Apresentacao defesa 28.02.12 - correcao andréa 2

219 visualizações

Publicada em

Este Power Point refere-se a uma apresentação acerca das Representações Sociais de Professores da Educação Profissional, fruto de uma Dissertação de mestrado. Essa dissertação vai ao encontro do texto postado anteriormente, relativo à gestão de pessoas, capacitação ministrada pelo CPS.

Publicada em: Carreiras
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
219
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Trajetoria profissional, motivação, aporte teórico, campo de pesquisa – sujeitos e lócus. I - A Educação Profissional: do século XIX ao XXI, 1910 – Primeiras escolas oficiais do Estado. 1932 – Diretrizes para o ensino profissional para formar profissionais para o mercado de trabalho. 1969 – Autarquia. Regimento Interno Relações interpessoais Discurso Sistêmico – Eficiência e Eficácia Nível de excelência Papel importante na economia da Baixada Santista e do Estado.
  • Finalidade: Conhecer como se constitui a imagem-conceito relativa às representações sociais de um “ser e estar na profissão”.
  • Apresentacao defesa 28.02.12 - correcao andréa 2

    1. 1. Andréa Ferreira Garcia Pereira Orientadora: Profa. Dra. Maria de Fátima Barbosa Abdalla
    2. 2. As representações sociais são conjuntos dinâmicos, seu status é uma produção de comportamentos e de relações com o meio ambiente, de uma ação que modifica aqueles e estas e não de uma reprodução de comportamentos ou dessas relações [...] (MOSCOVICI, 1978, p. 50)
    3. 3.  PRINCIPAL:  Quais as representações sociais dos professores da Educação Profissional sobre a Identidade Docente?  COMPLEMENTARES:  Quais elementos podem levar à constituição dessa identidade profissional docente e indiciar algumas das representações dos professores nesse espaço de formação?
    4. 4. PRINCIPAL  Compreender as Representações Sociais de Professores da Educação Profissional sobre a Identidade Docente. ESPECÍFICOS  Identificar alguns elementos na Educação Profissional considerados pelos professores como constituintes da identidade docente.  Identificar algumas implicações deste processo de constituição identitária para o trabalho ou espaço da
    5. 5.  INTRODUÇÃO  CAPÍTULO I - DA IDENTIDADE DOCENTE NO CAMPO DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL 1. Educação Profissional: do século XIX ao XXI 1.1 A Educação Profissional em Santos 1.2 A perspectiva da Educação Profissional 2. Identidades em contexto: construções mediadas 2.1 Da Identidade pessoal à social: constituições mediadas pela formação profissional e pelas relações no trabalho 2.2 A mediação profissional 2.3 Dos Saberes da Docência  (NÓVOA, 2000; ABDALLA, 2006, 2008; CHARLOT, 2008; TARDIF, 2010; CONTRERAS, 2002; dentre outros).
    6. 6. 1. Das Representações Sociais (RS) 1.1 Das Representações Coletivas 2. Funções Sociais das Representações 3. Para compreender os processos de Objetivação e Ancoragem 3.1 Naturalização do Objeto 3.2 Da Informação, da Atitude, e do Campo de Representação: As Dimensões das Representações Sociais 3.3 Uma ideia de grupo 4. A Imagem da Identidade sob a perspectiva das Representações Sociais “Cumpre supor que essas imagens são espécies de sensações mentais , de impressões que os objetos e as pessoas deixam em nosso cérebro. [...] para protegê–los contra a barafunda da mudança e reforçam o sentimento de continuidade [...]” (MOSCOVICI, 1978, p. 47)
    7. 7. 1. A Pesquisa Qualitativa em Educação: Alguns Pressupostos 2. Pesquisa em Educação: Da escolha temática, do Lócus , dos sujeitos, das Etapas de Pesquisa e da Análise de Dados 2.1 Das Escolhas realizadas 2.2 Da Caracterização do Espaço       Localização: Santos; próximo da praia; período: manhã/tarde/noite População: ≃ 400 alunos – Ensino Profissional. ≃ 350 alunos - Ensino Médio. 130 Professores.
    8. 8. 2.3 Da Caracterização dos Sujeitos de Pesquisa            Pesquisados: 17 professores e 3 gestores – 20 Sujeitos. 11 Homens e 6 mulheres. Acima de 32 anos. 14 Casados; quatro (4) solteiros, dois (2) separados. 07 professores - nenhum filho. 10 professores - 1 filho. 03 professores – 2 filhos. 17 professores lecionam apenas nessa modalidade. Formação: Formação diferenciada – não pertencem ao núcleo comum – Engenharia, Programação, Administração. Especialização – a maioria (15).
    9. 9. 2.4 As etapas da Aplicação dos Instrumentos 1) Escolha dos sujeitos - tempo de serviço e formação. 2) Questionário socioeconômico - nove questões abertas e fechadas e palavras de sentido - relações no trabalho, instituição e prática docente. 3) Entrevista semiestruturada – 8 questões semiabertas - conferir naturalidade e ampliação dos sentidos. 2.4.1 Da Perspectiva de Análise dos Dados  TRS (MOSCOVICI, 1978) e BARDIN (2007). Categorização dos dados e dimensões de análise.  Seleção de depoimentos a serem utilizados.  Análise e Interpretação lógico-semântica, inferência. Suporte teórico demais autores.
    10. 10. Influência Influência REPRESENTAÇÕES ATITUDE/POSICIONAMEN TO Identidade Profissional Básica Objetivação Identidade Profissional Relacional “Relacional” Senso comum IMAGEM INFORMAÇÕES Ancoragem sobre IDENTIDADE IMAGEM IMAGEM CAMPO DE REPRESENTAÇÃO Educação Profissional
    11. 11. DIMENSÕES IDENTITÁRIA CATEGORIAS DE ANÁLISE 1ª ESCOLHAS E EXPECTATIVAS PROFISSIONAIS CONTEXTUAL 1ª POLÍTICAS PROFISSIONAL INTERNAS E EXTERNAS Unidades de sentido Formação Acadêmica Saberes da Docência Imagem Profissional (1ª) (2ª) (3ª) Gestão da Instituição Influência das Políticas Imagem do Grupo (1ª) (2ª) (3ª)
    12. 12. DA DIMENSÃO IDENTITÁRIA: 1º Atrelamento - conhecimentos acadêmicos e mundo do trabalho. 2º Ruptura expectativas – fazer o que é preciso. 3º Marca profissional. 4º Tolhimento da autonomia. 5º Imagens interrelacionais reconstituídas diariamente entre: professores, gestão, instituição. CONFLITO/DESCONFORTO PROFISSIONAL (MOSCOVICI, 1978; NÓVOA, 2000; CONTRERAS , 2002; DUBAR, 2005; ABDALLA 2006; TARDIF, 2010)
    13. 13. DA DIMENSÃO CONTEXTUAL: 1º Cerceamento Institucional. 2º Distância - discurso profissional e instituição. 3º Ambivalência/Fragmentação – aderem e refutam. 4º Conciliação de Interesses – Conformismo Inconformado. 5º Influência latente à produção docente: professores, gestão, instituição. 6º Imagens Conturbadas – estranhamento. CONFLITO/DESCONFORTO PROFISSIONAL (MOSCOCIVI, 1978; NÓVOA, 2000; DOISE, 2001; GILLY, 2001; CONTRERAS, 2002; DUBAR, 2005; ABDALLA 2006; TARDIF, 2010)
    14. 14. IMPLICAÇÕES : 1º Perda da Identidade Profissional – quando do atendimento às demandas institucionais em detrimento dos valores profissionais; 2º Sanções financeiras e profissionais – quando há resistência ao atendimento às demandas institucionais; 3º Perda da autonomia na Produção Docente – reduz ao Expert Técnico; 4º Freamento no processo de profissionalização – pela falta de interação/comunicação entre o Grupo.
    15. 15. SÍNTESE DOS RESULTADOS Atitudes/posicionamentos Conflitos Marcar a identidade Aderência Acatam/acreditam IMAGEM GRUPO Discurso institucional Resistência (cerceamento profissional – modelo) Ruptura Conformismo Inconformado Manipulação linha tênue Sistema/discurso Cumpra-se Reconhecimento pelo sistema. Identidade relacional
    16. 16. IMAGENS IMAGENS DESCONFORTO Identidade Relacional ELEMENTOS REPRESENTACIONAIS IDENTITÁRIOS Ambivalência Fragmentação IMPLICAÇÕES FREAMENTO PERDAS
    17. 17. CONSIDERAÇÕES FINAIS Sete (7) elementos constituintes representacionais: 1º Linha tênue – entre sujeito e instituição (Ambivalência); 2º Aceitação/interação/integração da instituição na constituição identitária profissional; 3º Criação de Estratégias de ação – Conformismo Inconformado – preservação da identidade profissional; 4º Conciliação razão institucional e do grupo (Ambivalência/Fragmentação); 5º Forma ambivalente de luta/resistência (Fragmentação); 6º Rupturas – escolhas e expectativas (Fragmentação);
    18. 18. “SÊ INTEIRO, POIS NADA TEU EXAGERA OU EXCLUI” Fernando Pessoa Girl Before a Mirror, Pablo Picasso(1932)
    19. 19. ABDALLA, M. F. B. O senso prático de ser e estar na profissão docente. São Paulo: Cortez, 2006. __________. O sentido do trabalho docente e a profissionalização. Relatório pósdoc. São Paulo: PUC, 2008. BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2007. CHARLOT, B. Relação com o saber, formação dos professores e globalização: questões para a educação hoje. Porto Alegre: Artmed, 2005. CONTRERAS, J. Autonomia dos professores. São Paulo: Cortez, 2002. DUBAR, C. Socialização: construção das identidades sociais e profissionais. São Paulo: Martins Fontes,2005. JODELET, D. (Org.). As Representações Sociais. Rio de Janeiro: EDUERJ, 2001. MOSCOVICI, S. A representação Social da Psicanálise. São Paulo: Zahar Editores, 1978. __________. (Org.). Psicologia social, I: Influência y cambio de actitudes. Indivíduos y grupos. Barcelona: Paidós, 1985. __________. Representações sociais: investigação em psicologia social. Petrópolis: Vozes, 2003. NÓVOA. A. Vidas de Professores. Lisboa: Ed. Porto, 2000.

    ×