SlideShare uma empresa Scribd logo
FARMACOLOGIA APLICADA À MEDICINA-VETERINARIA
O RELATO DE CASO SERVE PARA RESPONDER AS QUESTÕES 1, 2 E 3
RELATO DO CASO
Um canino macho, sem raça definida, com três anos, pesando 36kg, foi atendido no
Hospital Veterinário da Escola de Veterinária da Universidade Federal de Minas Gerais,
sendo relatado à anamnese que há cerca de 30 dias apresentava tosse noturna,
intolerância ao exercício, cansaço freqüente, emagrecimento e episódios de síncope.
Após realização do exame clínico geral e específico, o animal foi internado, sendo
tratado com furosemida (4,0mg/kg q8h) e digoxina (0,02mg/kg q12h), ambos por via
intravenosa. Após a estabilização do quadro clínico, foi realizado exame radiográfico do
tórax, nas posições látero-lateral esquerda e dorso-ventral, e exame
eletrocardiográfico, nas derivações I, II, III, aVR, aVL, aVF, seguindo- se a técnica
citada por TILLEY (1992). O animal recebeu alta três dias após, sendo prescrita terapia
oral à base de digoxina (0,2mg/m2 q12h,), enalapril (0,25 mg/kg q24h), furosemida
(2,0mg/kgq12h), e dieta hipossódica. Foram realizados exames eletrocardiográficos
mensais, por um período de seis meses, para avaliação da evolução da doença e
monitorização da terapia instituída. Findo esse período, o animal foi novamente
internado, sendo submetido à eletrocardiografia e acrescentado ao seu tratamento
diltiazem (0,5mg/kg q8h). Foi realizado exame ecocardiográficog, modos
bidimensionais e M, segundo recomendações de THOMAS et al. (1993). O animal teve
alta, retornando trimestralmente para reavaliação, sendo que após sete meses de
acompanhamento, devido a transtornos geniturinários, foi indicada a eutanásia. O cão
foi enviado à necropsia para exames anatomopatológicos.
QUESTÃO-1: No relato, o animal recebeu um agente natriurético e um cardiotonico.
Identifique estes agentes e descreva seu mecanismo de ação. (0,5)
O uso da digoxina foi importante para o caso acima, pois havia uma melhora
no quadro.
QUESTÃO-2: Explique como a digoxina promove a melhora dos parâmetros
hemodinamico em pacientes portadores de ICC. (0,5)
QUESTÃO-3: Quais os cuidados que devemos ter com o uso de glicocorticóides em
uso prolongado ( acima de 30 dias)? (0,5)
QUESTÃO-4: Observe a apresentação abaixo(1,0)
Antiinfeccioso de amplo-espectro
Suspensão injetável
Uso Veterinário
Cada frasco - ampola (1,7 g) com p- contém:
• Benzilpenicilina benzatina.......................................... 600.000 UI
• Benzilpenicilina procaína........................................... 300.000 UI
• Benzilpenicilina potássica.......................................... 300.000 UI
• Diidroestreptomicina base (sulfato)................................... 250 mg
• Estreptomicina base (sulfato).......................................... 250 mg
• Ampola com diluente água destilada estéril..........................3 mL
Discuta os aspectos farmacocinéticos desta associação e explique o motivo pelo qual o
bactericida (Penicilina) esta associado ao outro bactericida (aminoglicosideos).

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Farmaco ii 2011.2

Farmacologia dos Anti-inflamatórios Esteroidais (AIEs).pdf
Farmacologia dos Anti-inflamatórios Esteroidais (AIEs).pdfFarmacologia dos Anti-inflamatórios Esteroidais (AIEs).pdf
Farmacologia dos Anti-inflamatórios Esteroidais (AIEs).pdf
frannascimento1580
 
Anestesia epidural com lidocaína isolada e associada ao fentanil p osh
Anestesia epidural com lidocaína isolada e associada ao fentanil p oshAnestesia epidural com lidocaína isolada e associada ao fentanil p osh
Anestesia epidural com lidocaína isolada e associada ao fentanil p osh
Marcelo Cavalcante
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Saiba como diminuir o tempo do animal dentro da propriedade sem aumentar os c...
Saiba como diminuir o tempo do animal dentro da propriedade sem aumentar os c...Saiba como diminuir o tempo do animal dentro da propriedade sem aumentar os c...
Saiba como diminuir o tempo do animal dentro da propriedade sem aumentar os c...
AgriPoint
 
Sindrome metabolica
Sindrome metabolicaSindrome metabolica
Sindrome metabolica
washington carlos vieira
 
Uma Pipeta Como Sempre - Um incidente de segurança do doente com medicamento ...
Uma Pipeta Como Sempre - Um incidente de segurança do doente com medicamento ...Uma Pipeta Como Sempre - Um incidente de segurança do doente com medicamento ...
Uma Pipeta Como Sempre - Um incidente de segurança do doente com medicamento ...
Fernando Barroso
 
Perioperative Medication Management
Perioperative Medication ManagementPerioperative Medication Management
Perioperative Medication Management
Carlos D A Bersot
 
Malm 2005
Malm 2005Malm 2005

Semelhante a Farmaco ii 2011.2 (8)

Farmacologia dos Anti-inflamatórios Esteroidais (AIEs).pdf
Farmacologia dos Anti-inflamatórios Esteroidais (AIEs).pdfFarmacologia dos Anti-inflamatórios Esteroidais (AIEs).pdf
Farmacologia dos Anti-inflamatórios Esteroidais (AIEs).pdf
 
Anestesia epidural com lidocaína isolada e associada ao fentanil p osh
Anestesia epidural com lidocaína isolada e associada ao fentanil p oshAnestesia epidural com lidocaína isolada e associada ao fentanil p osh
Anestesia epidural com lidocaína isolada e associada ao fentanil p osh
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Aula 1
 
Saiba como diminuir o tempo do animal dentro da propriedade sem aumentar os c...
Saiba como diminuir o tempo do animal dentro da propriedade sem aumentar os c...Saiba como diminuir o tempo do animal dentro da propriedade sem aumentar os c...
Saiba como diminuir o tempo do animal dentro da propriedade sem aumentar os c...
 
Sindrome metabolica
Sindrome metabolicaSindrome metabolica
Sindrome metabolica
 
Uma Pipeta Como Sempre - Um incidente de segurança do doente com medicamento ...
Uma Pipeta Como Sempre - Um incidente de segurança do doente com medicamento ...Uma Pipeta Como Sempre - Um incidente de segurança do doente com medicamento ...
Uma Pipeta Como Sempre - Um incidente de segurança do doente com medicamento ...
 
Perioperative Medication Management
Perioperative Medication ManagementPerioperative Medication Management
Perioperative Medication Management
 
Malm 2005
Malm 2005Malm 2005
Malm 2005
 

Mais de Bernadete Soares

Colinomiméticos e antimuscarinicos
Colinomiméticos e antimuscarinicosColinomiméticos e antimuscarinicos
Colinomiméticos e antimuscarinicos
Bernadete Soares
 
Anestesicos locais unesa - vet - 2010-1
Anestesicos locais   unesa - vet - 2010-1Anestesicos locais   unesa - vet - 2010-1
Anestesicos locais unesa - vet - 2010-1
Bernadete Soares
 
Acidificar e alcalinizar a urina reabsorção tubular distal ou difusão passiva...
Acidificar e alcalinizar a urina reabsorção tubular distal ou difusão passiva...Acidificar e alcalinizar a urina reabsorção tubular distal ou difusão passiva...
Acidificar e alcalinizar a urina reabsorção tubular distal ou difusão passiva...
Bernadete Soares
 
Anotaçoes soluções de dispersão com als
Anotaçoes   soluções de dispersão com alsAnotaçoes   soluções de dispersão com als
Anotaçoes soluções de dispersão com als
Bernadete Soares
 
Anotaçoes soluções de dispersão com als
Anotaçoes   soluções de dispersão com alsAnotaçoes   soluções de dispersão com als
Anotaçoes soluções de dispersão com als
Bernadete Soares
 
Estudo dirigido farmacologia dos sistemas
Estudo dirigido   farmacologia dos sistemasEstudo dirigido   farmacologia dos sistemas
Estudo dirigido farmacologia dos sistemas
Bernadete Soares
 
Formas de expressar a concentração
Formas de expressar a concentraçãoFormas de expressar a concentração
Formas de expressar a concentração
Bernadete Soares
 
ED - BIOQUIMICA
ED - BIOQUIMICAED - BIOQUIMICA
ED - BIOQUIMICA
Bernadete Soares
 
Antiparasitários med vet
Antiparasitários   med vetAntiparasitários   med vet
Antiparasitários med vet
Bernadete Soares
 

Mais de Bernadete Soares (9)

Colinomiméticos e antimuscarinicos
Colinomiméticos e antimuscarinicosColinomiméticos e antimuscarinicos
Colinomiméticos e antimuscarinicos
 
Anestesicos locais unesa - vet - 2010-1
Anestesicos locais   unesa - vet - 2010-1Anestesicos locais   unesa - vet - 2010-1
Anestesicos locais unesa - vet - 2010-1
 
Acidificar e alcalinizar a urina reabsorção tubular distal ou difusão passiva...
Acidificar e alcalinizar a urina reabsorção tubular distal ou difusão passiva...Acidificar e alcalinizar a urina reabsorção tubular distal ou difusão passiva...
Acidificar e alcalinizar a urina reabsorção tubular distal ou difusão passiva...
 
Anotaçoes soluções de dispersão com als
Anotaçoes   soluções de dispersão com alsAnotaçoes   soluções de dispersão com als
Anotaçoes soluções de dispersão com als
 
Anotaçoes soluções de dispersão com als
Anotaçoes   soluções de dispersão com alsAnotaçoes   soluções de dispersão com als
Anotaçoes soluções de dispersão com als
 
Estudo dirigido farmacologia dos sistemas
Estudo dirigido   farmacologia dos sistemasEstudo dirigido   farmacologia dos sistemas
Estudo dirigido farmacologia dos sistemas
 
Formas de expressar a concentração
Formas de expressar a concentraçãoFormas de expressar a concentração
Formas de expressar a concentração
 
ED - BIOQUIMICA
ED - BIOQUIMICAED - BIOQUIMICA
ED - BIOQUIMICA
 
Antiparasitários med vet
Antiparasitários   med vetAntiparasitários   med vet
Antiparasitários med vet
 

Farmaco ii 2011.2

  • 1. FARMACOLOGIA APLICADA À MEDICINA-VETERINARIA O RELATO DE CASO SERVE PARA RESPONDER AS QUESTÕES 1, 2 E 3 RELATO DO CASO Um canino macho, sem raça definida, com três anos, pesando 36kg, foi atendido no Hospital Veterinário da Escola de Veterinária da Universidade Federal de Minas Gerais, sendo relatado à anamnese que há cerca de 30 dias apresentava tosse noturna, intolerância ao exercício, cansaço freqüente, emagrecimento e episódios de síncope. Após realização do exame clínico geral e específico, o animal foi internado, sendo tratado com furosemida (4,0mg/kg q8h) e digoxina (0,02mg/kg q12h), ambos por via intravenosa. Após a estabilização do quadro clínico, foi realizado exame radiográfico do tórax, nas posições látero-lateral esquerda e dorso-ventral, e exame eletrocardiográfico, nas derivações I, II, III, aVR, aVL, aVF, seguindo- se a técnica citada por TILLEY (1992). O animal recebeu alta três dias após, sendo prescrita terapia oral à base de digoxina (0,2mg/m2 q12h,), enalapril (0,25 mg/kg q24h), furosemida (2,0mg/kgq12h), e dieta hipossódica. Foram realizados exames eletrocardiográficos mensais, por um período de seis meses, para avaliação da evolução da doença e monitorização da terapia instituída. Findo esse período, o animal foi novamente internado, sendo submetido à eletrocardiografia e acrescentado ao seu tratamento diltiazem (0,5mg/kg q8h). Foi realizado exame ecocardiográficog, modos bidimensionais e M, segundo recomendações de THOMAS et al. (1993). O animal teve alta, retornando trimestralmente para reavaliação, sendo que após sete meses de acompanhamento, devido a transtornos geniturinários, foi indicada a eutanásia. O cão foi enviado à necropsia para exames anatomopatológicos. QUESTÃO-1: No relato, o animal recebeu um agente natriurético e um cardiotonico. Identifique estes agentes e descreva seu mecanismo de ação. (0,5) O uso da digoxina foi importante para o caso acima, pois havia uma melhora no quadro. QUESTÃO-2: Explique como a digoxina promove a melhora dos parâmetros hemodinamico em pacientes portadores de ICC. (0,5) QUESTÃO-3: Quais os cuidados que devemos ter com o uso de glicocorticóides em uso prolongado ( acima de 30 dias)? (0,5) QUESTÃO-4: Observe a apresentação abaixo(1,0) Antiinfeccioso de amplo-espectro Suspensão injetável Uso Veterinário Cada frasco - ampola (1,7 g) com p- contém: • Benzilpenicilina benzatina.......................................... 600.000 UI
  • 2. • Benzilpenicilina procaína........................................... 300.000 UI • Benzilpenicilina potássica.......................................... 300.000 UI • Diidroestreptomicina base (sulfato)................................... 250 mg • Estreptomicina base (sulfato).......................................... 250 mg • Ampola com diluente água destilada estéril..........................3 mL Discuta os aspectos farmacocinéticos desta associação e explique o motivo pelo qual o bactericida (Penicilina) esta associado ao outro bactericida (aminoglicosideos).