Ficha de trabalho_1

235 visualizações

Publicada em

FICHA 1!

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
235
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ficha de trabalho_1

  1. 1. S.O. -Sistemas Operativos Módulo 4Ficha de Trabalho 1 Sumário: Software Open SourceUtilizando o documento anterior, responda às questões que se seguem.1. O que significa software open source? a. Para um sogtware considerar se opensource deve ter os seguintes princípios: Distribuição livre; Código fonte; Trabalhos Derivados; Integridade do autor do código fonte; Não discriminação contra pessoas ou grupos; Distribuição de licença; Licença não especifica a um produto; Licença não restrinja outros programas; Licença neutra em relação a tecnologia.2. Qual a diferença entre software livre e software open Source? a. Algumas pessoas dizem que a diferença entre estes dois termos está em regras e licenças de utilização, é porque o OS tem essas regras e licenças e o SL não.3. Descreve resumidamente as várias fases de evolução do software open Source? a. Existem 3 fases: Open Source 1.0 – Esta fase iniciou-se com movimentos de "hackers" do fim da década de 70 eseguiu-se pela instituição bem-sucedida do GNU Project e da Free Software Foundation, com representantes iniciais de sucesso como o Apache, Linux e My SQL. Finalmente, no final da década de 90, veio o sucesso da Apache Software Foundation, com as suas leis e princípios conhecidos por "Foundation Bylaws", criados para fomentar projectos OpenSource cooperativos. OpenSource 1.5 – Esta fase inicia a profissionalização e catapulta a importância do Open Source para a indústria em geral. Os serviços de manutenção e suporte de "matéria-prima" OpenSource são oferecidos comercialmente, mas o software permanece gratuito. Adiferenciação não vem do software em si, mas dos serviços em torno do mesmo.Empresas
  2. 2. como JBossGroup e Redhat inserem-se neste modelo. Esta fase não corrigiu o problema do alto custo de propriedade, por meio de pessoal interno fazendo montagem,integração, especialização e acabamento final, como na primeira fase. OpenSorce 2.0 – Segundo o Delphi Group, para que softwares Open- Source sejam adoptados pela maioria dos consumidores de softwares comerciais, e finalmente entrem na "missão crítica" dasempresas, rivalizando com os grandes fornecedores, é necessário que demonstrem umpadrão de qualidade compatível com estes últimos e ofereçam algumas vantagensintrínsecas num modelo de "comercialização" (sim, comprar também tem suasvantagens!), tais como repasse de riscos e compromisso "contratual e legal" por parte defornecedores com relação à qualidade do que oferecem.4. Diga de forma sucinta, quais as principais vantagens do software open Source? a. Todo o software tem o seu código fonte. O software open source disponibiliza a qualquer pessoa o acesso a esse código. Liberdade significa Escolha. Escolha significa Poder. As vantagens são as seguintes: Custos mais baixos com software – As soluções de software livre geralmente não necessitam do pagamento de licenças, o que reduz substancialmente o investimento nestas tecnologias. As únicas despesas encontram-se relacionadas com a implementação, suporte e formação (tal como em qualquer outro software). Gestão Simplificada de Licenças – O software livre pode ser instalado as vezes que forem necessárias e em diferentes máquinas sem custos adicionais no que toca a licenças. Custos mais baixos em Hardware – Geralmente, as soluções open source necessitam de menos poder de hardware para cumprir com os seus objectivos e tarefas. Esta situação permite um menor investimento em Hardware ou na aquisição de máquinas com mais poder de processamento. Amplo Suporte Técnico – Através das comunidades on-line é possível obter suporte técnico a estas tecnologias, mas também existem imensas empresas tecnológicas que oferecem suporte técnico a preço bem mais competitivos do que qualquer empresa detentora de um software proprietário. Não fica preso a um fornecedor – O facto de o código ser aberto e livre para alterações, permite às organizações não estarem presas a um fornecedor. Facilmente podem mudar e adaptar as suas escolhas de acordo com os seus melhores interesses.
  3. 3. 5. Lista alguns exemplos de projectos de sucesso? a. Aqui vou pôr 5 exemplos de projectos que tiveram sucesso: Python (Linguagem de programação); VLC (Tocadormulti plataforma e robusto. Toca praticamente todos os formatos de vídeos); Notepad++ (Editor de Texto com suporte a varias linguagens de programação); Free Download Manager (Gerenciador de Download); Google Chrome (Navegador).6. O que é o OSOR? Qual o seu objectivo? a. O OSOR é um repositório comum que, para além do código fonte e do códigoobjecto, disponibiliza informação sobre o uso de aplicações, as diferentes versões dosoftware, licenças de código aberto e material relacionado com contratos. Dentro desteportal, as administrações dos estados membros, ainda, poderão partilhar conhecimento eexperiência sobre as suas diferentes aplicações de código aberto. O objectivo é a partilha e reutilização de aplicações.

×