121024 19-wbeef-engorda-a-pasto-wolney-pereira

297 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
297
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
51
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

121024 19-wbeef-engorda-a-pasto-wolney-pereira

  1. 1. São Paulo – SP 2012
  2. 2. Perspectivas de Consumo Carne Bovina + 20 % até 2022 + 58% até 2050 Fonte :Agrolink/ Informa Economics 2012
  3. 3. Fonte : The Economist
  4. 4. Quem vai atender esta demanda?? DESAFIOS Aumentar a produtividade EUA – 90,8 MM Cabeças / 11,9 MM t Brasil- 202 MM Cabeças / 9,7 MM t
  5. 5. A medida que se intensifica, reduz a idade de abate doanimal, e o consumo total de alimento!Reduz o custo energético! Ganho de peso Tempo necessário Requerimento total diário (kg) da desmama ao Matéria seca Proteína (kg) abate (kg)Totalmente a pasto (meses) 0,25 40 7320 652 0,50 20 4460 434 0,75 13 3052 310 1,10 9 1903 224Suplementado/confinamentoAdaptado: BLASER (1990)
  6. 6. BRASIL
  7. 7. Níveis de PB - Águas18% 11% Adubação Qualidade do solo Manejo Clima Intensificação de uso Material genético9% 7%
  8. 8. Médio Teor de PB Em trabalhos pesquisados com gênero Brachiaria ,cerca de 40% do nitrogêniototal da forragem está na forma insolúvel em detergente neutro (NIDN) e 6% na forma insolúvel em detergente ácido (NIDA) (Paulino et al. 2002). Suplementação Proteica
  9. 9. PDR Nas águas , a massa de matéria orgânica degradada no rúmen pode ser superior em cerca de 80% em relação ao período da seca demanda de uréia para manutenção do crescimento microbiano no rúmen.(Detmann et al 2010)
  10. 10. Fazenda Primo IFazenda Primo IIFazenda RetiroFazenda Rio Vermelho
  11. 11. +=
  12. 12. PVC: 371 ± 11,3 kg 18/02/11
  13. 13. Disponibilidade de MST e MSpd6000 5.579 5.661 5.1245000 4.516 4.500 4.132 4.1534000 3.4413000 Paulino et al. (2002) MST recomendaram disponibilidade MSpd2000 de Mspd de 4 a 5% do PV1000 Experimento atual foi encontrado MSpd = 6,03% PV 0 Fev ABR Maio Média Figura 2 – Disponibilidade de matéria seca total (MST), MS potencialmente digestível (MSpd) da Brachiaria brizantha, cv xaraés, durante os meses experimentais.
  14. 14. PB,PIDN E PIDA35 30,12 31,1 28,9130 25,5125 18/fev20 01/abr 13,6515 11,62 12,25 10,7 9,18 10,66 13/mai 8,24 9,14 Média10 5 0 PB PIDN PIDA
  15. 15. ConsumosTabela 4- Consumo médio diário dos suplementos,proteina bruta (PB),proteina degradávelno rúmen (PDR)e nutrientes digestíveis totais (NDT) Tratamentos Item SM SMP 20 % FS SMP 40% UR SMP 40% UP suplemento 91 410 223 236 g/dia PB - 82,00 89,20 94,40 g/dia PDR - 71,66 84,95 89,85 g/dia NDT - 89,01 61,82 65,42 g/diaSM=suplemento mineral com 80 gramas de fósforo/kg de suplementoSMP 20% FS =suplemento mineral -proteica com 20% de PB composta de milho, farelo de soja, uréia e mistura mineralSMP 40% UR=suplement0 mineral- proteica com 40% de PB composta de milho, uréia e mistura mineralSMP 40% UP=suplement0 mineral- proteica com 40% de PB composta de milho, uréia, uréia protegida e mistura mineral SMP 40 UP : Consumo adicional de PB 15,12% (SMP 20% FS) e 5,83% (SMP 40 UR). Consumo adicional de PDR 26,17% (SMP 20%) 5,77% (SMP 40 UR).
  16. 16. Desempenho GMD 1,06 a 110 g=11,6% 32,5 21,5 0,97 ab 1,01 ab 0,95 b GMD 10,5 0 SM SMP 20% SMP 40 % SMP 40 % FS UR UP Tukey (P < 0,05)
  17. 17. Desempenho Ganho Adicional 8,91987 5,01654 Ganho Adicional 1,7132 010 SM SMP 20% SMP 40 % SMP 40 % FS UR UP
  18. 18. Medidas de Ultrassom
  19. 19. Espessura de gordura na Garupa: P8
  20. 20. Espessura de gordura no Longissimus dorsi
  21. 21. Resultados e DiscussãoTabela 4- Média e Erro Padrão da Média da espessura de gordura Inicial do músculo Longissimus dorsi (EGP8I),espessurade gordura final do músculo Longissimus dorsi (EGP8F), Taxa de acúmulo de gordura do do músculo Longissimusdorsi (TAEGP8),Espessura de gordura inicial da região da garupa (EGLDI) espessura de gordura final da região da garupa (EGLDF)Taxa de acúmulode gordura da região da garupa (TAEGLD) e nível de significancia (p) dos tratamentos experimentais Tratamentos Item SM SMP 20 % FS SMP 40% UR SMP 40% UP EPM p EGP8I 2,875 2,875 2,925 2,677 0,060 EGP8F 3,950 4,225 4,072 4,095 0,013 0,912 TAEGP8 0,012 0,015 0,013 0,016 0,001 0,657 EGLDI 2,575 2,650 2,722 2,677 0,046 EGLDF 3,875 4,050 3,757 4,320 0,092 0,135 TAEGLD 0,014 ab 0,016 ab 0,011 b 0,018 a 0,001 0,093 *Letras diferentes na mesma coluna indicam que houve diferença pelo teste tukey com 10% de nível de significância
  22. 22. Análise Econômica120 110100 6980 60 60 Ponto de equilíbrio60 39 Ganho Adicional40 Resultado Financeiro 20 R$ 9,2720 R$ 2,07 -R$ 15,72 0 SMP 20% SMP 40 % SMP 40 %-20 FS UR UP
  23. 23. INTEGRAÇÃO SISTEMAPASTO-CONFINAMENTO
  24. 24. Integração Pasto-Confinamento Simulação Confinamento SM SMP 20% FS SMP 40% UR SMP 40% UPPeso Corporal - Início do Confinamneto (kg/Animal) 451,94 452,70 455,85 459,75PC adicional em relação ao tratamento SM (kg/Animal) 0,76 3,91 7,81 1Ganho total no confinamneto para atingir 500 kg 48,06 47,30 44,15 40,25Dias de Confinamento com GMD 1,4kg 34 34 32 29Redução de diárias no confinamento (animal /dia) - 0 2 5Redução do período de confinamento (%) - - 7% 17% 2Custo da diária de confinamento (R$/animal/dia) R$ 4,80 R$ 4,80 R$ 4,80 R$ 4,80Custo no Confinamento (R$/animal/período) R$ 163,20 R$ 163,20 R$ 153,60 R$ 139,20Economia por animal em relação ao lote Testemunha - R$ 9,60 R$ 24,00Economia em um confinamento com 1.000 animais - R$ 9.600,00 R$ 24.000,00Economia em um confinamento com 5.000 animais - R$ 48.000,00 R$ 120.000,00Economia em um confinamento com 10.000 animais - R$ 96.000,00 R$ 240.000,001/ Peso Medio estipulado para abate ,2/Valor médio de uma diária + custo operacional, baseada em uma dieta calculada para GMD de 1,6 no estado do Mato Grosso
  25. 25. Suplementação nas Águas 300 Kg 402Kg 0,566 kg/dia 102 KgSM 180 dias 300 Kg 437,7Kg 0,765 Kg/diaSMP 137,7Kg 180 diasGanho Adicional = 199 g/dia 35,7 Kg/ 180 dias
  26. 26. Custo Suplementação nas Águas 300 Kg 402Kg R$ = 0,09/dia R$ 16,2SM 180 dias 300 Kg 437,7Kg R$ 0,70/diaSMP R$ 126,00 180 dias Diferencial de Custo = R$ 109,80 Ganho de 35,7 kg / R$ 90 @ = R$ 107,1 Diferença = R$ -2,70/animal
  27. 27. INTEGRAÇÃO SISTEMAPASTO-CONFINAMENTO
  28. 28. Efeito no Confinamento 402Kg GMD= 1,5 85 diasSM 530 Kg 437,7Kg GMD= 1,5 62 diasSMP 530 Kg Redução de 23 diárias x R$ 4,80 = R$ 110,40
  29. 29. Qual o limite para o uso de tecnologia na produção de carne bovina? Lucratividade !
  30. 30. Muito obrigado!Wolney A. Pereira JuniorWolney A. Pereira Juniorwolneyzt@hotmail.com wolneyzt@hotmail.com

×