ATRAJETÓRIA EMPRESARIAL: DARCIRENE JÁCOME1                                                                       Ana Plisc...
METODOLOGIA      Na análise da trajetória empresarial da Sra. Darcirene Jácome foi elaboradoum projeto interdisciplinar no...
Com respaldo no art. 179 da CF, a lei nº 9.841/99 a empresa em questão,enquadrada na condição microempresa - ME, por dispo...
Apesar de nunca ter se especializado na área, a empreendedora emquestão consegue avaliar a viabilidade e o retorno econômi...
CONSIDERAÇÕES FINAIS        Diante do que foi exposto torna-se, pois explicito que no mundo dos negóciosmais importante do...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Artigo Interdisciplinar

638 visualizações

Publicada em

Artigo Interdisciplinar apresentado pelo curso de adminsitraçao dos alunos da UNP.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
638
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Artigo Interdisciplinar

  1. 1. ATRAJETÓRIA EMPRESARIAL: DARCIRENE JÁCOME1 Ana Pliscylla Dantas Granjeiro Dorca Alves da Silva Jeordam de Oliveira Gurgel Luendna Paula de Souza Morais Márcio Roberto de Andrade Araújo Maria Lucilete de Brito Sousa2RESUMOO presente artigo aborda de forma analítica a trajetória empresarial da Sra. Darcirene Jácome deOliveira Dantas, bem como seu destaque no setor farmacêutico e as características que contribuírampara que a mesma pudesse estabelecer vantagem diante da concorrência e manter-se viva em ummercado tão competitivo. Para isso recorreu-se a revisão bibliográfica de obras sobre a temática eentrevista com a empresaria supracitada promovendo a integração das disciplinas estudas.PALAVRAS-CHAVE: Trajetória empresarial, empreendedorismo, características empreendedoras.INTRODUÇÂO Desde muito cedo Darcirene Jácome já apresentava característicasempreendedoras, e ainda jovem deu inicio a prática de comércio como vendedoraambulante. A necessidade aliada ao sonho de tornar-se empresaria a fez prosseguirmesmo diante das dificuldades existentes. Visionaria e persistente, conseguiu avaliar a viabilidade de suas ideias etransformá-las em um negócio lucrativo. Nesse sentido, O artigo discute em primeira instância a trajetória de vida daempreendedora, bem como seu desempenho diante de um meio tão competitivoquanto o mercado farmacêutico, avaliando os fatores que contribuíram para seusucesso no ramo de atuação.1 O artigo apresentado ao projeto interdisciplinar das 2ª Séries do Curso de Administração da UnP.2 Alunos da Segunda Série de Curso de Administração.
  2. 2. METODOLOGIA Na análise da trajetória empresarial da Sra. Darcirene Jácome foi elaboradoum projeto interdisciplinar no qual se considerou a integração das disciplinasestudadas. Recorreu-se à estudo de caso, visita em locus e referênciasbibliográficas sobre a temática, bem como entrevista semiestruturada com aempresaria em questão, onde se objetivou uma melhor compreensão sobre seudestaque no setor farmacêutico e características que contribuíram para seu sucessonesse ramo.RESULTADOS E DISCUSSÔES De acordo com Código Civil 2002, do art. 966 é considerado empresárioquem exerce profissionalmente atividade econômica organizada para produção e acirculação de bens e serviços. A Sra. Darcirene Jácome de Oliveira Dantas, movida pela necessidade deaumentar sua renda começou a prática de comércio como vendedora ambulante.Persistente em seus projetos e embora houvesse contrariedade em colocá-los emprática começou a pensar em montar seu próprio negócio. Inicialmente sem recursos, a empresária trabalhava informalmente semregistro na Junta Comercial – órgão oficial encarregado da execução eadministração dos serviços de registro. No ano de 1988, deu inicio a um novo empreendimento no ramofarmacêutico, abandonando a prática de vendedora ambulante. Dessa vez járegistrada na Junta Comercial, saindo então da informalidade. No ato do registro passou a adotar o nome empresarial D. JácomeComércio farmacêutico Ltda. – ME. Segundo Fazzio (2006), nome empresarial é onome utilizado pelo empresário, de uso obrigatório por força da lei, com o qual temseus direitos assegurados e assume obrigações no exercício de sua atividade. Fazzio (2006) defende ainda, que além do nome empresarial admite-se apessoa jurídica a escolha de um titulo para seu estabelecimento, também designadonome fantasia, de uso facultativo e livre com o qual não responde juridicamente, etem por finalidade tornar conhecido do público o comerciante e o estabelecimentocomercial. Neste caso, o nome escolhido pela empresária foi Drogaria Saúde.
  3. 3. Com respaldo no art. 179 da CF, a lei nº 9.841/99 a empresa em questão,enquadrada na condição microempresa - ME, por dispor de um faturamento anualigual ou inferior a 240.000,00 (duzentos e quarenta mil reais), tem tratamentoprivilegiado, simplificado e favorecido. A pessoa jurídica enquadrada nesta condição poderá ser optante doSIMPLES (Sistema Integrado de Pagamento de impostos), que acarretará nopagamento unificado do imposto de Renda, do PIS/Pasep, do Cofins, do IPI etc.(FAZZIO, 2006). D. Jácome Comércio farmacêutico Ltda. – ME, nunca passou por umprocesso de falência, conceituado por Ulhoa (2008), como ato judicial onde aempresa ou sociedade comercial se omite em cumprir com determinada obrigaçãopatrimonial e então tem seus bens alienados para satisfazer todos seus credores,resultando na terminação da personalidade jurídica. Diante do exposto, pode-se dizer então que a Sra. Darcirene Jácome,pela sua ampla visão de mercado e capacidade de planejamento, o que a permitiudar continuidade a seu negócio cumprindo com todos os requisitos legais, dispõe deinúmeras características que a qualificam como empreendedora. De acordo com Dornelas (2008, p.5), empreendedor é alguém queassume riscos calculados, utiliza dos recursos disponíveis de forma criativa etransforma o ambiente social e econômico em que vive. Os empreendedores são pessoas diferenciadas, que possuem motivação singular, apaixonadas pelos que fazem, não se contentam em ser mais um na multidão, querem ser reconhecidas e admiradas, referenciadas e imitadas, querem deixar um legado. Darcirene Jácome, não cometeu o equívoco de pensar que umaoportunidade para ser viável, tem que, necessariamente, ser única, mas enxergouno ramo farmacêutico um meio pelo qual poderia pôr em prática os seus projetos etransformar sua ideia em um negócio lucrativo. Partindo do princípio defendido por Dornelas (2008) que afirma que oempreendedor deve procurar um ramo no qual tenha algum conhecimento eexperiência, Darcirene logo no inicio de sua trajetória empresarial, contratou umfuncionário experiente que a auxiliou até que a mesma dispusesse de informaçõessuficientes para dar continuidade a seu empreendimento.
  4. 4. Apesar de nunca ter se especializado na área, a empreendedora emquestão consegue avaliar a viabilidade e o retorno econômico de suas ideias eestabelecer vantagens competitivas relacionadas ao diferencial dos produtos eserviços oferecidos. Hoje, a Drogaria Saúde, conta com sete colaboradores, dispõe tambémde uma loja de conveniência e mantém convênios com diversos outrosestabelecimentos comerciais. Sem nenhuma dificuldade de liderança e considerando a importância datomada de decisão tanto para a organização como para as pessoas que dela fazemparte, a empresária adota uma política extensiva nas relações com seuscolaboradores, onde todos têm apresentação no processo decisório. Chauí (2005, p.335) afirma: “A política extensiva amplia a capacidade de ação humana,reconhecendo-a como uma atividade de todos sem distinção”. No processo decisório, definido por Baserman (2010) como um conjunto deetapas que levam à tomada de decisão de forma coerente, pode-se dizer queDarcirene Jácome é uma líder descentralizadora e flexível, que delegaresponsabilidades e permite a participação dos colaboradores na política daorganização. Para melhorar o desempenho no ambiente de trabalho, a empresáriarecompensa os funcionários que mais se destacam e estimula a integração entreeles por meio de confraternizações e reuniões, onde abre espaço para que osmesmos sugiram melhorias para empresa por meio da participação democrática. Asmelhores ideias são acatadas e postas em prática, fator que contribui para amotivação dos funcionários. Com base neste sistema de recompensas, pode-se dizer que a ênfase maioré dada ao trabalho em grupo. Definido por Robbins (2005, p. 186) “como dois oumais indivíduos, interdependentes e interativos, que se reúnem visando à obtençãode um determinado objetivo”. O desejo de tornar-se empresária aliada à necessidade de proporcionar umavida melhor para sua família estimulou a Sra. Darcirene Jácome a prosseguir mesmoapesar de todas as dificuldades e nesse trajeto de vinte de e três anos de história,características como persistência, otimismo e visão de futuro foram alguns dosfatores que mais contribuíram para que hoje fizesse parte de um rol de empresáriosbem conceituados e fizesse jus ao titulo de empreendedor de sucesso.
  5. 5. CONSIDERAÇÕES FINAIS Diante do que foi exposto torna-se, pois explicito que no mundo dos negóciosmais importante do que ter uma ideia é saber como colocá-la em prática, e nesseâmbito Darcirene Jácome mostra sua historia de superação, quando mesmo compoucos recursos conseguiu levar adiante o antigo sonho tornar-se empresária etransformar sua ideia em um negócio lucrativo. Dispondo também de inúmeras características empreendedoras, como visãode mercado, perseverança e disposta a correr riscos calculados não se contentouem tão somente fazer parte do ramo farmacêutico, mas mostrou-se apta antecipar-se as tendências mercadológicas, sempre aberta a novas experiências eoportunidades, fatores que contribuíram não só para sua permanência no mercado,mas que tornou-se um diferencial na história da empresária, mostrando-serelevantes quanto a vantagens diante da concorrência e destaque no setor em queatua.REFERÊNCIASBASERMAN, Max H. Don Moore. Processo Decisório. Tradução Daniel Vieira. –Rio de Janeiro: Elsevier, 2010.CHAUÍ, Marilena. Convite à filosofia. 13ª. ed. 4ª impressão – Editora afiliada- SãoPaulo, 2005.DORNELAS, José Carlos de Assis. Empreendedorismo: transformando ideias emnegócios. - 3. ed.- Rio de Janeiro: Elsevier, 2008.FAZZIO júnior, Waldo. Fundamentos de direito comercial: empresário, sociedadeempresária, títulos de credito – 6ª. ed. - São Paulo : Atlas, 2006.ROBBINS, Stephen P. Comportamento Organizacional; tradução técnicaReynaldo Marcondes – 11ª. ed. – São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2005.

×