SlideShare uma empresa Scribd logo
Adubação da Bananeira
Julho/2023
Extração e Distribuição de Nutrientes
Exportação de Nutrientes Pelos Frutos
Fontes: Marchal & Mallessard 1979 (macro)
Lahav & Turner 1989 (micro)
Macronutrientes Micronutrientes
N P K Ca Mg S B Zn Fe Cu Mn
kg/ton de frutos g/ton de frutos
1,97 0,25 6,6 0,21 0,32 0,27 14 11 18 4 10
Análise Foliar - Amostragem
Terceira folha, a contar do ápice - metade interna de uma faixa central do limbo - épocas
Epamig – Circular Técnica 142 – Julho 2011
Faixas de suficiência de nutrientes para ‘Prata anã’ irrigada no norte de MG
Danilo Rozane 2023
CND – Compositional Nutrient Diagnosis – Balanço de Nutrientes
https://web.registro.unesp.br/sites/cnd_banana/
Adubação da Bananeira
abr/20 dez/20 abr/21 dez/21 fev/22 mai/22 dez/22 mai/23
N 23 24 25 26 26 26 30,8 23
P 1,6 1,6 1,6 1,5 1,7 1,75 1,7 1,7
K 33 34 33 35 39 37 30 33
Ca 4,6 4,5 6,3 7,4 5,2 6 6,3 4,2
Mg 2,2 2,5 2,3 2,4 2,3 2,8 2,4 1,98
S 1 1,4 1 1,27 1,2 1,17 1,21 1,1
B 22 16 14 16 16 19 16 21
Cu 7,6 9 6,4 6 5,5 8,5 8 9
Fe 102 83 67 72 66 102 71 87
Mn 91 92 79 82 77 107 80 86
Zn 14 19 21 17 17 22 34 18
Análises Foliares - Histórico
Adubação da Bananeira
Adubação da Bananeira
Adubação da Bananeira
Adubação da Bananeira
Rebaixamento de pseudocaule, ciclagem de nutrientes e controle de broca
Adubação da Bananeira
Adubação da Bananeira
Adubação da Bananeira
Adubação da Bananeira
Plantio
Fundo do sulco: 200 gramas de Calcário, 200 gramas de Gesso, 200 gramas de Cloreto de Potássio e
1,5 kg de esterco de gado por metro linear.
Na cova: 600 gramas de Super Simples ou equivalente, 5 gramas de Zinco, 5 gramas de Boro e 5
gramas de Manganês.
Produção:
Superfosfato Simples: 600 gramas por cova por ano. Única aplicação. Pode ser outra fonte de fósforo,
verificar se tem enxofre ou fornecer de outra forma.
Cloreto de Potássio: 600 a 800 gramas por cova por ano, dependendo das análises de solo e folhas.
Dividido em duas ou três parcelas.
Nitrato de amônio: 450 gramas por cova por ano, dividido em 3 aplicações entre setembro e março.
Boro, Zinco e Manganês: No plantio aplicar na cova. Após plantio podem ser fornecidos via solo ou
pulverizações, aproveitando-se as aplicações para controle de sigatoka.
Adubação orgânica: De acordo com o disponível, estercos e compostos diversos.
Análises Foliares: Como rotina são feitas em dezembro e maio.
Análises de solo: Uma vez por ano.
De acordo com os resultados destas análises são feitas as recomendações de adubações para cada área.
Prata Anã – adubação Básica - Delfinópolis
Estercos e Compostos Orgânicos - Análises
Aplicação de Fertilizantes e Corretivos no Sulco
Aplicação de Fertilizantes
Fertirrigação
Sintomas Foliares de Deficiências Nutricionais
Adubação da Bananeira
K
Adubação da Bananeira
Adubação da Bananeira
Adubação da Bananeira
Muito Obrigado!!!!!!!!
www.bananadedelfinopolis.com.br
Sávio Marinho – 35 99959 9414 – s.marinho100@gmail.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Manejo de plantas daninhas na soja
 Manejo de plantas daninhas na soja Manejo de plantas daninhas na soja
Manejo de plantas daninhas na soja
Geagra UFG
 
Banana Doenças
Banana DoençasBanana Doenças
Banana Doenças
Cristieli Mendes
 
Palestra Podas do Cafeeiro (Como e quando fazer) Alysson Vilela Fagundes – E...
Palestra Podas do Cafeeiro (Como e quando fazer)  Alysson Vilela Fagundes – E...Palestra Podas do Cafeeiro (Como e quando fazer)  Alysson Vilela Fagundes – E...
Palestra Podas do Cafeeiro (Como e quando fazer) Alysson Vilela Fagundes – E...
Revista Cafeicultura
 
Marcelo Jordão da Silva Filho – Procafé Franca Adubação no cafeeiro: Teorias...
Marcelo Jordão da Silva Filho – Procafé Franca  Adubação no cafeeiro: Teorias...Marcelo Jordão da Silva Filho – Procafé Franca  Adubação no cafeeiro: Teorias...
Marcelo Jordão da Silva Filho – Procafé Franca Adubação no cafeeiro: Teorias...
Revista Cafeicultura
 
Epidemiologia e controle das doenças no milho
Epidemiologia e controle das doenças no milhoEpidemiologia e controle das doenças no milho
Epidemiologia e controle das doenças no milho
Leonardo Minaré Braúna
 
Manejo de Insetos nas cultura de soja, milho e algodão na Região de Goiás e M...
Manejo de Insetos nas cultura de soja, milho e algodão na Região de Goiás e M...Manejo de Insetos nas cultura de soja, milho e algodão na Região de Goiás e M...
Manejo de Insetos nas cultura de soja, milho e algodão na Região de Goiás e M...
IRAC-BR
 
Herbicidas
HerbicidasHerbicidas
Herbicidas
Geagra UFG
 
Ferrugem do Cafeeiro no Brasil - Evolução e controle químico Eng Agr José Br...
Ferrugem do Cafeeiro no Brasil - Evolução e controle químico  Eng Agr José Br...Ferrugem do Cafeeiro no Brasil - Evolução e controle químico  Eng Agr José Br...
Ferrugem do Cafeeiro no Brasil - Evolução e controle químico Eng Agr José Br...
Revista Cafeicultura
 
Rendimento de Grãos do Feijão vulgar (Phaseolus vulgaris L.) em função de dos...
Rendimento de Grãos do Feijão vulgar (Phaseolus vulgaris L.) em função de dos...Rendimento de Grãos do Feijão vulgar (Phaseolus vulgaris L.) em função de dos...
Rendimento de Grãos do Feijão vulgar (Phaseolus vulgaris L.) em função de dos...
Geraldo Mabasso
 
A cultura da banana minicurso
A cultura da banana   minicursoA cultura da banana   minicurso
A cultura da banana minicurso
Ernane Nogueira Nunes
 
Nutrição e adubação do feijoeiro
Nutrição e adubação do feijoeiro Nutrição e adubação do feijoeiro
Nutrição e adubação do feijoeiro
Geagra UFG
 
Citricultura e Melhoramento Genético de Citrus
Citricultura e Melhoramento Genético de Citrus   Citricultura e Melhoramento Genético de Citrus
Citricultura e Melhoramento Genético de Citrus
Lucas Alexandre
 
Manual de identificacao das doencas da soja
Manual de identificacao das doencas da sojaManual de identificacao das doencas da soja
Manual de identificacao das doencas da soja
Luciano Marques
 
Avaliação e seleção de cultivares de Capim Elefante (Pennisetum purpureun sch...
Avaliação e seleção de cultivares de Capim Elefante (Pennisetum purpureun sch...Avaliação e seleção de cultivares de Capim Elefante (Pennisetum purpureun sch...
Avaliação e seleção de cultivares de Capim Elefante (Pennisetum purpureun sch...
Brenda Bueno
 
Recomendação de Cultivares de Café - Curso Pós-graduação Fundação Procafé
Recomendação de Cultivares de Café - Curso Pós-graduação Fundação ProcaféRecomendação de Cultivares de Café - Curso Pós-graduação Fundação Procafé
Recomendação de Cultivares de Café - Curso Pós-graduação Fundação Procafé
Luiz Valeriano
 
Abacaxi 500 r 500 p
Abacaxi 500 r 500 pAbacaxi 500 r 500 p
Abacaxi 500 r 500 p
Leandro Almeida
 
MANEJO DE HERBICIDAS NO FEIJÃO
MANEJO DE HERBICIDAS NO FEIJÃOMANEJO DE HERBICIDAS NO FEIJÃO
MANEJO DE HERBICIDAS NO FEIJÃO
Geagra UFG
 
Adubação Racional do Cafeeiro Por Marcelo Jordão Filho - UFLA 2017
Adubação Racional do Cafeeiro  Por Marcelo Jordão Filho  - UFLA 2017Adubação Racional do Cafeeiro  Por Marcelo Jordão Filho  - UFLA 2017
Adubação Racional do Cafeeiro Por Marcelo Jordão Filho - UFLA 2017
Revista Cafeicultura
 
Biotecnologia do algodoeiro.
Biotecnologia do algodoeiro.Biotecnologia do algodoeiro.
Biotecnologia do algodoeiro.
Geagra UFG
 
Manejo de Doenças no Sorgo e Milheto
Manejo de Doenças no Sorgo e Milheto  Manejo de Doenças no Sorgo e Milheto
Manejo de Doenças no Sorgo e Milheto
Geagra UFG
 

Mais procurados (20)

Manejo de plantas daninhas na soja
 Manejo de plantas daninhas na soja Manejo de plantas daninhas na soja
Manejo de plantas daninhas na soja
 
Banana Doenças
Banana DoençasBanana Doenças
Banana Doenças
 
Palestra Podas do Cafeeiro (Como e quando fazer) Alysson Vilela Fagundes – E...
Palestra Podas do Cafeeiro (Como e quando fazer)  Alysson Vilela Fagundes – E...Palestra Podas do Cafeeiro (Como e quando fazer)  Alysson Vilela Fagundes – E...
Palestra Podas do Cafeeiro (Como e quando fazer) Alysson Vilela Fagundes – E...
 
Marcelo Jordão da Silva Filho – Procafé Franca Adubação no cafeeiro: Teorias...
Marcelo Jordão da Silva Filho – Procafé Franca  Adubação no cafeeiro: Teorias...Marcelo Jordão da Silva Filho – Procafé Franca  Adubação no cafeeiro: Teorias...
Marcelo Jordão da Silva Filho – Procafé Franca Adubação no cafeeiro: Teorias...
 
Epidemiologia e controle das doenças no milho
Epidemiologia e controle das doenças no milhoEpidemiologia e controle das doenças no milho
Epidemiologia e controle das doenças no milho
 
Manejo de Insetos nas cultura de soja, milho e algodão na Região de Goiás e M...
Manejo de Insetos nas cultura de soja, milho e algodão na Região de Goiás e M...Manejo de Insetos nas cultura de soja, milho e algodão na Região de Goiás e M...
Manejo de Insetos nas cultura de soja, milho e algodão na Região de Goiás e M...
 
Herbicidas
HerbicidasHerbicidas
Herbicidas
 
Ferrugem do Cafeeiro no Brasil - Evolução e controle químico Eng Agr José Br...
Ferrugem do Cafeeiro no Brasil - Evolução e controle químico  Eng Agr José Br...Ferrugem do Cafeeiro no Brasil - Evolução e controle químico  Eng Agr José Br...
Ferrugem do Cafeeiro no Brasil - Evolução e controle químico Eng Agr José Br...
 
Rendimento de Grãos do Feijão vulgar (Phaseolus vulgaris L.) em função de dos...
Rendimento de Grãos do Feijão vulgar (Phaseolus vulgaris L.) em função de dos...Rendimento de Grãos do Feijão vulgar (Phaseolus vulgaris L.) em função de dos...
Rendimento de Grãos do Feijão vulgar (Phaseolus vulgaris L.) em função de dos...
 
A cultura da banana minicurso
A cultura da banana   minicursoA cultura da banana   minicurso
A cultura da banana minicurso
 
Nutrição e adubação do feijoeiro
Nutrição e adubação do feijoeiro Nutrição e adubação do feijoeiro
Nutrição e adubação do feijoeiro
 
Citricultura e Melhoramento Genético de Citrus
Citricultura e Melhoramento Genético de Citrus   Citricultura e Melhoramento Genético de Citrus
Citricultura e Melhoramento Genético de Citrus
 
Manual de identificacao das doencas da soja
Manual de identificacao das doencas da sojaManual de identificacao das doencas da soja
Manual de identificacao das doencas da soja
 
Avaliação e seleção de cultivares de Capim Elefante (Pennisetum purpureun sch...
Avaliação e seleção de cultivares de Capim Elefante (Pennisetum purpureun sch...Avaliação e seleção de cultivares de Capim Elefante (Pennisetum purpureun sch...
Avaliação e seleção de cultivares de Capim Elefante (Pennisetum purpureun sch...
 
Recomendação de Cultivares de Café - Curso Pós-graduação Fundação Procafé
Recomendação de Cultivares de Café - Curso Pós-graduação Fundação ProcaféRecomendação de Cultivares de Café - Curso Pós-graduação Fundação Procafé
Recomendação de Cultivares de Café - Curso Pós-graduação Fundação Procafé
 
Abacaxi 500 r 500 p
Abacaxi 500 r 500 pAbacaxi 500 r 500 p
Abacaxi 500 r 500 p
 
MANEJO DE HERBICIDAS NO FEIJÃO
MANEJO DE HERBICIDAS NO FEIJÃOMANEJO DE HERBICIDAS NO FEIJÃO
MANEJO DE HERBICIDAS NO FEIJÃO
 
Adubação Racional do Cafeeiro Por Marcelo Jordão Filho - UFLA 2017
Adubação Racional do Cafeeiro  Por Marcelo Jordão Filho  - UFLA 2017Adubação Racional do Cafeeiro  Por Marcelo Jordão Filho  - UFLA 2017
Adubação Racional do Cafeeiro Por Marcelo Jordão Filho - UFLA 2017
 
Biotecnologia do algodoeiro.
Biotecnologia do algodoeiro.Biotecnologia do algodoeiro.
Biotecnologia do algodoeiro.
 
Manejo de Doenças no Sorgo e Milheto
Manejo de Doenças no Sorgo e Milheto  Manejo de Doenças no Sorgo e Milheto
Manejo de Doenças no Sorgo e Milheto
 

Semelhante a Adubação da Bananeira

ADUBAÇÃO DA NOGUEIRA-MACADÂMIA
ADUBAÇÃO DA NOGUEIRA-MACADÂMIAADUBAÇÃO DA NOGUEIRA-MACADÂMIA
ADUBAÇÃO DA NOGUEIRA-MACADÂMIA
Rural Pecuária
 
Adubação e nutrição de planta frutiferas.pdf
Adubação e nutrição de planta frutiferas.pdfAdubação e nutrição de planta frutiferas.pdf
Adubação e nutrição de planta frutiferas.pdf
LeyserRodriguesOlive
 
Fertilização do morangueiro
Fertilização do morangueiroFertilização do morangueiro
Fertilização do morangueiro
Agricultura Sao Paulo
 
Ii.fertilizacao do solo
Ii.fertilizacao do soloIi.fertilizacao do solo
Cromatografia na agrofloresta 09 08 12 v3 (1)
Cromatografia na agrofloresta 09 08 12 v3 (1)Cromatografia na agrofloresta 09 08 12 v3 (1)
Cromatografia na agrofloresta 09 08 12 v3 (1)
eremjacob
 
Diagnóstico Nutricional E Adubação Da Videira Niagara Rosada
Diagnóstico Nutricional E Adubação Da Videira Niagara RosadaDiagnóstico Nutricional E Adubação Da Videira Niagara Rosada
Diagnóstico Nutricional E Adubação Da Videira Niagara Rosada
Agricultura Sao Paulo
 
Fertilização do morangueiro - Polo Regional Leste Paulista - Sede Monte Alegr...
Fertilização do morangueiro - Polo Regional Leste Paulista - Sede Monte Alegr...Fertilização do morangueiro - Polo Regional Leste Paulista - Sede Monte Alegr...
Fertilização do morangueiro - Polo Regional Leste Paulista - Sede Monte Alegr...
Agricultura Sao Paulo
 

Semelhante a Adubação da Bananeira (7)

ADUBAÇÃO DA NOGUEIRA-MACADÂMIA
ADUBAÇÃO DA NOGUEIRA-MACADÂMIAADUBAÇÃO DA NOGUEIRA-MACADÂMIA
ADUBAÇÃO DA NOGUEIRA-MACADÂMIA
 
Adubação e nutrição de planta frutiferas.pdf
Adubação e nutrição de planta frutiferas.pdfAdubação e nutrição de planta frutiferas.pdf
Adubação e nutrição de planta frutiferas.pdf
 
Fertilização do morangueiro
Fertilização do morangueiroFertilização do morangueiro
Fertilização do morangueiro
 
Ii.fertilizacao do solo
Ii.fertilizacao do soloIi.fertilizacao do solo
Ii.fertilizacao do solo
 
Cromatografia na agrofloresta 09 08 12 v3 (1)
Cromatografia na agrofloresta 09 08 12 v3 (1)Cromatografia na agrofloresta 09 08 12 v3 (1)
Cromatografia na agrofloresta 09 08 12 v3 (1)
 
Diagnóstico Nutricional E Adubação Da Videira Niagara Rosada
Diagnóstico Nutricional E Adubação Da Videira Niagara RosadaDiagnóstico Nutricional E Adubação Da Videira Niagara Rosada
Diagnóstico Nutricional E Adubação Da Videira Niagara Rosada
 
Fertilização do morangueiro - Polo Regional Leste Paulista - Sede Monte Alegr...
Fertilização do morangueiro - Polo Regional Leste Paulista - Sede Monte Alegr...Fertilização do morangueiro - Polo Regional Leste Paulista - Sede Monte Alegr...
Fertilização do morangueiro - Polo Regional Leste Paulista - Sede Monte Alegr...
 

Adubação da Bananeira

  • 3. Exportação de Nutrientes Pelos Frutos Fontes: Marchal & Mallessard 1979 (macro) Lahav & Turner 1989 (micro) Macronutrientes Micronutrientes N P K Ca Mg S B Zn Fe Cu Mn kg/ton de frutos g/ton de frutos 1,97 0,25 6,6 0,21 0,32 0,27 14 11 18 4 10
  • 4. Análise Foliar - Amostragem Terceira folha, a contar do ápice - metade interna de uma faixa central do limbo - épocas
  • 5. Epamig – Circular Técnica 142 – Julho 2011 Faixas de suficiência de nutrientes para ‘Prata anã’ irrigada no norte de MG
  • 7. CND – Compositional Nutrient Diagnosis – Balanço de Nutrientes https://web.registro.unesp.br/sites/cnd_banana/
  • 9. abr/20 dez/20 abr/21 dez/21 fev/22 mai/22 dez/22 mai/23 N 23 24 25 26 26 26 30,8 23 P 1,6 1,6 1,6 1,5 1,7 1,75 1,7 1,7 K 33 34 33 35 39 37 30 33 Ca 4,6 4,5 6,3 7,4 5,2 6 6,3 4,2 Mg 2,2 2,5 2,3 2,4 2,3 2,8 2,4 1,98 S 1 1,4 1 1,27 1,2 1,17 1,21 1,1 B 22 16 14 16 16 19 16 21 Cu 7,6 9 6,4 6 5,5 8,5 8 9 Fe 102 83 67 72 66 102 71 87 Mn 91 92 79 82 77 107 80 86 Zn 14 19 21 17 17 22 34 18 Análises Foliares - Histórico
  • 14. Rebaixamento de pseudocaule, ciclagem de nutrientes e controle de broca
  • 19. Plantio Fundo do sulco: 200 gramas de Calcário, 200 gramas de Gesso, 200 gramas de Cloreto de Potássio e 1,5 kg de esterco de gado por metro linear. Na cova: 600 gramas de Super Simples ou equivalente, 5 gramas de Zinco, 5 gramas de Boro e 5 gramas de Manganês. Produção: Superfosfato Simples: 600 gramas por cova por ano. Única aplicação. Pode ser outra fonte de fósforo, verificar se tem enxofre ou fornecer de outra forma. Cloreto de Potássio: 600 a 800 gramas por cova por ano, dependendo das análises de solo e folhas. Dividido em duas ou três parcelas. Nitrato de amônio: 450 gramas por cova por ano, dividido em 3 aplicações entre setembro e março. Boro, Zinco e Manganês: No plantio aplicar na cova. Após plantio podem ser fornecidos via solo ou pulverizações, aproveitando-se as aplicações para controle de sigatoka. Adubação orgânica: De acordo com o disponível, estercos e compostos diversos. Análises Foliares: Como rotina são feitas em dezembro e maio. Análises de solo: Uma vez por ano. De acordo com os resultados destas análises são feitas as recomendações de adubações para cada área. Prata Anã – adubação Básica - Delfinópolis
  • 20. Estercos e Compostos Orgânicos - Análises
  • 21. Aplicação de Fertilizantes e Corretivos no Sulco
  • 23. Sintomas Foliares de Deficiências Nutricionais
  • 25. K
  • 29. Muito Obrigado!!!!!!!! www.bananadedelfinopolis.com.br Sávio Marinho – 35 99959 9414 – s.marinho100@gmail.com