Projeto Integrador em Administração de Redes de Computadores - Senac

446 visualizações

Publicada em

Apresentação do Projeto integrador sobre a implementação de uma nova rede de cabeamento estruturado para o Telecentro CEJA (Centro de Edução de Jovens e Adultos) do Bairro Estação Experimental em Rio Branco - Acre. Desenvolvido pelos alunos da turma 188 na matéria de administração de redes de computadores no Modulo II do Curso Técnico em Redes de Computadores do Senac no Acre - NEP.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
446
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
27
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Projeto Integrador em Administração de Redes de Computadores - Senac

  1. 1. PROJETO INTEGRADOR EM ADMINISTRAÇÃO DE REDES DE COMPUTADORES CURSO TÉCNICO EM REDES DE COMPUTADORES MÓDULO II
  2. 2. INTRODUÇÃO O Projeto consiste na implementação de uma nova rede de computadores. Planejada de acordo com as normas técnicas regulamentadoras. OBJETIVO LOCAL Telecentro CEJA (Centro de Educação de Jovens e Adultos) Bairro Estação Experimental, Rua Duque de Caxias, Nº 168. Rio Branco – Acre, Brasil.
  3. 3. NORMAS TÉCNICAS O OBJETIVO DAS NORMAS TÉCNICAS E CRIAR UM PADRÃO DE FABRICAÇÃO, DESENVOLVIMENTO E INSTALAÇÃO DE PRODUTOS EM COMUM. A SEGUIR VEJA O DETALHAMENTO DAS NORMAS TÉCNICAS QUE PADRONIZAM ESTE PROJETO. ANSI/TIA/EIA 568 Norma que define padrões para cabeamento estruturado. ANSI/TIA/EIA 569 Norma que define padrões para infraestrutura de cabeamento estruturado e instalação dos componentes de encaminhamento em geral. ANSI/TIA/EIA 606 Norma que visa gerenciar e identificar o sistema de cabeamento estruturado.
  4. 4. NORMAS TÉCNICAS NBR 14565 Norma técnica brasileira que tem por objetivo estabelecer critérios de projeto e instalação de rede interna estruturada de telecomunicações. ANSI/TIA/EIA-568-B.1 Norma que define os requisitos básicos para o cabeamento de Categoria 5e.
  5. 5. TOPOLOGIA DA REDE TIPO ESTRELA Neste laboratório será implantada a topologia do tipo estrela, em função da mesma permitir uma maior flexibilidade quanto à expansão da rede e também por não comprometer o funcionamento da rede caso um nó apresente problema. ESQUEMA DE REDE COM A TOPOLOGIA ESTRELA
  6. 6. RELATÓRIO DE INCONFORMIDADES EXISTEM DIVERSOS PROBLEMAS QUE FORAM CONSTATADOS E QUE DEVERÃO SER SANADOS DE ACORDO COM AS NORMAS TÉCNICAS. RACK DE REDE Aconselhamos a mudança do mesmo para 2 metros de altura, escolhemos essa altura para prevenir que qualquer indivíduo sem a permissão e os devidos conhecimentos possa ter acesso. E para que o administrador da rede possa ter a visão do funcionamento dos ativos e facilidade em fazer a manutenção. 1. RACK DE REDE DO LABORATÓRIO NA POSIÇÃO INCORRETA. 1.
  7. 7. RELATÓRIO DE INCONFORMIDADES ATIVOS DE REDE Devem estar fixos no Rack com espaçamento adequado para que o técnico ou administrador da rede possa ter espaço suficiente para executar manutenção ou intervenção. Portanto, esses equipamentos não podem estar soltos um sobre o outro ou e em locais ou armários inadequados. ILUSTRAÇÃO MOSTRANDO A ORDEM DE ORGANIZAÇÃO E QUANTIDADE CORRETA DE ATIVOS NESTA REDE. RACK MODEM PATCH PANEL ORGANIZADOR DE CABOS SWITCH
  8. 8. RELATÓRIO DE INCONFORMIDADES CABOS E TOMADAS Todos os cabos devem prover de identificações ponto-a-ponto, para facilitar a localização das tomadas e os elementos correspondentes ao cabo. Os cabos deverão ser protegidos fisicamente em toda sua extensão, aqui utilizaremos tubos e calhas galvanizadas fixados às estruturas de suporte, formando conjuntos mecânicos rígidos e livres de deslocamentos e que oferecem melhor segurança e estabilidade. ATUAL SITUAÇÃO DOS CABOS, CANALETAS E TOMADAS. 2. CABO DO RÁDIO 2.
  9. 9. RELATÓRIO DE INCONFORMIDADES CABOS E TOMADAS São um dos principais fatores responsáveis por falhas e quedas de desempenho em redes de computadores. Esses efeitos ocorrem principalmente quando são utilizadas tubulações e canaletas inadequadas, podendo ocasionar perdas de informações, travamento e danos a rede. INTERFERÊNCIAS ELETROMAGNÉTICAS ATUAL SITUAÇÃO DOS CABOS, CANALETAS E TOMADAS. 2. CABO DO RÁDIO 2.
  10. 10. PLANTA BAIXA 8,10 m 4,65m ÁREA TOTAL 37,66 m² 0,89cm 1 2 3 4 5 RACK DE REDE O laboratório e composto por 11 computadores, distribuídos em 5 mesas de tamanhos diferentes. Com essas informações mais as medidas da área, podemos dar inicio do desenvolvimento da estrutura na planta. LEVANTAMENTO DAS INFORMAÇÕES PARA A PLANTA TAMANHO DAS MESAS: MESA 1 E 2: 1,60x79cm. MESA 3, 4 E 5: 2,39x79cm.
  11. 11. PLANTA BAIXA Tivemos a ideia de planejar um modelo de cabeamento totalmente adaptável, ou seja, não importa a posição dos moveis da sala, o que importa e que ele sempre garantirá a existência de um ponto lógico próximo e disponível para a conexão. Ao todo 16 pontos lógicos. IDEIA TOMADA RJ-45 FÊMEA: CABO RJ-45 CAT. 5e: CABO BLINDADO: 8,10 m 4,65m ÁREA TOTAL 37,66 m² 0,89cm ANTENA DO RÁDIO 1,10 m 1,10 m 1,10 m 1,10 m 1,10 m 1,25m 0,50 cm 1,25m3,45 1,10 m 1,10 m 1,10 m 1,10 m 1,10 m 2,43 m 2,43 m CABO VERTICAL LAD. DIREITO CABO VERTICAL LAD. ESQUERDO 123456 8|79 11 | 101213141516 RACK DE REDE FORRO TOMADA DUPLA RJ-45 FÊMEA TOMADA DUPLA RJ-45 FÊMEA 1 2 3 4 5 PLANTA BAIXA COMPLETA.
  12. 12. ILUSTRAÇÃO EM PERSPECTIVA ATRAVÉS DESTA ILUSTRAÇÃO PODE-SE TER UMA MELHOR VISÃO DE TODO O PROJETO DO CABEAMENTO ESTRUTURADO. ILUSTRAÇÃO CRIADA A PARTIR DA PLANTA BAIXA.
  13. 13. MATERIAIS RELAÇÃO De todos os materiais necessários para a construção da infraestrutura de rede. RELAÇÃO DE EQUIPAMENTOS ATIVOS  Switch 24 portas 10/100/1000 Mbps; RELAÇÃO DE CABEAMENTO E ACESSÓRIOS  305 m de cabo UTP Cat.5e;  Patch Panel - 24 portas RJ45 Cat.5e;  Plug (Conector) RJ45 Macho;  Conectores RJ45 Fêmea Cat.5e;  Cabo Patch Cords Cat.5e (1,5M);  Cabo Patch Cords Cat.5e (0,20M);  Guia organizador De cabos 1U;  Abraçadeira plástica de Nylon Preta 140 x 3,6 mm;  Porca gaiola com parafusos Philips M5 (Kit) para Rack;  Rotulador Eletrônico PT-E500 Brother OBS: AS QUANTIDADES E VALORES FORAM ESPECIFICADAS NO RELATÓRIO TÉCNICO.
  14. 14. MATERIAIS RELAÇÃO DE MATERIAIS PARA A INFRAESTRUTURA  Eletroduto Zincado Leve 1” 3MT;  Eletroduto Zincado Leve 1.1/2” 3MT;  Curva Zincada 90º x 1”;  Dailet Múltiplo DM100-X ST 1”;  Tampão p/ fechar Dailet 1”;  Tampa p/ Condulete 1" para 1xRJ45;  Tampa p/ Condulete 1" para 2xRJ45;  Suporte Metálico P/ 1 RJ45;  Abraçadeira Galvanizada "D" P/ Eletroduto 1" com Cunha;  Abraçadeira Galvanizada "D" Para Eletroduto 1.1/2” com Cunha;  Eletrocalha P.T.U 50X50X6MTS;  Tampa para Eletrocalha P.T.U 50X50X6MTS;  Parafuso FixPhilips 4x30;  Bucha de Nylon NR 06;  Caixa de passagem 15x15 SOBREPOR;  Fita isolante 3M profissional;  Serra copo Speedde 1.1/2” com suporte para Metal;  Serra copo p/ madeira de 1” com suporte;  Serra copo p/ madeira de 1.1/2” com suporte; OBS: AS QUANTIDADES E VALORES FORAM ESPECIFICADAS NO RELATÓRIO TÉCNICO.
  15. 15. CONSIDERAÇÕES FINAIS IMPLANTAÇÃO  Será utilizada mão de obra própria (Alunos) para a maioria das partes do projeto. Mas para a readequação do cabo blindado e conector do rádio dentro do Rack, instalação de uma tomada elétrica com aterramento para alimentar os equipamentos de rede no Rack e a montagem da eletrocalha e caixas de passagem no forro para interligar as tubulações internas da rede lógica. Nesses três casos será necessário um profissional técnico indicado pelo coordenador do Telecentro CEJA da Estação.  Tudo irá ser documentado e etiquetado como os cabos, saídas e entradas do Patch Panel e das extensões utilizando a codificação padronizada da norma ABNT NBR 14565. Para a fácil administração e manutenção da rede.
  16. 16. PROJETO DESENVOLVIDO PELA TURMA Nº 188 DO CURSO TÉCNICO EM REDES DE COMPUTADORES DO SENAC – SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL NO NEP - NÚCLEO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL – GESTÃO E TI DE RIO BRANCO – ACRE. COM BASE AOS FUNDAMENTOS DAS NORMAS TÉCNICAS PARA A CONCLUSÃO E NOTA DO MODULO II SOB A ORIENTAÇÃO DO PROFESSOR: FRANCISCO WELINGTON COSTA RODRIGUES. OBRIGADO! ADELZEMIR DOS SANTOS SOUZA - ALEXANDRE VIEIRA DA SILVA - AMANDA ARAUJO DE OLIVEIRA - ARTUR CARVALHO DE BARROS - DANIEL ISRAEL DE FREITAS SOUZA - ELVIS RODRIGUES DA SILVA – FELIPE COELHO DA COSTA - FRANCISCO JAILTON SOARES DO NASCIMENTO - JEFFESSON FREITAS DA CRUZ - PAULINO CARDOSO DA SILVEIRA NETO - VALCICLEY GOMES MAIA. ALUNOS

×