SlideShare uma empresa Scribd logo
TRATAMENTO DE PRIMEIROS
SOCORROS DAS LESÕES
POR QUEIMADURAS
Um Manual para Profissionais
de Saúde Comunitária
O QUE É UMA QUEIMADURA?
Queimadura é uma lesão na pele, geralmente causada por calor, eletricidade ou
produtos químicos ou outros agentes. As lesões por queimaduras podem variar
desde lesões mais leves tratáveis em casa até lesões importantes, que necessitam
tratamento emergencial em um hospital, podendo até mesmo levar a óbito nos
casos mais graves.
Como profissional de saúde comunitária, é muito valioso ser capaz de diferenciar
entre queimaduras de menor e maior importância. Você, então, saberá quando
uma queimadura pode ser tratada em uma Unidade Básica de Saúde ou quando é
mais séria e precisa ser encaminhada ao hospital.
Ao longo deste manual, detalhamos alguns dos sinais mais importantes que você
deve procurar quando se depara com um paciente queimado, para que possa
planejar o tratamento adequado e para saber se o paciente deve ser encaminhado
ao hospital ou não.
A primeira coisa que você precisa avaliar, juntamente com
o paciente de queimadura, é onde ele precisa ser tratado.
Há muitos fatores que lhe ajudarão a responder estas perguntas, porém
algumas das questões mais importantes são:
O tamanho da queimadura;
O tipo de queimadura;
A área do corpo acometida pela queimadura;
Outras lesões associadas.
Este manual explicará como as diferenças entre esses fatores afetam
o plano de tratamento para o paciente.
- O tratamento pode ser feito em casa?
- O tratamento pode ser feito na Unidade Básica de Saúde?
- O paciente deve se dirigir a uma instituição de saúde mais
avançada para o tratamento?
INTRODUÇÃO ÀS QUEIMADURAS
2
EXISTEM CINCO CAUSAS PRINCIPAIS DE QUEIMADURAS:
TIPOS DE QUEIMADURAS
QUEIMADURAS
POR FOGO OU
CHAMAS:
queimaduras
causadas por fogo,
ex.: lenha,
aquecedores a
querosene, álcool,
gasolina ou outro
líquido inflamável,
fogos de artifício e
incêndio.
QUEIMADURAS POR PRODUTOS QUÍMICOS EM CONTATOS COM
A PELE:
estas acontecem devido ao derramamento de produtos químicos
corrosivos ou irritantes na pele. Ex.: produtos de limpeza de vaso
sanitário domésticos, pesticidas, produtos químicos de baterias.
QUEIMADURAS
POR LÍQUIDOS
QUENTES/
ESCALDADURA:
ex.: água fervente,
chá, café, leite e
sopa.
QUEIMADURAS
POR SUPERFÍCIES
QUENTES (OBJETOS
E/OU METAIS
QUENTES):
ex.: com utensílios de
cozinha quentes ou
ferros de passar.
QUEIMADURAS
ELÉTRICAS:
queimaduras
causadas por
eletricidade, ex.:
fios elétricos de alta
tensão, tomadas
elétricas e descarga
elétrica (raio).
*’Encaminhar’ significa transferir o paciente, de forma segura, para uma
instituição de saúde mais avançada, de preferência que seja especializada no
tratamento de queimaduras, sempre que as necessidades do paciente não
puderem ser atendidas na Unidade Básica de Saúde
COMO SABER QUANDO ENCAMINHAR O PACIENTE
3
Se uma queimadura for grave, então o paciente deve ser encaminhado
COMO SABER SE UMA QUEIMADURA É GRAVE?
LEMBRE-SE:
a) quanto mais tempo a pessoa for exposta à fonte da queimadura, pior será a
lesão e;
b) quanto mais quente a superfície/líquido/chama que entra em contato com a
pele, pior será a lesão.
Embora possa ser difícil estabelecer a gravidade de uma queimadura, há alguns
sinais que você pode buscar para auxiliar na sua decisão, quanto a gravidade da
queimadura e encaminhar o paciente para tratamento em um hospital. A
gravidade das queimaduras está relacionada a profundidade da queimadura na
pele, a extensão do corpo que foi acometida, a importância das partes do corpo
acometidas (áreas especiais), das condições em que as queimaduras ocorreram
e a fragilidade da pessoa queimada.
QUANTO A PROFUNDIDADE DA QUEIMADURA ESTA PODE SER:
Queimadura de primeiro grau ou queimadura parcial
superficial (muito superficial).
É a queimadura que lesa a pele muito superficialmente, sendo a
queimadura solar o exemplo clássico. Se apresenta com
vermelhidão da pele, dor e pouco inchaço, não apresenta bolhas, é
uma queimadura sem gravidade, podendo ter importância em
idosos, recém-nascidos prematuros ou pessoas previamente
doentes.
Queimadura de segundo grau superficial ou queimadura
parcial superficial.
É a queimadura que lesa um pouco mais profundamente a pele e se
apresenta com bolhas, vermelhidão, inchaço. Quando a bolha se
rompe, apresenta uma ferida úmida, avermelhada e muito dolorosa,
sendo a queimadura que mais dói e a sua gravidade vai depender
da extensão acometida do corpo, terá gravidade se acometer uma
área maior que um braço ou áreas especiais.
Queimadura de segundo grau profundo ou queimadura
parcial profunda.
É uma queimadura que lesa profundamente a pele e se apresenta
com lesões avermelhadas ou rosada, com partes esbranquiçadas,
um pouco menos úmidas e mais endurecida. É de maior gravidade e
necessita de tratamento hospitalar especializado.
4
Em relação a extensão do corpo que foi acometida por queimaduras que
deverão ser tratadas em hospital.
Haverá gravidade quando as queimaduras de segundo grau superficial forem
maiores que a extensão de um braço e as profundas maiores que uma mão.
Em relação às partes importantes do corpo acometidas (áreas especiais),
que tenham risco de complicações e maior gravidade das queimaduras e
deverão ser tratadas em hospital.
Queimaduras da face, cabeça, pescoço, articulações, mãos, pés e órgãos genitais.
Em relação às condições das queimaduras que indicam e deverão ser
tratadas em hospital.
Queimaduras causadas por eletricidade, substâncias químicas, por
radioatividade, queimaduras em ambientes fechados com inalação de fumaça
(incêndios em ambiente fechado), queimaduras com suspeita de intencionalidade
por maus tratos ou tortura e associação com outros traumatismos, fraturas,
traumatismos cranianos, trauma torácico ou abdominal.
Em relação a situações de maior vulnerabilidade da pessoa queimada que
deverão ser tratadas em hospital.
As pessoas com risco maior de complicações das queimaduras são os extremos
de idades como crianças e idosos e pessoas com doenças crônicas como
diabetes, doenças cardíacas, em tratamento de câncer e outras doenças, indicam
maior gravidade das queimaduras.
Queimadura de terceiro grau ou queimadura de espessura
total. É a queimadura que destrói todas as camadas da pele.
Ferida enegrecida, branca marmórea ou vermelho cereja, ressecada,
dura e sem dor a palpação é de maior gravidade e necessita de
tratamento hospitalar especializado.
OUTROS FATORES PARA AJUDÁ-LO A DECIDIR SE DEVE
ENCAMINHAR O PACIENTE.
Lembre-se que a maioria das queimaduras de menor gravidade podem ser
tratadas na Unidade Básica de Saúde, sendo que as queimaduras que indicam
gravidade deverão ser encaminhadas para uma instituição de saúde mais
avançada.
Aqui estão mais alguns fatores para ajudá-lo a decidir se o seu paciente
necessita encaminhamento ou não.
5
• Se o paciente tiver queimado seu rosto ou tiver sinais de
lesão por inalação (lesão das vias aéreas ou pulmões), precisará
de encaminhamento.
Quais são alguns sinais de lesão por inalação?
Tosse (com secreção escura e/ou fuligem), garganta
arranhando, dificuldade de respirar, dor ou rigidez torácica,
cefaleias, ardência nos olhos.
• Se uma queimadura de menor gravidade estiver em uma
área especial (face, cabeça, pescoço, articulações, mãos, pés e
órgãos genitais) é melhor encaminhar o paciente, mesmo que
você não tenha certeza se é grave o suficiente para isto, uma
vez que estas áreas podem apresentar mais complicações no
tratamento.
Se o paciente estiver em condição crítica e necessitar de suporte imediato
de vida, ligar para SAMU(192) ou Bombeiro(193) e encaminhá-lo para o
hospital mais próximo.
• Sempre encaminhe o paciente no caso de queimadura
química, elétrica ou por radioatividade, independentemente do
tamanho da queimadura.
• Se a ferida não começar a cicatrizar nos primeiros dias, ou
se parecer estar infeccionada (pus ou vermelhidão em volta
da ferida), o paciente deverá ser encaminhado.
• Se o paciente for criança pequena, bebê ou muito idoso,
é melhor encaminhá-lo, a não ser que a lesão seja
de pouca gravidade.
• Se o paciente não tiver família pode ser melhor
encaminhá-lo para assegurar que receba todo o cuidado
que necessita.
• Se a queimadura for de pouca gravidade, porém,
cobrindo grande parte do corpo, considere o
encaminhamento.
O que é ‘grande parte’ do corpo? Por exemplo: um membro inteiro, uma
área significativa das costas e/ou do tórax, a maior parte de uma mão, a maior
parte de um pé.
6
Se você estiver no cenário do acidente, primeiramente retire a fonte de
queimadura: ex.: apague o fogo, retire o elemento quente. Se uma pessoa estiver
em chamas, ela deve ser orientada a “PARAR, DEITAR E ROLAR” para apagar o
fogo.
Se você estiver no cenário do acidente, primeiramente retire a fonte de
queimadura: ex.: apague o fogo, retire o elemento quente. Se uma pessoa estiver
em chamas, ela deve ser orientada a “PARAR, DEITAR E ROLAR” para apagar o
fogo.
Então o auxílio deve ser prestado em tempo hábil. Assegurar-se de que haja um
atraso mínimo na administração de primeiros socorros ajuda na recuperação do
paciente, minimiza o risco de complicações e pode reduzir o potencial de
cicatrização e infecção no futuro.
Durante todo o tratamento, você deve procurar se manter o mais calmo e
tranquilo possível para ajudar a manter o paciente relaxado.
Então o auxílio deve ser prestado em tempo hábil. Assegurar-se de que haja um
atraso mínimo na administração de primeiros socorros ajuda na recuperação do
paciente, minimiza o risco de complicações e pode reduzir o potencial de
cicatrização e infecção no futuro.
Durante todo o tratamento, você deve procurar se manter o mais calmo e
tranquilo possível para ajudar a manter o paciente relaxado.
RESPOSTA INICIAL E PRIMEIROS SOCORROS
Se você não precisar encaminhar o paciente e a lesão puder ser tratada na
Unidade Básica de Saúde, os seguintes passos lhe ajudarão a prestar o melhor
atendimento ao paciente:
PASSOS DOS PRIMEIROS SOCORROS:
• Com uma queimadura por chama/calor, deve-se derramar água limpa na
temperatura ambiente, continuamente, sobre a área da lesão, por
aproximadamente 20 minutos para ajudar a resfriar a queimadura.
• Com uma queimadura química, é importante lavar a queimadura com água
corrente para remover/diluir os produtos químicos. Certifique-se de que não haja
água escorrendo pelo corpo para que não seja causada mais irritação. Ex.: se o
produto químico estiver na cabeça, não deixe que escorra água para dentro dos
olhos onde poderia causar ainda mais dano.
7
• Limpe a ferida com sabão neutro e água limpa.
• Aplique creme de sulfadiazina de prata 1% e duas camadas de curativo.
A primeira camada deve ser não adesiva, como curativo de gaze vaselinada,
uma vez que isto manterá a umidade na ferida e evitará que o curativo grude na
pele. A segunda camada deve ser de curativo grosso feito com tecido
hidroabsorvente para ajudar a absorver qualquer secreção líquida da ferida.
• O curativo de sulfadiazina de prata deve ser trocado todos os dias ou
quando estiver sujo ou úmido. Os sinais de infecção são: se a ferida se tornar
muito mais dolorida, começar a cheirar mal ou se começar a sair pus do local da
queimadura. O paciente deve ser encaminhado se a ferida ficar infeccionada.
MAIS INFORMAÇÕES SOBRE PRIMEIROS SOCORROS
DE QUEIMADURAS E CUIDADO DE CURATIVOS
Em certas comunidades, substâncias como
esterco de vaca, creme dental, terra, manteiga, borra
de café etc. são usadas em queimaduras. É
importante não fazer nada disso, uma vez que pode
levar à infecção da ferida, complicando o seu
tratamento.
Certifique-se de lavar bem as mãos com
frequência e antes de tocar no paciente. Isto ajudará
a interromper a propagação de germes e reduzirá a
probabilidade de infecção.
Administre analgésico de costume do paciente
como paracetamol ou dipirona para ajudá-lo a
enfrentar qualquer desconforto físico que estiver
sentindo. Da mesma forma, se você se mantiver
calmo e tranquilizador, ajudará o paciente a tolerar
qualquer sofrimento psicológico que esteja
vivenciando.
Aplique água limpa (de preferência água
corrente) por 20 minutos para resfriar a lesão.
Depois de ter feito isso, retire cuidadosamente
qualquer joia ou bijuteria da área afetada ou
próximo a ela e coloque curativo de duas
camadas na ferida.
Limpe a sala de curativos e os equipamentos e
esterilize o material de curativo.
Se a queimadura for nas mãos ou nos pés, é
importante colocar curativos nos dedos
separadamente.
Ao tratar crianças, pode ser útil usar brinquedos ou alguma
brincadeira para distraí-las da dor durante o tratamento. A
presença dos pais na sala também pode ser de grande ajuda.
8
Uma vez que o paciente tiver sido tratado para a lesão inicial, como você
pode prestar o melhor cuidado nas semanas seguintes?
CUIDADO PÓS QUEIMADURA
Não deixe de incluir a família do paciente no planejamento do tratamento e em
sua execução, para que todos entendam e apoiem uns aos outros, assegurando
bons desfechos.
Nas primeiras semanas em que estiver tratando um paciente em uma Unidade
Básica de Saúde, é importante monitorá-lo para saber se há sinais de infecção.
Se você suspeitar que a lesão infeccionou, deve encaminhar o paciente o mais
rápido possível.
Assegure uma boa nutrição
Do ponto de vista nutricional, é importante que após uma lesão o paciente adote
uma dieta balanceada sempre que possível, já que a má nutrição torna a cura
mais lenta. Além disso, queimaduras podem levar o paciente à desidratação,
portanto você deve encorajá-lo a beber líquidos, especialmente solução de
reidratação oral, se houver disponibilidade. Alguns pacientes podem necessitar
de soro, se houver esta opção.
COMO DETECTAR INFECÇÃO:
• Temperatura elevada - febre;
• Frequência cardíaca elevada, mesmo em repouso;
• Alterações da ferida com presença de pus, vermelhidão, calor local ou piora
da dor.
Se a lesão não tiver melhorado após duas semanas, o paciente
deve ser encaminhado a uma instituição de saúde mais
avançada.
9
Recomendamos leitura da
CARTILHA PARA TRATAMENTO DE EMERGÊNCIA DAS QUEIMADURAS DO
MINISTÉRIO DA SAÚDE
(https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/cartilha_tratamento_emergencia_quei
maduras.pdf)
Cicatriz
Quando um paciente tem uma queimadura importante que demora mais de
três semanas para cicatrizar, a chance de deixar cicatriz é grande.
As queimaduras podem deixar cicatrizes conforme sua gravidade. Para
queimaduras importantes, a cicatriz pode ser proeminente e elevada.
É importante que a família, amigos e a comunidade ajudem o paciente a se
ajustar ao fato de se sentir diferente do ponto de vista físico e psicológico após
uma queimadura séria. O paciente pode parecer quieto e distante, especialmente
se a cicatriz for visível ou se a queimadura causou algum nível de limitação física.
Uma atitude acolhedora e positiva por parte da família e amigos pode fazer
uma grande diferença no sentido de ajudar o paciente a passar pela angústia
psicológica que uma queimadura pode causar.
Alguns cuidados mínimos com a cicatriz, após fechamento completo da
ferida deve incluir, foto proteção (FPS maior que 30), uso de hidratantes (observe
se não lhe causam alergias) umas 2 ou 3 vezes ao dia. As cicatrizes coçam um
pouco, mas se começarem a coçar muito e aumentar progressivamente procure
orientação médica. Evite tomar sol nas queimaduras por no mínimo 6 a 8 meses
sem protetor solar. Evite alimentos que aumentam coceira como leite e derivados
em excesso, chocolates, castanhas, frutos do mar e produtos industrializados.
Cicatrizes mal cuidadas podem ficar altas (queloide) e e se malignizarem (câncer).
Diante de dúvidas sobre evolução procure assistência médica especializada.
10
www.SBQUEIMADURAS.org.br
EQ sbqueimadura
Material original cedido pela Interburns
Tradução e adaptações: SBQ www.interburns.org
@indipublicidade

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Primeiros Socorros às Lesões por Queimaduras.pdf

SOS Fire! IO2: PT (apresentação ensino secundário)
SOS Fire! IO2: PT (apresentação ensino secundário)SOS Fire! IO2: PT (apresentação ensino secundário)
SOS Fire! IO2: PT (apresentação ensino secundário)
Karel Van Isacker
 
Queimaduras
QueimadurasQueimaduras
Queimaduras
MilenaMorais12
 
Lesões térmicas
Lesões térmicasLesões térmicas
Lesões térmicas
rosaires
 
Material para aula de queimaduras: química
Material para aula de queimaduras: químicaMaterial para aula de queimaduras: química
Material para aula de queimaduras: química
sznvtfrm4r
 
Modulo 2 (30 Ao 63)
Modulo 2 (30 Ao 63)Modulo 2 (30 Ao 63)
Modulo 2 (30 Ao 63)
Santos de Castro
 
Queimaduras 02
Queimaduras 02Queimaduras 02
Queimaduras 02
Cristiane Dias
 
Tratamento Emergencial em Queimaduras - Enf. Cida Amaral
Tratamento Emergencial em Queimaduras - Enf. Cida AmaralTratamento Emergencial em Queimaduras - Enf. Cida Amaral
Tratamento Emergencial em Queimaduras - Enf. Cida Amaral
Coren-ms Conselho Reg Enfermagem
 
Apresentação primeiros socorros
Apresentação primeiros socorrosApresentação primeiros socorros
Apresentação primeiros socorros
ruy vicente Santos
 
Queimaduras
Queimaduras Queimaduras
Queimaduras
Anderson Dias
 
Primeiros socorros cópia
Primeiros socorros   cópiaPrimeiros socorros   cópia
Primeiros socorros cópia
Otavio Rocha
 
Modulo 10 - Curso Primeiros socorros.pdf
Modulo 10 - Curso Primeiros socorros.pdfModulo 10 - Curso Primeiros socorros.pdf
Modulo 10 - Curso Primeiros socorros.pdf
EduardoRobertodeCicc
 
Primeiros Socorros
Primeiros SocorrosPrimeiros Socorros
Primeiros Socorros
fonsecahugo
 
Cap 21 queimaduras
Cap 21 queimadurasCap 21 queimaduras
Cap 21 queimaduras
aline silva
 
04122014 cuidadoscomofrio
04122014 cuidadoscomofrio04122014 cuidadoscomofrio
04122014 cuidadoscomofrio
becastanheiradepera
 
4 queimad e insolaça
4  queimad e insolaça4  queimad e insolaça
4 queimad e insolaça
shara cedraz
 
0430 queimaduras desidratação choque elétrico - Marion
0430 queimaduras desidratação choque elétrico - Marion0430 queimaduras desidratação choque elétrico - Marion
0430 queimaduras desidratação choque elétrico - Marion
laiscarlini
 
Primeiros socorros 2015
Primeiros socorros  2015Primeiros socorros  2015
Primeiros socorros 2015
aluisiobraga
 
Primeiros socorros - basico
Primeiros socorros - basicoPrimeiros socorros - basico
Primeiros socorros - basico
Marco Faria
 
Trabalho sobre Queimaduras
Trabalho sobre QueimadurasTrabalho sobre Queimaduras
Trabalho sobre Queimaduras
Rui Alves
 
treinamentobsicoleilucas13722-230314222414-18d473fc.pdf
treinamentobsicoleilucas13722-230314222414-18d473fc.pdftreinamentobsicoleilucas13722-230314222414-18d473fc.pdf
treinamentobsicoleilucas13722-230314222414-18d473fc.pdf
HernandesAbinoFrana
 

Semelhante a Primeiros Socorros às Lesões por Queimaduras.pdf (20)

SOS Fire! IO2: PT (apresentação ensino secundário)
SOS Fire! IO2: PT (apresentação ensino secundário)SOS Fire! IO2: PT (apresentação ensino secundário)
SOS Fire! IO2: PT (apresentação ensino secundário)
 
Queimaduras
QueimadurasQueimaduras
Queimaduras
 
Lesões térmicas
Lesões térmicasLesões térmicas
Lesões térmicas
 
Material para aula de queimaduras: química
Material para aula de queimaduras: químicaMaterial para aula de queimaduras: química
Material para aula de queimaduras: química
 
Modulo 2 (30 Ao 63)
Modulo 2 (30 Ao 63)Modulo 2 (30 Ao 63)
Modulo 2 (30 Ao 63)
 
Queimaduras 02
Queimaduras 02Queimaduras 02
Queimaduras 02
 
Tratamento Emergencial em Queimaduras - Enf. Cida Amaral
Tratamento Emergencial em Queimaduras - Enf. Cida AmaralTratamento Emergencial em Queimaduras - Enf. Cida Amaral
Tratamento Emergencial em Queimaduras - Enf. Cida Amaral
 
Apresentação primeiros socorros
Apresentação primeiros socorrosApresentação primeiros socorros
Apresentação primeiros socorros
 
Queimaduras
Queimaduras Queimaduras
Queimaduras
 
Primeiros socorros cópia
Primeiros socorros   cópiaPrimeiros socorros   cópia
Primeiros socorros cópia
 
Modulo 10 - Curso Primeiros socorros.pdf
Modulo 10 - Curso Primeiros socorros.pdfModulo 10 - Curso Primeiros socorros.pdf
Modulo 10 - Curso Primeiros socorros.pdf
 
Primeiros Socorros
Primeiros SocorrosPrimeiros Socorros
Primeiros Socorros
 
Cap 21 queimaduras
Cap 21 queimadurasCap 21 queimaduras
Cap 21 queimaduras
 
04122014 cuidadoscomofrio
04122014 cuidadoscomofrio04122014 cuidadoscomofrio
04122014 cuidadoscomofrio
 
4 queimad e insolaça
4  queimad e insolaça4  queimad e insolaça
4 queimad e insolaça
 
0430 queimaduras desidratação choque elétrico - Marion
0430 queimaduras desidratação choque elétrico - Marion0430 queimaduras desidratação choque elétrico - Marion
0430 queimaduras desidratação choque elétrico - Marion
 
Primeiros socorros 2015
Primeiros socorros  2015Primeiros socorros  2015
Primeiros socorros 2015
 
Primeiros socorros - basico
Primeiros socorros - basicoPrimeiros socorros - basico
Primeiros socorros - basico
 
Trabalho sobre Queimaduras
Trabalho sobre QueimadurasTrabalho sobre Queimaduras
Trabalho sobre Queimaduras
 
treinamentobsicoleilucas13722-230314222414-18d473fc.pdf
treinamentobsicoleilucas13722-230314222414-18d473fc.pdftreinamentobsicoleilucas13722-230314222414-18d473fc.pdf
treinamentobsicoleilucas13722-230314222414-18d473fc.pdf
 

Mais de Nistron

00-nr11rev02-18-230321140655-f29da901 (1) (1).pdf
00-nr11rev02-18-230321140655-f29da901 (1) (1).pdf00-nr11rev02-18-230321140655-f29da901 (1) (1).pdf
00-nr11rev02-18-230321140655-f29da901 (1) (1).pdf
Nistron
 
curso básico nr10, introdução a atividade
curso básico nr10, introdução a atividadecurso básico nr10, introdução a atividade
curso básico nr10, introdução a atividade
Nistron
 
APR - civil.docx
APR - civil.docxAPR - civil.docx
APR - civil.docx
Nistron
 
cipa2023-230810192459-01d1d858.pdf
cipa2023-230810192459-01d1d858.pdfcipa2023-230810192459-01d1d858.pdf
cipa2023-230810192459-01d1d858.pdf
Nistron
 
TREINAMENTO TRABALHO EM ALTURA.pptx
TREINAMENTO TRABALHO EM ALTURA.pptxTREINAMENTO TRABALHO EM ALTURA.pptx
TREINAMENTO TRABALHO EM ALTURA.pptx
Nistron
 
nr-35-atualizada-2022-4-1-3.pdf
nr-35-atualizada-2022-4-1-3.pdfnr-35-atualizada-2022-4-1-3.pdf
nr-35-atualizada-2022-4-1-3.pdf
Nistron
 
Primeiros Socorros às Lesões por Queimaduras.pdf
Primeiros Socorros às Lesões por Queimaduras.pdfPrimeiros Socorros às Lesões por Queimaduras.pdf
Primeiros Socorros às Lesões por Queimaduras.pdf
Nistron
 

Mais de Nistron (7)

00-nr11rev02-18-230321140655-f29da901 (1) (1).pdf
00-nr11rev02-18-230321140655-f29da901 (1) (1).pdf00-nr11rev02-18-230321140655-f29da901 (1) (1).pdf
00-nr11rev02-18-230321140655-f29da901 (1) (1).pdf
 
curso básico nr10, introdução a atividade
curso básico nr10, introdução a atividadecurso básico nr10, introdução a atividade
curso básico nr10, introdução a atividade
 
APR - civil.docx
APR - civil.docxAPR - civil.docx
APR - civil.docx
 
cipa2023-230810192459-01d1d858.pdf
cipa2023-230810192459-01d1d858.pdfcipa2023-230810192459-01d1d858.pdf
cipa2023-230810192459-01d1d858.pdf
 
TREINAMENTO TRABALHO EM ALTURA.pptx
TREINAMENTO TRABALHO EM ALTURA.pptxTREINAMENTO TRABALHO EM ALTURA.pptx
TREINAMENTO TRABALHO EM ALTURA.pptx
 
nr-35-atualizada-2022-4-1-3.pdf
nr-35-atualizada-2022-4-1-3.pdfnr-35-atualizada-2022-4-1-3.pdf
nr-35-atualizada-2022-4-1-3.pdf
 
Primeiros Socorros às Lesões por Queimaduras.pdf
Primeiros Socorros às Lesões por Queimaduras.pdfPrimeiros Socorros às Lesões por Queimaduras.pdf
Primeiros Socorros às Lesões por Queimaduras.pdf
 

Último

Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Maurício Bratz
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
MARCELARUBIAGAVA
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
MatheusSousa716350
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Demetrio Ccesa Rayme
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
AdrianoMontagna1
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
GracinhaSantos6
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
AlessandraRibas7
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
SidneySilva523387
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
Manuais Formação
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
ARIADNEMARTINSDACRUZ
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Centro Jacques Delors
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
ElinarioCosta
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Centro Jacques Delors
 

Último (20)

Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
 

Primeiros Socorros às Lesões por Queimaduras.pdf

  • 1. TRATAMENTO DE PRIMEIROS SOCORROS DAS LESÕES POR QUEIMADURAS Um Manual para Profissionais de Saúde Comunitária
  • 2. O QUE É UMA QUEIMADURA? Queimadura é uma lesão na pele, geralmente causada por calor, eletricidade ou produtos químicos ou outros agentes. As lesões por queimaduras podem variar desde lesões mais leves tratáveis em casa até lesões importantes, que necessitam tratamento emergencial em um hospital, podendo até mesmo levar a óbito nos casos mais graves. Como profissional de saúde comunitária, é muito valioso ser capaz de diferenciar entre queimaduras de menor e maior importância. Você, então, saberá quando uma queimadura pode ser tratada em uma Unidade Básica de Saúde ou quando é mais séria e precisa ser encaminhada ao hospital. Ao longo deste manual, detalhamos alguns dos sinais mais importantes que você deve procurar quando se depara com um paciente queimado, para que possa planejar o tratamento adequado e para saber se o paciente deve ser encaminhado ao hospital ou não. A primeira coisa que você precisa avaliar, juntamente com o paciente de queimadura, é onde ele precisa ser tratado. Há muitos fatores que lhe ajudarão a responder estas perguntas, porém algumas das questões mais importantes são: O tamanho da queimadura; O tipo de queimadura; A área do corpo acometida pela queimadura; Outras lesões associadas. Este manual explicará como as diferenças entre esses fatores afetam o plano de tratamento para o paciente. - O tratamento pode ser feito em casa? - O tratamento pode ser feito na Unidade Básica de Saúde? - O paciente deve se dirigir a uma instituição de saúde mais avançada para o tratamento? INTRODUÇÃO ÀS QUEIMADURAS 2
  • 3. EXISTEM CINCO CAUSAS PRINCIPAIS DE QUEIMADURAS: TIPOS DE QUEIMADURAS QUEIMADURAS POR FOGO OU CHAMAS: queimaduras causadas por fogo, ex.: lenha, aquecedores a querosene, álcool, gasolina ou outro líquido inflamável, fogos de artifício e incêndio. QUEIMADURAS POR PRODUTOS QUÍMICOS EM CONTATOS COM A PELE: estas acontecem devido ao derramamento de produtos químicos corrosivos ou irritantes na pele. Ex.: produtos de limpeza de vaso sanitário domésticos, pesticidas, produtos químicos de baterias. QUEIMADURAS POR LÍQUIDOS QUENTES/ ESCALDADURA: ex.: água fervente, chá, café, leite e sopa. QUEIMADURAS POR SUPERFÍCIES QUENTES (OBJETOS E/OU METAIS QUENTES): ex.: com utensílios de cozinha quentes ou ferros de passar. QUEIMADURAS ELÉTRICAS: queimaduras causadas por eletricidade, ex.: fios elétricos de alta tensão, tomadas elétricas e descarga elétrica (raio). *’Encaminhar’ significa transferir o paciente, de forma segura, para uma instituição de saúde mais avançada, de preferência que seja especializada no tratamento de queimaduras, sempre que as necessidades do paciente não puderem ser atendidas na Unidade Básica de Saúde COMO SABER QUANDO ENCAMINHAR O PACIENTE 3
  • 4. Se uma queimadura for grave, então o paciente deve ser encaminhado COMO SABER SE UMA QUEIMADURA É GRAVE? LEMBRE-SE: a) quanto mais tempo a pessoa for exposta à fonte da queimadura, pior será a lesão e; b) quanto mais quente a superfície/líquido/chama que entra em contato com a pele, pior será a lesão. Embora possa ser difícil estabelecer a gravidade de uma queimadura, há alguns sinais que você pode buscar para auxiliar na sua decisão, quanto a gravidade da queimadura e encaminhar o paciente para tratamento em um hospital. A gravidade das queimaduras está relacionada a profundidade da queimadura na pele, a extensão do corpo que foi acometida, a importância das partes do corpo acometidas (áreas especiais), das condições em que as queimaduras ocorreram e a fragilidade da pessoa queimada. QUANTO A PROFUNDIDADE DA QUEIMADURA ESTA PODE SER: Queimadura de primeiro grau ou queimadura parcial superficial (muito superficial). É a queimadura que lesa a pele muito superficialmente, sendo a queimadura solar o exemplo clássico. Se apresenta com vermelhidão da pele, dor e pouco inchaço, não apresenta bolhas, é uma queimadura sem gravidade, podendo ter importância em idosos, recém-nascidos prematuros ou pessoas previamente doentes. Queimadura de segundo grau superficial ou queimadura parcial superficial. É a queimadura que lesa um pouco mais profundamente a pele e se apresenta com bolhas, vermelhidão, inchaço. Quando a bolha se rompe, apresenta uma ferida úmida, avermelhada e muito dolorosa, sendo a queimadura que mais dói e a sua gravidade vai depender da extensão acometida do corpo, terá gravidade se acometer uma área maior que um braço ou áreas especiais. Queimadura de segundo grau profundo ou queimadura parcial profunda. É uma queimadura que lesa profundamente a pele e se apresenta com lesões avermelhadas ou rosada, com partes esbranquiçadas, um pouco menos úmidas e mais endurecida. É de maior gravidade e necessita de tratamento hospitalar especializado. 4
  • 5. Em relação a extensão do corpo que foi acometida por queimaduras que deverão ser tratadas em hospital. Haverá gravidade quando as queimaduras de segundo grau superficial forem maiores que a extensão de um braço e as profundas maiores que uma mão. Em relação às partes importantes do corpo acometidas (áreas especiais), que tenham risco de complicações e maior gravidade das queimaduras e deverão ser tratadas em hospital. Queimaduras da face, cabeça, pescoço, articulações, mãos, pés e órgãos genitais. Em relação às condições das queimaduras que indicam e deverão ser tratadas em hospital. Queimaduras causadas por eletricidade, substâncias químicas, por radioatividade, queimaduras em ambientes fechados com inalação de fumaça (incêndios em ambiente fechado), queimaduras com suspeita de intencionalidade por maus tratos ou tortura e associação com outros traumatismos, fraturas, traumatismos cranianos, trauma torácico ou abdominal. Em relação a situações de maior vulnerabilidade da pessoa queimada que deverão ser tratadas em hospital. As pessoas com risco maior de complicações das queimaduras são os extremos de idades como crianças e idosos e pessoas com doenças crônicas como diabetes, doenças cardíacas, em tratamento de câncer e outras doenças, indicam maior gravidade das queimaduras. Queimadura de terceiro grau ou queimadura de espessura total. É a queimadura que destrói todas as camadas da pele. Ferida enegrecida, branca marmórea ou vermelho cereja, ressecada, dura e sem dor a palpação é de maior gravidade e necessita de tratamento hospitalar especializado. OUTROS FATORES PARA AJUDÁ-LO A DECIDIR SE DEVE ENCAMINHAR O PACIENTE. Lembre-se que a maioria das queimaduras de menor gravidade podem ser tratadas na Unidade Básica de Saúde, sendo que as queimaduras que indicam gravidade deverão ser encaminhadas para uma instituição de saúde mais avançada. Aqui estão mais alguns fatores para ajudá-lo a decidir se o seu paciente necessita encaminhamento ou não. 5
  • 6. • Se o paciente tiver queimado seu rosto ou tiver sinais de lesão por inalação (lesão das vias aéreas ou pulmões), precisará de encaminhamento. Quais são alguns sinais de lesão por inalação? Tosse (com secreção escura e/ou fuligem), garganta arranhando, dificuldade de respirar, dor ou rigidez torácica, cefaleias, ardência nos olhos. • Se uma queimadura de menor gravidade estiver em uma área especial (face, cabeça, pescoço, articulações, mãos, pés e órgãos genitais) é melhor encaminhar o paciente, mesmo que você não tenha certeza se é grave o suficiente para isto, uma vez que estas áreas podem apresentar mais complicações no tratamento. Se o paciente estiver em condição crítica e necessitar de suporte imediato de vida, ligar para SAMU(192) ou Bombeiro(193) e encaminhá-lo para o hospital mais próximo. • Sempre encaminhe o paciente no caso de queimadura química, elétrica ou por radioatividade, independentemente do tamanho da queimadura. • Se a ferida não começar a cicatrizar nos primeiros dias, ou se parecer estar infeccionada (pus ou vermelhidão em volta da ferida), o paciente deverá ser encaminhado. • Se o paciente for criança pequena, bebê ou muito idoso, é melhor encaminhá-lo, a não ser que a lesão seja de pouca gravidade. • Se o paciente não tiver família pode ser melhor encaminhá-lo para assegurar que receba todo o cuidado que necessita. • Se a queimadura for de pouca gravidade, porém, cobrindo grande parte do corpo, considere o encaminhamento. O que é ‘grande parte’ do corpo? Por exemplo: um membro inteiro, uma área significativa das costas e/ou do tórax, a maior parte de uma mão, a maior parte de um pé. 6
  • 7. Se você estiver no cenário do acidente, primeiramente retire a fonte de queimadura: ex.: apague o fogo, retire o elemento quente. Se uma pessoa estiver em chamas, ela deve ser orientada a “PARAR, DEITAR E ROLAR” para apagar o fogo. Se você estiver no cenário do acidente, primeiramente retire a fonte de queimadura: ex.: apague o fogo, retire o elemento quente. Se uma pessoa estiver em chamas, ela deve ser orientada a “PARAR, DEITAR E ROLAR” para apagar o fogo. Então o auxílio deve ser prestado em tempo hábil. Assegurar-se de que haja um atraso mínimo na administração de primeiros socorros ajuda na recuperação do paciente, minimiza o risco de complicações e pode reduzir o potencial de cicatrização e infecção no futuro. Durante todo o tratamento, você deve procurar se manter o mais calmo e tranquilo possível para ajudar a manter o paciente relaxado. Então o auxílio deve ser prestado em tempo hábil. Assegurar-se de que haja um atraso mínimo na administração de primeiros socorros ajuda na recuperação do paciente, minimiza o risco de complicações e pode reduzir o potencial de cicatrização e infecção no futuro. Durante todo o tratamento, você deve procurar se manter o mais calmo e tranquilo possível para ajudar a manter o paciente relaxado. RESPOSTA INICIAL E PRIMEIROS SOCORROS Se você não precisar encaminhar o paciente e a lesão puder ser tratada na Unidade Básica de Saúde, os seguintes passos lhe ajudarão a prestar o melhor atendimento ao paciente: PASSOS DOS PRIMEIROS SOCORROS: • Com uma queimadura por chama/calor, deve-se derramar água limpa na temperatura ambiente, continuamente, sobre a área da lesão, por aproximadamente 20 minutos para ajudar a resfriar a queimadura. • Com uma queimadura química, é importante lavar a queimadura com água corrente para remover/diluir os produtos químicos. Certifique-se de que não haja água escorrendo pelo corpo para que não seja causada mais irritação. Ex.: se o produto químico estiver na cabeça, não deixe que escorra água para dentro dos olhos onde poderia causar ainda mais dano. 7
  • 8. • Limpe a ferida com sabão neutro e água limpa. • Aplique creme de sulfadiazina de prata 1% e duas camadas de curativo. A primeira camada deve ser não adesiva, como curativo de gaze vaselinada, uma vez que isto manterá a umidade na ferida e evitará que o curativo grude na pele. A segunda camada deve ser de curativo grosso feito com tecido hidroabsorvente para ajudar a absorver qualquer secreção líquida da ferida. • O curativo de sulfadiazina de prata deve ser trocado todos os dias ou quando estiver sujo ou úmido. Os sinais de infecção são: se a ferida se tornar muito mais dolorida, começar a cheirar mal ou se começar a sair pus do local da queimadura. O paciente deve ser encaminhado se a ferida ficar infeccionada. MAIS INFORMAÇÕES SOBRE PRIMEIROS SOCORROS DE QUEIMADURAS E CUIDADO DE CURATIVOS Em certas comunidades, substâncias como esterco de vaca, creme dental, terra, manteiga, borra de café etc. são usadas em queimaduras. É importante não fazer nada disso, uma vez que pode levar à infecção da ferida, complicando o seu tratamento. Certifique-se de lavar bem as mãos com frequência e antes de tocar no paciente. Isto ajudará a interromper a propagação de germes e reduzirá a probabilidade de infecção. Administre analgésico de costume do paciente como paracetamol ou dipirona para ajudá-lo a enfrentar qualquer desconforto físico que estiver sentindo. Da mesma forma, se você se mantiver calmo e tranquilizador, ajudará o paciente a tolerar qualquer sofrimento psicológico que esteja vivenciando. Aplique água limpa (de preferência água corrente) por 20 minutos para resfriar a lesão. Depois de ter feito isso, retire cuidadosamente qualquer joia ou bijuteria da área afetada ou próximo a ela e coloque curativo de duas camadas na ferida. Limpe a sala de curativos e os equipamentos e esterilize o material de curativo. Se a queimadura for nas mãos ou nos pés, é importante colocar curativos nos dedos separadamente. Ao tratar crianças, pode ser útil usar brinquedos ou alguma brincadeira para distraí-las da dor durante o tratamento. A presença dos pais na sala também pode ser de grande ajuda. 8
  • 9. Uma vez que o paciente tiver sido tratado para a lesão inicial, como você pode prestar o melhor cuidado nas semanas seguintes? CUIDADO PÓS QUEIMADURA Não deixe de incluir a família do paciente no planejamento do tratamento e em sua execução, para que todos entendam e apoiem uns aos outros, assegurando bons desfechos. Nas primeiras semanas em que estiver tratando um paciente em uma Unidade Básica de Saúde, é importante monitorá-lo para saber se há sinais de infecção. Se você suspeitar que a lesão infeccionou, deve encaminhar o paciente o mais rápido possível. Assegure uma boa nutrição Do ponto de vista nutricional, é importante que após uma lesão o paciente adote uma dieta balanceada sempre que possível, já que a má nutrição torna a cura mais lenta. Além disso, queimaduras podem levar o paciente à desidratação, portanto você deve encorajá-lo a beber líquidos, especialmente solução de reidratação oral, se houver disponibilidade. Alguns pacientes podem necessitar de soro, se houver esta opção. COMO DETECTAR INFECÇÃO: • Temperatura elevada - febre; • Frequência cardíaca elevada, mesmo em repouso; • Alterações da ferida com presença de pus, vermelhidão, calor local ou piora da dor. Se a lesão não tiver melhorado após duas semanas, o paciente deve ser encaminhado a uma instituição de saúde mais avançada. 9
  • 10. Recomendamos leitura da CARTILHA PARA TRATAMENTO DE EMERGÊNCIA DAS QUEIMADURAS DO MINISTÉRIO DA SAÚDE (https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/cartilha_tratamento_emergencia_quei maduras.pdf) Cicatriz Quando um paciente tem uma queimadura importante que demora mais de três semanas para cicatrizar, a chance de deixar cicatriz é grande. As queimaduras podem deixar cicatrizes conforme sua gravidade. Para queimaduras importantes, a cicatriz pode ser proeminente e elevada. É importante que a família, amigos e a comunidade ajudem o paciente a se ajustar ao fato de se sentir diferente do ponto de vista físico e psicológico após uma queimadura séria. O paciente pode parecer quieto e distante, especialmente se a cicatriz for visível ou se a queimadura causou algum nível de limitação física. Uma atitude acolhedora e positiva por parte da família e amigos pode fazer uma grande diferença no sentido de ajudar o paciente a passar pela angústia psicológica que uma queimadura pode causar. Alguns cuidados mínimos com a cicatriz, após fechamento completo da ferida deve incluir, foto proteção (FPS maior que 30), uso de hidratantes (observe se não lhe causam alergias) umas 2 ou 3 vezes ao dia. As cicatrizes coçam um pouco, mas se começarem a coçar muito e aumentar progressivamente procure orientação médica. Evite tomar sol nas queimaduras por no mínimo 6 a 8 meses sem protetor solar. Evite alimentos que aumentam coceira como leite e derivados em excesso, chocolates, castanhas, frutos do mar e produtos industrializados. Cicatrizes mal cuidadas podem ficar altas (queloide) e e se malignizarem (câncer). Diante de dúvidas sobre evolução procure assistência médica especializada. 10
  • 11. www.SBQUEIMADURAS.org.br EQ sbqueimadura Material original cedido pela Interburns Tradução e adaptações: SBQ www.interburns.org @indipublicidade