Inclusão escolar de portadores de necessidades especiais

6.176 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.176
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
151
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Inclusão escolar de portadores de necessidades especiais

  1. 1. Inclusão escolar de portadores de necessidades especiais<br />
  2. 2. Atualmente, cada vez mais a sociedade em geral e do conhecimento, em particular, apresenta demandas educativas na área de inclusão de portadores de necessidades especiais, que requerem profissionais com uma formação específica nesta prática.<br />
  3. 3. Estas novas necessidades educativas têm gerado, por sua vez, novos âmbitos e contextos educativos, diferentes dos convencionais, nos quais se tornam necessárias intervenções educativas especializadas dirigidas por profissionais com competências específicas. Competências com as quais as pessoas recém-formadas geralmente não contam; e, principalmente, aquelas que não concluíram uma formação pedagógica.<br />
  4. 4. A inclusão escolar de portadores de deficiências tem sido tema de diversos estudos e proposta norteadora na Educação Especial no Brasil nos últimos anos. A prática da inclusão social é muito importante em diversos aspectos, uma vez que propicia a aceitação das diferenças individuais, valorização do ser humano, respeito à diversidade e aprendizagem por meio da cooperação.<br />
  5. 5. O mundo caminha para a construção de uma sociedade cada vez mais inclusiva. Sinais desse processo são visíveis com frequência crescente, por exemplo, nas escolas, na mídia, nos recursos da comunidade, nos programas e serviços (BRASIL, 2005). <br />
  6. 6. Assim, o professor, na educação inclusiva, precisa ser preparado para lidar com as diferenças, com a singularidade e a diversidade de todas as crianças e não com um modelo de pensamento comum a todas elas.<br />[ cabe a ele, a partir de observações criteriosas, ajustar suasintervenções pedagógicas ao processo de aprendizagem dosdiferentes alunos, de modo que lhes possibilite um ganhosignificativo do ponto de vista educacional, afetivo esociocultural ( PRADO & FREIRE, 2001, P.5).]<br />
  7. 7. Objetivos geraisSuporte pedagógico na formação de professores, e educação continuada para docentes.<br />Objetivos específicos<br />Fundamentar a prática profissional nos conhecimentos de inclusão social de portadores de necessidades especiais, desenvolvendo competências, conhecimentos, habilidades e recursos necessários para o desenvolvimento do aluno. <br />
  8. 8. Público alvo<br />Graduados e graduandos de diversas áreas, que queiram receber formação específica de inclusão de portadores de necessidades especiais voltada para a Educação.<br />Metodologia (ferramentas e aplicação)Uso da plataforma Moodle executado no AVA (Ambiente Virtual de Aprendizagem), blogs e twitter para discussões, links para serem acessados no ambiente virtual e Youtube na divulgação de vídeos.A cada semana, será disponibilizado links sobre o tema, apresentações em PowerPoint e um questionário.<br />
  9. 9. AvaliaçãoAtravés de discussões em fóruns, chats, tarefas avaliativas e questionários online. CronogramaExecutado no formato semanal, com duração de aproximadamente 6(seis) semanas.<br />
  10. 10. Referências bibliográficas:Brasil. Secretaria de Educação Especial. Inclusão: revista da educação especial, v. 1, n. 1, Brasília: Secretaria de Educação Especial, 2005.PRADO, M. E. B. B.; FREIRE, F. M. P. A formação em serviço visando a reconstrução da prática educacional. In: FREIRE, F. M. P.; VALENTE, A. (Orgs) Aprendendo para a Vida: os Computadores na Sala de Aula. SãoPaulo: Cortez, 2001. <br />

×