A remissão de pecados

254 visualizações

Publicada em

REMISSÃO DE PECADOS ATRAVÉS DO SANGUES DE JESUS CRISTO

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
254
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A remissão de pecados

  1. 1. A REMISSÃO DOS PECADOS REMISSÃO DOS PECADOS
  2. 2. CREDO APOSTÓLICO Creio em Deus Pai, Todo-Poderoso, Criador do Céu e da Terra. Creio em Jesus Cristo, Seu único Filho, nosso Senhor, o qual foi concebido por obra do Espírito Santo; nasceu da Virgem Maria; padeceu sob o poder de Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado; desceu ao Hades¹; ressurgiu dos mortos ao terceiro dia; subiu ao Céu; está assentado a mão direita de Deus Pai Todo-Poderoso, de onde há de vir para julgar os vivos e os mortos. Creio no Espírito Santo; na Santa Igreja universal; na Comunhão dos Santos; na Remissão dos Pecados; na
  3. 3. REMISSÃO= DICIONÁRIO REMISSÃO : É perdoar, dar-se como pago, devolver, restituir. É desistir. É a concretização de uma remessa ou envio. É o ato de encaminhar. É um ato gratuito que não envolve a necessidade de um pagamento, de quitação , de retribuição, mas antes de indulgência, de esquecimento, de generosidade. É o que se passava, por exemplo, com o "Ano de Remissão", o Sétimo ano, de que se fala no Livro de Deuteronomio 15 : 1, 2 e 9.
  4. 4. REMISSÃO NO VELHO TESTAMENTO Dt 15: 1,2, 9: 15.1 Ao fim dos sete anos, farás remissão. 15.2 Este, pois, é o modo da remissão: que todo credor, que emprestou ao seu próximo uma coisa, o quite; não a exigirá do seu próximo ou do seu irmão, pois a remissão do SENHOR é apregoada. 15.9 Guarda-te que não haja palavra de Belial no teu coração, dizendo: Vai-se aproximando o sétimo ano, o ano da remissão, e que o teu olho seja maligno para com teu irmão pobre, e não lhe dês nada; e que ele clame contra ti ao SENHOR, e que
  5. 5. REMISSÃO X REMIÇÃO REMIÇÃO: significa pagamento e não se confunde com seu homófono, remissão. Se alguém remiu a dívida, quer dizer que pagou ao credor da obrigação ou seja houve a remição da dívida. REMISSÃO: significa perdão. Quando alguém vem a remitir uma dívida, quer dizer que essa pessoa perdoou a obrigação, ou seja, operou-se a remissão. REMIR = pagar REMITIR = perdoar No caso do Credo, que diz ter havido a "remissão dos pecados" pelo sacrifício da morte de Jesus Cristo na cruz, trata-se de perdão.
  6. 6. O QUE É EXPIAÇÃO Nosso objetivo no estudo do CREDO é seu uso em relação ao pecado, onde é praticamente sinônimo da palavra "perdão" ("definitivamente abolir, mandar embora a culpa E as penalidades consequentes aos pecados”). Mat 26:28; ..porque isto é o meu sangue, o sangue da nova aliança, derramado em favor de muitos, para remissão de pecados
  7. 7. O PROPICIADOR DA REMISSÃO: JESUS CRISTO A penalidade infalível para o pecado é morte: espiritual, física e eterna Rm.6:23... Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus, nosso Senhor. Para um homem ser salvo, esta penalidade tem que ser removida. Ela o foi em Cristo, que levou sobre Si nossa penalidade 1 Pe 2.24 ... levando ele mesmo em seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro, para que, mortos para os pecados, pudéssemos viver para a justiça; e pelas suas feridas fostes sarados
  8. 8. O PROPICIADOR DA REMISSÃO: JESUS CRISTO Deus dá a remissão ao que crê e recebe Seu Filho: Atos 13.38,39: Seja-vos, pois, notório, varões irmãos, que por este se vos anuncia a remissão dos pecados. E de tudo o que, pela lei de Moisés, não pudestes ser justificados, por ele é justificado todo aquele que
  9. 9. ..não fique desenterrando pecados perdoados !!! Deus já julgou, em Cristo, os nossos pecados e nos remiu, imputando-nos como justos. (Remissão, mais do que apenas o perdão da penalidade, é também o perdão da culpa do pecado! E Deus vai além, imputando-nos a justiça de Seu Filho e nos adotando como filhos!) Hb 18.12: Porque serei misericordioso para com as suas iniquidades e de seus pecados e de suas prevaricações não me lembrarei mais.
  10. 10. ..não fique desenterrando pecados perdoados !!! Não tente desencavar o que Deus sepultou, não fique se torturando por pecados de que você já se arrependeu, confessou, deixou, foram pagos pelo preciosíssimo sangue de Cristo, que perdoou, sepultou e esqueceu! Mq 7.18,19: Quem, ó Deus, é semelhante a ti, que perdoas a iniquidade e que te esqueces da rebelião do restante da tua herança? O SENHOR não retém a sua ira para sempre, porque tem prazer na benignidade. Tornará a apiedar-se de nós, subjugará as nossas iniquidades e lançará todos os nossos pecados nas profundezas do
  11. 11. O sangue de Jesus é o tema central da Bíblia De Gênesis a Apocalipse esse fio escarlata, o sangue de Jesus, é o tema principal. No Antigo Testamento, o sangue de Jesus é prefigurado no derramamento do sangue dos animais sacrificados nos holocaustos. No Novo Testamento o sangue de Jesus é derramado para a nossa redenção.
  12. 12. O sangue de Jesus é o fundamento da nossa salvação A nossa salvação depende do sangue de Jesus. Se nós não estivermos debaixo do sangue de Jesus não haverá esperança para nós. Sem derramamento de sangue não há remissão de pecado. Nossas obras não são suficientes para nos levar ao céu. Nossa igreja não pode nos levar ao céu. Fora do sangue do Cordeiro de Deus ninguém pode entrar no céu.
  13. 13. O VALOR DO SANGUE DE JESUS 1 Pe 1: 18,19: sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que, por tradição, recebestes dos vossos pais, mas com o precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro imaculado e incontaminado, 1- Seu valor é incomparável: Pedro seleciona dois metais preciosos usados para comprar bens: o ouro e a prata. Mas Quando Deus foi nos comprar, nos redimir, ele não empregou o ouro nem a prata, mas o precioso sangue de Cristo.
  14. 14. O VALOR DO SANGUE DE JESUS 2- Seu valor é indispensável – 1 Pe1: 18,19 A Palavra de Deus é clara e insofismável em afirmar que “sem derramamento de sangue, não há remissão de pecados” (Hb 9:22). a) Gênesis 3:21: “E fez o Senhor Deus a Adão e a sua mulher túnicas de peles e os vestiu”. Essa é a primeira indicação de sangue. Aqui é o inocente sacrificado a favor do culpado. b) Gênesis 4:4 – Abel leva o sangue e é aceito; Caim leva o fruto da terra e é rejeitado. c) Êxodo 12:13 – Deus pôs toda a nação de Israel sob o sangue. Deus não disse: “quando eu vir suas obras, suas lágrimas, seu sofrimento, passarei por vós, mas quando vir o
  15. 15. A VIRTUDE DO SANGUE DE JESUS 1 Jo 1:7- Mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo pecado. 1. Há poder no sangue de Jesus para lidar com a escravidão do pecado Quem comete pecado é escravo do pecado (Jo 8:34). Por natureza e prática, o homem é escravo do pecado. O pecado pode tomar a forma de um temperamento incontrolado, orgulho, vício, impureza, ganância, vaidade.
  16. 16. A VIRTUDE DO SANGUE DE JESUS 2-Há poder no sangue de Jesus para lidar com a punição do pecado "O salário do pecado é a morte " (Rm 6:23). "A alma que pecar, essa morrerá " (Ez 18:4). Cristo assumiu o nosso lugar. Ele foi à cruz como nosso fiador, substituto e representante. Ele morreu a nossa morte. Ele sofreu o nosso castigo. Ele pagou a nossa dívida. Ele morreu por nós. “Tendo sido justificados pelo seu sangue, seremos por ele salvos da ira” (Rm 5:9).
  17. 17. A VIRTUDE DO SANGUE DE JESUS 3- Há poder para lidar com a poluição do pecado: O pecado é sujo e ele suja as pessoas, mas o sangue de Jesus nos limpa – Is 1:18... Vinde então, e argui-me, diz o SENHOR: ainda que os vossos pecados sejam como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve; ainda que sejam vermelhos como o carmesim, se tornarão como a branca lã.
  18. 18. A VIRTUDE DO SANGUE DE JESUS 4-Há poder para enfrentar a ciladas de satanás – Ap 12:11 O diabo é visto como acusador e opressor do povo de Deus. Como o venceremos? É pelo sangue de Jesus! Quem intentará acusação contra os eleitos de Deus? É Deus quem os justifica. Quem os condenará? É Cristo Jesus quem morreu! Se estamos debaixo do sangue de Jesus estamos protegidos! (Ex 12:13). O sangue de Jesus não é apenas arma de defesa (Ex 12), mas também arma de ataque (Ap 12:11).
  19. 19. HÁ PECADOS MORTAIS ? "Há pecado para morte, e por esse não digo que rogue (1 Jo 5.16c)”. A morte a que João se refere é a morte espiritual eterna, a condenação final e irrevogável determinada por Deus, tendo como castigo o sofrimento eterno no inferno. Todos os demais pecados podem ser perdoados, mas o “pecado para morte” acarreta de forma inexorável a condenação eterna de quem o comete, a ponto do apóstolo dizer: "e por esse não digo que rogue". E o apóstolo continua: Trata-se, portanto, de um pecado doutrinário, cometido de forma voluntária e consciente, similar ao pecado de blasfêmia contra o Espírito Santo, cometido pelos fariseus, e que o Senhor Jesus declarou que não haveria de ter perdão nem aqui nem no mundo vindouro (cf. Mt 12.32; Mc 3.29; Lc 12.10). Em ambos os casos, há uma rejeição consciente e voluntária da verdade que foi claramente exposta. Rev. Augustus Nicodemus Lopes
  20. 20. PECADOS IMPERDOÁVEIS A blasfêmia contra o Espírito Santo é imperdoável Mt 12:31,32- Portanto, eu vos digo: Todo o pecado e blasfêmia se perdoará aos homens; mas a blasfêmia contra o Espírito não será perdoada aos homens. E, se qualquer disser alguma palavra contra o Filho do homem, ser-lhe-á perdoado; mas, se alguém falar contra o Espírito Santo, não lhe será perdoado, nem neste século nem no futuro.
  21. 21. PECADOS IMPERDOÁVEIS Hb 10.26-28- Porque, se pecarmos voluntariamente, depois de termos recebido o conhecimento da verdade, já não resta mais sacrifício pelos pecados, mas uma certa expectação horrível de juízo, e ardor de fogo, que há de devorar os adversários. Mc 3.29- Qualquer, porém, que blasfemar contra o Espírito Santo, nunca obterá perdão, mas será réu do eterno juízo
  22. 22. PECADOS IMPERDOÁVEIS Todo pecado será perdoado, porém as consequências dessa blasfêmia são trágicas. Hb 6.4-6 – Porque é impossível que os que já uma vez foram iluminados, e provaram o dom celestial, e se fizeram participantes do Espírito Santo, e provaram a boa palavra de Deus, e as virtudes do século futuro e recaíram, sejam outra vez renovados para arrependimento; pois assim, quanto a eles, de novo crucificam o Filho de Deus, e o
  23. 23. PECADO SEM PERDÃO? POSIÇÃO CATÓLICA ( Padre diz que existem pecados que somente o Papa pode perdoar) Segundo o padre Paulo Ricardo de Azevedo, do Programa Resposta Católica e segundo o Vaticano “existem alguns pecados que somente o papa pode perdoar”. Em comum acordo com os porta-vozes da Igreja Católica Romana (ICR), o inferno é um destino inevitável para todos os cristãos protestantes ou evangélicos, entre outros, que não se submetam aos sacerdotes autorizados pelo vaticano. A igreja decidiu recordar de uma das mais antigas práticas e doutrinas da Igreja Católica Romana, sendo uma das lições que não perdeu terreno e ainda é tão forte como no início, que afirma que os pecados podem apenas ser apresentados por sacerdotes autorizados da ICR.
  24. 24. O SACERDÓCIO UNIVERSAL DOS CRENTES “Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem”. I Tm 2.5 Contrastando com o ensino de que somente a hierarquia da igreja (o clero) constitui o sacerdócio autorizado para representar a Deus diante dos homens e vice-versa, a Reforma ensina o sacerdócio universal, isto é, que todos podem comparecer diante de Deus, estudar a sua palavra e ser agentes a seu serviço. A Reforma, conquanto reconheça vocações eclesiais específicas, afirma que todo o povo de Deus é igreja, uma igreja onde todos são chamados a servir a Deus.
  25. 25. O QUE NÃO É O PECADO IMPERDOÁVEL? 1. INCREDULIDADE FINAL: Billy Graham em seu livro ESPÍRITO SANTO diz que a blasfêmia contra o Espírito Santo é permanecer incrédulo até à morte. Contudo o contexto de Mateus 12 mostra que Jesus falava para os fariseus que não estavam na hora da morte – Mt 12.32; Mc 3.29; Lc 12.10. É verdade que quem morre na incredulidade está perdido, mas não é este o pecado chamado blasfêmia contra o Espírito Santo. 2. RECHAÇAR POR UM TEMPO A GRAÇA DE DEUS: Saulo de Tarso rechaçou (At 26.9; I Tm 1.13). Os irmãos de Jesus também rechaçaram (Mc 3.21; Jo 7.5). E eles foram salvos.
  26. 26. O QUE NÃO É O PECADO IMPERDOÁVEL? 3. NEGAR A CRISTO E A SUA DIVINDADE: Pedro negou a Cristo. Paulo negava a divindade de Cristo. 4. NEGAR A DIVINDADE DO ESPÍRITO SANTO: Se assim fosse nenhum Testemunha de Jeová poderia se converter. 5. ENTRISTECER O ESPÍRITO SANTO: O crente não comete este pecado imperdoável, pois ele não pode perder a salvação. Davi entristeceu o Espírito Santo e era salvo.
  27. 27. A REMISSÃO DOS PECADOS BACK-UP
  28. 28. PECADO MORTAL: SERIA A APOSTASIA? É provavelmente sobre pessoas que apostataram desta forma que o autor de Hebreus escreveu, dizendo que “é impossível outra vez renová-los para arrependimento, visto que, de novo, estão crucificando para si mesmos o Filho de Deus e expondo-o à ignomínia” (Hb 6.4-6). Ele descreve essa situação como sendo um viver deliberado no pecado após o recebimento do pleno conhecimento da verdade. Neste caso, “já não resta sacrifício pelos pecados; pelo contrário, certa expectação horrível de juízo e fogo vingador prestes a consumir os adversários” (Hb 10.26- 27).

×