ViolêNcias Contra Mulheres(Slides)
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

ViolêNcias Contra Mulheres(Slides)

on

  • 34,171 visualizações

 

Estatísticas

Visualizações

Visualizações totais
34,171
Visualizações no SlideShare
34,081
Visualizações incorporadas
90

Actions

Curtidas
3
Downloads
622
Comentários
6

3 Incorporações 90

http://www.slideshare.net 78
http://informaticaaryparreiras.blogspot.com 9
http://informaticaaryparreiras.blogspot.com.br 3

Categorias

Carregar detalhes

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Direitos de uso

© Todos os direitos reservados

Report content

Sinalizado como impróprio Sinalizar como impróprio
Sinalizar como impróprio

Selecione a razão para sinalizar essa apresentação como imprópria.

Cancelar
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Sua mensagem vai aqui
    Processing...
Publicar comentário
Editar seu comentário

ViolêNcias Contra Mulheres(Slides) ViolêNcias Contra Mulheres(Slides) Presentation Transcript

  • VIOLÊNCIAS CONTRA MULHER
  • Equipe
    • Viana,Tamara,Eder,Paulo Vinicius
  • INTRODUÇÃO
    • A violência contra a mulher é uma expressão abrangente, incluindo diferentes formas de agressão à integridade corporal, psicológica e sexual.
    • A violência afeta mulheres de todas as idades, raças e classes sociais e tem graves repercussões sociais.
    • A violência “de gênero”, como ela é chamada, resulta, em parte, da condição subordinada que a mulher ainda tem na sociedade.
    • Em razão disso, cada vez mais, a violência de gênero é vista como um sério problema da saúde pública, além de constituir violação dos direitos humanos.
  • O QUE SÃO VIOLÊNCIAS CONTRA MULHER?
    • A partir da atuação do movimento de mulheres, comportamentos considerados "naturais" passaram a ser classificados como violência :
    • impedir a mulher de trabalhar fora de casa;
    • negar-lhe a possibilidade de sair só ou de ter amigas;
    • impedi-la de escolher o tipo de roupa que deseja usar;
    • impedir sua participação em atividades sociais;
    • agressões domésticas de pequena monta ou desqualificação e humilhações privadas ou em público;
    • as relações sexuais forçadas dentro do casamento;
    • Lesão corporal, que é agressão física, como socos, pontapés, bofetões, espancamentos, etc.
  • PORQUE SÉRA QUE MUITAS MULHERES SOFREM CALADAS?
    • Por medo :
    • Medo das ameaças;
    • Medo da denuncia terminar em cesta básica e o agressor ficar em liberdade para continuar as agressões;
    • - Ou até mesmo, que por vingança, o agressor possa aumentar as agressões causando lesões graves ou até mesmo a morte.
    • Por falta de informação :
    • - Desconhecem a Lei Maria da Penha , cuja lei fica encarregada de proteger as mulheres contra diversos tipos de agressões.
  • Conseqüências destas violências para a mulher
    • A violência tem resultados devastadores para a saúde reprodutiva da mulher;
    • Afeta seu bem-estar físico e mental ;
    • Aumenta o risco de dores crônicas;
    • De incapacidade física;
    • De abuso de drogas e álcool;
    • De depressão;
    • Falando de uma agressão física ou sexual, elas correm maior risco de ter uma gravidez indesejada;
    • De contrair uma infecção sexualmente transmitida;
    • De sofrer um resultado adverso em sua gravidez .
  • O QUE PRECISA SER FEITO PARA SOLUCIONAR OU REDUZIR A VIOLÊNCIA DE GÊNERO?
    • É preciso que todos os segmentos da sociedade se empenhem e tenham estratégias de longo prazo;
    • É necessário que os governos se comprometam a aprovar e executar leis que asseguram a elas o cumprimento de seus direitos legais e punem os culpados;
    • É importante existir estratégias comunitárias, buscando dar mais poderes as mulheres;
    • Trabalhar também com os homens e mudar os tipos de crenças e atitudes que permitem o comportamento abusivo;
  • CONSIDERAÇÕES FINAIS
    • Contudo,
    • analisamos que somente quando as mulheres conquistarem uma posição de igualdade com os homens na sociedade, a violência contra elas deixará de ser uma norma invisível e passará a ser vista como uma aberração inaceitável.