Successfully reported this slideshow.

Andebol avancado

9.011 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Turismo
  • Seja o primeiro a comentar

Andebol avancado

  1. 1. Andebol Conteúdos técnico-tácticos Individuais e Colectivos Nível Avançado Maria João Vasconcelos
  2. 2. Pré-Requisitos <ul><li>Em situação de exercício critério revela domínio da técnica Individual do Nível Elementar. </li></ul><ul><li>Em situação de Jogo aplica as acções técnico-tácticas características do Nível Elementar </li></ul>
  3. 3. Nível Avançado <ul><li>Técnica Individual </li></ul><ul><li>Ataque </li></ul><ul><li>Defesa </li></ul>
  4. 4. Técnica Individual <ul><li>Remate em voo </li></ul><ul><li>Remate com Trajectória Parabólica </li></ul><ul><li>“ Chapéu” </li></ul>
  5. 5. Remate em voo Combinação entre 2 jogadores Jogador com posse de bola - passa a bola em arco para dentro da área de baliza Jogador sem posse de bola – Faz a impulsão para dentro da área apanha a bola e remata em pleno salto.
  6. 6. Remate com Trajectória Parabólica “Chapéu” Acção Individual que resulta de uma boa avaliação do posicionamento do Guarda-redes. Surge frequentemente quando há saídas do Guarda-Redes
  7. 7. “ Chapéu” <ul><li>Componentes Críticas: </li></ul><ul><li>Armar o M.S. como se fosse efectuar o remate em suspensão </li></ul><ul><li>Critério de Êxito: </li></ul><ul><li>No momento do remate, se o Guarda-redes executa um movimento de saída da baliza, passar a bola por cima deste. </li></ul>
  8. 8. Ataque <ul><li>Objectivos </li></ul><ul><li>  Ataque da baliza (finalização) </li></ul><ul><li>Manutenção da posse de bola </li></ul><ul><li>Provocar erros defensivos </li></ul>
  9. 9. Ataque <ul><li>Conteúdos a leccionar </li></ul><ul><li>Transição Defesa-Ataque </li></ul><ul><li>Penetração </li></ul><ul><li>Cruzamento </li></ul><ul><li>Bloqueio </li></ul><ul><li>Entradas </li></ul><ul><li>Ecrã </li></ul>
  10. 10. Ataque <ul><li>Sistema de Jogo Organizado </li></ul><ul><li>3:3 (1 pivô) </li></ul><ul><li>2:4 (2 Pivôs) </li></ul>
  11. 11. Transição Defesa-Ataque Sem posse de bola Após recuperação de bola pela sua equipa desmarca-se rapidamente, oferecendo linhas de passe em posição favorável à continuidade da transição da defesa para o ataque.
  12. 12. Transição Defesa-Ataque Com posse de bola Opta por passe a um jogador em posição mais ofensiva ou por drible, progredindo para permitir a finalização em vantagem numérica ou posicional. Finaliza, preferencialmente na zona mais central à baliza, utilizando a técnica de remate mais adequada.
  13. 13. Penetração Acção Individual de 1 jogador sem posse de bola Ataca a defesa, aproveitando sucessivamente o espaço entre dois defesas, após erro de marcação ou de atitude, com o objectivo de receber a bola em condições favoráveis à finalização.
  14. 14. Cruzamento Combinação entre 2 jogadores Consiste na realização de trajectórias opostas por forma a fixar dois adversários e libertar o espaço para a finalização Pode ser iniciado pelo portador da bola ou pelo jogador sem posse de bola
  15. 15. Cruzamento Critério de Êxito: Jogador com posse de bola ataca a defesa com o objectivo de finalizar ou fixar o adversário Jogador sem posse de bola passa por detrás do jogador com bola, recebe a bola e finaliza em situação de vantagem,
  16. 16. Cruzamento Critério de Êxito: Jogador sem posse de bola penetra no espaço, recebe a bola, atraindo e fixando os adversários. Jogador com posse de bola após passe, cruza com o objectivo de receber a bola em situação favorável de finalização
  17. 17. Bloqueio <ul><li>Componentes Críticas: </li></ul><ul><li>M.I. mais afastados que a largura dos ombros </li></ul><ul><li>M.S. flectidos a afastados do corpo </li></ul><ul><li>Colocação perpendicular à linha dos ombros do bloqueado </li></ul><ul><li>Erros mais comuns: </li></ul><ul><li>Contacto físico com o bloqueado </li></ul><ul><li>M.I. pouco afastados </li></ul>
  18. 18. Bloqueio Sem posse de bola Consiste em o atacante interpor o seu corpo entre um defesa que está a marcar outro atacante (bloqueando-o), no sentido de dificultar as suas acções defensivas, permitindo deste modo, a criação de espaços para a penetração do seu colega.
  19. 19. Bloqueio Com posse de bola Ao movimento de bloqueio de um companheiro, desloca o seu adversário directo, deixando-o no bloqueio, progredindo (utilizando o drible ou os apoios) para finalizar ou passar a bola a um companheiro em posição mais favorável.
  20. 20. Ecrã Consiste em obstruir os deslocamentos frontais dos defesas com o objectivo de proteger o rematador. Baseia-se nos princípios do bloqueio
  21. 21. Entradas Sem posse de bola Executa entradas, após passe ou sem contacto prévio com a bola, procurando criar linhas de passe, ou situações de remate para si ou para os companheiros, em condições que dificultem as acções dos defesas.
  22. 22. Ataque Organizado – 3:3 <ul><li>Ataque contra Defesa Zona (5:1) </li></ul><ul><li>3 jogadores de 1ª linha </li></ul><ul><li>Central, Lateral Direito e Esquerdo </li></ul><ul><li>3 jogadores de 2ª linha </li></ul><ul><li>Pivô, Ponta Esquerda e Direita </li></ul>
  23. 23. Ataque Organizado – 3:3 <ul><li>Critério de Êxito </li></ul><ul><li>Com posse de bola </li></ul><ul><li>Ataca o espaço entre dois opositores explora situações de cruzamento e bloqueio </li></ul><ul><li>Sem posse de bola </li></ul><ul><li>Penetra na defesa explorando erros defensivo, explora situações de cruzamento, executa bloqueio e entradas tentando criar vantagem posicional para si ou para os colegas </li></ul>
  24. 24. Entrada do ponta a pivô Passagem do ataque 3:3 a 2:4
  25. 25. Ataque Organizado – 2:4 <ul><li>Ataque contra Defesa Zona (4:2) </li></ul><ul><li>2 jogadores de 1ª linha </li></ul><ul><li>Lateral Direito e Esquerdo </li></ul><ul><li>4 jogadores de 2ª linha </li></ul><ul><li> 2 Pivôs, Ponta Esquerda e Direita </li></ul>
  26. 26. Ataque Organizado – 2:4 <ul><li>Critério de Êxito </li></ul><ul><li>Com posse de bola </li></ul><ul><li>Ataca o espaço entre dois opositores explora situações de cruzamento e bloqueio </li></ul><ul><li>Sem posse de bola </li></ul><ul><li>Penetra na defesa explorando erros defensivo, explora situações de cruzamento, executa bloqueio tentando criar vantagem posicional para si ou para os colegas </li></ul>
  27. 27. Defesa <ul><li>Objectivos da Defesa </li></ul><ul><li>Defesa da baliza </li></ul><ul><li>Recuperação da posse de bola </li></ul><ul><li>Provocar erros ofensivos </li></ul>
  28. 28. Defesa <ul><li>Conteúdos a leccionar </li></ul><ul><li>Transição Ataque-Defesa </li></ul><ul><li>Deslizamento (troca de posição) </li></ul><ul><li>Troca de adversário </li></ul><ul><li>Bloco </li></ul><ul><li>Ajuda/Dobra </li></ul>
  29. 29. Defesa <ul><li>Sistema de Jogo </li></ul><ul><li>Defesa Mista 5:1 </li></ul><ul><li>Defesa Mista 4:2 </li></ul>
  30. 30. Transição Ataque-Defesa Após perda de posse de bola, recupera rapidamente para a sua posição específica e assume a marcação do seu adversário. Enquanto recupera age de forma a estorvar o jogo de ataque contrário.
  31. 31. Deslizamento Consiste na acção de marcar o adversário directo, acompanhando-o no seu deslocamento, mesmo que este entre na zona de intervenção de outro defesa. Desta acção resulta a alteração da zona de actuação do defesa.
  32. 32. Troca de Adversário Após uma permuta dos atacantes, o defesa troca de adversário directo com outro defesa, não alterando a sua zona de responsabilidade. Esta acção verifica-se quando os defensores se encontram na mesma linha defensiva.
  33. 33. Bloco Defesa de bolas que são rematadas por cima, pelo lado e por baixo do defesa. Intercepção do remate e defesa da baliza
  34. 34. Bloco <ul><li>Componentes Críticas: </li></ul><ul><li>M.S. elevados, ligeiramente flectidos à altura da cabeça </li></ul><ul><li>Os dedos bem abertos e em tensão, de modo a aumentar a superfície do bloco, e a evitar lesões provocadas pelo impacto da bola </li></ul>
  35. 35. Bloco <ul><li>Erros mais comuns: </li></ul><ul><li>Mãos não estão tensas (provocando lesões) </li></ul><ul><li>O defesa está com os braços demasiado afastados </li></ul><ul><li>O defesa é lento a formar o bloco. </li></ul>
  36. 36. Ajuda/Dobra Consiste na tomada de uma posição, que permite ao defensor intervir no caso de um colega ser ultrapassado por um adversário directo com bola.
  37. 37. Defesa Zona - 5:1 <ul><li>Contra equipas que atacam em sistema 3:3 </li></ul><ul><li>5 jogadores na 1ª linha defensiva </li></ul><ul><li>1 Jogador na 2ª linha defensiva </li></ul>
  38. 38. Defesa Zona - 5:1 <ul><li>Critério de Êxito: </li></ul><ul><li>O aluno demonstra atitude defensiva. </li></ul><ul><li>Aplica as acções defensivas de acordo com a leitura que faz do jogo com o objectivo de recuperar a posse de bola ou impedir a finalização. </li></ul>
  39. 39. Defesa Zona - 4:2 <ul><li>Contra equipas que atacam em sistema 2:4 ou 3:3 </li></ul><ul><li>4 jogadores na 1ª linha defensiva </li></ul><ul><li>2 jogadores na 2ª linha defensiva </li></ul>
  40. 40. Defesa Zona - 4:2 <ul><li>Critério de Êxito: </li></ul><ul><li>O aluno demonstra atitude defensiva. </li></ul><ul><li>Aplica as acções defensivas de acordo com a leitura que faz do jogo com o objectivo de recuperar a posse de bola ou impedir a finalização. </li></ul>
  41. 41. Guarda-Redes <ul><li>Colabora com os colegas na defesa, avisando-os dos movimentos da bola </li></ul><ul><li>e dos adversários. </li></ul>
  42. 42. Fim Fim Desenvolvido por Maria João Vasconcelos, 2003

×