Bastidores e cablgaem

2.322 visualizações

Publicada em

Trabalho sobre Cablagem e Bastidores

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.322
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
61
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Bastidores e cablgaem

  1. 1. Cablagem e Bastidores Trabalho de Arquitetura de Computadores Escola Gil Vicente Prof.: Filipe Pereira TRABALHO FEITO PORPETRO ANDRIYKO E PEDRO CASANOVA NºS 13 E 11 11ºGI
  2. 2. Índice Material para montagem .......................................................................................................... 3 Acessórios.................................................................................................................................. 4 Equipamento Particular ............................................................................................................ 5 Escolha de um armário.............................................................................................................. 6 Organização interior de um armário ......................................................................................... 6 Acessórios de montagem .......................................................................................................... 7 Esteiras ...................................................................................................................................... 7 Calha técnica ............................................................................................................................. 8 2
  3. 3. Bastidores Bastidores são armários com medidas bem definidas, largura 48cm, sãoespecíficos para o equipamento que é colocado lá, a altura pode ser diferente,mas existe uma altura mínima, que é standard, o U (aproximadamente 4,5cm).Quando o equipamento tem essa altura mínima então diz-se que oequipamento ocupa 1U. Material para montagem O material que é colocado no interior do armário é montadosobre uma calha vertical normalmente com orifícios em forma dequadrado. Em cada orifício da calha devem ser colocadas molas roscadas,onde posteriormente entrarão os parafusos de suporte deequipamentos. 3
  4. 4. Cada conjunto de 3 orifícios de calha corresponde a 1U, logo um equipamentoirá no mínimo ocupar 3 posições. Para 1U são necessários 4 parafusos. Acessórios Orelhas: o Permitem pôr os equipamentos racknum bastidor, apertam-se entre o equipamento e a calha do armário. Servem tmbém para que os equipamentos com largura inferior a 19 polegadas sejam adaptados aos armários. Painel cego: o Um painel cego serve para preencher um espaço do armário onde não exista qualquer equipamento. Estes painéis podem apresentar diferentes tamanhos (1U até 10U) e cores variadas. Bandejas: o As bandejas podem ser uteis em duas situações especificas: suporte de equipamento pesado, ou para pousar equipamentos que não sejam do tipo rack. Patchpanel: o Um patchpanel tem geralmente duas funções:  Facilitar a reconfiguração (e aumento) da rede, conseguido pela mudança das ligações;  Impedir que se lide directamente com os equipamentos de rede ativos, minimizando o risco de se danificarem portas de rede. 4
  5. 5. Optical-fiber Distribution Frame (ODF): o Este equipamento tem praticamente as mesmas funções que um patchpanel mas as interfaces são ópticas. Passa cabos: o Os passa cabos, como o nome indica, são acessórios que permitem a passagem de cabos da frente para trás do armário ou vice-versa. Equipamento Particular Neste ponto vamos descrever o equipamento considerado particular, utilizadoem projetos específicos especifico. Servidores rack: o Os servidores podem se encontrar dentro ou fora de um armário de rede, todavia ele poderá entrar no armário desde que seja do tipo Rack (19 polegadas). Todas as ligações existentes num computador tradicional encontram se acessíveis também num servidor com esta configuração. Antes de adquirir um servidor do género, deve ter a certeza de que o armário que o vai albergar é suficientemente profundo. Quando existe um servidor de rack existem 3 formas de lhe aceder: o Através da rede, será necessário utilizar uma aplicação de controlo de ambiente de trabalho remoto através de qualquer computador da rede. o Colocando um teclado, rato e monitor tradicional dentro do armário. o Comprar um Monitor + Teclado + Rato de rack 1U, este equipamento é o mais caro. É normalmente acedido pelo operador de pé, pelo que deve ser colocado no bastidor a cerca de 1m do chão. Array de discos para rack: o Os arrays de discos para bastidores são conjunttos de discos com capacidade para armazenar grandes quantidades de dados. 5
  6. 6. Escolha de um armário Ao escolher um bastidor é necessário prever se no futuro haverá necessidadede incluir novos equipamentos dentro dentro do armário. Saber o local exato onde o armário vai ser colocado é outro fator a analisarcom cuidado. Pode ser colocado no exterior e no interior de uma sala. Se for colocado noexterior tem de ser impermeabilizado. A ventilação é outro fator importante que se deve ter em conta quandoadquire se um armário. Com os armários de exterior é necessário ter cuidadosacrescidos, pois tem mais dificuldade de extrair o calor porque sãoimpermeabilizados. No caso de armários interiores podemos abdicar da ventilação no armário se asala onde se encontrar o bastidor estiver em ambiente controlado. As vezes énecessário de recorrer ao ar condicionado, para impedir o sobreaquecimentodo equipamento. Organização interior de um armário Suponhamos que temos um armário de 15U, assim devemos por algunscomponentes: em cima vão os disjuntores que ocupam 2U de espaço, a seguirvamos colocar uma PatchPanel, também ocupa 2U, depois temos o passacabos, Switch e mais um passa cabos que em total ocupam 3U (1U cada), aseguir temos um painel cego 4U, depois é a unidade de armazenamento ocupa3U e no fim devermos colocar uma régua de tomadas 1U. 6
  7. 7. Cablagem estruturada A organização de uma rede através de cablagem estruturada permite autilização mais eficiente dos recursos da rede. Conforme as necessidades, acablagem é estruturada com uma certa configuração. O exemplo mais simples,é a instalação eléctrica das nossas casas. Existe um cabo eléctrico que se liga aonosso contador proveniente do exterior. Nas redes tudo é semelhante, poeexemplo, imagine que pretende instalar uma tomada de rede numa divisão dasua casa. A primeira tarefa será identificar o local onde se encontra oequipamento de interligação (switch/router), de seguida terá que pensar emcomo trazer o cabo desde este equipamento até ao local onde pretende inserira tomada. Acessórios de montagem A forma como os cabos são passados de umas divisões para outras de andarespara andares, dentro de uma sala ou entre edifícios, são semelhantes no quediz respeito ao tipo de acessórios utilizados. Esteiras As esteiras são utilizadas para passar conjuntos de cabos de uns armários paraoutros ou de umas salas para outros. 7
  8. 8. Existem esteiras com várias dimensões (largura, altura e comprimento) deacordo com o número de cabos (e grossura) a passar de uns locais para outros.A sua perfuração (ou espaçamento) é ideal para a fixação à parede ou teto,mas sobretudo para permitir o encaixe de novos aumentos e poder fixar oscabos com braçadeiras. Calha técnica Enquanto as esteiras são normalmente escondidas num teto ou chão falso, ascalhas técnicas encontram-se visíveis nas paredes das salas convencionais(salas de aula, escritórios, etc.). Apesar de terem praticamente a mesma função das esteiras, que é a de guiarcabos, adicionalmente permitem a inclusão de acessórios como tomadaseléctricas, de rede, vídeo ou som. 8
  9. 9. Calha com tomadas eléctricas e de rede. 9

×