SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 6
Baixar para ler offline
Maria João Vasconcelos


Transição Defesa-
Ataque (TDA)


Jogo de 3


A Transição Defesa-Ataque (TDA) é a 1ª fase da
Organização Ofensiva. 


A TDA acontece sempre que há recuperação de posse de bola no ½ campo defensivo e é
necessário transitar da defesa para o ataque. 


1ª FASE – Recuperação de bola (interceção, roubo de bola, cesto sofrido, ressalto
defensivo e desarme)
2ª FASE – Abertura e ocupação das estações de receção,  colocação rápida da bola no
corredor central (Drible ou Passe) 
3ª FASE – Criar condições de
fi
nalização em superioridade numérica (Contra-Ataque),
se não for possível, iniciar a fase de ATAQUE ORGANIZADO  Sistema de Ataque 1:2:2 (5
Abertos)
1ª FASE – Recuperação de bola (interceção, roubo de bola,
cesto sofrido, ressalto defensivo e desarme)


Quando acontece, os jogadores sem bola devem ocupar de imediato as estações de
receção.


No Jogo de 3, apenas se trabalham as 1ª estações de receção - Abaixo da
linha Lance Livre
2ª FASE – Abertura e Ocupação das Estações de Receção, 
colocação rápida da bola no corredor central (Drible ou Passe) 


1 - Transição Em Drible


1 - Reposição de bola pela linha
fi
nal


2 - Passe a um dos jogadores colocados nos corredores laterais,
ocupação do corredor deixado livre e desmarcação para o cesto.


3 - Jogador que recebe a bola, arranca em drible pelo o corredor central


4 - Jogador que não recebe a bola, assim que o passe é executado
arranca em velocidade, oferecendo uma linha de passe ofensiva.


5 - Jogador com bola deve soltar a bola perto da área restritiva, para a
linha de passe mais ofensiva.
2 - Transição Em Passe


1 - Reposição de bola pela linha
fi
nal


2 - Passe a um dos jogadores colocados nos corredores laterais,
ocupação do corredor deixado livre e desmarcação para o cesto.


3 - Jogador que não recebe a bola, assim que o passe é executado
arranca em velocidade para o corredor central, oferecendo uma linha
de passe ofensiva.


4 - Jogador que recebeu a bola, passa ao corredor central ocupando o
corredor vago e desmarca-se para o cesto.


5 - Jogador que recebe a bola, se tiver linha de passe ofensiva, passa
a bola.


6 - Se não tiver linha de passe, arranca em drible pelo o corredor
central solta a bola perto da área restritiva para a linha de passe mais
ofensiva.
3ª FASE – Criar condições de
fi
nalização em superioridade
numérica (Contra-Ataque), se não for possível, deve iniciar a fase
de ATAQUE ORGANIZADO - PASSE, CORTE E REPOSIÇÃO


É CONTRA-ATAQUE sempre que essa movimentação for rápida, e se daí resultar numa
situação de superioridade numérica dos atacantes sobre os defensores.


Situações de Superioridade Numérica


1ª Situação 2X1


Objetivo Jogador com bola:
fi
xar o defensor


Objetivo Jogador sem bola: progredir afastado do jogador 1, abrir uma linha de passe,
perto do cesto.


Objetivo defesa: retardar a progressão da bola (esperar pelos colegas) e evitar
lançamentos debaixo do cesto.


Passado o ½ campo, o jogador com bola deve explorar o corredor de penetração.
atacando o cesto pelo limite externo do corredor central. 


Se o defensor não reagir
fi
naliza com lançamento na passada, se o defensor se deslocar
para impedir a penetração, deve passar para o jogador 2 para
fi
nalizar em lançamento
na passada.
2ª Situação 3X2
Ataque:


1ª situação:


Se o portador da bola não é marcado, progride em drible e
f
inaliza


2ª situação:


Se o jogador com bola é marcado, passa a bola. 


Defesa:


Os defesas em situação de inferioridade numérica devem colocar-se, um atrás do
outro


1 - O defensor mais avançado deve sair ao portador da bola, quando este se
aproximar da área restritiva;


2 - O defensor mais recuado deve sair à linha de passe e assim sucessivamente.




O Jogador Atacante, após passe deve aproximar-se do lado da bola, para evitar
que o defesa 1 recue e defenda  o jogador 1.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Regras handebol ensino_fundamental
Regras handebol ensino_fundamentalRegras handebol ensino_fundamental
Regras handebol ensino_fundamentalHewerton Crf
 
O andebol
O andebolO andebol
O andebolbamp
 
Regras simplificadas do handebol
Regras simplificadas do handebolRegras simplificadas do handebol
Regras simplificadas do handebolCassio Trevisan
 
Handebol Escola Amélia Poletto Hepp
Handebol Escola Amélia Poletto HeppHandebol Escola Amélia Poletto Hepp
Handebol Escola Amélia Poletto Heppdalilahack
 
Teste basquetebol
Teste basquetebolTeste basquetebol
Teste basquetebolPedro Matos
 
Regras básicas de handebol
Regras básicas de handebolRegras básicas de handebol
Regras básicas de handebolDeise Gomes
 
A defesa no jogo de handebol
A defesa no jogo de handebolA defesa no jogo de handebol
A defesa no jogo de handebolBalonmano
 
Sesi questões sobre handebol
Sesi questões sobre handebolSesi questões sobre handebol
Sesi questões sobre handebolElaine Lima
 
Doc.Apoio.Tag Rugby
Doc.Apoio.Tag RugbyDoc.Apoio.Tag Rugby
Doc.Apoio.Tag RugbyHelena Cunha
 
Futebol
FutebolFutebol
FutebolLuis
 
Handebol teórica
Handebol   teóricaHandebol   teórica
Handebol teóricaNetKids
 

Mais procurados (19)

Regras handebol ensino_fundamental
Regras handebol ensino_fundamentalRegras handebol ensino_fundamental
Regras handebol ensino_fundamental
 
O andebol
O andebolO andebol
O andebol
 
Regras simplificadas do handebol
Regras simplificadas do handebolRegras simplificadas do handebol
Regras simplificadas do handebol
 
Handebol Escola Amélia Poletto Hepp
Handebol Escola Amélia Poletto HeppHandebol Escola Amélia Poletto Hepp
Handebol Escola Amélia Poletto Hepp
 
Teste basquetebol
Teste basquetebolTeste basquetebol
Teste basquetebol
 
Regras básicas de handebol
Regras básicas de handebolRegras básicas de handebol
Regras básicas de handebol
 
Handebol
HandebolHandebol
Handebol
 
andebol
andebolandebol
andebol
 
Andebol regrasdejogo1
Andebol regrasdejogo1Andebol regrasdejogo1
Andebol regrasdejogo1
 
A defesa no jogo de handebol
A defesa no jogo de handebolA defesa no jogo de handebol
A defesa no jogo de handebol
 
{Educação Física} Handebol
{Educação Física} Handebol{Educação Física} Handebol
{Educação Física} Handebol
 
Sesi questões sobre handebol
Sesi questões sobre handebolSesi questões sobre handebol
Sesi questões sobre handebol
 
Handebol Aula
Handebol  AulaHandebol  Aula
Handebol Aula
 
Doc.Apoio.Tag Rugby
Doc.Apoio.Tag RugbyDoc.Apoio.Tag Rugby
Doc.Apoio.Tag Rugby
 
HANDEBOL
HANDEBOLHANDEBOL
HANDEBOL
 
Futebol
FutebolFutebol
Futebol
 
Handebol
HandebolHandebol
Handebol
 
Futsal
FutsalFutsal
Futsal
 
Handebol teórica
Handebol   teóricaHandebol   teórica
Handebol teórica
 

Semelhante a Transição Defesa/Ataque (TDA) no jogo de 3

Abordagem ao Jogo Futsal_1ªfase.pdf
Abordagem ao Jogo Futsal_1ªfase.pdfAbordagem ao Jogo Futsal_1ªfase.pdf
Abordagem ao Jogo Futsal_1ªfase.pdfMariaJooVasconcelos1
 
Alemanha vs Portugal - Análise completa da Alemanha
Alemanha vs Portugal - Análise completa da AlemanhaAlemanha vs Portugal - Análise completa da Alemanha
Alemanha vs Portugal - Análise completa da AlemanhaValter Correia
 
Abordagem ao Jogo em 5 Abertos_1ªfase.pdf
Abordagem ao Jogo em 5 Abertos_1ªfase.pdfAbordagem ao Jogo em 5 Abertos_1ªfase.pdf
Abordagem ao Jogo em 5 Abertos_1ªfase.pdfMaria João Vasconcelos
 
8 ano fundamentos volei
8 ano fundamentos volei8 ano fundamentos volei
8 ano fundamentos voleiLuciana Santos
 
Regras do Voleibol
Regras do VoleibolRegras do Voleibol
Regras do VoleibolSutier
 
Construção de um Estilo (Modelo) de Jogo
Construção de um Estilo (Modelo) de JogoConstrução de um Estilo (Modelo) de Jogo
Construção de um Estilo (Modelo) de JogoFundação Real Madrid
 
ANÁLISE E OBSERVAÇÃO PRÉ JOGO DO SPFC SUB 20 - COPA SP 2016 - IMAGENS
ANÁLISE E OBSERVAÇÃO PRÉ JOGO DO SPFC SUB 20 - COPA SP 2016 - IMAGENSANÁLISE E OBSERVAÇÃO PRÉ JOGO DO SPFC SUB 20 - COPA SP 2016 - IMAGENS
ANÁLISE E OBSERVAÇÃO PRÉ JOGO DO SPFC SUB 20 - COPA SP 2016 - IMAGENSCarlos Eduardo Arissa Vargas
 
aula 07 basqueteFUNDAMENTOSofensivos SV.pptx
aula 07 basqueteFUNDAMENTOSofensivos SV.pptxaula 07 basqueteFUNDAMENTOSofensivos SV.pptx
aula 07 basqueteFUNDAMENTOSofensivos SV.pptxViniciusLopesFaria
 
Apostila de basquetebol
Apostila de basquetebolApostila de basquetebol
Apostila de basquetebolbbpn
 
Apostila de basquetebol
Apostila de basquetebolApostila de basquetebol
Apostila de basquetebolbbpn
 
Basquetebol
BasquetebolBasquetebol
Basquetebolsmigano
 
Exercício gr+3vs3+gr+jk
Exercício gr+3vs3+gr+jkExercício gr+3vs3+gr+jk
Exercício gr+3vs3+gr+jkpassederutura
 

Semelhante a Transição Defesa/Ataque (TDA) no jogo de 3 (20)

Abordagem ao Jogo Futsal_1ªfase.pdf
Abordagem ao Jogo Futsal_1ªfase.pdfAbordagem ao Jogo Futsal_1ªfase.pdf
Abordagem ao Jogo Futsal_1ªfase.pdf
 
Abordagem ao Jogo Futsal_1ªfase.pdf
Abordagem ao Jogo Futsal_1ªfase.pdfAbordagem ao Jogo Futsal_1ªfase.pdf
Abordagem ao Jogo Futsal_1ªfase.pdf
 
Alemanha vs Portugal - Análise completa da Alemanha
Alemanha vs Portugal - Análise completa da AlemanhaAlemanha vs Portugal - Análise completa da Alemanha
Alemanha vs Portugal - Análise completa da Alemanha
 
Abordagem ao Jogo em 5 Abertos_1ªfase.pdf
Abordagem ao Jogo em 5 Abertos_1ªfase.pdfAbordagem ao Jogo em 5 Abertos_1ªfase.pdf
Abordagem ao Jogo em 5 Abertos_1ªfase.pdf
 
Fases de Jogo
Fases de JogoFases de Jogo
Fases de Jogo
 
Andebol avancado
Andebol  avancadoAndebol  avancado
Andebol avancado
 
Andebol - Nível Elementar
Andebol  - Nível ElementarAndebol  - Nível Elementar
Andebol - Nível Elementar
 
8 ano fundamentos volei
8 ano fundamentos volei8 ano fundamentos volei
8 ano fundamentos volei
 
Jornadas tecnicas
Jornadas tecnicasJornadas tecnicas
Jornadas tecnicas
 
Regras do Voleibol
Regras do VoleibolRegras do Voleibol
Regras do Voleibol
 
Construção de um Estilo (Modelo) de Jogo
Construção de um Estilo (Modelo) de JogoConstrução de um Estilo (Modelo) de Jogo
Construção de um Estilo (Modelo) de Jogo
 
ANÁLISE E OBSERVAÇÃO PRÉ JOGO DO SPFC SUB 20 - COPA SP 2016 - IMAGENS
ANÁLISE E OBSERVAÇÃO PRÉ JOGO DO SPFC SUB 20 - COPA SP 2016 - IMAGENSANÁLISE E OBSERVAÇÃO PRÉ JOGO DO SPFC SUB 20 - COPA SP 2016 - IMAGENS
ANÁLISE E OBSERVAÇÃO PRÉ JOGO DO SPFC SUB 20 - COPA SP 2016 - IMAGENS
 
aula 07 basqueteFUNDAMENTOSofensivos SV.pptx
aula 07 basqueteFUNDAMENTOSofensivos SV.pptxaula 07 basqueteFUNDAMENTOSofensivos SV.pptx
aula 07 basqueteFUNDAMENTOSofensivos SV.pptx
 
Rio Ave
Rio AveRio Ave
Rio Ave
 
Apostila de basquetebol
Apostila de basquetebolApostila de basquetebol
Apostila de basquetebol
 
Apostila de basquetebol
Apostila de basquetebolApostila de basquetebol
Apostila de basquetebol
 
Basquetebol
BasquetebolBasquetebol
Basquetebol
 
Exercício gr+3vs3+gr+jk
Exercício gr+3vs3+gr+jkExercício gr+3vs3+gr+jk
Exercício gr+3vs3+gr+jk
 
River Plate
River PlateRiver Plate
River Plate
 
FC Dynamo Kyev
FC Dynamo KyevFC Dynamo Kyev
FC Dynamo Kyev
 

Último

v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024Jeanoliveira597523
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfErasmo Portavoz
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfIedaGoethe
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundonialb
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasCassio Meira Jr.
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfEditoraEnovus
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfPastor Robson Colaço
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoMary Alvarenga
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 

Último (20)

v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 

Transição Defesa/Ataque (TDA) no jogo de 3

  • 1. Maria João Vasconcelos Transição Defesa- Ataque (TDA) Jogo de 3 A Transição Defesa-Ataque (TDA) é a 1ª fase da Organização Ofensiva.  A TDA acontece sempre que há recuperação de posse de bola no ½ campo defensivo e é necessário transitar da defesa para o ataque.  1ª FASE – Recuperação de bola (interceção, roubo de bola, cesto sofrido, ressalto defensivo e desarme) 2ª FASE – Abertura e ocupação das estações de receção,  colocação rápida da bola no corredor central (Drible ou Passe)  3ª FASE – Criar condições de fi nalização em superioridade numérica (Contra-Ataque), se não for possível, iniciar a fase de ATAQUE ORGANIZADO  Sistema de Ataque 1:2:2 (5 Abertos)
  • 2. 1ª FASE – Recuperação de bola (interceção, roubo de bola, cesto sofrido, ressalto defensivo e desarme) Quando acontece, os jogadores sem bola devem ocupar de imediato as estações de receção. No Jogo de 3, apenas se trabalham as 1ª estações de receção - Abaixo da linha Lance Livre
  • 3. 2ª FASE – Abertura e Ocupação das Estações de Receção,  colocação rápida da bola no corredor central (Drible ou Passe)  1 - Transição Em Drible 1 - Reposição de bola pela linha fi nal 2 - Passe a um dos jogadores colocados nos corredores laterais, ocupação do corredor deixado livre e desmarcação para o cesto. 3 - Jogador que recebe a bola, arranca em drible pelo o corredor central 4 - Jogador que não recebe a bola, assim que o passe é executado arranca em velocidade, oferecendo uma linha de passe ofensiva. 5 - Jogador com bola deve soltar a bola perto da área restritiva, para a linha de passe mais ofensiva.
  • 4. 2 - Transição Em Passe 1 - Reposição de bola pela linha fi nal 2 - Passe a um dos jogadores colocados nos corredores laterais, ocupação do corredor deixado livre e desmarcação para o cesto. 3 - Jogador que não recebe a bola, assim que o passe é executado arranca em velocidade para o corredor central, oferecendo uma linha de passe ofensiva. 4 - Jogador que recebeu a bola, passa ao corredor central ocupando o corredor vago e desmarca-se para o cesto. 5 - Jogador que recebe a bola, se tiver linha de passe ofensiva, passa a bola. 6 - Se não tiver linha de passe, arranca em drible pelo o corredor central solta a bola perto da área restritiva para a linha de passe mais ofensiva.
  • 5. 3ª FASE – Criar condições de fi nalização em superioridade numérica (Contra-Ataque), se não for possível, deve iniciar a fase de ATAQUE ORGANIZADO - PASSE, CORTE E REPOSIÇÃO É CONTRA-ATAQUE sempre que essa movimentação for rápida, e se daí resultar numa situação de superioridade numérica dos atacantes sobre os defensores. Situações de Superioridade Numérica 1ª Situação 2X1 Objetivo Jogador com bola: fi xar o defensor Objetivo Jogador sem bola: progredir afastado do jogador 1, abrir uma linha de passe, perto do cesto. Objetivo defesa: retardar a progressão da bola (esperar pelos colegas) e evitar lançamentos debaixo do cesto. Passado o ½ campo, o jogador com bola deve explorar o corredor de penetração. atacando o cesto pelo limite externo do corredor central.  Se o defensor não reagir fi naliza com lançamento na passada, se o defensor se deslocar para impedir a penetração, deve passar para o jogador 2 para fi nalizar em lançamento na passada.
  • 6. 2ª Situação 3X2 Ataque: 1ª situação: Se o portador da bola não é marcado, progride em drible e f inaliza 2ª situação: Se o jogador com bola é marcado, passa a bola.  Defesa: Os defesas em situação de inferioridade numérica devem colocar-se, um atrás do outro 1 - O defensor mais avançado deve sair ao portador da bola, quando este se aproximar da área restritiva; 2 - O defensor mais recuado deve sair à linha de passe e assim sucessivamente. O Jogador Atacante, após passe deve aproximar-se do lado da bola, para evitar que o defesa 1 recue e defenda  o jogador 1.