5. apresentação cras leste i saf alan

609 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
609
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

5. apresentação cras leste i saf alan

  1. 1. ENCONTRO DE PRÁTICAS PSB Ação Comunitária Combate ao Trabalho Infantil SAF ALAN/ SAF CEJAK/ CRAS Leste I Setembro/ 2013 Fernanda Brenner Morés Simone Hesse
  2. 2. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Serviços: Região: Leste SAF Associação Liga de Amparo aos Necessitados (ALAN) Rua Panamá, nº 324 – Bom Jesus; Especificação território: Vila Fátima, Divinéia e Mato Sampaio; SAF Centro Cultural JAMES KULISZ (CEJAK) Rua Joaquim Porto Vila Nova, nº 143- Bairro Bom Jesus Especificação território: Vila Fátima Pinto
  3. 3.  Ação: Combate ao Trabalho Infantil;  Relevância: A demanda se originou a partir do Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, ocasião em que as equipes do CREAS e Ação Rua da região Leste trouxeram para os serviços de Proteção Social Básica a proposta de realizarem uma ação e problematizarem o tema nos seus espaços, uma vez que existe alto índice de crianças e jovens em situação de trabalho infantil na região;
  4. 4. Objetivo Geral: Conscientizar à comunidade sobre a necessidade da erradicação do trabalho infantil; Objetivos Específicos: Trabalhar com as crianças e jovens dos SCFV e PROJOVEM a relevância do tema; Problematizar com as famílias e sujeitos as consequências do trabalho infantil; Reforçar a importância da permanência das crianças e jovens nos espaços de proteção; Mobilizar a comunidade sobre a importância da data;
  5. 5. METODOLOGIA:  Em reunião de regionalização geral entre os serviços socioassistenciais da região leste, a equipe do CREAS e Ação Rua da região fizeram uma apresentação do tema: Trabalho Infantil, e foi proposto aos serviços que realizassem uma ação no seu território no dia 12 de junho, Dia do Combate ao Trabalho Infantil.  Os SCFV e SAF´s da Bom Jesus planejaram uma caminhada com as crianças, jovens e famílias e trabalharam o tema em seus espaços.
  6. 6. METODOLOGIA:  A caminhada se dividiu em dois grupos:  SAF CEJAK, onde estavam presentes o SCFV CEJAK, SCFV Perpétuo Socorro, SCFV Centro São José e PROJOVEM Leste;  SAF ALAN, SCFV ALAN, SCFV Calábria, SCFV MIM e AFASO;
  7. 7. METODOLOGIA:  Durante a caminhada as crianças, jovens, famílias, coordenadores, educadores e técnicos levaram cartazes problematizando o tema; brinquedos, com objetivo de mostrar a importância do brincar; instrumentos musicais e juntos faziam um grito de guerra. O ponto de encontro dos grupos foi o Centro de Referência da Juventude Bom Jesus, onde os participantes deram um abraço coletivo, simbolizando a ação.
  8. 8. IMPACTO SOCIAL:  Visibilidade à luta contra o trabalho infantil;  Importância de um espaço de proteção para as crianças e jovens;  Integrar e fortalecer a rede socioassistencial;  Possibilitar uma maior adesão e frequência das crianças e adolescentes nos SCFV e PROJOVEM;

×