5 elementos - Shu Antigos

4.959 visualizações

Publicada em

Aula de Cinco Pontos Shu Antigos

Publicada em: Saúde e medicina
1 comentário
9 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.959
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
11
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
383
Comentários
1
Gostaram
9
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

5 elementos - Shu Antigos

  1. 1. Cinco Elementos II Pontos Shu Antigos Pentagrama Flavia Macedo Parente www.acupunturaenergetica.com.br flavia@acupunturaenergetica.com.br
  2. 2. Pontos Shu Antigos  Os antigos chineses comparavam a parte do meridiano localizada entre os dedos e os cotovelos/joelhos a um rio  Esta progressão de tamanho e profundidade do meridiano é independente da direção do fluxo do meridiano.  A ação dos pontos situados ao longo dessa região é muito mais dinâmica do que os outros pontos.  Pode-se praticar acupuntura utilizando-se somente estes pontos.  Essa região representa a conexão entre o organismo e o meio ambiente.
  3. 3.  Na ponta dos dedos das mãos e dos pés o Qi muda a polaridade do Yin para o Yang ou vice-versa. Devido a essa mudança de polaridade, o Qi do meridiano é mais instável e portanto mais facilmente influenciado.  Cinco dos pontos situados ao longo dessa região dos meridianos são particularmente importantes. Cada um destes cinco pontos recebe uma denominação, são eles: Nascente - Manancial - Riacho - Rio - Mar
  4. 4. Ponto Nascente - Ting  É o ponto de saída do Qi; é neste ponto que o meridiano está mais superficial e fino e o Qi muda a polaridade do Yin para o Yang ou vice-versa, por este motivo apresenta um efeito dinâmico especial quando é puncionado.  O Qi está no seu estado mais instável aqui, de maneira que pode ser fácil e rapidamente influenciado e modificado.  Estes pontos apresentam um movimento “externo”, ou seja, o Qi do meridiano tende a ir para o exterior em um movimento centrífugo destes pontos.
  5. 5. Ponto Manancial - Iong  Neste ponto o Qi do meridiano é mais poderoso e repleto de Qi potencial pronto a manifestar-se, como o movimento em redemoinho da água numa nascente na montanha.  Nesse ponto o Qi escorrega ou desliza, ou seja, é rápido, os pontos manancial também são muito dinâmicos e poderosos os quais podem mudar situações rapidamente: todos eles apresentam uma ação particularmente forte e são geralmente utilizados para eliminar os fatores patogênicos
  6. 6. Ponto Riacho - Iu  Neste ponto o Qi do meridiano “entorna”, circula e o fluxo começa a tornar-se maior e levemente mais profundo dentro do meridiano.  Nesse ponto o fluxo do Qi é rápido e grande o suficiente para carregar outras coisas com ele, daí o nome “transporte”.  Nestes pontos, os fatores patogênicos exteriores podem ser transportados para dentro do interior e penetrar mais profundamente nos meridianos. Por outro lado o Qi defensivo se acumula
  7. 7. Ponto Rio - King  Neste ponto o Qi do meridiano é muito maior, mais amplo e profundo. O Qi flui como uma grande corrente após percorrer uma longa distância da sua fonte.  Punturá-lo é ativar a circulação da energia do corpo, para combater a energia perversa que se encontra na região atacada.
  8. 8. Ponto Mar - Ho  Neste ponto ao Qi do meridiano é vasto e profundo, ele coleta, une, reúne a circulação geral do organismo, como um grande rio fluindo dentro do mar, nesse ponto o Qi apresenta um movimento interno e centrípedo.  Comparados e diferenciados aos pontos Nascente, os pontos Mar são muito menos dinâmicos e seu efeito é menos rápido e dramático.  Nos pontos Mar, o Qi flui muito mais devagar e circula para o interior e mais profundamente de maneira que não é tão instável e não pode ser rápida e facilmente afetado.
  9. 9. Fogo C ID Ting C9 ID1 Iong C8 ID2 Iu C7 ID3 Iunn ID4 King C4 ID5 Ho C3 ID8 CS TA Ting CS9 TA1 Iong CS8 TA2 Iu CS7 TA3 Iunn TA4 King CS5 TA6 Ho CS3 TA10
  10. 10. Terra BP E Ting BP1 E45 Iong BP2 E44 Iu BP3 E43 Iunn E42 King BP5 E41 Ho BP9 E36
  11. 11. Metal P IG Ting P11 IG1 Iong P10 IG2 Iu P9 IG3 Iunn IG4 King P8 IG5 Ho P5 IG11
  12. 12. Água R B Ting R1 B67 Iong R2 B66 Iu R3 B65 Iunn B64 King R7 B60 Ho R10 B54
  13. 13. Madeira F VB Ting F1 VB44 Iong F2 VB43 Iu F3 VB41 Iunn VB40 King F4 VB38 Ho F8 VB34
  14. 14. O Pentagrama
  15. 15. Ciclo Cheng  Nesta seqüência cada elemento gera outro, sendo ao mesmo tempo gerado. Assim, a madeira gera o Fogo, o fogo gera a terra, a terra gera o metal, o metal gera a água e a água gera a madeira. Desta forma, por exemplo, a madeira é gerada pela água, que por sua vez gera o fogo. Isto é, algumas vezes, expressado como “a madeira é filha da água e mãe do fogo”.
  16. 16. Ciclo Ko  Nesta seqüência cada elemento controla o outro ao mesmo tempo em que é controlado. Assim, a madeira controla a terra, a terra controla a água, a água controla o fogo, o fogo controla o metal e o metal controla a madeira.  A seqüência de controle assegura que um equilíbrio seja mantido entre os cinco elementos. Os relacionamentos de geração e controle mútuos entre os elementos são um bom modelo de alguns processos auto-reguladores de equilíbrio que podem ser encontrados na natureza e no organismo.
  17. 17. Pontos de tonificação e de sedação  Ciclo Cheng  Regra mãe e filho

×