Apresentação

139 visualizações

Publicada em

Enablin+ é um projeto destinado a crianças e jovens com necessidades de suporte complexas e intensivas (complex and intense support needs - CISN), aos seus cuidadores e aos técnicos que dão esse apoio.
Pretende desenvolver-se um sistema interdisciplinar de formação em contexto de trabalho, no qual pais e profissionais de diferentes áreas de formação aprendem em conjunto, com o objetivo de melhorar a inclusão, promover a desinstitucionalização e incrementar a vida de crianças com CISN, em vários níveis de idade.
Responde às necessidades urgentes de formação identificadas quer em membros mais ricos, quer mais pobres da UE, indo ao encontro das solicitações para apoiar crianças com CISN e da Convenção das Nações Unidas (2006) dos direitos das pessoas com incapacidades – os países foram forçados a tomar medidas no sentido da desinstitucionalização e a organizarem-se no sentido de possibilitar a inclusão de crianças com incapacidades em escolas “normais” e numa vida “normal”.
A formação especializada atual prepara os profissionais de forma insuficiente para lidar com estas questões, verificando-se uma necessidade de colaboração transdisciplinar entre todas as partes interessadas: pais, professores, pessoal que dá apoio às tarefas diárias, pessoal médico e de reabilitação e responsáveis pela formação especializada.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
139
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

  • Promover uma organização mais eficiente dos sistemas de suporte nos diferentes níveis de idade, começando com uma intervenção precoce.
    Perceber quais são as necessidade de formação do pessoal que fornece o suporte, quais são as competências necessárias a este tipo de trabalho.


    Construir um site com o intuito de responder às solicitações de profissionais desta área e pais.
    Definir uma lista de competências vocacionais para os diferentes profissionais que trabalham na áre a do suporte à incapacidade.
    Ir ao encontro da Convenção para os direitos das pessoas com incapacidade.
    Organizar um seminário nacional/grupo de trabalho com políticos e outros agentes de cisivos em questões de financiamento e empregabilidade de pessoas com incapacidade.
  • Acrescentar em todas as WP o papel específico de Portugal (pensar em questões concretas da WP 6)
  • Apresentação

    1. 1. Supported by the European Commission’s Life-Long Learning Programme 541981-LLP-1-2013-1-BE-LEONARDO-LMP ENABLIN+ Enabling and Including Young People with Complex and Intense Support Needs
    2. 2. Sumário • O projeto destina-se a crianças e jovens com necessidades de suporte complexas e intensivas (complex and intense support needs - CISN), aos seus cuidadores e aos técnicos que dão esse apoio. • Pretende desenvolver-se um sistema interdisciplinar de formação em contexto de trabalho, no qual pais e profissionais de diferentes áreas de formação aprendem em conjunto, com o objetivo de melhorar a inclusão, promover a desinstitucionalização e incrementar a vida de crianças com CISN, em vários níveis de idade. • Responde às necessidades urgentes de formação identificadas quer em membros mais ricos, quer mais pobres da UE, indo ao encontro das solicitações para apoiar crianças com CISN e da Convenção das Nações Unidas (2006) dos direitos das pessoas com incapacidades – os países foram forçados a tomar medidas no sentido da desinstitucionalização e a organizarem-se no sentido de possibilitar a inclusão de crianças com incapacidades em escolas “normais” e numa vida “normal”. • A formação especializada atual prepara os profissionais de forma insuficiente para lidar com estas questões. Verifica-se uma necessidade de colaboração transdisciplinar entre todas as partes interessadas: pais, professores, pessoal que dá apoio às tarefas diárias, pessoal médico e de reabilitação e responsáveis pela formação especializada.
    3. 3. • O caráter transdisciplinar e multinível da aprendizagem. • A valorização de conhecimento de especialistas proveniente de diversas fontes: pais, prestadores de cuidados diários, professores, pessoal médico e de reabilitação. • Formar pais e profissionais em simultâneo (diferentes níveis hierárquicos em conjunto): cuidadores, professores, pais, médicos. • Complementaridade entre treino especializado básico (que decorrerá separadamente) e formação em contexto (interdisciplinar). • Uma abordagem baseada nas necessidades em lugar de uma abordagem baseada na deficiência. • A definição de grupos alvo como “necessidades e dependências complexas e intensivas”. • O ênfase na inclusão, não só na vida social mas também na educação. • A construção de módulos de formação baseada em necessidades reais. • Um enquadramento baseado na CIF e nos paradigmas da modificabilidade e inclusão. Aspetos Inovadores
    4. 4. • Indiretos: Crianças e jovens adultos com dependências complexas e intensas, com deficiências múltiplas e restrições severas em atividades e participação nas áreas do auto-cuidado, educação, comunicação, mobilidade e atividades de lazer. - Uma criança pode ser identificada como tendo necessidades complexas se contar com incapacidades profundas em, pelo menos, três das categorias seguintes: • Deficiência motora • Deficiência auditiva • Deficiência cognitiva • Deficiência na fala e linguagem • Problemas comportamentais • Problemas alimentares • Necessidades crónicas de saúde adicionais - Ou incapacidades severas e profundas numa das duas categorias anteriores mais, pelo menos, a necessidade de recorrer a dois tipos dos seguintes recursos: • Serviços de terapia • Recursos educacionais adicionais • Cuidados de enfermagem • Assistência Social • Serviços de Saúde Mental Grupos-alvo
    5. 5. • Diretos: Pessoal das instituições, pessoal da educação especial e regular, cuidadores em geral, pais, pessoal médico e da reabilitação, organizações representativas da incapacidade, pessoal da formação especializada. Grupos-alvo
    6. 6. • Promover a qualidade de vida de crianças e jovens adultos com necessidades complexas de dependência através do aumento da participação social e educacional, facilitando atividades, a aprendizagem e o desenvolvimento; através da consciencialização daqueles que lhes dão suporte. • Aumentar a qualidade do apoio bem como o contributo para a desinstitucionalização e inclusão, através da promoção da autoeficácia dos pais e dos profissionais que trabalham com crianças e jovens adultos com necessidades e dependências complexas e intensivas e no seu acompanhamento em direção a uma vida mais inclusiva e ativa. • Desenvolver módulos interdisciplinares em formação em contexto de trabalho para profissionais e pais que trabalham com os grupos-alvo, tendo em vista o aumento de competências na ativação cognitiva, no aumento da autonomia, em atividades da vida diária, na comunicação, na regulação do comportamento e na educação inclusiva. • Profissionalizar/preparar o pessoal das escolas regulares para uma receção adequada a crianças com necessidades complexas de dependência. • Fortalecer a cooperação pais-profissionais. • Promover o empowerment de pais e profissionais. Objetivos:
    7. 7. Ativitidades WORKPACKAGE 1: WHO ARE THEY? NEEDS OF PEOPLE WITH COMPLEX DEPENDENCY NEEDS Objetivos • Clarificar diversas problemáticas: condições de vida, cuidado e educação de crianças e jovens com necessidades e dependências complexas e intensivas. • Utilizar a CIF como base para descrever as dificuldades e necessidades destas pessoas com vista à aplicabilidade em diferentes domínios da sua vida. • Rever o plano de trabalhos e, de forma concreta, rever a atribuição de tarefas aos parceiros. Atividades • Operacionalizar a gestão do projeto: rever o plano de trabalho e definir tarefas concretas. • Realizar pesquisa bibliográfica. • Recolher informação dos parceiros; constituir amostras, questionários, entrevistas com os pais/cuidadores/médicos/pessoal ligado à reabilitação; compilar dados de outras pesquisas; • A informação será partilhada no primeiro meeting em Antuérpia. Produtos • Plano de trabalho revisto • Relatório dos sistemas de avaliação das necessidades • Um artigo sumário e relatório • Equipas de gestão do projeto • Distribuição de tarefas Parceiro responsável Universidade de Antuérpia (BE) Portugal: Desenvolver questionários, traduções, recolha de dados, contribuir para a elaboração do relatório e do artigo
    8. 8. WORKPACKAGE 2: CONTINUOUS SUPPORT SYSTEMS AND INCLUSION Objetivos • Definir o que são bons sistemas de suporte contínuo para pessoas com CISN, em diferentes idades (intervenção precoce, idade pré-escolar e idade escolar). • Clarificar resistências à desintitucionalização e inclusão, bem como sistemas de crenças ligados à ativação e inclusão. • Descobrir, descrever e modificar exemplos de boas práticas em concomitância com suportes adequados, iniciativas na ativação e participação na educação e outros domínios da sociedade. Atividades • Avaliação das necessidades de formação em contexto de trabalho em pessoas que tabalham com crianças e jovens com CISN. • Definir no que consistem as boas práticas de um suporte a crianças com CISN. • Pequisar acerca dessas boas práticas, tendo em vista um suporte contínuo. • Realizar vídeos que sejam representativos de boas práticas. • 2º meeting – Varna, Bugária. Produtos • Um “livro branco” de exemplos de boas práticas de ativação e inclusão de crianças com CISN (papel, online e DVD). • Relatório de uma pesquisa acerca das necessidades de avaliação na formação em contexto de trabalho. • Lista das competências profissionais (gerais e específicas) para os profissionais que trabalham com os grupos-alvo. • Um site interativo. • Artigos. Parceiro responsável Universidade de Antuérpia (BE) & Bulgária (com a participação de todos os parceiros) Portugal: Organizar focusgroups, pesquisar boas práticas, recolher dados, tradução, contribuir para a elaboração do relatório
    9. 9. WORKPACKAGE 3: INTERDISCIPLINARY IN-SERVICE TRAINING DEVELOPMENT Objetivos • Tendo por base a lista de competências realizada na WP2, desenvolver formação profissional transdiciplinar , multinível e modular, em contexto. • Desenvolver iniciativas de formação baseadas nos princípios da UDL (design universal para a aprendizagem), acessíveis a estudantes com necessidades especiais. • Organizar meetings com formadores em diferentes níveis de formação. Atividades • Tendo por base as pesquisas realizadas, desenvolver um conjunto de módulos de formação pós- graduada para o pessoal da educação regular e especial, cuidadores e pais. • Fazer um conjunto de vídeos tutoriais em diversos tópicos. • Definir o tipo de certificação. • Fazer com que esta certificação seja reconhecida pelas autoridades. • 3º meeting na Holanda ou em Paris Produtos • Serviço de formação em contexto, modular • Um conjunto de vídeos tutoriais • Um guia com tópicos diversos Parceiro responsável Buro Nijland-Kroes (NL) Portugal: Contribuir para o desenvolvimento do Curriculum do grupo; contribuir com formação via vídeo; contribuir para a elaboração de relatório e respetivo artigo.
    10. 10. WORKPACKAGE 4: TEST IST: PILOT TRAINING “SUPPORTING CHILDREN WITH INTENSE AND COMPLEX SUPPORT NEEDS TOWARDS ACTIVITY AND INCLUSION” Objetivos • Avaliar a eficácia, fiabilidade, conteúdo e modalidades dos módulos da formação em contexto profissional. Atividades • Desenvolver um pré e pós-teste em concordância com as variáves finais, com o objetivo de mensurar os efeitos decorrentes da formação. • Cada país deverá organizar 1 ou 2 grupos de formação. • Fornecer um questionário antes e depois dos módulos. • Ajustar os módulos. • Pesquisar acerca da eficácia dos módulos. • 4º meeting em Cluj-Napoca Produtos • Programa de módulos revisto. • Relatório sobre a implementação. Parceiro responsável Roménia (UBB) Portugal: Contribuir para a realização do pré e pós-teste; estabelecer formações piloto; contribuir na redação do relatório e artigo
    11. 11. WORKPACKAGE 5: INTEGRATED TRAIN-THE-TRAINER COURSE « ENABLING+ » Objetivos • Formar formadores (pais e profissionais) nos diferentes módulos, aumentar a disseminação. Atividades • Organizar um curso internacional de uma semana, integrando todos os módulos • 5º meeting em Itália Produtos • Programa de formação • Manual de formação Parceiro responsável Itália (Don Gnocchi Milano) Portugal: Participar em desenvolvimento profissional e ensino, internacional; Contribuir para a redação do relatório
    12. 12. WORKPACKAGE 6: DISSEMINATION & VALORISATION Objetivos • Divulgar os conteúdos a um público mais vasto • Promover iniciativas locais • Fomentar a consciencialização em políticos e outros agentes decisores Atividades • Editar uma newsletter bianual em versão eletrónica e em papel • Produzir folhetos em todas as línguas dos parceiros • Produzir um DVD e um handbook de formação • Traduções • Apresentar resultados em conferências internacionais • Editar um relatório final Produtos Folhetos em diversas línguas Assegurar a publicação (online e noutros suportes) dos produtos e relatórios do projeto Livro e DVD Artigos científicos e artigos em contexto de organizações de pais Participação em conferencias internacionais. Relatório público (parte relativa a Portugal e relatóro final) 6º meeting - Portugal Parceiro responsável Portugal
    13. 13. WORKPACKAGE 7: QUALITY ASSURANCE, EVALUATION & REPORTING Objetivos Assegurar que as atividades e produtos são congruentes com os objetivos. Assegurar uma continuidade do projeto mesmo depois do seu término. Atividades Organizar focusgroups para utilizadores finais. Estabelecer um plano de avaliação. Produtos Garantia de qualidade do plano/projeto Durabilidade do projeto após o seu término Relatório externo de avaliação Relatório final Relatório do 6º meeting Parceiro responsável Bélgica Portugal: Contribuir com critérios para a avaliação da qualidade do projeto; organizar focusgroups de utilizadores finais; contribuir para a avaliação interna e externa; contribuir para a redação do relatório final

    ×