaz de comprar uma peça que seja em 2ª mão. Aliás sevejo uma peça de roupa muito experimentada numa loja nem lhetoco. Sou muito esquisitinha com essas coisas. Prefiro comprar emlojas baratinhas a comprar em segunda mão”“Nao compro roupa usada que nao sei bem de onde possa ter vindo...confesso que não”.“Não sei se compraria roupa em 2ª mão mas apenas porque sou umbocado desconfiada e há coisas que gosto de ver e sentir antes decomprar.”“Comprar roupa em 2ª mão não compraria pois não sei quem ausou.”
  20. 20. Análise e Interpretação - Atitudes positivas“Não sou nada contra as roupinhas em 2ª mão, até porque deixam deservir num ápice”.“Eu acho óptima ideia, tb vivi na Noruega e lá apesar dosrendimentos altos que quase todos auferem, as lojas em 2ª mãoestavam sempre cheias!”“…não vejo qualquer problema em comprar/usar roupa usada, sendoque foi usada por um bebe/criança e posteriormente lavada,não vejoonde está o problema”.“A MINHA FILHA USA ROUPA USADA E NÃO ME ARREPENDO!!!! Jácomprei a váriaaaaaaaaaaaaaaaaaaaas mamãs aqui e tambémvendi a muitas...”.“A minha filha tem o enxoval que 99% das peças até aos 9/10 meseseram usadas…”.
  21. 21. Análise e Interpretação – Experiências de Compra Estando nós a falar de um tipo de produtos com uma enorme carga emocional, ou seja, compras para bebes, é natural que o envolvimento do consumidor na compra seja mais emotivo. Dos dados analisados verificou-se que existem consumidores mais impulsivos e consumidores mais racionais. “…acho k me tornei compradora complussiva de roupa debebes lool. tenho um menino com 13 meses mas desde a eco das 23semanas k sempre k entro num centro comercial corro as lojas tdas debebes (mesmo k ele n precise)…”. “…gastadora nata. Adoro ir às compras pra ele, compro asmodas todas .. de verão já tá aviado”. “Para mim esta fase não significa definitivamente"descontrolo", e embora realmente fique a babar para muita coisapara o quarto dele e decoração...não me deixo levar facilmente”.
  22. 22. Análise e Interpretação – Razões compra/venda Verificou-se que uma das razões de venda resultada da rentabilização do produto para a aquisição de outros produtos. Essencialmente são questões financeiras que levam os membros em estudo a efetuar a venda dos respetivos produtos. “Agora qt a vender ou não as coisas concordointeiramente…, dá muito muito jeito estes 1€ aqui e ali, mt mesmo, ecompreendo perfeitamente a ideia de comprar leite ou afins com odinheiro que se consegue com isso!” “vendo pk preciso de €€)”, “É claro que, por ex, gostava demais tarde ver as minhas netas com a roupa q as minhas filhasusaram, mas n vou esperar 30 anos para isso, e se é agora q odinheiro me faz falta...”.
  23. 23. Análise e Interpretação – re(commerce) Por último realizou-se uma identificação dos comportamentos dos consumidores de acordo com os motores por detrás da tendência re(commerce) já referidos. Na grande maioria foram identificados comportamentos que se enquadram no motor designado de Statusphere. Os consumidores procuram compras inteligentes, optam pela melhor oferta de valor, e tendencialmente começam a olhar para a roupa em 2ª mão de bebé como uma excelente oportunidade com uma relação custo/beneficio muito positiva. São também consumidores que apresentam níveis consideráveis no que respeito a responsabilidade social, conforme verificado pelos inúmeros dados relativos a membros que referiam preocupações com membros mais necessitados, referindo que davam as roupas dos seus bebés para ajudar essas pessoas. Por último apresentam também preocupações ambientais, sendo referido o tema reciclagem.
  24. 24. Análise e Interpretação – re(commerce) - Statusphere “Eu sou a favor de reutilizar roupa. A roupa dos bebecas servedurante 1 mes e prontos... Mete para o lado que já não serve. A minhafilhota usou e usa muita roupa usada…”, “não me faz qualquer especieusar roupa usada...é €€€€ que poupo..Por isso RECICLAR É O MEU LEMA.” “Eu acho um verdadeiro absurdo os preços a que se vendemalgumas roupas, especialmente para bebé (que irão ser usadaspouquissimas vezes). Chego a achar os preçosvergonhosos.”, “Aproveita, faz reciclagem e poupa tostões.” “vender depois... já pensei nisso... mas existem tantas pessoascom dificuldades tão grandes que acho que vou dar as coisas.”, ““Tambémcostumo encher sacos de roupa, minhas e do meu filho, para dar apessoas mais carenciadas, normalmente.” “Se eu podia ter comprado tudo novo? Felizmente, podiaperfeitamente. Mas sou pouco consumista, não penso ter mais filhos, esempre achei que era um desperdício de dinheiro dar centenas de eurospor um carrinho, por exemplo, se tinha quem me emprestasse…”.
  25. 25. Conclusões Cada vez mais hoje em dia, o consumidor é um consumidor mais informado, é um consumidor que procura compras inteligentes, que é mais consciente, que tenta maximizar ao máximo o valor dos seus produtos, da mesma forma, é um consumidor em que não atinge o seu “status” pela mera posse do maior número bens possíveis, mas sim por ser um consumidor mais astuto e inteligente, manifestando comportamentos de consumo mais ponderados. É também um consumidor que tem atenção a questões de solidariedade e generosidade. Para o consumidor atual mais retraído em termos de dinheiro, conseguir efetuar uma compra inteligente de um bem em segunda mão em ótimo estado, é motivo para estes orgulhosamente se vangloriarem perante os seus amigos. Observou-se entre os membros das comunidades pesquisadas atitudes positivas para o uso de roupa em 2ª mão, os consumidores estão cada vez mais “inclinados” a optar por este tipo de produtos, visto serem percecionados como melhores ofertas de valor.
  26. 26. Ética de Pesquisa e Feedback Antes de começar a pesquisa, o estudo foi divulgado diretamente aos administradores dos respetivos fóruns e pedida a devida permissão para usar as mensagens presentes nos mesmos, bem como garantir o anonimato em qualquer menção aos mesmos na pesquisa. No final foi publicada uma apresentação dos resultados obtidos para a comunidade em estudo, afim de solicitar os seus comentários.

×