Adriana Torres
Brasil, Minas e o Terceiro Setor Palestra IBM Belo Horizonte, 04 de maio de 2010
Adriana Torres <ul><li>Formada em Administração com ênfase em Marketing </li></ul><ul><li>Atualmente cursando disciplinas ...
CeMAIS/IGS Centro Mineiro de Alianças Intersetoriais – CeMAIS   Associação fundada em Belo Horizonte por representantes do...
CeMAIS/IGS   A OSCIP CeMAIS ainda é responsável por quatro projetos em Minas Gerais: Projovem Urbano, Poupança Jovem ,o Se...
Brasil <ul><li>República Federativa Presidencialista </li></ul><ul><ul><li>8,51 milhões de quilômetos </li></ul></ul><ul><...
Brasil <ul><li>Esferas do Governo: Federal (União); Estadual (Estados) e Municipal (Municípios) </li></ul><ul><li>Estado T...
Brasil <ul><li>Democracia Representativa (Cont.) </li></ul><ul><li>Executivo: </li></ul><ul><ul><li>Federal: Presidente da...
Brasil <ul><li>Democracia participativa:  Controle social exercido pela sociedade civil, através de  </li></ul><ul><ul><li...
Brasil  <ul><li>Democracia participativa:  Controle social exercido pela sociedade civil, através de  </li></ul><ul><ul><l...
Brasil  <ul><li>Conselhos são formados por representantes da Sociedade Civil Organizada e do Governo </li></ul><ul><ul><li...
Terceiro Setor: Títulos  <ul><li>OSCIP  - Organização da Sociedade Civil de Interesse Público e OS – Organização Social: <...
Terceiro Setor: Títulos  <ul><li>CEBAS – Entidades Beneficentes de Assistência Social: </li></ul><ul><ul><li>Isenção de Co...
Terceiro Setor no Brasil* <ul><li>N° de Associações e Fundações no país: 338.162 </li></ul><ul><ul><li>Região Sudeste: 42,...
Terceiro Setor no Brasil* <ul><li>N° de Empregados: 1,7 milhão de registrados (50% no Sudeste e 29,8% no campo Educação e ...
Terceiro Setor no Brasil* <ul><li>Desafios Institucionais: </li></ul><ul><ul><li>Captação de Recursos: 85,4% </li></ul></u...
Minas Gerais <ul><ul><li>Um dos 27 estados federativos do Brasil </li></ul></ul><ul><ul><li>586.528 km²  </li></ul></ul><u...
Belo Horizonte <ul><ul><li>Capital planejada, está entre as montanhas da Serra do Curral </li></ul></ul><ul><ul><li>2.452....
Nova Lima <ul><ul><li>Parte da RMBH (região metropolitana de Belo Horizonte) </li></ul></ul><ul><ul><li>76.608 habitantes ...
O Terceiro Setor em Belo Horizonte <ul><li>Diagnóstico do CAO-TS (Centro de Apoio Operacional ao Terceiro Setor do Ministé...
O Terceiro Setor em Belo Horizonte <ul><li>Modalidades de Instituições </li></ul><ul><ul><li>Instituições de Assistência S...
O Terceiro Setor em Belo Horizonte <ul><li>Fontes de Recursos:  </li></ul><ul><ul><li>Governamental: 20% </li></ul></ul><u...
O Terceiro Setor em Belo Horizonte <ul><ul><li>Características (mediana): </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>20 anos de fundaç...
O Terceiro Setor em Belo Horizonte <ul><li>Transparência: Para quem presta contas? </li></ul><ul><ul><ul><li>Orgão Interno...
O Terceiro Setor em Belo Horizonte <ul><li>Planejamento Estratégico: </li></ul><ul><ul><ul><li>Identidade Organizacional c...
Necessidades  básicas  das Organizações <ul><li>Técnicas de  Frundaising  para diversificar os recursos </li></ul><ul><li>...
<ul><li>PERGUNTAS? </li></ul>
 
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O Terceiro Setor em Minas Gerais

3.657 visualizações

Publicada em

Palestra realizada para o grupo de voluntários da IBM sobre o terceiro setor no Brasil e em Minas Gerais

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.657
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
77
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O Terceiro Setor em Minas Gerais

  1. 1. Adriana Torres
  2. 2. Brasil, Minas e o Terceiro Setor Palestra IBM Belo Horizonte, 04 de maio de 2010
  3. 3. Adriana Torres <ul><li>Formada em Administração com ênfase em Marketing </li></ul><ul><li>Atualmente cursando disciplinas isoladas do Mestrado em Administração: Linha de pesquisa Tecnologias de Marketing </li></ul><ul><li>Assessora Gerencial da OSCIP Centro Mineiro de Alianças Intersetoriais </li></ul><ul><li>Integrante voluntária do Movimento Nossa BH </li></ul><ul><li>Integrante voluntária do Grupo de Comunicação da RSBCJS </li></ul><ul><li>Idealizadora e Mantenedora Voluntária do Grupo Solidário </li></ul><ul><li>Consultora de Marketing para a Empresa BelgoFloripa/Bélgica </li></ul><ul><li>Assessoria em elaboração e implementação de Projeto Social para cliente da BeloFloripa no Brasil </li></ul><ul><li>Consultora de Marketing e gestão de Relacionamentos para o Mercado Privado e Terceiro Setor </li></ul>
  4. 4. CeMAIS/IGS Centro Mineiro de Alianças Intersetoriais – CeMAIS   Associação fundada em Belo Horizonte por representantes dos três setores e que tem como objetivo fomentar, articular, promover, monitorar e avaliar as alianças intersetoriais entendidas como ponto de convergência e interação entre governo (1º); mercado (2º) e organizações da sociedade civil sem fins lucrativos (3º), para a promoção do desenvolvimento sustentável.   Qualificada como OSCIP, celebrou em 2007 um termo de parceria com o Governo do Estado de Minas Gerais, através da Secretaria de Planejamento e Gestão (SEPLAG) para a execução do projeto IGS.   O projeto IGS atua no fortalecimento dos instrumentos formais de participação da sociedade nas decisões sobre políticas públicas (Conselhos de Políticas Públicas e Organizações sem fins lucrativos), fomentando assim a Governança Social, que é a capacidade de gerar respostas administrativas às demandas sociais, através de mecanismos que garantam a interlocução entre a sociedade civil organizada e o poder público.  
  5. 5. CeMAIS/IGS   A OSCIP CeMAIS ainda é responsável por quatro projetos em Minas Gerais: Projovem Urbano, Poupança Jovem ,o Selo de Responsabilidade Empresarial e o Conversando sobre Gestão, todos executados através de termos de convênio com as Secretarias de Estado do Governo.   Para maiores informações acesse: www.projetoigs.org.br
  6. 6. Brasil <ul><li>República Federativa Presidencialista </li></ul><ul><ul><li>8,51 milhões de quilômetos </li></ul></ul><ul><ul><li>190 milhões de habitantes (5ª maior população do mundo) </li></ul></ul><ul><ul><li>9ª Economia do mundo </li></ul></ul><ul><ul><li>1/5 de toda a biodiversidade do Planeta! </li></ul></ul><ul><ul><li>PIB: US$1,981 trilhão de dólares. </li></ul></ul><ul><ul><li>Um dos primeiros do mundo em desigualdade social... 10% dos mais ricos acumulam 50% de toda a riqueza gerada no país. </li></ul></ul><ul><ul><li>Setores mais desenvolvidos: Agrícola, mineração, manufatura e serviços </li></ul></ul>
  7. 7. Brasil <ul><li>Esferas do Governo: Federal (União); Estadual (Estados) e Municipal (Municípios) </li></ul><ul><li>Estado Tripartite: Judiciário (Federal e Estadual); Executivo e Legislativo (Três esferas) </li></ul><ul><li>Democracia representativa: Legislativo e Executivo escolhidos por voto direto obrigatório para alfabetizados entre 18 e 70 anos e facultativo para analfabetos, menores de 16 e maiores de 70 anos </li></ul><ul><li>Judiciário: </li></ul><ul><ul><li>Federal: Supremo Tribunal Federal, Superior Tribunal de Justiça, Tribunais Superiores do Trabalho, Eleitoral e Militar </li></ul></ul><ul><ul><li>Estadual: Tribunais Regionais Federais, Tribunais Regionais do Trabalho, Tribunais Regionais Eleitorais e Tribunal de Justiça dos Estados </li></ul></ul><ul><ul><li>Função: Fazer cumprir a lei de acordo com seu âmbito (Supremo guarda a Constituição Federal) </li></ul></ul>
  8. 8. Brasil <ul><li>Democracia Representativa (Cont.) </li></ul><ul><li>Executivo: </li></ul><ul><ul><li>Federal: Presidente da República e Ministros de Estado </li></ul></ul><ul><ul><li>Estadual: Governador e Secretários de Estado </li></ul></ul><ul><ul><li>Municipal: Prefeito e Secretários Municipais </li></ul></ul><ul><ul><li>Função: Administrar a coisa pública, aplicar as leis, prover cargos, editar medidas provisórias com força de lei. </li></ul></ul><ul><li>Legislativo: </li></ul><ul><ul><li>Federal: Congresso Nacional, composto pelo Senado (representante das Unidades de Federação) e pela Câmara dos Deputados (representante do povo) </li></ul></ul><ul><ul><li>Estadual: Assembléia </li></ul></ul><ul><ul><li>Municipal: Câmara dos Vereadores </li></ul></ul><ul><ul><li>Função: Criar leis, emendas, decretos, resoluções, </li></ul></ul>
  9. 9. Brasil <ul><li>Democracia participativa: Controle social exercido pela sociedade civil, através de </li></ul><ul><ul><li>Plebiscitos : Consulta prévia aos cidadãos (Congresso Nacional) </li></ul></ul><ul><ul><li>Referendos: Consulta posterior sobre certo ato do governo (Congresso Nacional) </li></ul></ul><ul><ul><li>Iniciativa Popular: Apresentação de projeto de lei à Câmara dos Deputados </li></ul></ul><ul><ul><li>Veto: Oposição do cidadão frente a lei deliberada na Assembléia </li></ul></ul><ul><ul><li>Orçamento Participativo: Participação popular nas decisões de orçamentos públicos, geralmente municipais </li></ul></ul>
  10. 10. Brasil <ul><li>Democracia participativa: Controle social exercido pela sociedade civil, através de </li></ul><ul><ul><li>Conselhos de Políticas Públicas: Articulados nas três esferas (federal, estadual e municipal) são espaços públicos e plurais, onde representantes da sociedade e do governo formulam e fiscalizam as políticas públicas de acordo com cada área. São espaços de debate e consenso, promovendo a participação da sociedade na formulação, implementação e controle das políticas públicas </li></ul></ul><ul><ul><li>São órgãos administrativos paritários que permitem uma co-gestão da coisa pública. Seus conselheiros são eleitos em plenária ou indicados pelo governo. </li></ul></ul><ul><ul><li>Alguns conselhos são órgãos deliberativos e recebem repasse de verba pública: Saúde Assistência Social e Criança e Adolescente, tornando-se auxiliares do Poder Legislativo </li></ul></ul><ul><li>“ Todo poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente nos termos desta Constituição” (Constituição Federal de 1988). </li></ul>
  11. 11. Brasil <ul><li>Conselhos são formados por representantes da Sociedade Civil Organizada e do Governo </li></ul><ul><ul><li>Sociedade Civil Organizada: Terceiro setor </li></ul></ul><ul><ul><li>Juridicamente o Terceiro Setor é composto por Associações e Fundações, por atenderem os cinco critérios FASFIL: são de interesse social, são privadas, institucionalizadas, auto-administrativas e voluntárias. </li></ul></ul><ul><ul><li>Associações: União de pessoas que se organizam para fins não economicos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Fundações: Dotação de bens especial para fins especificados pelo instituidor, podendo ser religiosos, morais, culturais ou de assistencia. </li></ul></ul><ul><ul><li>ONG – SENSO COMUM </li></ul></ul>
  12. 12. Terceiro Setor: Títulos <ul><li>OSCIP - Organização da Sociedade Civil de Interesse Público e OS – Organização Social: </li></ul><ul><li>Federal: Poderá receber doações de pessoas jurídicas tributadas no regime de lucro real limitada a 2% do seu lucro operacional, podendo ser deduzida como custo operacional pelo doador. </li></ul><ul><li>Ambas podem remunerar seus dirigentes sem prejuízo da possibilidade de recebimento de doações nos moldes já apresentados ou perda de determinados benefícios fiscais. </li></ul><ul><li>Não podem remunerar conselheiros e há restrições de conselheiros públicos na Diretoria </li></ul><ul><li>OSCIP Estadual (Minas Gerais): Lei 14.870/03 </li></ul><ul><ul><li>O título é condição essencial para que a entidade possa celebrar termo de parceria com o Governo do Estado. </li></ul></ul><ul><ul><li>Não pode haver parentesco de diretores com certos agentes políticos. </li></ul></ul><ul><ul><li>160 Oscips no Estado </li></ul></ul><ul><ul><li>14 Termos de Parceria celebrados </li></ul></ul><ul><ul><li>Em processo de auditoria para receberem o certificado de Boa gestão </li></ul></ul>
  13. 13. Terceiro Setor: Títulos <ul><li>CEBAS – Entidades Beneficentes de Assistência Social: </li></ul><ul><ul><li>Isenção de Contribuições sociais, exige ter também o título de Utilidade Pública. </li></ul></ul><ul><li>Título de Utilidade Pública Federal: </li></ul><ul><ul><li>não podem remunerar Dirigentes </li></ul></ul><ul><ul><li>Possibilidade de receber doações de pessoas jurídicas, limitadas a 2% do lucro operacional </li></ul></ul><ul><ul><li>Possibilidade de receber bens apreendidos abandonados ou disponiveis adminsitrados pela Secretaria da Receita Federal </li></ul></ul><ul><ul><li>Autorização para realizar sorteios e para receber receitas das loterias federais </li></ul></ul>
  14. 14. Terceiro Setor no Brasil* <ul><li>N° de Associações e Fundações no país: 338.162 </li></ul><ul><ul><li>Região Sudeste: 42,4% (Minas Gerais – 10,4%) </li></ul></ul><ul><ul><li>Região Nordeste: 23,7% </li></ul></ul><ul><ul><li>Região Sul: 22,7% </li></ul></ul><ul><ul><li>Região Norte: 4,8% </li></ul></ul><ul><li>Idade média: 12,3 anos (41,50 criada na década de 90) </li></ul><ul><li>Área de Atuação: </li></ul><ul><ul><li>Religião: 24,8% </li></ul></ul><ul><ul><li>Desenvolvimento e defesa dos direitos: 17,8% </li></ul></ul><ul><ul><li>Associações patronais e profissionais: 17,4% </li></ul></ul><ul><ul><li>Cultura e Recreação: 13,9% </li></ul></ul><ul><ul><li>Assistência Social: 11,6% </li></ul></ul><ul><ul><li>Outras: 6,4% </li></ul></ul><ul><ul><li>Educação e pesquisa: 5,9% </li></ul></ul><ul><ul><li>Saúde: 1,3% </li></ul></ul><ul><ul><li>Meio ambiente e proteção animal: 0,8% </li></ul></ul><ul><ul><li>Habitação: 0,1% </li></ul></ul><ul><ul><li>*Dados pesquisa IBGE/IPEA/ABONG/GIFE 2005 </li></ul></ul>
  15. 15. Terceiro Setor no Brasil* <ul><li>N° de Empregados: 1,7 milhão de registrados (50% no Sudeste e 29,8% no campo Educação e pesquisa, sendo 7,1% na Religião e 5% em Direitos) </li></ul><ul><li>Média de 5,1 pessoas por entidade </li></ul><ul><li>268,9 mil entidades não possui empregados formalizados, somente voluntários e ou informais. </li></ul><ul><li>307,2 mil tem menos de 5 pessoas ocupadas assalariadas e menos de três mil entidades que possuem mais de um milhão de trabalhadores registrados. </li></ul><ul><li>76,3% das 3.000,00 grandes Organizações estão no Sudeste e 58,6% foram criadas antes da década de 80. </li></ul><ul><li>Total de recursos com pessoal: R$ 24,3 bilhões (salários um pouco superiores a média do mercado privado e público) </li></ul><ul><li>Entre 1996 – 2005 houve um crescimento de 215,1% das Fundações e Associações </li></ul><ul><li>2002 a 2005 – queda no crescimento, com maior crescimento na área de Meio Ambiente e proteção animal </li></ul><ul><ul><li>*Dados pesquisa IBGE/IPEA/ABONG/GIFE 2005 </li></ul></ul>
  16. 16. Terceiro Setor no Brasil* <ul><li>Desafios Institucionais: </li></ul><ul><ul><li>Captação de Recursos: 85,4% </li></ul></ul><ul><ul><li>Estrutura Física: 37,7% </li></ul></ul><ul><ul><li>Comunicação: 35,2% </li></ul></ul><ul><ul><li>Relações com o governo: 33,6% </li></ul></ul><ul><ul><li>Mobilização comunitária: 33,3% </li></ul></ul><ul><ul><li>Planejamento estratégico: 30,3% </li></ul></ul><ul><ul><li>Avaliação de projetos: 28,1% </li></ul></ul><ul><ul><li>Formação da Equipe: 27,6% </li></ul></ul><ul><ul><li>Participação em Redes: 23,7% </li></ul></ul><ul><ul><li>Atuação do Conselho: 20,4% </li></ul></ul><ul><ul><li>Análise contexto sócioeconômico e político: 19,1% </li></ul></ul><ul><ul><li>Transição de lideranças: 18,2% </li></ul></ul><ul><ul><li>Planejamento de atividades/projetos: 16,7% </li></ul></ul><ul><ul><li>Análise da legislação em sua área de atuação: 14,4% </li></ul></ul><ul><ul><li>Relações internas: 13,8% </li></ul></ul><ul><ul><li>Análise do contexto ambiental: 9,5% </li></ul></ul><ul><ul><li>Outros: 5,8% *Dados pesquisa Itau Social/Instituto Fonte </li></ul></ul>
  17. 17. Minas Gerais <ul><ul><li>Um dos 27 estados federativos do Brasil </li></ul></ul><ul><ul><li>586.528 km² </li></ul></ul><ul><ul><li>20 Milhões de Habitantes (2° mais populoso do país) </li></ul></ul><ul><ul><li>853 Municípios </li></ul></ul><ul><ul><li>3° Maior PIB do País </li></ul></ul><ul><ul><li>Setores industrial (32,1%) de serviços (59,98%) e agropecuária ((8,01%) </li></ul></ul><ul><ul><li>24, 6 % da produção nacional de veículos (2° polo brasileiro) </li></ul></ul><ul><ul><li>1° Produção de Cimento </li></ul></ul><ul><ul><li>44% da Produção nacional mineral </li></ul></ul><ul><ul><li>Cidades históricas e rica cultura gastronômica, musical e artesanal. </li></ul></ul>
  18. 18. Belo Horizonte <ul><ul><li>Capital planejada, está entre as montanhas da Serra do Curral </li></ul></ul><ul><ul><li>2.452.617 habitantes (6 cidade mais populosa do país) </li></ul></ul><ul><ul><li>América Economia: Uma das 10 melhores cidades para se fazer negócios na América Latina </li></ul></ul><ul><ul><li>4° Maior PIB do País </li></ul></ul><ul><ul><li>80% do PIB: Setor de serviços </li></ul></ul><ul><ul><li>Capital Nacional dos Botecos (Festival Comida di Buteco) </li></ul></ul><ul><ul><li>Uma das cinco cidades mais desiguais do país... </li></ul></ul>
  19. 19. Nova Lima <ul><ul><li>Parte da RMBH (região metropolitana de Belo Horizonte) </li></ul></ul><ul><ul><li>76.608 habitantes </li></ul></ul><ul><ul><li>Economia: Mineração </li></ul></ul><ul><ul><li>Grandes condomínios residenciais </li></ul></ul>
  20. 20. O Terceiro Setor em Belo Horizonte <ul><li>Diagnóstico do CAO-TS (Centro de Apoio Operacional ao Terceiro Setor do Ministério Público de Minas Gerais) – Base 2005 </li></ul><ul><li>R$ 3,2 Bilhões </li></ul><ul><li>35 mil empregos diretos </li></ul><ul><li>28 mil voluntários </li></ul><ul><li>1.807 instituições </li></ul><ul><li>1.343 entrevistadas </li></ul><ul><li>74% criadas a partir da década de 80. Dessas: </li></ul><ul><ul><li>22% na década de 80 </li></ul></ul><ul><ul><li>29% a partir da década de 90 </li></ul></ul><ul><ul><li>23% somente entre 2000 e 2005 </li></ul></ul>
  21. 21. O Terceiro Setor em Belo Horizonte <ul><li>Modalidades de Instituições </li></ul><ul><ul><li>Instituições de Assistência Social: 31,8% </li></ul></ul><ul><ul><li>Instituições de Educação e Pesquisa: 17,7% </li></ul></ul><ul><ul><li>Instituições de Cultura: 10% </li></ul></ul><ul><ul><li>Instituições de Religião: 9,1% </li></ul></ul><ul><ul><li>Instituições de Saúde: 7,3% </li></ul></ul><ul><ul><li>Instituições de Esporte e Lazer: 3,4% </li></ul></ul><ul><ul><li>Instituições de Defesa de Direitos e Atuação Política: 3,2% </li></ul></ul><ul><ul><li>Instituições de Meio Ambiente: 2,4% </li></ul></ul><ul><ul><li>Instituições de Emprego e Capacitação: 2,3% </li></ul></ul><ul><ul><li>Instituições de Desenvolvimento e Habitação: 2,2% </li></ul></ul>
  22. 22. O Terceiro Setor em Belo Horizonte <ul><li>Fontes de Recursos: </li></ul><ul><ul><li>Governamental: 20% </li></ul></ul><ul><ul><li>Cobrança de Taxas, Contribuições e Mensalidades: 19,3% </li></ul></ul><ul><ul><li>Doações de Indivíduos: 16,5% </li></ul></ul><ul><ul><li>Venda de Produtos: 5,4% </li></ul></ul><ul><ul><li>Recursos de Igrejas, Cultos, Paróquias e Congregações: 5,0% </li></ul></ul><ul><ul><li>Recursos de Instituidores: 4,9% </li></ul></ul><ul><ul><li>Doações de Empresas: 4,8% </li></ul></ul><ul><ul><li>Sorteios, bingos, quermesses, festas: 3,0% </li></ul></ul><ul><ul><li>Outras fontes de geração própria de recursos: 3,0% </li></ul></ul><ul><ul><li>Patrocínios de leis de incentivo à cultura: 2,4% </li></ul></ul><ul><ul><li>Patrocínios Privados: 1,7% </li></ul></ul><ul><ul><li>Rendimento de patrimônio ou de capital financeiro: 1,5% </li></ul></ul><ul><ul><li>Outras fontes de recursos: 12,4% </li></ul></ul>
  23. 23. O Terceiro Setor em Belo Horizonte <ul><ul><li>Características (mediana): </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>20 anos de fundação </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>5 membros na Diretoria </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>10 funcionários </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>65% atuam na atividade fim </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>12 voluntários </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Receita média: 42.000,00 </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Percentual de recursos aplicados na atividade fim: 80% </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Principal parceiro: Governo </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Principal fonte de recursos: governamental </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Área de maior atuação: serviços à família </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Porte: micro (até 9 vínculos) </li></ul></ul></ul>
  24. 24. O Terceiro Setor em Belo Horizonte <ul><li>Transparência: Para quem presta contas? </li></ul><ul><ul><ul><li>Orgão Interno: 60,6% </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Associados e Mantenedores: 48,8% </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>A outros órgãos do governo: 39,0% </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Aos doadores de recursos: 26,2% </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>A comunidade onde está inserida: 19,4% </li></ul></ul></ul><ul><li>Ausências das Organizações: </li></ul><ul><ul><ul><li>Conhecimento escasso de gestão, principalmente em: </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Planejamento Estratégico </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Estratégias de Marketing </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Comunicação (interna e externa) </li></ul></ul></ul>
  25. 25. O Terceiro Setor em Belo Horizonte <ul><li>Planejamento Estratégico: </li></ul><ul><ul><ul><li>Identidade Organizacional confusa </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Objetivos pouco claros </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Dependência do 1 setor </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Inexistência de planos estratégicos por Departamentos </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Controles determinados pelo investidor transformam-se em metas, não métricas. </li></ul></ul></ul><ul><li>Marketing </li></ul><ul><ul><ul><li>Não sabem o que é (Confundem Marketing com propaganda) </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Investimentos voltados para atividade fim impedem investimentos em gestão administrativa </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Mão de obra não familiarizada com gestão mercadológica (acadêmicos ou empregos políticos) </li></ul></ul></ul><ul><li>Comunicação </li></ul><ul><ul><ul><li>Inexiste planos de comunicação estruturados </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Não há diagnóstico ou mapeamento dos stakeholders </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Comunicação governamental (medo da reação pública) </li></ul></ul></ul>
  26. 26. Necessidades básicas das Organizações <ul><li>Técnicas de Frundaising para diversificar os recursos </li></ul><ul><li>Visão de médio e longo prazo </li></ul><ul><li>Reconhecimento dos stakeholders e publicização das atividades e recursos utilizados (transparência) </li></ul><ul><li>Uso da tecnologia para fomentar os relacionamentos </li></ul><ul><li>Comprometimento dos voluntários </li></ul><ul><li>Foco no negócio – O que somos? Para que estamos aqui? </li></ul><ul><li>Planejamento Estratégico de Marketing: </li></ul><ul><ul><li>Diagnóstico do Macro e Micro Ambiente, </li></ul></ul><ul><ul><li>Realinhamento da Identidade Organizacional, </li></ul></ul><ul><ul><li>Estudo do Composto de Marketing, </li></ul></ul><ul><ul><li>Definição de Objetivos e Estratégias, </li></ul></ul><ul><ul><li>Definição dos Planos de Ação, </li></ul></ul><ul><ul><li>Desenvolvimento de Controles e Processos </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Perenidade e sustentabilidade! </li></ul></ul></ul>
  27. 27. <ul><li>PERGUNTAS? </li></ul>

×