18.ago topázio 12.15_373_aeselpa

466 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
466
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
57
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Detalhe do CAPEX R$ 000 2005 2006 2007 2008 2009 AES Eletropaulo ** 328.992 300.616 364.307 409.545 478.295 AES Sul ** 88.441 143.436 164.356 188.699 137.640 Tietê Consolidada 27.500 46.500 50.747 59.264 56.648 AES Uruguaiana *** 8.500 28.400 20.549 3.905 998 AES Infoenergy 67 17 19 0 115 AES Atimus SP 7.415 13.938 18.693 43.949 41.060 AES Atimus RJ 13.882 11.412 7.468 18.317 17.161 Total Recursos Próprios 474.797 544.319 626.139 723.678 731.917 * Valores de 2012 a 2016 a preços de 2011, portanto não contemplam correção inflacionária. ** Inclui Movimentação de Estoque e Materiais Salvados *** Não contempla o custo de recuperação da CT # 2 em 2008.
  • 18.ago topázio 12.15_373_aeselpa

    1. 1. Ambiente Integrado de Apoio à Operação de Redes de Distribuição com Geração Distribuída F. H. Pereyra Zamora, A. P. Cunha, J. C. Guaraldo, H. Kagan, M. M. Lopes, M. R. Gouvêa F. Mirancos Cunha, J. Fuentes Lopes
    2. 2. Apresentação <ul><li>Empresa de base tecnológica - consultoria e prestação de serviços de P&D; </li></ul><ul><li>Spin-off Enerq/USP; </li></ul><ul><li>Principais Linhas de Pesquisa em Distribuição de Energia: </li></ul><ul><ul><ul><li>Regulação e Comercialização de Energia </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Redes Inteligentes; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Planejamento, Qualidade, Operação; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Redes Subterrâneas; </li></ul></ul></ul><ul><li>Clientes: AES Eletropaulo, Celesc, Light, Cemig, EDP, Rede Energia, ARSESP, Duke Energy, entre outros; </li></ul><ul><li>Parceiros: Enerq/USP, FIPE, etc. </li></ul>
    3. 3. AES Brasil Outros INVESTIMENTOS 1998-2010: R$ 6,9 bilhões PARTICIPAÇÃO DE MERCADO Distribuidoras (Energia distribuída) Geradoras (Capacidade instalada) 13% 87% 97,7% 2,3% Distribuição Geração Comercialização Telecomunicação 7 MILHÕES DE CLIENTES 7,6 MIL COLABORADORES AES NO BRASIL
    4. 4. TÓPICOS <ul><li>Motivação </li></ul><ul><li>Objetivos </li></ul><ul><li>Plataforma de Desenvolvimento </li></ul><ul><li>Metodologias e Técnicas </li></ul><ul><li>Estudo de Caso </li></ul><ul><li>Conclusões </li></ul>
    5. 5. MOTIVAÇÃO <ul><li>A utilização de Geração Distribuída (GD) é uma tendência mundial, constituindo-se num dos pilares das Redes Inteligentes de Distribuição ( Smart Grids ). </li></ul><ul><ul><li>a) abertura do mercado de geração à participação de investidores privados; </li></ul></ul><ul><ul><li>b) aproveitamento de fontes renováveis de energia, usualmente de menor porte que gerações convencionais; </li></ul></ul><ul><ul><li>c) esgotamento ou prazo elevado das obras convencionais de geração. </li></ul></ul>
    6. 6. MOTIVAÇÃO <ul><li>A abertura do mercado de energia para a conexão de produtores independentes, criam um cenário favorável à GD, em que diferentes fontes de energia podem ser conectadas ao longo das redes de distribuição. </li></ul><ul><ul><li>a) potencial para promover regulação de tensão em casos específicos; </li></ul></ul><ul><ul><li>b) redução de perdas, desde que o despacho seja consistente com as cargas; </li></ul></ul><ul><ul><li>c) liberação de capacidade da T&D; </li></ul></ul>
    7. 7. MOTIVAÇÃO <ul><ul><li>d) melhoria de confiabilidade e qualidade do suprimento; </li></ul></ul><ul><ul><li>e) diferimento de investimentos de expansão, com efeitos sobre a tarifa; </li></ul></ul><ul><ul><li>f) redução das emissões de gases estufa e ganhos com créditos de carbono; </li></ul></ul><ul><ul><li>g) menor vulnerabilidade, quando comparada a uma grande planta geradora. </li></ul></ul>
    8. 8. GDs na Eletropaulo <ul><li>A atualmente existem basicamente duas plantas de GD que utilizam o biogás de aterros sanitários - Bandeirantes e São João. </li></ul><ul><ul><li>motores a gás com potência entre 0,75 MW e 1,0 MW, em número suficiente para somar potências nominais totais entre 20 MW e 24 MW, mantendo-se um rodízio de unidades em manutenção. </li></ul></ul>
    9. 9. OBJETIVO Desenvolvimento de um aplicativo de apoio à operação de sistemas de distribuição que contempla técnicas, métodos e algoritmos dedicados ao tratamento rigoroso de redes ativas, como ocorre com a inserção de unidades de Geração Distribuída (GD).
    10. 10. PLATAFORMA DE DESENVOLVIMENTO
    11. 11. METODOLOGIA <ul><li>O desenvolvimento do ambiente de apoio à operação de redes com GD está baseado em um conjunto de técnicas, métodos e algoritmos selecionados e concebidos para propiciar o rigor técnico e a flexibilidade necessárias para as simulações de redes de distribuição com inserção de unidades de GD. </li></ul><ul><ul><li>a) Confiabilidade; </li></ul></ul><ul><ul><li>b) Proteção; </li></ul></ul><ul><ul><li>c) Manobras de Rede; </li></ul></ul><ul><ul><li>d) Priorização de Ações Operativas </li></ul></ul><ul><ul><li>e) Despacho Econômico. </li></ul></ul>
    12. 12. METODOLOGIA <ul><li>Confiabilidade </li></ul><ul><ul><li>a) Tem como dados básicos a topologia do sistema, que pode incluir linhas e equipamentos, permitindo arranjos radiais ou em malha, avaliando os cortes mínimos e índices em qualquer ponto do sistema em estudo; </li></ul></ul><ul><ul><li>b) Permite a consideração de múltiplos componentes uni e bidirecionais, entre dois nós quaisquer e múltiplos nós de suprimento. </li></ul></ul>
    13. 13. METODOLOGIA <ul><li>Método dos Cortes Mínimos </li></ul><ul><ul><li>c) Topologia do sistema, incluindo os dados de nós e dados das ligações; </li></ul></ul><ul><ul><li>d) Dados de confiabilidade de cada componente (taxas de falha e tempos de restabelecimento, separando-se as interrupções programadas e acidentais). </li></ul></ul>
    14. 14. METODOLOGIA <ul><li>Proteção </li></ul>
    15. 15. METODOLOGIA <ul><li>Manobras de Rede </li></ul><ul><ul><li>a) Com o propósito de auxiliar ao operador na tomada de decisões que envolvam situações de desligamento de consumidores é importante determinar quais os blocos de carga e alimentadores devem ser desligados para efetuar o corte de carga solicitado pela operação ou devido a uma contingência, de forma otimizada; </li></ul></ul><ul><ul><li>b) Mediante a criação de alternativas espera-se classificar aqueles consumidores que apresentarem a melhor combinação de fatores que possibilite o restabelecimento do maior número de consumidores. </li></ul></ul>
    16. 16. METODOLOGIA <ul><li>Priorização de Ações Operativas </li></ul><ul><ul><li>Com a implementação de algoritmos de otimização, nos problemas de reconfiguração de rede em sistemas de distribuição, pretende-se realizar a configuração de redes de distribuição através de manobras dos dispositivos de seccionamento com a finalidade de operar o sistema da forma mais eficiente, respeitando os limites de carregamento e tensão. </li></ul></ul><ul><ul><li>A solução do problema de reconfiguração envolve a seleção da configuração de rede que propicie o menor corte de carga e que satisfaça as restrições previstas, dentro o conjunto de possíveis configurações. </li></ul></ul>
    17. 17. METODOLOGIA <ul><li>Despacho Econômico </li></ul><ul><ul><li>O despacho econômico de unidades de GD envolve uma adaptação dos conceitos da geração convencional considerando que a distribuidora não é, em geral, a proprietária da geração e nem sempre depende dela para prover o suprimento aos seus consumidores; </li></ul></ul><ul><ul><li>A curva de despacho praticada pode ser definida por outros parâmetros, dependendo de incentivos e custos operacionais, tais como receitas em créditos de carbono, venda de energia e desconto na TUSD. </li></ul></ul>
    18. 18. Algoritmos Evolutivos
    19. 19. ESTUDO DE CASO <ul><li>Ambiente de Simulação (SDAT, SED, SDMT e SDBT) </li></ul><ul><ul><li>a) Linha de Subtransmissão 88 kV; </li></ul></ul><ul><ul><li>b) Subestação ETD Gato Preto (GPR) 88/13,8 kV; </li></ul></ul><ul><ul><li>c) Rede de Distribuição MT Gato Preto (4 circuitos); </li></ul></ul><ul><ul><li>d) Rede de Distribuição MT Eco Perus (4 circuitos); </li></ul></ul><ul><ul><li>e) UTE Bandeirantes (Biogás) 13,8 kV. </li></ul></ul>
    20. 20. ESTUDO DE CASO Rede de Distribuição (Subtransmissão, MT e BT)
    21. 21. ESTUDO DE CASO Rede de Distribuição com Equivalentes
    22. 22. ESTUDO DE CASO Conectividade com o Google Maps
    23. 23. ESTUDO DE CASO Rede de Distribuição sob análise
    24. 24. ESTUDO DE CASO Diagrama Esquemático da SE
    25. 25. ESTUDO DE CASO Diagrama Esquemático da GD
    26. 26. ESTUDO DE CASO Resultado do Ajuste de Demandas
    27. 27. ESTUDO DE CASO Fluxo de Potência e Curto-Circuito
    28. 28. ESTUDO DE CASO Resultado dos Índices de Confiabilidade
    29. 29. ESTUDO DE CASO Manobras de Rede e Otimização de Ações Oper.
    30. 30. ESTUDO DE CASO Simulação da Proteção
    31. 31. ESTUDO DE CASO Despacho Econômico
    32. 32. ESTUDO DE CASO Fluxo Geral do Processo para Operação da GD
    33. 33. ESTUDO DE CASO
    34. 34. CONCLUSÕES <ul><li>Foi desenvolvido um ambiente integrado de apoio à operação de redes de distribuição com GD. Este ambiente de simulação utiliza recursos da plataforma sinap t&d onde foram adicionados novos módulos. </li></ul><ul><li>Uma série de simulações foram realizadas para a ETD Gato Preto, ECH ECO Perus e circuitos associados. O propósito dessas simulações teve a finalidade de validar os módulos desenvolvidos no ambiente de simulação. </li></ul>
    35. 35. CONCLUSÕES <ul><li>Destaca-se a análise realizada considerando-se simultaneamente todos os níveis de tensão de distribuição, como forma de mostrar a versatilidade da ferramenta e dos módulos desenvolvidos. </li></ul><ul><li>A interface amigável da ferramenta, facilidade de uso e possibilidade de adição de novos módulos, possibilita a sua aplicação e implantação em sistemas corporativos próprios das concessionárias de energia. </li></ul>
    36. 36. AGRADECIMENTOS Os autores agradecem à AES Eletropaulo a permissão para publicar os dados desse artigo OBRIGADO! [email_address] www.sinapsisenergia.com

    ×