Como elaborar projetos sociais

48.166 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Negócios
1 comentário
12 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
48.166
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
14
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1.284
Comentários
1
Gostaram
12
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Como elaborar projetos sociais

  1. 1. Como Elaborar Projetos Sociais – Captação de Recursos Para Projetos Sociais Profa. Dra. Miryam Schuckar Abril de 2005 Universidade do Sagrado Coração/Bauru 1. “ Para realizar sua missão e atender às necessidades da comunidade, as organizações necessitam de recursos, de origem nacional ou internacional, advindos de fontes governamentais ou privadas.” (Landim, 1999) 2. o Fontes de Financiamento o Indivíduos o Empresas o Fundações e ONGs (nacionais e internacionais) o Agências Internacionais de Cooperação (USAID, CIDA, GTZ, PNUD) o Recursos Públicos Governamentais o Projetos de Geração de Renda o Bancos o Eventos 3. Existem muitos recursos... ... faltam bons projetos. 4. O que são Projetos Sociais? Projetos são ferramentas de ação que delimitam uma intervenção quanto aos objetivos, metas, formas de atuação, prazos, responsabilidades e avaliação. Projetos sociais são uma forma de organizar ações para transformar determinada realidade social ou alguma instituição. 5. o Requisitos para um Projeto Social o Pessoas com vocação; o Boa articulação Social e Política; o Visibilidade e Sustentabilidade; o Transparência 6. o Projetos sociais: o tendências e desafios o Ênfase na ação local; o Articulação entre esferas de governo: união, estados e municípios; o Gestão em Rede; o Execução de projetos ou programas. 7. o Perfil do Gestor – Capacidades o Compreensão dos contextos políticos, sociais e institucionais; o Comunicação e negociação; o Definir, delegar e cobrar responsabilidades; o Agilidade de avaliação; o Motivar pessoas, administrar conflitos e frustrações e capacidade de gerenciamento; o Valorizar e promover a visibilidade do projeto e seus resultados.
  2. 2. 8. Apoio e Fomento - Fundações e ONGs; - Financiadores; - Agências de Cooperação; - Bancos; Neste nível o projeto se relaciona com a captação de recursos financeiros e a articulação global de políticas. É importante perceber as condições de possíveis financiadores e as relações políticas decorrentes destes possíveis apoios. 9. Mediação e Articulação Importante haver um equilíbrio entre captação de recursos financeiros e articulação de parcerias em torno do projeto. Desta forma, as articulações em torno de políticas públicas tem sua importância relacionada com a construção de projetos em comum, o que implica nas definições em torno da missão de cada organização. 10. Elaboração do Projeto Formato e Etapas 11. UM BOM PROJETO DEVE : o Ter começo, meio e fim; o Ser claro, objetivo e conciso; o Ter a participação dos três setores (Público, Privado e 3º Setor); o Ser auto-sustentável; o Ter objetivos quantificáveis; o Ter orçamento real. 12. o Estrutura do Projeto o Histórico da Instituição; o Justificativa; o Objetivo geral; o Objetivo Específico; o Metodologia o Indicadores e Formas de Avaliação; o Cronograma; o Orçamento; o Resumo; o Anexos com fotos. 13. o Quem é responsável pelo projeto? o Entidade Proponente/Executora o Dados da Entidade: o Qualificação o Identificação 14. Dados da Instituição o Dados Cadastrais; o Missão; o Experiência; o Parceiros; o Projetos; o Certificados; o Sucesso (resultados práticos). 15. o Dados de Identificação: o Nome o Endereço completo o Site e correio eletrônico
  3. 3. o Registro jurídico (CNPJ, etc) 16. o Dados de qualificação o Pequeno histórico da Instituição o Projetos que já realizou o Projetos que realiza o Entidades das quais recebe apoio o Entidades parceiras 17. o Justificativa o Por que o projeto deve ser implementado? o Demonstrar relação do projeto com problemas sociais relevantes: importância; o Destacar os benefícios que trará à população; o Reforçar a missão da Instituição; o Destacar o papel estratégico do projeto. 18. o Objetivos o (O que se quer transformar a partir do projeto) o Geral (Justificativa) o Específicos (Metas) 19. O acordo em torno dos objetivos e divisão de atribuições é essencial para a coesão do grupo que está viabilizando o projeto , pois o projeto será cobrado por seus resultados e realização dos objetivos específicos. 20. o Metodologia : Descrição técnica do “como fazer”; o Cronograma : Feito sobre cada atividade e não sobre o objetivo específico; o Orçamento : Também determinado por cada atividade proposta. O custo do projeto será o somatório do custo das atividades. o Anexos : Plantas, currículos, fotos etc... 21. o Metodologia o Como este projeto será executado? o Formas de pesquisa o Público Alvo o Parcerias o Instrumentos de ação o Materiais de trabalho 22. o Sua função é provar que o projeto atingiu os objetivos em termos quantitativos e qualitativos. Indicadores e Formas de Avaliação 23. o Avaliação o - Processo constante de revisão do projeto. o - Durante a elaboração da proposta.
  4. 4. o Durante a execução do projeto. o Descrita na metodologia ou à parte. 24. o Avaliação e Monitoramento o Objetivo Geral - Impactos a longo prazo o Objetivos Específicos - Resultados concretos a curto prazo o Monitoramento o Objetivos o Ações e resultados o Metodologia o Equipes e parcerias o Recursos 25. o Orçamento o Deve ser objetivo em relação aos gastos; o Indicar contrapartidas; o Fontes de contribuição local são importantes; o Quando possível, indicar possibilidades de sustentação própria; o Citar outros apoios recebidos e outras fontes em negociação. 26. o Resumo o A primeira imagem do projeto o Síntese o Uma página, no começo da proposta. o A problemática social o A relevância da ação o A credibilidade da organização o Os objetivos do projeto o Os recursos da contrapartida 27. o Anexos o São materiais de apoio ao projeto o Folder da Instituição o Cartas de apoio o Mapas, Fotos, Tabelas, Gráficos... o Dados estatísticos o Breve currículo dos responsáveis o Documentação legal 28. Desenvolvimento dos Projetos Etapa 1 – Idéia Etapa 2 – Elaboração Etapa 3 – Realização Etapa 4 – Conclusão Etapa 5 – Avaliação dos Resultados Um bom projeto se retroalimenta, prevendo continuidade 29. Importante  Projeto é planejamento e planejamento é atividade coletiva;  É preciso uma boa relação custo/beneficio;  Financiador não é banco e sim PARCEIRO;  Não estamos vendendo projetos, mas conquistando parceiros;  Conquistar parceiros é ter SUCESSO. 30. “ Sucessos sem sucessivos sucessores bem sucedidos é fracasso”. Robert A Orr 31.
  5. 5. o “ Distribuir dinheiro é algo fácil e quase todos os homens têm este poder. Porém decidir a quem dar, quanto, quando, para que objetivo e como, não está dentro do poder de muitos e nem tampouco é tarefa fácil.” ARISTÓTELES 384 a 322 a.C . 32. A captação de recursos é captação de pessoas para pessoas.

×