Auriculoterapia 2011

24.674 visualizações

Publicada em

Auriculo

Publicada em: Notícias e política
3 comentários
40 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
24.674
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.176
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
440
Comentários
3
Gostaram
40
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Auriculoterapia 2011

  1. 1. Ministrado por: Prof. MSc Sebastião Paulo Theodoro dos Santos
  2. 2. A aurículoterapia é uma técnica terapêutica que trata disfunções e promove analgesia através de estímulos em pontos reflexos na orelha externa ou no pavilhão auricular. Visa também harmonizar as funções dos Zang/Fu (órgãos e vísceras) e das enfermidades físicas e mentais promovendo um tratamento de saúde, aproveitando o reflexo que a auricular exerce sobre o sistema nervoso central. (Souza M., 2001; Yamamura Y., 2001; Reichmann B. T., 2002.).  
  3. 3. A orelha externa é um dos vários microssistemas do corpo humano, assim como as palmas das mãos, as plantas dos pés, o crânio, as regiões laterais da coluna vertebral. Na escola chinesa o pavilhão auricular possui mais de 200 pontos para tratamento, na escola francesa, possui cerca de 30 pontos. (Reichmann B. T., 2002) Ao efetuar a sensibilização desses pontos por agulhas de acupuntura, o cérebro recebe um impulso que relacionado com a área do corpo, produz o tratamento. (Souza M., 2001)
  4. 4. Segundo Yasao Yamamura, 2001 a acupuntura auricular é um método diagnóstico e terapêutico que tem valor reconhecido, mas que não deve ser utilizado como terapêutica isolada, uma vez que não reverte o processo de adoecimento, apenas exerce efeitos sintomáticos, sendo sua aplicação ideal, como método auxiliar, nos tratamentos sintomáticos, potencializando seus efeitos. Na conceituação do Neiging, dos doze meridianos de acupuntura sistêmica, seis tem relação direta com a orelha: Triplo Aquecedor, Intestino Delgado, Estômago, Vesícula Biliar, Bexiga e Circulação e Sexo. Os demais Intestino Grosso, Pulmão, Coração, Rim, Fígado e Baço Pâncreas estão relacionados indiretamente com a aurícula através dos meridianos de ligação e vasos maravilhosos sob este aspectos as duas técnicas se completam (Souza M., 2001).
  5. 5. A energia que nutre a orelha pode penetrar nela diretamente por meio dos pontos de acupuntura do canal unitário Shao Yang (Triplo Aquecedor) e Dan (Vesícula Biliar), bem como canal principal Gan (Fígado), por outro lado à orelha representa a “abertura” sensorial do Shen (Rins) e é fundamentalmente dependente do Qi desse zang. (Explicação sobre os Zang-Fu – Órgãos e Vísceras )   Dentro da medicina chinesa existe o conceito de energia Yin (receptiva) e Yang (expansiva), onde órgãos são considerados predominantemente Yin (peças maciças) e as vísceras predominantemente Yang (por serem ocas). Zang se refere aos órgãos internos superiores e Fu refere-se aos órgãos internos inferiores.    
  6. 6. As partes da orelha externa são: - Lóbulo - Hélice - Ramo da Hélice - Antiélice - Ramo superior da antélice - Ramo inferior da antélice - Escafa - Fossa Triangular - Concha (parte superior) - Concha (parte inferior) - Trago - Antítrago - Incisura supratrágica - Incisura intertrágica - Incisura do antítrago - Antélice - Dorso
  7. 7.
  8. 8.
  9. 9. O estímulo auricular, pela agulha, leva a uma ação de uma série de reflexos condicionados. Os pontos auriculares integram um circuito com capacidade racional, formando uma teia de ligações dentro do córtex cerebral. Isto explica os reflexos longos hipodiencefálicos e corticoencefálicos que terminam por agir sobre a formação reticulada do sistema nervoso central. Com isso ocorre uma melhora sensível do tônus de sistema nervoso e da reatividade do sistema neurovegetativo. Um estímulo auricular, mesmo sendo débil, acelera uma série de reflexos que provocam reações imediatas ou demoradas, temporárias ou permanentes, passageiras ou definitivas, todas elas de natureza terapêuticas. O efeito é imediato. O estímulo leva o cérebro a agir sobre todos os órgãos, membros e suas funções, equilibrando e harmonizando o organismo, provocando assim a eliminação dos males que acometem o indivíduo.
  10. 10. A aurículoterapia usa tanto os diagnósticos clínicos como os alternativos para seus programas de tratamento, faz uso, também de uma técnica denominada “aurículo-diagnóstico”.   Aurículodiagnóstico: Quando um órgão ou suas funções apresenta algum distúrbio, a área auricular correspondente sofre uma alteração pigmentar, apresentando manchas, tubérculos, vascularizações, secura ou maior secreção sebácea. São sinais característicos da existência de desequilíbrio. Os pontos auriculares correspondentes se tornam extremamente sensíveis ao toque ou à aplicação de agulhas.  
  11. 11. As duas orelhas deverão ser examinadas. De modo sucinto, podemos dizer que a orelha presta-se ao diagnóstico através das marcas, da sensibilidade, da profundidade das marcas, da sensibilidade, da profundidade da marca ao pressionar-se o apalpador e da exploração elétrica. Existem pelo menos dois métodos de se examinar a orelha: Através da inspeção, para se observar   - a posição e as alterações de cores - os pontos de escamação - as manchas - as dilatações de vasos - os pontos com exantema - a oleosidade   Através da pressão - localizarmos pontos de dor - observamos alterações de cor  
  12. 12. A orelha não deve ser lavada ou manipulada antes do exame, mas ser limpa só após o mesmo, quando as áreas com alterações já tiverem sido marcadas pela pressão. Deve-se distinguir a coloração que é provocada por afecção daquela que apresenta diferença na pigmentação da pele. Através da pressão sobre as colorações diferentes, sabe-se quando a “mancha” não indicativa de lesão ou de determinado órgão ou víscera, pois a cor não se altera. Caso a cor se altere, o ponto deve ser considerado para tratamento .
  13. 13. Cor vermelha - Tom claro : indicativo que a doença está no início ou que a doença já foi curada, mas está retornando - Tom médio : sintoma de doença crônica e/ou de dor - Tom escuro : sintoma de doença mais grave - Formato irregular, com elevação : doença crônica, tais como gastrite, doença reumática - Mancha branca circundada por borda vermelha sem nitidez : geralmente indicativo de doença cardíaca, reumática - Mancha branca com ponto vermelho no centro : indicativo de doença aguda, tal como gastrite  Cor cinza , Indicativo de tumor (quando aparece e desaparece sob pressão, geralmente na região de tumor)  Cor marrom Provocada por estagnação da energia e do sangue : doença crônica em andamento ou doença crônica, como tumor das glândulas mamárias, que já foi curada, pois a cor marrom leva tempo a desaparecer da superfície da orelha
  14. 14. Ressecamento da pele indica enfermidade de natureza crônica, exigindo um estímulo de tonificação. Exsudação sebácea indica enfermidade de natureza sub-aguda: usa-se estímulos de sedação. Sudorese indica tendências à doença degenerativa: tonificam-se os pontos onde houver esse sinal. Quistos e tubérculos que são sinais indicativos de patologias aguda que está ocorrendo ou irá ocorrer em órgãos a que esses pontos se referem. No caso da existência da enfermidade deve-se neste caso fazer sedação nesses pontos. Não havendo sintomas, tonificam-se os pontos. Pêlos e escamações , que indicam, o primeiro caso, degeneração senil e o segundo, enfermidade crônica. A conduta é a tonificação dos pontos existentes na área.  
  15. 15. Hiperestesia , indicativa de enfermidade agudas ou subagudas. Conduta recomendada neste caso é sedação.   Hipoestesia , que indica enfermidade crônica. Neste caso a conduta é a tonificação.  
  16. 16. Reações normais e esperadas:   1- calor: em pelo menos 80% dos casos (bom sintoma); 2- adormecimento: ocorre em percentagem menor (é um sinal de êxito no tratamento); 3- dor: ocorre em quase 100% dos pacientes, caracteriza-se como uma dor forte, profunda, de dentro para fora, às vezes lacitante e em forma de pontada ou fisgada; 4- dor na orelha oposta ao tratamento; 5- Contraturas: indicativo de afecções do sistema nervoso; 6- movimentos peristálticos: geralmente quando é usado pontos da área gastrointestinal; 7- sensação de algo passando sobre a pele; 8- sangria espontânea: em pontos com excesso ou acúmulo de Qi quando estimulados pela agulha; a sensação é geralmente de alívio imediato para o paciente.  
  17. 17. Reações anormais ou inesperadas:   Uma minoria de pacientes apresenta essas sensações ou efeitos colaterais à acupuntura auricular. Os efeitos mais comuns são: 1- tontura; 2- palidez; 3- hipotensão; 4- sudorese.
  18. 18. Quando tais sintomas ocorrerem, deve-se encostar o paciente, retirar-lhe as agulhas, dar-lhe um pouco de água e conversar e acalmá-lo. Caso os efeitos colaterais sejam mais pronunciados, o acupuntor deverá retirar as agulhas imediatamente, colocar o paciente em posição horizontal, com a cabeça mais baixa do que o corpo, e aplicar-lhe agulhas nos pontos, occipital, adrenal, coração e subcórtex.   A utilização dos pontos rins e adrenal pode também causar efeitos colaterais, tais como tontura, náuseas, dificuldade em abrir a boca e resfriamento dos membros devido à secreção glandular profunda.   A aurículoterapia é contra indicada para mulheres grávidas. Deve-se evitar também a inserção das agulhas na concha, parte inferior, do pavilhão auricular que se mostrar muito vermelha. Quando o paciente está com um problema pulmonar, usar esferas ou sementes na concha, parte inferior, para evitar possíveis inflamações.   Se a orelha estiver inflamada, esperar-se que a inflamação cesse para que se inicie o tratamento. Em pacientes que apresentam caquexia ou anemia, aconselha-se que os mesmos sejam tratados ditados, evitando que poderão provocar reação muito forte.  
  19. 19. <ul><li>MATERIAIS </li></ul><ul><li>- Palpador de Nogier; - Algodão; - Álcool 70%; - Micrósporo; - Tesoura; - Agulha Sistêmica; - Agulha semi permanente; - Esferas de ouro, prata, aço e cristal; - Sementes de mostarda; - Laser; - Aparelho de eletro-estímulo e localizador de pontos. </li></ul>
  20. 20. <ul><li>PARA TRATAR DOR USAR ORELHA HOMOLATERAL , </li></ul><ul><li>EM DOENÇAS SEM DOR USAR ORELHA DOMINANTE: </li></ul><ul><li>PACIENTE DESTRO = TRATAR ORELHA DIREITA </li></ul><ul><li>PACIENTE SINISTRO = TRATAR ORELHA ESQUERDA </li></ul>
  21. 21. <ul><li>CUIDADOS COM AS AGULHAS IMPLANTADAS </li></ul><ul><li>1 – CUIDADO NO ATENDER TELEFONES </li></ul><ul><li>2 - DIANTE DE DOR DEPOIS DE 3 (TRÊS) DIAS PODE </li></ul><ul><li>REMOVER AS AGULHAS IMPLANTADAS. </li></ul><ul><li>3 - DIANTE DE QUADRO INFECCIOSO REMOVER AS </li></ul><ul><li>AGULHAS E TRATAR O LOCAL. </li></ul><ul><li>4 - REAÇÕES ALÉRGICAS – REMOVER AGULHAS. </li></ul><ul><li>5 – NÃO HÁ CONTRA-INDICAÇÃO PARA TOMAR BANHO, </li></ul><ul><li>DORMIR COM O OUVIDO NO TRAVESSEIRO. </li></ul><ul><li>6 – SOLTANDO A AGULHA RETIRE-A DO OUVIDO. </li></ul>
  22. 22. <ul><li>Triângulo cibernético é uma expressão criada pelo Prof. Marcelo Pereira de Souza como resultados de seus estudos dos antigos mestres da acupuntura. Segundo Prof. Marcelo os pontos shenmen, rim e simpático, usados em conjunto nesta mesma ordem e como pontos iniciais de um tratamento, dinamizam qualquer tratamento, quer na acupuntura auricular, quer na acupuntura sistêmica. No ponto shenmem a aplicação é profunda indo do ponto em direção as caixas cranianas, passando pelo centro da fossa triangular, os pontos rim e simpático têm aplicação superficial. Segundo Prof Marcelo,em um tratamento é importante respeitar a seqüência de shenmem, rim e simpático . </li></ul>
  23. 23. <ul><li>FUNÇÕES DO PONTO SHENMEN </li></ul><ul><li>- amplia a sensibilidade do tronco cerebral e o córtex a receber estímulos da acupuntura, condicionar e decodificar os reflexos auriculares. </li></ul><ul><li>- provoca uma abertura de todos os canais de ligação exterior (como pontos de acupuntura sistêmica), aumentando a recepção ou a dispersão da energia na acupuntura sistêmica. </li></ul><ul><li>- ativa as glândulas localizadas no cérebro, produzindo encefalina, endorfina e outros hormônios. </li></ul><ul><li>- atua como analgésico em dores agudas, cefaléias, cólicas, labirintite, cólicas. </li></ul><ul><li>- trata hipertensão, irritabilidade, ansiedade, alergias, asma, atuando também em todos os sistemas (digestivos, circulatório, nervoso, etc). </li></ul>
  24. 24. <ul><li>FUNÇÕES DO PONTO RIM. </li></ul><ul><li>- estimula as funções do aparelho respiratório e aumenta o metabolismo do oxigênio pelo sangue </li></ul><ul><li>- estimula as funções das glândulas endócrinas, ativando a produção de hormônios </li></ul><ul><li>- estimula a filtragem do sangue pelos rins </li></ul><ul><li>- estimula as funções do aparelho excretor </li></ul><ul><li>- trata distúrbios no sistema ginecológico e urogenital </li></ul><ul><li>- trata distúrbios nos ossos, faringite crônica, dentes frouxos, anemia, leucemia, distúrbios nos olhos </li></ul><ul><li>- ponto benéfico ao cérebro, usado em caso de desenvolvimento incompleto do cérebro, amnésia, neurastenia, cefaléia, surdez, lassitude, queda de cabelo </li></ul>
  25. 25. <ul><li>FUNÇÕES DO PONTO SIMPÁTICO. </li></ul><ul><li>- regula as atividades do sistema neurovegetativo, equilibrando o simpático e o parassimpático </li></ul><ul><li>- estimula as funções da medula óssea, o metabolismo do cálcio, age sobre o tecido ósseo e o periósteo </li></ul><ul><li>- tem ação antiinflamatória sobre os músculos </li></ul><ul><li>- produz ação relaxante ou tonificante no sistema tendinomuscular </li></ul><ul><li>- regula os vasos sangüíneos </li></ul><ul><li>- controla a secreção das glândulas internas (hipertiroidismo) </li></ul><ul><li>- trata distúrbios no sistema neurovegetativo </li></ul>
  26. 26. <ul><li>TÉCNICAS </li></ul><ul><li>Usar esferas com revestimento metálico ou cristal: </li></ul><ul><li>OURO – Para estimular ou tonificar </li></ul><ul><li>PRATA – Para Sedar </li></ul><ul><li>AÇO OU CRISTAL – Para equilibrar. </li></ul><ul><li>Após identificado o ponto a ser tratado aplicar o palpador para formar um leito, colocar a esfera respectiva, sobrepondo um esparadrapo. Solicitar ao paciente que promova durante o dia pressão contínua por 5 segundos para sedar ou pressão intermitente por 5 segundos para estimular. Deixar pelo menos 72 horas, não ultrapassando sete dias. No lugar das esferas poderão ser utilizadas sementes de mostarda ou coza, com os devidos cuidados com o material </li></ul>
  27. 27. <ul><li>TÉCNICAS </li></ul><ul><li>Na auriculoterapia pode ser utilizado como forma de tratamento o eletro estímulo, tanto para tratamento quanto para diagnóstico em adultos ou crianças. O Laser também uma das formas de tratamento e geralmente mais usados em crianças, assim como as esferas e sementes de mostarda evitando possíveis dores e até mesmo se machucar. Existem estudos com o ultra-som. A Moxabustão é bastante utilizada. Cromoterapia é objeto de pesquisa. Acupressoterapia já é consagrada </li></ul>
  28. 28. CONTATO Email: sptheodoro@hotmail.com Tel (21) 8745-1944 PAZ E HARMONIA - OBRIGADO

×