Surrealismo
Gabriel Martinelli
O surrealismo não é um estilo. É o grito da alma que se volta para si
mesma.
Antonin Artaud
Definição
• O surrealismo foi por excelência a
corrente artística moderna da
representação do irracional e do
subconscient...
Características
* Pintura com elementos surreais
* Formas baseadas na fantasia (sonhos, inconsciente)
* Busca da perfeição...
Autores- Joan Miró
• Iniciou sua formação como pintor na escola de La Lonja, em
Barcelona.
• Depois adquiriu forma La masí...
El Gallo
Pássaro lunar
Autores- Salvador Dali
• Estudou em Barcelona e depois em Madri, na
Academia de San Fernando.
• Em 1924 o pintor foi expul...
Persistência da memória
Rinoceronte vestido com rendas
“Sem uma audiência, sem a presença de
espectadores, essas joias não iriam
cumprir a função para a qual ansiei. O
espectado...
Op arte
“Vivenciar a presença de uma obra de arte é mais importante do que
compreende-la.”
Victor Vasarely
Definição
• A expressão “op-art” vem do inglês e
significa “arte óptica”. Defendia para arte
"menos expressão e mais visua...
Características
• - Uso de recursos visuais (cores, formas, etc.) para provocar ilusões
óticas.
• - As imagens parecem ter...
Autores- Victor Vassarely
• Criou a plástica cinética que se funda em pesquisas
e experiências dos fenômenos de percepção ...
Autores- Alexander Calder
• Criou os móbiles associando os retângulos
coloridos das telas de Mondrian à ideia do
movimento...
• “A arte é a auto expressão lutando para
ser absoluta.”
• Fernando Pessoa
Surrealismo e op arte
Surrealismo e op arte
Surrealismo e op arte
Surrealismo e op arte
Surrealismo e op arte
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Surrealismo e op arte

1.121 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.121
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
19
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Surrealismo e op arte

  1. 1. Surrealismo Gabriel Martinelli O surrealismo não é um estilo. É o grito da alma que se volta para si mesma. Antonin Artaud
  2. 2. Definição • O surrealismo foi por excelência a corrente artística moderna da representação do irracional e do subconsciente.
  3. 3. Características * Pintura com elementos surreais * Formas baseadas na fantasia (sonhos, inconsciente) * Busca da perfeição do desenho e das cores, dentro da dimensão do imaginário * Impressão espacial, possuindo ilusões ópticas * Dissociação entre imagens e legendas, conjugadas para construção de cenas de sonho ou de ironia.
  4. 4. Autores- Joan Miró • Iniciou sua formação como pintor na escola de La Lonja, em Barcelona. • Depois adquiriu forma La masía, obra fundamental em seu desenvolvimento estilístico posterior e na qual Miró demonstrou uma grande precisão gráfica. A partir daí sua pintura mudou radicalmente. Breton falava dela como o máximo do surrealismo e se permitiu destacar o artista como um dos grandes gênios solitários do século XX e da história da arte. A famosa magia de Miró se manifesta nessas telas de traços nítidos e formas sinceras na aparência, mas difíceis de serem elucidadas, embora se apresentem de forma amistosa ao observador. Miró também se dedicou à cerâmica e à escultura, nas quais extravasou suas inquietações pictóricas.
  5. 5. El Gallo
  6. 6. Pássaro lunar
  7. 7. Autores- Salvador Dali • Estudou em Barcelona e depois em Madri, na Academia de San Fernando. • Em 1924 o pintor foi expulso de uma Academia e começou a se interessar pela psicanálise de Freud, de grande importância ao longo de toda a sua obra. • Segundo ele, é preciso “contribuir para o total descrédito da realidade”. No final dos anos 30 foi várias vezes para a Itália a fim de estudar os grandes mestres. Instalou seu ateliê em Roma, embora continuasse viajando. • Desde 1970 até sua morte dedicou-se ao desenho e à construção de seu museu. Além da pintura ele desenvolveu esculturas e desenho de joias e móveis.
  8. 8. Persistência da memória
  9. 9. Rinoceronte vestido com rendas
  10. 10. “Sem uma audiência, sem a presença de espectadores, essas joias não iriam cumprir a função para a qual ansiei. O espectador, então, é o melhor artista.” Salvador Dali
  11. 11. Op arte “Vivenciar a presença de uma obra de arte é mais importante do que compreende-la.” Victor Vasarely
  12. 12. Definição • A expressão “op-art” vem do inglês e significa “arte óptica”. Defendia para arte "menos expressão e mais visualização". Apesar do rigor com que é construída, simboliza um mundo precário e instável, que se modifica a cada instante.
  13. 13. Características • - Uso de recursos visuais (cores, formas, etc.) para provocar ilusões óticas. • - As imagens parecem ter movimento. • - Combinações de formas geométricas simples como, por exemplo, quadrados, retângulos, círculos e triângulos. • - Em muitas obras, o observador deve se movimentar para visualizar os efeitos da pintura ou escultura. Desta forma, o observador participa ativamente. • - Uso de linhas paralelas sinuosas ou retas. • - Uso de poucas cores, sendo o preto e o branco as mais usadas. • - Imagens ocultas que podem ser vistas somente de determinados ângulos ou através da focalização de determinadas áreas da obra. • - Contraste de cores.
  14. 14. Autores- Victor Vassarely • Criou a plástica cinética que se funda em pesquisas e experiências dos fenômenos de percepção ótica. • São engenhosamente combinadas, de modo que através de constantes excitações ou acomodações retilineas provocam sensações de velocidade e sugestões de dinamismo, que se modificam desde que o contemplador mude de posição.
  15. 15. Autores- Alexander Calder • Criou os móbiles associando os retângulos coloridos das telas de Mondrian à ideia do movimento. • Mas, depois de 1932, ele verificou que se mantivesse as formas suspensas, elas se movimentariam pela simples ação das correntes de ar. Embora, os móbiles pareçam simples, sua montagem é muito complexa, pois exige um sistema de peso e contrapeso muito bem estudado para que o movimento tenha ritmo e sua duração se prolongue.
  16. 16. • “A arte é a auto expressão lutando para ser absoluta.” • Fernando Pessoa

×