SlideShare uma empresa Scribd logo
Energia
Éolica
CENÁRIO NO
BRASIL
OTIMIZAÇÃO ENERGETICA
Aluna: Mônica Maria da Silva
Professor: Raimundo Sousa
ENERGIA ÉOLICA
CONCEITOS E BENEFÍCIOS
ENERGIA EÓLICA
Energia eólica é aquela gerada pelo vento, através de grandes
turbinas, os aerogeradores (em formato de cata-vento), cujo o
movimento gera energia elétrica através de um gerador.
Os aerogeradores são colocados em locais abertos e com boa
quantidade de vento.
Fonte: www.linkatual.com/energia-eolica.html
TURBINAS AEROGERADORAS
Fonte competitiva.
Alternativa de
complementariedade da
energia hídrica por eólica.
Benefícios sócio-econômicos.
Reduz a dependência ao
petróleo.
Tecnologia menos agressiva
ao meio ambiente.
Inesgotável.
Os aerogeradores não
necessitam de abastecimento
de combustível e requerem
escassa manutenção.
Os parques eólicos são
compatíveis com outros usos
e utilizações do terreno .
O preço da energia eólica
está mais barato que de
hidrelétricas de grande porte.
POR QUE ENERGIA EÓLICA?
ENERGIA ÉOLICA
CAPACIDADE GLOBAL
ENERGIA EÓLICA NO MUNDO
Atualmente a capacidade instalada no mundo gera 282 GW, o que
corresponde a 20 vezes a geração de energia da hidroelétrica de
Itaipu.
Essa capacidade supre apenas 2,5% do consumo de energia global,
mas a expectativa é que até 2020, algo entre 8 e 12% do consumo seja
suprido pela energia eólica.
FONTE: http://exame.abril.com.br/meio-ambiente-e-energia/energia/noticias/o-mercado-da-energia-eolica-no-mundo
Brasil ocupa a 15ª posição
global com 2,5 GW
China, EUA e Alemanha são
responsáveis por 58% da
capacidade global
FONTE: http://exame.abril.com.br/meio-ambiente-e-energia/energia/noticias/o-mercado-da-energia-eolica-no-mundo
Índia, Espanha e Brasil
estão entre os paises
onde a capacidade
éolica apresenta
crescimento expressivo.
FONTE: http://exame.abril.com.br/meio-ambiente-e-energia/energia/noticias/o-mercado-da-energia-eolica-no-mundo
ENERGIA ÉOLICA
BRASIL – CENÁRIO E
EXPECTATIVAS
BRASIL
2,5 GW de capacidade de geração – suficiente para abastecer 7,5
milhões de habitantes.
2% de participação na matriz elétrica (atrás das Hidroelétricas e
Térmicas e a frente das usinas nucleares).
109 usinas instaladas e 77 parques em construção.
FONTE: http://exame.abril.com.br/meio-ambiente-e-energia/energia/noticias/o-mercado-da-energia-eolica-no-mundo
BRASIL
Com um investimento de R$ 3,5 bilhões, a potência eólica instalada no Brasil
subiu 73% em 2012, com a entrada de 40 novos parques.
Média mensal de 556 mW em 2012, com um máximo de 771 mW em
outubro.
A ABEEólica prevê que a capacidade eólica instalada cresça 141% em 2013,
até 6 GW.
FONTE: http://exame.abril.com.br/meio-ambiente-e-energia/energia/noticias/o-mercado-da-energia-eolica-no-mundo
http://exame.abril.com.br/meio-ambiente-e-energia/noticias/capacidade-de-geracao-de-energia-eolica-subiu-73-em-2012
INVESTIMENTOS NO BRASIL
Fonte: www.advivo.com.br/blog/luisnassif/o-investimento-em-energia-eolica
• Complexo Eólico Alto Sertão I (BA): o maior parque gerador de
energia eólica do Brasil e também da América Latina. Cerca de
30% de toda energia eólica gerada no Brasil. Possui a capacidade
instalada 294 mW.
• Parque Eólico de Osório (RS): o segundo maior centro de geração
de energia eólica no Brasil (em 2011) 150 mW.
• Usina de Energia Eólica de Praia Formosa (CE): Possui a
capacidade instalada de 104 mW.
• Parque Eólico Alegria (RN): Possui a capacidade instalada de 51
mW.
• Parque Eólico do Rio de Fogo (RN): Possui capacidade instalada
de 41 mW.
• Parque Eólico Eco Energy (CE). Possui capacidade instalada de 25
mW.
Fonte: www.suapesquisa.com/energia/energia_eolica_brasil.htm
PRINCIPAIS PARQUES EÓLICOS
ENERGIA ÉOLICA
INICIATIVAS
Em 2014, a Honda será 100% movida a energia limpa. A empresa irá
investir 100 milhões na instalação de parque eólico no RS. A conta de
energia irá diminuir em 40%.
INICIATIVAS
Gerador eólico instalado no topo do prédio da sede da Organização
das Cooperativas do Estado de Santa Catarina (OCESC). O
aerogerador tem 2.4 kW de potência e pronto para conexão à rede.
Ele opera em sincronia com a concessionária de eletricidade local,
reduzindo o consumo de energia da rede.
INICIATIVAS
Edifício Eólis no RS, primeiro prédio comercial do Brasil a utilizar
energia eólica, gerando 20% de toda a energia consumida pelas
áreas comuns do condomínio.
INICIATIVAS
O Edifício Via Barra (RJ) investiu R$ 25 mil para instalar um
aerogerador que produz energia elétrica para abastecer a garagem,
as escadas e a área comum do condomínio, proporcionando uma
redução de 30% na conta de energia.
INICIATIVAS
Posto de gasolina em Petrolina reduz custos mensais com
eletricidade usando energia eólica.
INICIATIVAS
O HSBC inaugurou em 2011 no Maranhão um projeto-piloto de uma
agência com aerogerador com capacidade de gerar 800 kWh por
mês, que corresponde a 15% de toda energia elétrica consumida na
unidade. Um investimento de R$ 30 mil.
INICIATIVAS
Segundo semestre de 2014 a Tecsis, irá inaugurar uma fábrica de pás
e acessórios para geração de energia eólica em Camaçari.
Nova fábrica completa cadeia produtiva da energia eólica na Bahia.
A planta industrial terá investimentos de R$ 200 milhões e vai gerar
1,8 mil empregos diretos.
INICIATIVAS
O selo WindMade certifica, globalmente, empresas que aderirem o
mínimo, 25% de energia eólica em seus processos produtivos.
Uma iniciativa que vem atraindo grandes marcas globais.
INICIATIVAS
OBRIGADA

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Usina termoelétrica
Usina termoelétricaUsina termoelétrica
Usina termoelétrica
Stefany Karolay
 
Geracao, Transmissao e Distribuicao de Energia Eletrica
Geracao, Transmissao e Distribuicao de Energia EletricaGeracao, Transmissao e Distribuicao de Energia Eletrica
Geracao, Transmissao e Distribuicao de Energia Eletrica
thiago oda
 
Energia renovável e não renovável
Energia renovável e não renovávelEnergia renovável e não renovável
Energia renovável e não renovável
Wanessa Veloso
 
Energia eólica
Energia eólicaEnergia eólica
Energia eólica
Melanie Moreira
 
Aula 3 - Transformação de energia
Aula 3 - Transformação de energiaAula 3 - Transformação de energia
Aula 3 - Transformação de energia
João Paulo Luna
 
Energia eólica
Energia eólicaEnergia eólica
Energia eólica
Matheus-9
 
Termelétricas
TermelétricasTermelétricas
Termelétricas
Gunter Martin Wust
 
A energia hidrelétrica.
A energia hidrelétrica.A energia hidrelétrica.
A energia hidrelétrica.
Nicole Gouveia
 
Fontes Alternativas de Energia
Fontes Alternativas de EnergiaFontes Alternativas de Energia
Fontes Alternativas de Energia
Sinara Lustosa
 
Energia Solar Fotovoltaica
Energia Solar FotovoltaicaEnergia Solar Fotovoltaica
Energia Solar Fotovoltaica
Voltaicas
 
Energias
EnergiasEnergias
Energia das Marés
Energia das MarésEnergia das Marés
Energia das Marés
Fábio Roque
 
Fontes de Energia [8 ano]
Fontes de Energia [8 ano] Fontes de Energia [8 ano]
Fontes de Energia [8 ano]
Vivian Reis
 
Energia elétrica
Energia elétricaEnergia elétrica
Energia elétrica
Professor
 
Energia Hidréletrica
Energia HidréletricaEnergia Hidréletrica
Energia Hidréletrica
Paulino Lopes
 
Energia Elétrica Aula
Energia Elétrica AulaEnergia Elétrica Aula
Energia Elétrica Aula
Professor
 
Energia eólica
Energia eólicaEnergia eólica
Energia eólica
JadiVentin
 
Cicuito elétrico
Cicuito elétricoCicuito elétrico
Cicuito elétrico
O mundo da FÍSICA
 
Sustentabilidade
SustentabilidadeSustentabilidade
Sustentabilidade
taisy goncalves
 
Energia Eólica
Energia EólicaEnergia Eólica
Energia Eólica
Gabriel Resende
 

Mais procurados (20)

Usina termoelétrica
Usina termoelétricaUsina termoelétrica
Usina termoelétrica
 
Geracao, Transmissao e Distribuicao de Energia Eletrica
Geracao, Transmissao e Distribuicao de Energia EletricaGeracao, Transmissao e Distribuicao de Energia Eletrica
Geracao, Transmissao e Distribuicao de Energia Eletrica
 
Energia renovável e não renovável
Energia renovável e não renovávelEnergia renovável e não renovável
Energia renovável e não renovável
 
Energia eólica
Energia eólicaEnergia eólica
Energia eólica
 
Aula 3 - Transformação de energia
Aula 3 - Transformação de energiaAula 3 - Transformação de energia
Aula 3 - Transformação de energia
 
Energia eólica
Energia eólicaEnergia eólica
Energia eólica
 
Termelétricas
TermelétricasTermelétricas
Termelétricas
 
A energia hidrelétrica.
A energia hidrelétrica.A energia hidrelétrica.
A energia hidrelétrica.
 
Fontes Alternativas de Energia
Fontes Alternativas de EnergiaFontes Alternativas de Energia
Fontes Alternativas de Energia
 
Energia Solar Fotovoltaica
Energia Solar FotovoltaicaEnergia Solar Fotovoltaica
Energia Solar Fotovoltaica
 
Energias
EnergiasEnergias
Energias
 
Energia das Marés
Energia das MarésEnergia das Marés
Energia das Marés
 
Fontes de Energia [8 ano]
Fontes de Energia [8 ano] Fontes de Energia [8 ano]
Fontes de Energia [8 ano]
 
Energia elétrica
Energia elétricaEnergia elétrica
Energia elétrica
 
Energia Hidréletrica
Energia HidréletricaEnergia Hidréletrica
Energia Hidréletrica
 
Energia Elétrica Aula
Energia Elétrica AulaEnergia Elétrica Aula
Energia Elétrica Aula
 
Energia eólica
Energia eólicaEnergia eólica
Energia eólica
 
Cicuito elétrico
Cicuito elétricoCicuito elétrico
Cicuito elétrico
 
Sustentabilidade
SustentabilidadeSustentabilidade
Sustentabilidade
 
Energia Eólica
Energia EólicaEnergia Eólica
Energia Eólica
 

Destaque

Energia eólica
Energia eólicaEnergia eólica
Energia eólica
inesfigueira
 
Energia eólica - Cenário e perspectivas no Brasil
Energia eólica - Cenário e perspectivas no BrasilEnergia eólica - Cenário e perspectivas no Brasil
Energia eólica - Cenário e perspectivas no Brasil
monica silva
 
PLANETA SUSTENTÁVEL - ENERGIA EÓLICA
PLANETA SUSTENTÁVEL - ENERGIA EÓLICAPLANETA SUSTENTÁVEL - ENERGIA EÓLICA
PLANETA SUSTENTÁVEL - ENERGIA EÓLICA
Joao Paulo Baldaia
 
Diário de classe do 6º ano
Diário de classe do 6º anoDiário de classe do 6º ano
Diário de classe do 6º ano
Maria de Lourdes Ribeiro
 
Mcu site
Mcu siteMcu site
Mcu site
fisicaatual
 
Apresentação 06 08-2013
Apresentação 06 08-2013Apresentação 06 08-2013
Apresentação 06 08-2013
Luiz Paulo Oliveira
 
Energia eólica
Energia eólicaEnergia eólica
Energia eólica
Daniel Moura
 
Apresentação energia eólica x
Apresentação energia eólica xApresentação energia eólica x
Apresentação energia eólica x
Darley Oliveira
 
A Energia Solar No Mundo
A Energia Solar No MundoA Energia Solar No Mundo
A Energia Solar No Mundo
oriajcorrea
 
Energia Nuclear E Energia EóLica
Energia Nuclear E Energia EóLicaEnergia Nuclear E Energia EóLica
Energia Nuclear E Energia EóLica
missgoodmonsson
 
Eficiência energética e energia solar sustentar 2011 luci2
Eficiência energética e energia solar   sustentar 2011 luci2Eficiência energética e energia solar   sustentar 2011 luci2
Eficiência energética e energia solar sustentar 2011 luci2
forumsustentar
 
Apresentação workshop sobre reciclagem e sustentabilidade na transformação de...
Apresentação workshop sobre reciclagem e sustentabilidade na transformação de...Apresentação workshop sobre reciclagem e sustentabilidade na transformação de...
Apresentação workshop sobre reciclagem e sustentabilidade na transformação de...
C. A. Poliuretanos Consultoria Ltda
 
Energia Eólica
Energia EólicaEnergia Eólica
Energia Eólica
Rúben Oliveira-Freitas
 
Mini Curso Reciclagem de Plásticos - Mercado da Reciclagem
Mini Curso Reciclagem de Plásticos - Mercado da ReciclagemMini Curso Reciclagem de Plásticos - Mercado da Reciclagem
Mini Curso Reciclagem de Plásticos - Mercado da Reciclagem
Fernando Jose Novaes
 
Seminario energia hidrelétrica
Seminario energia hidrelétricaSeminario energia hidrelétrica
Seminario energia hidrelétrica
Ana Cristina Ribeiro
 
"Transformação de Resíduos em Produtos e Cases de Reciclagem de Embalagens Mu...
"Transformação de Resíduos em Produtos e Cases de Reciclagem de Embalagens Mu..."Transformação de Resíduos em Produtos e Cases de Reciclagem de Embalagens Mu...
"Transformação de Resíduos em Produtos e Cases de Reciclagem de Embalagens Mu...
Marcelo Suster
 
Energia solar
Energia solarEnergia solar
Energia solar
Felipe Weizenmann
 
G7 energia eólica (trabalho de fisica)
G7   energia eólica (trabalho de fisica)G7   energia eólica (trabalho de fisica)
G7 energia eólica (trabalho de fisica)
cristbarb
 
Energia solar
Energia solarEnergia solar
Energia solar
Francisco Vitorino
 
Energia eólica-3ºc ,,
Energia eólica-3ºc ,,Energia eólica-3ºc ,,
Energia eólica-3ºc ,,
Maria Teresa Iannaco Grego
 

Destaque (20)

Energia eólica
Energia eólicaEnergia eólica
Energia eólica
 
Energia eólica - Cenário e perspectivas no Brasil
Energia eólica - Cenário e perspectivas no BrasilEnergia eólica - Cenário e perspectivas no Brasil
Energia eólica - Cenário e perspectivas no Brasil
 
PLANETA SUSTENTÁVEL - ENERGIA EÓLICA
PLANETA SUSTENTÁVEL - ENERGIA EÓLICAPLANETA SUSTENTÁVEL - ENERGIA EÓLICA
PLANETA SUSTENTÁVEL - ENERGIA EÓLICA
 
Diário de classe do 6º ano
Diário de classe do 6º anoDiário de classe do 6º ano
Diário de classe do 6º ano
 
Mcu site
Mcu siteMcu site
Mcu site
 
Apresentação 06 08-2013
Apresentação 06 08-2013Apresentação 06 08-2013
Apresentação 06 08-2013
 
Energia eólica
Energia eólicaEnergia eólica
Energia eólica
 
Apresentação energia eólica x
Apresentação energia eólica xApresentação energia eólica x
Apresentação energia eólica x
 
A Energia Solar No Mundo
A Energia Solar No MundoA Energia Solar No Mundo
A Energia Solar No Mundo
 
Energia Nuclear E Energia EóLica
Energia Nuclear E Energia EóLicaEnergia Nuclear E Energia EóLica
Energia Nuclear E Energia EóLica
 
Eficiência energética e energia solar sustentar 2011 luci2
Eficiência energética e energia solar   sustentar 2011 luci2Eficiência energética e energia solar   sustentar 2011 luci2
Eficiência energética e energia solar sustentar 2011 luci2
 
Apresentação workshop sobre reciclagem e sustentabilidade na transformação de...
Apresentação workshop sobre reciclagem e sustentabilidade na transformação de...Apresentação workshop sobre reciclagem e sustentabilidade na transformação de...
Apresentação workshop sobre reciclagem e sustentabilidade na transformação de...
 
Energia Eólica
Energia EólicaEnergia Eólica
Energia Eólica
 
Mini Curso Reciclagem de Plásticos - Mercado da Reciclagem
Mini Curso Reciclagem de Plásticos - Mercado da ReciclagemMini Curso Reciclagem de Plásticos - Mercado da Reciclagem
Mini Curso Reciclagem de Plásticos - Mercado da Reciclagem
 
Seminario energia hidrelétrica
Seminario energia hidrelétricaSeminario energia hidrelétrica
Seminario energia hidrelétrica
 
"Transformação de Resíduos em Produtos e Cases de Reciclagem de Embalagens Mu...
"Transformação de Resíduos em Produtos e Cases de Reciclagem de Embalagens Mu..."Transformação de Resíduos em Produtos e Cases de Reciclagem de Embalagens Mu...
"Transformação de Resíduos em Produtos e Cases de Reciclagem de Embalagens Mu...
 
Energia solar
Energia solarEnergia solar
Energia solar
 
G7 energia eólica (trabalho de fisica)
G7   energia eólica (trabalho de fisica)G7   energia eólica (trabalho de fisica)
G7 energia eólica (trabalho de fisica)
 
Energia solar
Energia solarEnergia solar
Energia solar
 
Energia eólica-3ºc ,,
Energia eólica-3ºc ,,Energia eólica-3ºc ,,
Energia eólica-3ºc ,,
 

Semelhante a Energia Eólica - Cenário no Brasil

Energia eólica
Energia eólicaEnergia eólica
Energia eólica
Edicleia Rainha Ester
 
Apresentação geração eólica de eletricidade
Apresentação geração eólica de eletricidadeApresentação geração eólica de eletricidade
Apresentação geração eólica de eletricidade
Tiago Araujo
 
As Energias Solar e Eólica casasolar 2013
As Energias Solar e Eólica casasolar 2013As Energias Solar e Eólica casasolar 2013
As Energias Solar e Eólica casasolar 2013
fpv_transilvania
 
Energia Eólica
Energia EólicaEnergia Eólica
Energia Eólica
Darlleson Oliveira
 
A energia que vem do sol
A energia que vem do solA energia que vem do sol
A energia que vem do sol
Armando Ferreira Alvferreira
 
Gerador eólico de pequeno porte para economia de energia desafio para aplicaç...
Gerador eólico de pequeno porte para economia de energia desafio para aplicaç...Gerador eólico de pequeno porte para economia de energia desafio para aplicaç...
Gerador eólico de pequeno porte para economia de energia desafio para aplicaç...
MCM Tecnologia Industrial
 
Abeeólica - Pedro Cavalcanti - Energias Renováveis como o vetor do desenvolv...
Abeeólica  - Pedro Cavalcanti - Energias Renováveis como o vetor do desenvolv...Abeeólica  - Pedro Cavalcanti - Energias Renováveis como o vetor do desenvolv...
Abeeólica - Pedro Cavalcanti - Energias Renováveis como o vetor do desenvolv...
Pe Business
 
Fontes renováveis
Fontes renováveisFontes renováveis
Fontes renováveis
Anacleto Damiani
 
Gere sua propria energia elétrica em casa
Gere sua propria energia elétrica em casa Gere sua propria energia elétrica em casa
Gere sua propria energia elétrica em casa
roberto moreira
 
Fontes renováveis
Fontes renováveisFontes renováveis
Fontes renováveis
Anacleto Damiani
 
Energia eólica
Energia eólicaEnergia eólica
Energia eólica
Anderson Rockenbach
 
2001 g3
2001 g32001 g3
2001 g3
cristbarb
 
Energia Pura Apresentação Institucional
Energia Pura Apresentação InstitucionalEnergia Pura Apresentação Institucional
Energia Pura Apresentação Institucional
energiapura
 
Poste de luz sem fio
Poste de luz sem fioPoste de luz sem fio
Poste de luz sem fio
Guy Valerio Barros dos Santos
 
Energia Fotovoltaica na Prática
Energia Fotovoltaica na PráticaEnergia Fotovoltaica na Prática
Energia Fotovoltaica na Prática
Ricardo Maximo
 
aula 2 geração de energia.pptx
aula 2 geração de energia.pptxaula 2 geração de energia.pptx
aula 2 geração de energia.pptx
Carlos Henrique Seabra
 
seminário sobre energia eólica, energia renovável
seminário sobre energia eólica, energia renovávelseminário sobre energia eólica, energia renovável
seminário sobre energia eólica, energia renovável
LiihBraz
 
Poste de luz_sem_fios
Poste de luz_sem_fiosPoste de luz_sem_fios
Poste de luz_sem_fios
Ariana Martins
 
- prova ciencias 4° bimestre.doc
- prova  ciencias 4° bimestre.doc- prova  ciencias 4° bimestre.doc
- prova ciencias 4° bimestre.doc
ProfessoraAdriana9
 
Faça a sua energia elétrica sustentável em casa
Faça a sua energia elétrica sustentável em casaFaça a sua energia elétrica sustentável em casa
Faça a sua energia elétrica sustentável em casa
roberto moreira
 

Semelhante a Energia Eólica - Cenário no Brasil (20)

Energia eólica
Energia eólicaEnergia eólica
Energia eólica
 
Apresentação geração eólica de eletricidade
Apresentação geração eólica de eletricidadeApresentação geração eólica de eletricidade
Apresentação geração eólica de eletricidade
 
As Energias Solar e Eólica casasolar 2013
As Energias Solar e Eólica casasolar 2013As Energias Solar e Eólica casasolar 2013
As Energias Solar e Eólica casasolar 2013
 
Energia Eólica
Energia EólicaEnergia Eólica
Energia Eólica
 
A energia que vem do sol
A energia que vem do solA energia que vem do sol
A energia que vem do sol
 
Gerador eólico de pequeno porte para economia de energia desafio para aplicaç...
Gerador eólico de pequeno porte para economia de energia desafio para aplicaç...Gerador eólico de pequeno porte para economia de energia desafio para aplicaç...
Gerador eólico de pequeno porte para economia de energia desafio para aplicaç...
 
Abeeólica - Pedro Cavalcanti - Energias Renováveis como o vetor do desenvolv...
Abeeólica  - Pedro Cavalcanti - Energias Renováveis como o vetor do desenvolv...Abeeólica  - Pedro Cavalcanti - Energias Renováveis como o vetor do desenvolv...
Abeeólica - Pedro Cavalcanti - Energias Renováveis como o vetor do desenvolv...
 
Fontes renováveis
Fontes renováveisFontes renováveis
Fontes renováveis
 
Gere sua propria energia elétrica em casa
Gere sua propria energia elétrica em casa Gere sua propria energia elétrica em casa
Gere sua propria energia elétrica em casa
 
Fontes renováveis
Fontes renováveisFontes renováveis
Fontes renováveis
 
Energia eólica
Energia eólicaEnergia eólica
Energia eólica
 
2001 g3
2001 g32001 g3
2001 g3
 
Energia Pura Apresentação Institucional
Energia Pura Apresentação InstitucionalEnergia Pura Apresentação Institucional
Energia Pura Apresentação Institucional
 
Poste de luz sem fio
Poste de luz sem fioPoste de luz sem fio
Poste de luz sem fio
 
Energia Fotovoltaica na Prática
Energia Fotovoltaica na PráticaEnergia Fotovoltaica na Prática
Energia Fotovoltaica na Prática
 
aula 2 geração de energia.pptx
aula 2 geração de energia.pptxaula 2 geração de energia.pptx
aula 2 geração de energia.pptx
 
seminário sobre energia eólica, energia renovável
seminário sobre energia eólica, energia renovávelseminário sobre energia eólica, energia renovável
seminário sobre energia eólica, energia renovável
 
Poste de luz_sem_fios
Poste de luz_sem_fiosPoste de luz_sem_fios
Poste de luz_sem_fios
 
- prova ciencias 4° bimestre.doc
- prova  ciencias 4° bimestre.doc- prova  ciencias 4° bimestre.doc
- prova ciencias 4° bimestre.doc
 
Faça a sua energia elétrica sustentável em casa
Faça a sua energia elétrica sustentável em casaFaça a sua energia elétrica sustentável em casa
Faça a sua energia elétrica sustentável em casa
 

Último

Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert EinsteinA Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
WelberMerlinCardoso
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
YeniferGarcia36
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
PatriciaZanoli
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 

Último (20)

Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert EinsteinA Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 

Energia Eólica - Cenário no Brasil

  • 1. Energia Éolica CENÁRIO NO BRASIL OTIMIZAÇÃO ENERGETICA Aluna: Mônica Maria da Silva Professor: Raimundo Sousa
  • 3. ENERGIA EÓLICA Energia eólica é aquela gerada pelo vento, através de grandes turbinas, os aerogeradores (em formato de cata-vento), cujo o movimento gera energia elétrica através de um gerador. Os aerogeradores são colocados em locais abertos e com boa quantidade de vento.
  • 5. Fonte competitiva. Alternativa de complementariedade da energia hídrica por eólica. Benefícios sócio-econômicos. Reduz a dependência ao petróleo. Tecnologia menos agressiva ao meio ambiente. Inesgotável. Os aerogeradores não necessitam de abastecimento de combustível e requerem escassa manutenção. Os parques eólicos são compatíveis com outros usos e utilizações do terreno . O preço da energia eólica está mais barato que de hidrelétricas de grande porte. POR QUE ENERGIA EÓLICA?
  • 7. ENERGIA EÓLICA NO MUNDO Atualmente a capacidade instalada no mundo gera 282 GW, o que corresponde a 20 vezes a geração de energia da hidroelétrica de Itaipu. Essa capacidade supre apenas 2,5% do consumo de energia global, mas a expectativa é que até 2020, algo entre 8 e 12% do consumo seja suprido pela energia eólica. FONTE: http://exame.abril.com.br/meio-ambiente-e-energia/energia/noticias/o-mercado-da-energia-eolica-no-mundo
  • 8. Brasil ocupa a 15ª posição global com 2,5 GW China, EUA e Alemanha são responsáveis por 58% da capacidade global FONTE: http://exame.abril.com.br/meio-ambiente-e-energia/energia/noticias/o-mercado-da-energia-eolica-no-mundo
  • 9. Índia, Espanha e Brasil estão entre os paises onde a capacidade éolica apresenta crescimento expressivo. FONTE: http://exame.abril.com.br/meio-ambiente-e-energia/energia/noticias/o-mercado-da-energia-eolica-no-mundo
  • 10. ENERGIA ÉOLICA BRASIL – CENÁRIO E EXPECTATIVAS
  • 11. BRASIL 2,5 GW de capacidade de geração – suficiente para abastecer 7,5 milhões de habitantes. 2% de participação na matriz elétrica (atrás das Hidroelétricas e Térmicas e a frente das usinas nucleares). 109 usinas instaladas e 77 parques em construção. FONTE: http://exame.abril.com.br/meio-ambiente-e-energia/energia/noticias/o-mercado-da-energia-eolica-no-mundo
  • 12. BRASIL Com um investimento de R$ 3,5 bilhões, a potência eólica instalada no Brasil subiu 73% em 2012, com a entrada de 40 novos parques. Média mensal de 556 mW em 2012, com um máximo de 771 mW em outubro. A ABEEólica prevê que a capacidade eólica instalada cresça 141% em 2013, até 6 GW. FONTE: http://exame.abril.com.br/meio-ambiente-e-energia/energia/noticias/o-mercado-da-energia-eolica-no-mundo http://exame.abril.com.br/meio-ambiente-e-energia/noticias/capacidade-de-geracao-de-energia-eolica-subiu-73-em-2012
  • 13.
  • 14. INVESTIMENTOS NO BRASIL Fonte: www.advivo.com.br/blog/luisnassif/o-investimento-em-energia-eolica
  • 15. • Complexo Eólico Alto Sertão I (BA): o maior parque gerador de energia eólica do Brasil e também da América Latina. Cerca de 30% de toda energia eólica gerada no Brasil. Possui a capacidade instalada 294 mW. • Parque Eólico de Osório (RS): o segundo maior centro de geração de energia eólica no Brasil (em 2011) 150 mW. • Usina de Energia Eólica de Praia Formosa (CE): Possui a capacidade instalada de 104 mW. • Parque Eólico Alegria (RN): Possui a capacidade instalada de 51 mW. • Parque Eólico do Rio de Fogo (RN): Possui capacidade instalada de 41 mW. • Parque Eólico Eco Energy (CE). Possui capacidade instalada de 25 mW. Fonte: www.suapesquisa.com/energia/energia_eolica_brasil.htm PRINCIPAIS PARQUES EÓLICOS
  • 17. Em 2014, a Honda será 100% movida a energia limpa. A empresa irá investir 100 milhões na instalação de parque eólico no RS. A conta de energia irá diminuir em 40%. INICIATIVAS
  • 18. Gerador eólico instalado no topo do prédio da sede da Organização das Cooperativas do Estado de Santa Catarina (OCESC). O aerogerador tem 2.4 kW de potência e pronto para conexão à rede. Ele opera em sincronia com a concessionária de eletricidade local, reduzindo o consumo de energia da rede. INICIATIVAS
  • 19. Edifício Eólis no RS, primeiro prédio comercial do Brasil a utilizar energia eólica, gerando 20% de toda a energia consumida pelas áreas comuns do condomínio. INICIATIVAS
  • 20. O Edifício Via Barra (RJ) investiu R$ 25 mil para instalar um aerogerador que produz energia elétrica para abastecer a garagem, as escadas e a área comum do condomínio, proporcionando uma redução de 30% na conta de energia. INICIATIVAS
  • 21. Posto de gasolina em Petrolina reduz custos mensais com eletricidade usando energia eólica. INICIATIVAS
  • 22. O HSBC inaugurou em 2011 no Maranhão um projeto-piloto de uma agência com aerogerador com capacidade de gerar 800 kWh por mês, que corresponde a 15% de toda energia elétrica consumida na unidade. Um investimento de R$ 30 mil. INICIATIVAS
  • 23. Segundo semestre de 2014 a Tecsis, irá inaugurar uma fábrica de pás e acessórios para geração de energia eólica em Camaçari. Nova fábrica completa cadeia produtiva da energia eólica na Bahia. A planta industrial terá investimentos de R$ 200 milhões e vai gerar 1,8 mil empregos diretos. INICIATIVAS
  • 24. O selo WindMade certifica, globalmente, empresas que aderirem o mínimo, 25% de energia eólica em seus processos produtivos. Uma iniciativa que vem atraindo grandes marcas globais. INICIATIVAS