ESCOLA ESTADUAL DR. MARTINHO MARQUES/TAQUARUSSU-MSNAVEGANDO NO MUNDO DA LITERATURA COM LUÍS VAZ DE CAMÕES                E...
ESCOLA ESTADUAL DR. MARTINHO MARQUES/TAQUARUSSU-MSNAVEGANDO NO MUNDO DA LITERATURA COM LUÍS VAZ DE CAMÕES E               ...
“Navegar é preciso; viver não é preciso. Quero para                                   mim o espírito [d]esta frase, transf...
O referido teórico (1996, p. 43) acrescenta que não há docência sem discência.Dessa forma é dever do professor aguçar no a...
c) Em sua opinião, o movimento literário estudado do século XVI influenciou ncomportamento humano do séc.XXI? Justifique s...
Vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=ozTUTK2sNAE&feature=relatedAVALIAÇÃO: A avaliação foi de caráter somatório em que o ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Navegando no mundo da literatura

612 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
612
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Navegando no mundo da literatura

  1. 1. ESCOLA ESTADUAL DR. MARTINHO MARQUES/TAQUARUSSU-MSNAVEGANDO NO MUNDO DA LITERATURA COM LUÍS VAZ DE CAMÕES E WILLIAN SHAKESPEARE TAQUARUSSU-MS 2011
  2. 2. ESCOLA ESTADUAL DR. MARTINHO MARQUES/TAQUARUSSU-MSNAVEGANDO NO MUNDO DA LITERATURA COM LUÍS VAZ DE CAMÕES E WILLIAN SHAKESPEARE Projeto desenvolvido na disciplina de Literatura sob orientação das professoras Marilza Nunes de. A Nascimento, Leidi Laura Bregeudo e .Maria Aparecida Crivelli com apoio da Coordenadora Pedagógica Eliana Pigari. Público alvo 2ºano A e B. TAQUARUSSU-MS 2011
  3. 3. “Navegar é preciso; viver não é preciso. Quero para mim o espírito [d]esta frase, transformada a forma para a casar como eu sou: Viver não é necessário; o que é necessário é criar. Não conto gozar a minha vida; nem em gozá-la penso. Só quero torná-la grande, ainda que para isso tenha de ser o meu corpo e a (minha alma) a lenha desse fogo. Só quero torná- la de toda a humanidade...” Fernando PessoaINTRODUÇÃO: Partimos da premissa de que a escola é a instituição responsável para formarcidadãos críticos, emancipados intelectualmente capazes de entender e, se preciso, fazermudanças no meio em que vive. Para isso, é necessário conhecer o passado para poderanalisar e entender o tempo presente e nele fazer transformações necessárias quevenham ao encontro das exigências vigentes da época, sejam elas no campo econômico,pessoal ou social. Dessa forma, defendemos que o ensino não deva ser mais aquelebancário, com aulas expositivas e apenas a reprodução de conteúdo, mas aquele queproporcione ao educando a produção de conhecimento, despertando nele o senso críticoe o desejo de se enveredar ao mundo da pesquisa a fim de ampliar o seu arcabouçoteórico e, assim, consequentemente, trazer à educação uma nova postura metodológicaem que o educador deixa de ser visto como „dono do saber‟ tornando-se apenas omediador do processo ensino aprendizagem. Segundo Paulo Freire (1996) o docentetem que ter consciência e a responsabilidade na qualidade de construtor doconhecimento. Conhecimento este que não deve jamais apenas ser transferido ao aluno,mais sim estimulá-lo na busca de novos conhecimentos. Assim, por perceber a necessidade de tornar as aulas de literatura mais atraentes,dinâmicas e produtivas sem fugir do conteúdo proposto na grade curricular, comotambém, despertar no aluno a capacidade de analisar criticamente os textos literáriosproduzidos no século XVI contextualizando e relacionandos-os as crenças, a economia eo comportamento da sociedade atual é que a professora dessa instituição de ensino,busca recursos tecnológicos para desenvolver tal projeto cuja finalidade primordial élevar o educando a produção de conhecimento através da pesquisa, pois como já diziaPaulo Freire “A leitura do mundo precede a leitura da palavra”, então, estudar Literaturaé antes de tudo fazer a leitura mundana onde o movimento literário se irrompeu levandoem consideração as condições de produção discursiva das obras estudadas.
  4. 4. O referido teórico (1996, p. 43) acrescenta que não há docência sem discência.Dessa forma é dever do professor aguçar no aluno a criatividade para que eles possamacrescentar algo ao mundo em que eles vivem. Freire vai lembrar que a prática docentecrítica, implicante do pensar certo, envolve o movimento dinâmico, dialético, entre ofazer e o pensar sobre o fazer.OBJETIVOS:Proporcionar ao aluno a produção de conhecimento através da pesquisa;Tornar as aulas de literatura dinâmicas e atraentes;Despertar no aluno o senso-crítico ao ler os textos, interpretá-los e contextualizá-los aomomento atual;Desenvolver no aluno o gosto pela leitura de textos literários;Mostrar ao aluno a necessidade de e o prazer de se trabalhar em grupo.Incentivar a leitura, como também propagar os textos dos referidos escritoresContribuir para imortalidade das referidas obras literáriasCONTEÚDO PROGRAMADOMovimento literário: Classicismo- contexto histórico e literárioAutores e obras: Luís Vaz de Camões-biografia e obra: Os LusíadasWillian Shakespeare- biografia e obra: MenestrelPROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS:1º Momento:Introdução do conteúdo proposto por meio de pesquisa na STE, tendo como basealgumas questões norteadoras para discussões: Em que momento histórico se irrompeuo movimento literário estudado?a) Como era a base econômica e o que buscava o homem daquela época? Oprocedimento humano, em relação à busca pelo desconhecido mudou no século XXI?Justifique sua respostab) Quais eram os costumes sociais da época no que se referem crenças, doutrinasreligiosas, formação familiar etc.? Houve diferenças daquela época para hoje? Explique:
  5. 5. c) Em sua opinião, o movimento literário estudado do século XVI influenciou ncomportamento humano do séc.XXI? Justifique sua resposta2º Momento:Pesquisar a biografia dos principais expoentes desse movimento literário: Luís Vaz deCamões e Willian Shakespeare.Assistir ao vídeo da declamação de Menestrel interpretado por Moacir ReisLeitura e interpretação textual: MenestrelContextualização do texto ao momento atual (bate papo informal)Pesquisa e leituras de textos, frases etc; de ambos escritores, fazer cartazes e distribuirna escola3º Momento:Reprodução de dos textos (paráfrase)Montagem de vídeos usando os aplicativos Movie Maker, Google doc, Power point oucorrespondentes4º Momento:Apresentação dos vídeos à classe(seminário) e envio aos colegas.5º Momento:Estudo sobre a estrutura textual da obra Os Lusíadas e a importância dessa obraliterária à Literatura.Formação de duplas em que cada dupla irá ler e analisar dois cantos da obra e fazeralgumas considerações sobre o que leu. O estudo se dará por meio de pesquisa no sítio“Obra de Domínio Público”6º Momento:Preparação para apresentação do seminário: após pesquisa, a dupla de aluno montará noaplicativo Power Point o resumo ilustrado dos cantos lidos apresentando-o à sala deforma que toda a obra será reescrita sob um novo sendo posta a disponiblidade noyoutube para que demais alunos de outras escolas tenham acesso.RECURSOS:Televisão, Aparelho de DVD, ComputadorAplicativos utilizados: Google, Movie Maker, Google doc. Power point, slide.com e osítio: WWW.dominiopublico.com.br
  6. 6. Vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=ozTUTK2sNAE&feature=relatedAVALIAÇÃO: A avaliação foi de caráter somatório em que o aluno foi avaliado através da suaparticipação, criatividade, responsabilidade, pontualidade ao desenvolver as atividadespropostas, apresentação do seminário ( pertinência ao tema proposto, domínio aoapresentar o conteúdo, clareza e objetividade), como também através de avaliaçãodiagnóstica por meio da escrita em que o aluno produziu resenha crítica sobre a obra e oheterônimo pesquisadoCRONOGRAMA:REFERÊNCIAS:FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia saberes necessários à prática educativa.-SãoPaulo: Paz e Terra. 1996.NICOLA, José. Português: ensino médio, vol. 1. São Paulo: Scipione, 2005.http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/PesquisaObraForm.jsphttp://www.google.com.br/search?hl=pt-BR&rlz=1R2ADFA_pt-BRBR402&q=v%C3%ADdeo+de+menestrel+willian+shakespeare&aq=f&aqi=&aql=&oq=

×