Um pouco de cultura... UM
O tempo quaresmal começa com a  Quarta Feira de Cinzas . Chama-se assim  porque na comemoração com que se inicia este temp...
Esta imposição é  ac ompanhada da proclamação  solene das frases: “ Lembra-te, homem, que és pó e ao pó hás-de voltar”; “ ...
Fruto do fogo que devora e purifica, a cinza aparece na Bíblia com o saco ou veste grosseira,  com jejuns, choros e lament...
Por vezes, indica aflição ou consternação: “ Tamar colocou terra na cabeça, rasgou a túnica de mangas compridas, colocou a...
mas na maior parte dos casos é sinal de penitência: «Ai de ti, Corazim! Ai de ti, Betsaida! Porque, se em Tiro e Sidónia t...
A cinza é sinal de morte, de uma vida que foi consumida no fogo; como também pode ser sinal de esperança numa vida nova qu...
REFLEXÕES A PROPÓSITO: <ul><li>A vida, por mais forte e saudável que seja, é sempre frágil e, por vezes, breve; facilmente...
<ul><li>É necessário e incontornável o arrependimento e a penitência pelas nossas faltas, sejam elas provenientes de palav...
<ul><li>É imperiosa a purificação interior e a mudança de mentalidade, mediante a aceitação da proposta de uma vida nova q...
É por isso que na Quaresma se dá uma importância significativa à escuta da Palavra de Deus, luz que desfaz a escuridão dos...
CRÉDITOS: Adaptação e formatação de: António Elísio Portela de um texto elaborado por: João Alberto Correia
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Cinzas

1.405 visualizações

Publicada em

Adaptação e Formatação: António Elísio Portela Texto: Pe. João Alberto Correia

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.405
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
23
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
15
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cinzas

  1. 1. Um pouco de cultura... UM
  2. 2. O tempo quaresmal começa com a Quarta Feira de Cinzas . Chama-se assim porque na comemoração com que se inicia este tempo litúrgico são impostas cinzas sobre a cabeça de quem participa na celebração.
  3. 3. Esta imposição é ac ompanhada da proclamação solene das frases: “ Lembra-te, homem, que és pó e ao pó hás-de voltar”; “ arrependei-vos e acreditai no evangelho”.
  4. 4. Fruto do fogo que devora e purifica, a cinza aparece na Bíblia com o saco ou veste grosseira, com jejuns, choros e lamentações.
  5. 5. Por vezes, indica aflição ou consternação: “ Tamar colocou terra na cabeça, rasgou a túnica de mangas compridas, colocou as mãos na cabeça e saiu a gritar”. (2 Samuel 13, 19)
  6. 6. mas na maior parte dos casos é sinal de penitência: «Ai de ti, Corazim! Ai de ti, Betsaida! Porque, se em Tiro e Sidónia tivessem realizado os milagres que foram feitos no meio de vós, há muito tempo que elas teriam feito penitência, vestindo-se de cilício e cobrindo-se de cinza» (Mateus, 11, 21)
  7. 7. A cinza é sinal de morte, de uma vida que foi consumida no fogo; como também pode ser sinal de esperança numa vida nova que delas renasce. De uma forma ou de outra, a cinza aparece sempre relacionada com a vida que se esvai ou que ressurge e que, por vezes, se esvai para RESSURGI R.
  8. 8. REFLEXÕES A PROPÓSITO: <ul><li>A vida, por mais forte e saudável que seja, é sempre frágil e, por vezes, breve; facilmente se esfuma e reduz a cinza </li></ul><ul><li>(“ Lembra-te, homem, que és pó...). </li></ul>
  9. 9. <ul><li>É necessário e incontornável o arrependimento e a penitência pelas nossas faltas, sejam elas provenientes de palavras, obras ou omissões, bem como a urgência do aprofundamento da fé </li></ul><ul><li>(“Arrependei-vos e acreditai no Evangelho”). </li></ul>
  10. 10. <ul><li>É imperiosa a purificação interior e a mudança de mentalidade, mediante a aceitação da proposta de uma vida nova que Deus nos faz por meio da sua Palavra </li></ul><ul><li>(“Nem só de pão vive o homem, mas de toda a Palavra que sai da boca de Deus”) </li></ul><ul><li>(Mateus 4, 4) </li></ul>
  11. 11. É por isso que na Quaresma se dá uma importância significativa à escuta da Palavra de Deus, luz que desfaz a escuridão dos caminhos da vida e prepara interiormente os crentes para acolher a vida nova que de CRISTO RESSUSCITADO lhes vem.
  12. 12. CRÉDITOS: Adaptação e formatação de: António Elísio Portela de um texto elaborado por: João Alberto Correia

×