Apresentação mídias globais - Fabíola Rocco

21 visualizações

Publicada em

Trabalho do Professor Márcio Gonçalves - Mídias Globais

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
21
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação mídias globais - Fabíola Rocco

  1. 1. Apresentação Mídias Globais Faculdades Integradas Hélio Alonso Fabíola dos Santos Rocco Matrícula: 20141695 Professor: Márcio Gonçalves Turma: C502M - Méier
  2. 2. PRÊMIOS
  3. 3. PRÊMIO CABORÉ
  4. 4. O Prêmio Caboré foi criado em 1980 pelo jornal Meio & Mensagem. Anualmente laureia os principais profissionais, agências e empresários que contribuem para o desenvolvimento da propaganda no Brasil. Atualmente o prêmio conta com 12 categorias: Agência de Propaganda, Anunciante, Empresário ou Dirigente da Indústria da Comunicação, Veículo de Comunicação (Mídia Impressa), Veículo de Comunicação (Mídia Eletrônica), Profissional de Atendimento, Profissional de Criação, Profissional de Mídia, Profissional de Planejamento, Profissional de Marketing, Profissional de Veículo, Serviço Especializado e Produção Publicitária. Há três indicados por categoria e o vencedor é eleito pelos assinantes do jornal, com o resultado auditado pela PricewaterhouseCoopers. A premiação é sempre realizada no dia 4 de dezembro, Dia Mundial da Propaganda.
  5. 5. EMPRESA DE MÍDIA
  6. 6. NBS Com 11 anos de atuação, a NBS é a sétima maior agência do Brasil e tem em seu DNA o espírito carioca. Além da sede, localizada no Rio de Janeiro, conta com escritórios em São Paulo e Brasília, totalizando mais de 380 funcionários. A estrutura atual é fruto da recente fusão entre NBS e Quê, partes do antigo grupo PPR, passando a adotar em definitivo o nome NBS. A sigla quer dizer “No Bull Shit”. Mais do que um nome, uma filosofia de oferecer só o que interessa, com eficiência e criatividade. Hoje, são atendidas dentro dessa lógica as contas da Bob’s, BRF, Batavo, Bomnegocio.com, CCAA, Coca-Cola (i9 by Powerade, Crystal) Club Med, Eletrobras Eletronorte, Gradiente, Ministério do Esporte, O Boticário, Oi, Oi Futuro, Fundação Onda Azul, Shopping JK Iguatemi, Suvinil, Petrobras, Petrobras Distribuidora e Takeda (Xantinon,Multigrip e Eparema).
  7. 7. CASA 7 Presente no mercado de pesquisa qualitativa há mais de 15 anos, a Casa 7 Núcleo de Pesquisa criou e vem implementando, com sucesso, metodologias partindo de um novo olhar analítico. Através de sua equipe multidisciplinar (antropologia, filosofia e marketing), agrega aos resultados das avaliações qualitativas tradicionais –focus groups e invasão de cenários – um olhar mais instigante, um dado impensado, uma saída surpreendente. Atua como uma empresa ágil e compacta, coordena e executa projetos de natureza e dimensão diversas no Brasil e em toda a América Latina.
  8. 8. RIOLOGIA RIOLOGIA é um estudo contínuo, com o objetivo de trazer visões únicas sobre novos grupos de cariocas que surgiram ou se reinventaram dentro do contexto atual que a cidade vive. Com o foco totalmente nas pessoas, agência NBS e o mercado de pesquisa Casa 7 se uniram para entender melhor as manifestações, hábitos e pensamentos desses grupos, acompanhando-os em seus espaços. Vamos entrar aos poucos em diferentes universos e pontos de vista de forma natural, trazendo insights diretamente de onde eles emergem. Em 2012, você conheceu a Geração A, os CDFs, os Filhos 2.0, os Esportistas S.A. e o Independente Social Clube. Em 2013, Riologia apresentou três novos perfis. As Crianças F5, as VPs do Lar e a Classe AC.
  9. 9. TRABALHO ACADÊMICO
  10. 10. A Geração Y, também chamada geração do milênio ou geração da Internet , é um conceito em Sociologia que se refere, segundo alguns autores, como Don Tapscott, à corte dos nascidos após 1980 e, segundo outros, de meados da década de 1970 até meados da década de 1990, sendo sucedida pela geração Z. Essa geração desenvolveu-se numa época de grandes avanços tecnológicos e prosperidade econômica, e facilidade material, e efetivamente, em ambiente altamente urbanizado, imediatamente após a instauração do domínio da virtualidade como sistema de interação social e midiática, e em parte, no nível das relações de trabalho. Se a geração X foi concebida na transição para o novo mundo tecnológico, a geração Y foi a primeira verdadeiramente nascida neste meio, mesmo que incipiente. É importante notar que não existe geração Y no campo, se a natureza da renda da família e da cidade estão relacionadas a um histórico de trabalhos braçais e tradicionais, rurais, ou tradicionais manufatureiras.
  11. 11. Texto: A Geração Y e Suas Âncoras de Carreira O objetivo do artigo é identificar e discutir as âncoras de carreira presentes na geração Y. As evidências apresentadas revelam, entre outros pontos, que a âncora com maior destaque foi Estilo de Vida, corroborando com a afirmativa de Schein (1996) de que essa é a âncora com maior crescimento, e também convergindo para o entendimento de autores que estudam a geração Y que apontam que esta geração busca no trabalho fonte de satisfação e aprendizado equilibrando com aspectos da vida pessoal. Os integrantes da geração Y são considerados filhos da tecnologia por representarem a primeira geração da história “totalmente imersa na interatividade, hiperestimulação e ambiente digital”. Por este motivo, as rápidas e constantes mudanças nos meios de comunicação não assustam esta geração. O computador, entendido como parte do conjunto de aparelhos domésticos, é utilizado para aprendizado, comunicação, lazer, compras, trabalho, enfim, apenas como mais um aspecto da “vida digital”. O que, segundo Schikmann e Coimbra (2001), permite afirmar que nos anos 60 as grandes diferenças entre gerações eram de valores e que hoje o abismo é tecnológico.
  12. 12. Diversos autores, ao descreverem esta geração, destacam que ela é mais bem informada e possui um nível de educação mais alto que suas antecessoras, os autores também destacam outras características, tais como: permanente conexão com algum tipo de mídia; são habituados a mudanças e dão valor a diversidade; preocupam-se com questões sociais e acreditam nos direitos individuais; são mais criadores do que receptores; são curiosos, alegres, flexíveis e colaboradores; formam redes para alcançar objetivos; priorizam o lado pessoal em relação às questões profissionais; são inovadores e gostam da mobilidade; são imediatistas, impacientes, autoorientados, decididos e voltados para resultados; não lidam bem como restrições, limitações e frustrações. Esta geração encara o trabalho como desafio e diversão e preza o ambiente informal com transparência e liberdade, além disso, busca aprendizado constante e não tem medo da rotatividade de empregos. O conjunto dessas características leva ao entendimento de que ao chegar às organizações os trabalhadores da geração Y tendem a trazer consigo um novo conceito de trabalho, tendo como base um contrato psicológico diferente do que foi estabelecido pelos seus antecessores.
  13. 13. A proposta do artigo foi identificar e discutir as âncoras de carreira presentes na geração Y. Em função de uma concentração geográfica nas respostas optou-se por focar o estudo no contexto capixaba. O resultado da pesquisa indica que para os participantes desta amostra, a âncora com maior destaque foi Estilo de vida (EV) presente nas pessoas que buscam oportunidades que conciliem necessidades pessoais, familiares e da carreira e tem como base um contrato psicológico no qual o trabalho é fonte de satisfação e aprendizado e seu estilo de vida é respeitado. Esta questão também é confirmada na pesquisa e corrobora com os estudos sobre a geração Y, que descrevem esta geração como aquela que, dentre outras características, prioriza o lado pessoal em relação às questões profissionais, encarando o trabalho como desafio e diversão.
  14. 14. MERCADO DE TRABALHO
  15. 15. MARKETING DIGITAL
  16. 16. O mercado de trabalho atual está muito exigente em relação à qualificação profissional, com o advento das novas tecnologias, as empresas procuram investir em mídias digitais para atrair seus clientes, um profissional capacitado na área é de suma importância e vem sendo bastante requisitado. O marketing digital é uma das áreas de destaque no mundo dos negócios no qual a internet é usada como plataforma para a realização de ações promocionais, com a finalidade de divulgar produtos, negócios, serviços ou atributos de marca, envolvendo o uso de dispositivos conectados à internet e suas funcionalidades para espalhar mensagens de marketing. Dentro desse âmbito, as ferramentas mais usadas pelas empresas para aumentar a visibilidade de páginas de internet e consequentemente atrair mais consumidores são os banners de displays em portais, links patrocinados e a otimização de páginas. Modalidades como o mobile marketing, o social media marketing e o e-mail marketing também são largamente utilizados com o intuito de estabelecer relacionamentos, embora também sejam usadas para realizar novas ativações, promoções, etc. Combinar esses esforços com as técnicas do marketing tradicional, já utilizadas é essencial para obter êxito com campanhas online.
  17. 17. Outra vertente importante no âmbito do mercado de trabalho são os cursos técnicos que estão cada vez mais em alta tendo uma boa aceitação e procura por profissionais nessas áreas diversas. Uma pesquisa realizada recentemente pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) apontou que o diploma técnico significou aumento salarial médio de nada menos que 58% para os alunos de cursos oferecidos pela instituição na Bahia,após um ano de conclusão dos estudos. Ainda de acordo com os dados da pesquisa em média, estes profissionais ganhavam aproximadamente R$ 1.150 e hoje recebem cerca de um pouco mais de R$ 2 mil por mês . A área de sustentabilidade ambiental também tem crescido consideravelmente, sendo uma boa aposta no mundo dos negócios, preocupar-se com o meio ambiente deixou de ser um engajamento ideológico e hoje é uma condição importante no mercado de trabalho. Segundo especialistas da área, o setor privado e o setor público necessitam cada vez mais de profissionais planejadores e gestores em meio ambiente com conhecimento e visão na área.
  18. 18. Apesar de ser uma carreira nova, o mercado de trabalho é promissor, se há pouco tempo, o mercado de trabalho ficava restrito às áreas da saúde ou ensino, atualmente a área ambiental está se expandindo muito. Museus zoológicos e reservas naturais são locais que empregam os profissionais que estudam a vida e se enveredam para o meio ambiente. Também há opção de trabalhar como autônomo prestando consultoria a empreendimentos que têm de construir sem desrespeitar a natureza. Os estágios também garantem ótimas oportunidades de alavancar a carreira de estudantes, pois a experiência adquirida é um passo para o emprego. A etapa do estágio ajuda no desempenho do estudante na faculdade, no amadurecimento profissional e funciona como uma ponte para a entrada no mercado.

×