Proyectos 1.

123 visualizações

Publicada em

Agregação pedagogica modulo Projeecto1

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
123
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Proyectos 1.

  1. 1. Aula No 1 Sumario: A Gestão no ciclo de Projectos Se não têm um problema, então não necessitas um projecto. Os projectos fazem-se para resolver problemas. Tempus Handbook. 4
  2. 2. Objectivo do curso Dotar aos participantes dos conhecimentos metodológicos necessários para a identificação, desenho, seguimento e avaliação de projectos. 5
  3. 3. Objectivo do aula 1 Identificar os aspectos necessários que se precisam para a fundamentação de um projecto
  4. 4. REGRAS BÁSICAS PELA ELABORAÇÃO DE UM PROJECTO1. Elaborar um projecto de investigação  Empeçar sim saber para onde, quanto é o custo e quanto demorará, é tempo y esforço perdido2. Saber com o pessoal com que se conta e se é capaz de suportar o peso da investigação  Com frequência muitas pessoas querem participar no projecto mais ao final se quedam pelo caminho3. Definir desde o principio quem é o chefe do projecto e os colaboradores  O “roubo” ou “abuso de poder” não é infrequente quando a investigação esta bem e pode significar uma decepção o a perda de uma boa amizade4. As investigações não são gratuitas  Se deve buscar financiamento, nelas se gasta dinheiro e tempo
  5. 5. Como se pode obter, solicitar Financiamento?Com a Elaboração de um Projecto
  6. 6. • Que significa confeccionarum projecto? Confeccionar um projecto é colocar a ideia o mais clara possível, incluindo seu alcance, custos e tempo.
  7. 7. Definição de Projecto Projecto:É uma Empresa Planificadacom um conjunto deactividades relacionadaspara alcançar umobjectivo, que têm umOrçamento e um tempodefinido, com caráctercíclico para transformar arealidade e avançar até obterum estado superior do 10desenvolvimento.
  8. 8. Quando solicitar Financiamento?A solicitude realiza-se com aElaboração de Projectos, afim de poder comunicar em formalógica e organizada, que sepersegue com a acção proposta,como se lograram os resultadosesperados, em um tempo e a umcusto determinado.
  9. 9. Natureza de um Projecto: Inversão privada:É acometido por um empresário particular para satisfazerobjectivos próprios. Medem a rentabilidade.Por exemplo: um projecto de confecções de camisas Inversão pública:Estão dirigidos a resolver problemas o satisfazernecessidades sociais das comunidades. O objectivo éatender uma população e satisfazer suas necessidades.
  10. 10. Tipos de Projectos de Inversão Pública: • Projectos socioprodutivos:Tem como fim instalar uma capacidade transformadora de matériaspara produzir bienes para satisfazer necessidades de consumo. Ex. projecto de produção agropecuaria. • Proyectos de infraestructura:Tens como propósito gerar condições impulsoras dedesenvolvimento económico. Ex. projecto de regadio, de construções. • Projectos de fortalecimento:Cumprem uma função de fortalecimento o recuperação decapacidades geradoras de benefícios. Ex. capacitação, dotação, alfabetização, vacinação, etc.
  11. 11. Etapas de desenvolvimento dosprojectos • Identificação do Projecto • Desenho - Memória • Execução - Acompanhamento • Avaliação. 14
  12. 12. Identificação do ProjectoFundamenta-se em:• Uma correcta identificação do problema.• Estudo das causas que gerem o problema• Estudo dos factores influentes no problema.• Recolha e processamento de informação respeito à situação inicial.• Caracterizar a realidade que deseja-se melhorar. 15
  13. 13. Adaptação do projecto ao meio (1)Permite estabelecer quais das execuçõessejam possíveis, pertinentes, realistas eadequadas em relação com o âmbitopolítico, económico, cultural e científico. 16
  14. 14. Adaptação do projecto ao meio (2)É um exercício que enquadra as seguintes acções:• Revisão de políticas e prioridades de desenvolvimento do pais, região ou sector económico ou Social no qual deseja-se intervir.• Revisão das prioridades das Organizações nacionais e Internacionais que podem participar nas acções do projecto.• Revisar as prioridades dos Doadores e Financeiros. 17
  15. 15. Protagonistas na Identificação:São aqueles que estão a intervir duma maneiraou outra no Projecto, mas, geralmente são:• Os beneficiários diretos e indiretos.• As Instituições e Agencias responsáveis da organização e execução do projecto.• As Organizações ou agencias responsáveis de apoiar e financiar a execução do projecto. 18
  16. 16. Viabilidade Estudar a possibilidade de levar a cabo o projecto reduzindo ao máximo o número de obstáculos. Considerar se os resultados esperados se correspondem com os esforços e as inversões que estimam-se deveram ser realizados. Considerar que possibilidades de futuro tenderá a nova situação esperada, uma vez que desapareça os fatores que a façam possível o cesse a ajuda externa.
  17. 17. Viabilidade Política. Técnica. Ambiental Socio-cultural Institucional e de Gestão Económica Financeira
  18. 18. Viabilidade do Projecto:• Política: campo de forças dos atores envolvidos; é contrario as políticas o regulamentos?• Técnica: se há trabalhado com a organização; corresponde a metodologias compatíveis?.• Económica: se conta com os recursos suficientes?; se conta com o apoio para seguir operando o projecto?
  19. 19. Exercício de Consenso entre osparticipantes (1) Os projectos são desenhados para resolver os problemas confrontados pelos beneficiários. Tempus Handbook.
  20. 20. Exercício de consenso entre osparticipantes (2)Os beneficiários e suas organizaçõesexpressam: Os seus objectivos, estratégias e nível de adaptação. As suas maneiras de organização e procedimento de definição a utilizar. Os métodos para participar nas acções, bem como, a distribuição de tarefas e administração dos fundos.
  21. 21. Exercício de consenso entre osparticipantes (3)Os executantes e financeiros expressam: As suas áreas e temas que têm prioridade. A sua filosofia e métodos de intervenção. Os seus objectivos de trabalho e sua função Social. Os métodos de Controlo na utilização dos recursos financeiros.
  22. 22. Estudo independente Elaboración de Proyectos El marco lógico de la gestion de proyectos. Bibliografía.• Metodología de proyectos de cooperación para el desarrollo EACI, Madrid, España, 1999. http://.www.EACI.org• David, D. Integrating the logical framework into the management of thecnical cooperation projects.• Baum, W; S. Stokes. Investing in development. Wordl Bank Experience, Oxford, 1985 Muito Obrigado.

×