Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 08 do Tomazi

15.213 visualizações

Publicada em

Slide do capítulo 08 do livro "Sociologia para o Ensino Médio" de Nelson Dácio Tomazi. Material de apoio para ser utilizado na sala de aula. Créditos by Tiago Lacerda.

Publicada em: Educação
1 comentário
11 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
15.213
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
14
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1.057
Comentários
1
Gostaram
11
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 08 do Tomazi

  1. 1. Unidade 3 A estrutura social e as desigualdades O termo “classe” é empregado de muitas maneiras. Sociologicamente, ele é utilizado na explicação da estrutura da sociedade capitalista, que tem uma configuração histórico-estrutural particular. As classes sociais expressam a forma como as desigualdades se estruturam nessa sociedade.
  2. 2. A sociedade capitalista e as classes sociais Capítulo 8 considerar a posição dos indivíduos e grupos no processo de produção; considerar a capacidade de consumo como fator de classificação. Hierarquização e mobilidade Há duas grandes maneiras de pensar a questão das classes: No primeiro caso, pode-se dividir a sociedade em grupos como os seguintes: o dos proprietários de terras, o da burguesia (industrial, financeira), o da pequena ou média burguesia, o dos trabalhadores ou operários.
  3. 3. A sociedade capitalista e as classes sociais Capítulo 8 Seja qual for o critério de classificação dos grupos sociais, fica evidente que as sociedades modernas caracterizam-se, em grau variável, pelas desigualdades. Revista A, em edição especial de 2005. Publicação destinada à classe A. RevistaA,ediçãoespecial/AbrilImagens De acordo com o segundo critério, pode-se dividir a sociedade em classes alta, média e baixa ou em classes A, B, C, D e E.
  4. 4. A sociedade capitalista e as classes sociais Capítulo 8 As desigualdades se expressam nos planos econômico, político e cultural. na apropriação da riqueza gerada pela sociedade; na participação nas decisões políticas; na apropriação dos bens simbólicos. Há desigualdades:
  5. 5. A sociedade capitalista e as classes sociais Capítulo 8 A mobilidade social nas sociedades capitalistas é maior do que nas divididas em castas ou estamentos, mas não é tão ampla quanto pode parecer. Thinkstock/GettyImages Embora vigore a ideia de que todos têm oportunidades iguais e podem prosperar por meio do trabalho, há barreiras à ascensão social, que não são escritas nem declaradas.
  6. 6. A sociedade capitalista e as classes sociais Capítulo 8 Karl Marx colocou a questão das classes no centro de sua análise sobre a sociedade capitalista. A desigualdade é constitutiva da sociedade capitalista De acordo com ele, as relações entre o capital e o trabalho assalariado são dominantes e a propriedade privada é o fundamento e o bem maior a ser preservado. Há duas classes fundamentais: a burguesia, que personifica o capital, e o proletariado, que vive do trabalho assalariado.
  7. 7. A sociedade capitalista e as classes sociais Capítulo 8 A dinâmica da sociedade capitalista não se restringe, porém, à contraposição entre burguesia e proletariado. O processo de constituição das classes e a forma como elas se estruturam determinam o aparecimento de frações, bem como de classes intermediárias, Thinkstock/GettyImages que ora apoiam a burguesia, ora se juntam ao proletariado, podendo desenvolver lutas particulares em determinados momentos.
  8. 8. A sociedade capitalista e as classes sociais Capítulo 8 A parcela da população que se encontra entre os grandes proprietários e os operários é composta de pequenos proprietários, pequenos comerciantes, profissionais liberais e outros. Não há uma classificação a priori das classes. É necessário analisar cada sociedade historicamente e perceber como as classes se constituíram no processo de produção da vida social. créditodasimagens:Thinkstock/GettyImages
  9. 9. A sociedade capitalista e as classes sociais Capítulo 8 Essa questão (a luta de classes) envolve: os procedimentos utilizados pela classe dominante para manter o status quo; os procedimentos utilizados pelos trabalhadores para modificar o status quo. De acordo com o pensamento marxista, o antagonismo entre a burguesia e o proletariado é a base da transformação social.
  10. 10. A sociedade capitalista e as classes sociais Capítulo 8 A luta de classes se desenvolve no modo de organizar o processo de trabalho e distribuir diferentemente a riqueza gerada pela sociedade; nas ações dos trabalhadores orientadas para diminuir a exploração e a dominação; na formação de movimentos políticos para mudar a sociedade. Thinkstock/GettyImages
  11. 11. A sociedade capitalista e as classes sociais Capítulo 8 Max Weber analisa a estratificação social com base na distinção entre as seguintes dimensões: econômica – quantidade de riqueza que as pessoas possuem; social – status ou prestígio que têm as pessoas ou grupos; política – quantidade de poder que pessoas ou grupos detêm nas relações de dominação. Desigualdades de riqueza, prestígio e poder
  12. 12. A sociedade capitalista e as classes sociais Capítulo 8 Um indivíduo que recebe uma fortuna inesperada não conquista necessariamente prestígio ou poder. Alguns podem ter poder e não ter riqueza, como pessoas ou grupos que se instalam nas estruturas de poder estatal. Alguns indivíduos, como artistas e intelectuais consagrados, podem ter status e prestígio, mas não ter riqueza e poder.
  13. 13. A sociedade capitalista e as classes sociais Capítulo 8 Para Max Weber, classe é todo grupo humano que se encontra em igual situação, isto é, seus membros têm as mesmas oportunidades de acesso a bens, a posição social e a um destino comum.
  14. 14. A sociedade capitalista e as classes sociais Capítulo 8 Weber afirma que as lutas de classe podem ocorrer no interior de uma classe social. Para esse autor, a luta de classes não é o motor da história, mas uma das manifestações para a manutenção de poder, renda ou prestígio em uma situação histórica específica. Thinkstock/GettyImages
  15. 15. A sociedade capitalista e as classes sociais Capítulo 8 Na visão de alguns sociólogos estadunidenses, na sociedade moderna há possibilidade de ascensão social, desde que os indivíduos aproveitem as oportunidades que surgem. Têm êxito os que dispõem de mais talento e melhor qualificação. Oportunidades e estratificação Thinkstock/GettyImages
  16. 16. A sociedade capitalista e as classes sociais Capítulo 8 Para autores como Kingsley Davis e Wilbert Moore, as desigualdades materiais não são, necessariamente, negativas. Na busca do interesse pessoal há sempre inovação e criação de novas alternativas. Assim, a sociedade se beneficia das realizações dos indivíduos. O capitalismo só é dinâmico porque é desigual, e todas as políticas que propõem a igualdade de condições levam os indivíduos a não lutar por melhores posições, reduzindo a competição entre eles.
  17. 17. A sociedade capitalista e as classes sociais Capítulo 8 Há indivíduos ou grupos excluídos da sociedade capitalista? Sobre a ideia de exclusão-inclusão MarleneBergamo/FolhaImagem Qual é o sentido da expressão “exclusão social”, tão comum em nosso cotidiano? À esquerda, desempregado dorme em rua da região central de São Paulo, à frente de cartazes com anúncio de emprego , em 2004. Ao lado, casa localizada em fazenda no sul do Maranhão onde moram mais de 30 trabalhadores rurais. O proprietário do local foi preso em flagrante por manter sete empregados sob regime de escravidão. Fotografia de 2001. Ricciotti Piana/Folhapress
  18. 18. A sociedade capitalista e as classes sociais Capítulo 8 O sociólogo brasileiro José de Souza Martins afirma, no livro A sociedade vista do abismo: novos estudos sobre a exclusão, pobreza e classes sociais, que a “exclusão social” pode ser entendida com base: na orientação transformadora, presente nos discursos políticos e acadêmicos para caracterizar, erroneamente, a situação dos explorados na sociedade; na orientação conservadora, que está presente no discurso de quem está incluído e se expressa na ideia de que não há alternativa melhor do que inserir os excluídos na sociedade.
  19. 19. A sociedade capitalista e as classes sociais Capítulo 8 A orientação transformadora é questionável, pois, apesar de viver em condições precárias, o trabalhador está incluído no sistema. A orientação conservadora caracteriza-se pelo conformismo: não questiona a sociedade atual nem a forma degradada e precária de buscar a inserção dos excluídos.
  20. 20. A sociedade capitalista e as classes sociais Capítulo 8Exercícios 1. Observe a imagem e reflita sobre o texto a seguir. A desigualdade não existe só no nascimento, mas é reproduzida todos os dias, expressando-se até mesmo na morte; principalmente em como se morre. GideonMendes/Corbis/LatinStock Nelson Dacio Tomazi Jovem sul-africana em estado de saúde crítico por falta de acesso a medicação anti-HIV. Fotografia de 2004.
  21. 21. A sociedade capitalista e as classes sociais Capítulo 8 EdFerreira/AE 2. Observe a imagem e responda às questões: a) O vencedor da Mega- Sena ganhou dinheiro. Ganhará com isso prestígio e poder? Casa lotérica em Aparecida de Goiânia, em Goiás, onde foi feito o jogo premiado de 12 de janeiro de 2007. b) Há elementos na cena retratada que justificam sua opinião?

×