O problem do mundo sem a beleza de deus

192 visualizações

Publicada em

O ser humano foi criado com um agudo senso do belo e foi feito para buscar a Deus. O pecado, porém, distorceu esse senso e levou o homem a buscar o belo longe da presença de Deus, aceitando a oferta de satanás.

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
192
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • .
  • . Ultimo slide da aula anterior
  • O TÍPICO EXEMPLO
  • O problem do mundo sem a beleza de deus

    1. 1. O PROBLEMA DO MUNDO SEM A BELEZA DE DEUS. Dimas Carlos de Campos
    2. 2. O PROBLEMA DO MUNDO SEM A BELEZA DE DEUS. O SER HUMANO FOI CRIADO COM UM AGUDO SENSO DO BELO E FOI FEITO PARA BUSCAR A DEUS. O PECADO, PORÉM, DISTORCEU ESSE SENSO E LEVOU O HOMEM A BUSCAR O BELO LONGE DA PRESENÇA DE DEUS, ACEITANDO A OFERTA DE SATANÁS.
    3. 3. O PROBLEMA DO MUNDO SEM A BELEZA DE DEUS I Cronicas 16.23-29: “ Cantai ao SENHOR, todas as terras; proclamai a sua salvação, dia após dia. Anunciai entre as nações a sua glória, entre todos os povos, as suas maravilhas, porque grande é o SENHOR e mui digno de ser louvado, temível mais do que todos os deuses. Porque todos os deuses dos povos são ídolos; o SENHOR, porém, fez os céus. Glória e majestade estão diante dele, força e formosura, no seu santuário. Tributai ao SENHOR, ó famílias dos povos, tributai ao SENHOR glória e força. Tributai ao SENHOR a glória devida ao seu nome; trazei oferendas e entrai nos seus átrios; adorai o SENHOR na beleza da sua santidade.
    4. 4. INTRODUÇÃO O SER HUMANO FOI CRIADO COM UM AGUDO SENSO DO BELO E FOI FEITO PARA BUSCAR A DEUS. • O pecado destruiu esse senso. • O pecado destruiu essa visão. • O pecado afastou o homem do belo. I- DA REALIDADE TEOCENTRICA AO MUNDO SEM DEUS III-A BELEZA DA GLÓRIA DE DEUS II- SEM DEUS, UMA LIMITADA APRECIAÇÃO DA BELEZA
    5. 5. CATECISMO MAIOR DE WESTMINSTER 1. Qual é o fim supremo e principal do homem? Resposta. O fim supremo e principal do homem e glorificar a Deus e gozá-lo para sempre. ( Rom. 11:36; 1 Cor. 10:31; Sal. 73:24-26; João 17:22-24. )
    6. 6. O RECONHECIMENTO DA GRANDEZA DA CRIAÇÃO. Salmos 104: 19 Fez a lua para marcar o tempo; o sol conhece a hora do seu ocaso….. 24 Que variedade, SENHOR, nas tuas obras! Todas com sabedoria as fizeste; cheia está a terra das tuas riquezas. 25 Eis o mar vasto, imenso, no qual se movem seres sem conta, animais pequenos e grandes…. 30 Envias o teu Espírito, eles são criados, e, assim, renovas a face da terra. 31 A glória do SENHOR seja para sempre! Exulte o SENHOR por suas obras!... 33 Cantarei ao SENHOR enquanto eu viver; cantarei louvores ao meu Deus durante a minha vida. 34 Seja-lhe agradável a minha meditação; eu me alegrarei no SENHOR.
    7. 7. I- DA REALIDADE TEOCENTRICA AO MUNDO SEM DEUS. O pensamento secularista moderno procura construir sua visão da realidade omitindo qualquer referencia a Deus, tentando discernir o mundo a partir de filosofias naturalistas
    8. 8. A-A BELEZA ORIGINAL DO MUNDO ERA TEOCENTRICA. “A criação geme e aguarda a redenção final. O mundo atual existe sem a presença do paraíso. O paraíso foi formado por Deus, mas, por conta da queda do homem, foi levado para o céu. Todavia, este ainda é o lugar que Deus destinou para a morada do homem e, por conseguinte, há esperança e agradáveis expectativas para os que creem em Deus. Na verdade, o Senhor mantém interesse evidente pela Terra e seus habitantes, de tal modo que providenciou a sua salvação e renovação em Jesus Cristo. “ Heber Carlos de Campos
    9. 9. A- A BELEZA ORIGINAL DO MUNDO ERA TEOCENTRICA. • Salmos 19.1-6: “ Os céus proclamam a glória de Deus, e o firmamento anuncia as obras das suas mãos. Um dia discursa a outro dia, e uma noite revela conhecimento a outra noite. Não há linguagem, nem há palavras, e deles não se ouve nenhum som; no entanto, por toda a terra se faz ouvir a sua voz, e as suas palavras, até aos confins do mundo. Aí, pôs uma tenda para o sol, o qual, como noivo que sai dos seus aposentos, se regozija como herói, a percorrer o seu caminho. Principia numa extremidade dos céus, e até à outra vai o seu percurso; e nada refoge ao seu calor. "
    10. 10. A- A BELEZA ORIGINAL DO MUNDO ERA TEOCENTRICA. Romanos 1.19,20: “porquanto o que de Deus se pode conhecer é manifesto entre eles, porque Deus lhes manifestou. Porque os atributos invisíveis de Deus, assim o seu eterno poder, como também a sua própria divindade, claramente se reconhecem, desde o princípio do mundo, sendo percebidos por meio das coisas que foram criadas. Tais homens são, por isso, indesculpáveis; ” Sempre foi possível vislumbrar a beleza do Criador em cada coisa existente e na harmonia perfeita que regeu a criação desde o princípio!!!
    11. 11. B- A MUDANÇA DO CONCEITO DE BELEZA PARA UMA VISÃO CENTRADA NO EGO. A grande perda gerada pelo pecado, teve como resultado a degradação das coisas criadas. Apesar disso, os céus ainda manifestam a glória de Deus. A grande catástrofe foi a mudança no coração do homem, que perdeu sua referencia teocêntrica da realidade.
    12. 12. B- A MUDANÇA DO CONCEITO DE BELEZA PARA UMA VISÃO CENTRADA NO EGO. Jer 5.23; 17.9: “Mas este povo é de coração rebelde e contumaz; rebelaram-se e foram-se.....Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e desesperadamente corrupto; quem o conhecerá? "
    13. 13. B- A MUDANÇA DO CONCEITO DE BELEZA PARA UMA VISÃO CENTRADA NO EGO. Essa mudança pode ser apreciada desde a criação, quando vemos o modo como Adão recebeu Eva, no momento de sua criação e o modo como a viu depois da queda, como obra prima de Deus e depois acusando-a de ser o instrumento de Deus para a sua queda….Gn 2.23 e Gn 3.12
    14. 14. BABEL: UM DESASTRE NA MUDANÇA DO CONCEITO DE BELEZA PARA UMA VISÃO CENTRADA NO EGO. Genesis 11.5 : “Então, desceu o SENHOR para ver a cidade e a torre, que os filhos dos homens edificavam; "
    15. 15. NOS TEMPOS DE NOÉ, A DEPENDENCIA DE DEUS FOI TROCADA POR UMA VISÃO CENTRADA NO EGO. Durante todo o tempo em que construía a arca, Noé avisava ao povo que Deus iria destruir a Terra e que o único meio de se salvar seria através do arrependimento quanto às suas obras más e refugiar-se numa arca. Mas eles não deram ouvidos ao que Noé apregoava....
    16. 16. II- SEM DEUS, UMA LIMITADA APRECIAÇÃO DA BELEZA.
    17. 17. COM DEUS, UMA CAPACIDADE PARA APRECIAÇÃO DO BELO.
    18. 18. NOS TEMPOS DE NOÉ, A DEPENDENCIA DE DEUS FOI TROCADA POR UMA VISÃO CENTRADA NO EGO. Durante todo o tempo em que construía a arca, Noé avisava ao povo que Deus iria destruir a Terra e que o único meio de se salvar seria através do arrependimento quanto às suas obras más e refugiar-se numa arca. Mas eles não deram ouvidos ao que Noé apregoava....
    19. 19. O SER HUMANO NÃO PERDEU NA QUEDA A IMAGEM DE DEUS, POR ISSO, TAMBÉM NÃO PERDEU SUA INCLINAÇÃO PARA APRECIAR O BELO.
    20. 20. O HOMEM NÃO PERDEU A CAPACIDADE DE APRECIAR O BELO. Gn 1.27: “Criou Deus, pois, o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. ” O MUNDO SEM DEUS PERCEBE UMA BELEZA, MAS NÃO A APRECIA COMO OBRA DE DEUS!!! 2 Timoteo 4. 2-4: “... prega a palavra, insta, quer seja oportuno, quer não, corrige, repreende, exorta com toda a longanimidade e doutrina. Pois haverá tempo em que não suportarão a sã doutrina; pelo contrário, cercar-se-ão de mestres segundo as suas próprias cobiças, como que sentindo coceira nos ouvidos; e se recusarão a dar ouvidos à verdade, entregando-se às fábulas."
    21. 21. II- SEM DEUS, UMA LIMITADA APRECIAÇÃO DA BELEZA. Quando a rainha de Sabá visitou Salomão no auge de sua história, ficou encantada com tudo o que viu: sua sabedoria, a grandiozidade do templo, as festas, holocaustos etc. 2 Cronicas 9.3,4: “Vendo, pois, a rainha de Sabá a sabedoria de Salomão, e a casa que edificara, e a comida da sua mesa, o lugar dos seus oficiais, o serviço dos seus criados, e os trajes deles, seus copeiros, e os seus trajes, e o holocausto que oferecia na Casa do SENHOR, ficou como fora de si "
    22. 22. A- A FALTA DE BELEZA DO PODER MATERIAL. Eclesiastes 2.4-8: Empreendi grandes obras; edifiquei para mim casas; plantei para mim vinhas. Fiz jardins e pomares para mim e nestes plantei árvores frutíferas de toda espécie. Fiz para mim açudes, para regar com eles o bosque em que reverdeciam as árvores. Comprei servos e servas e tive servos nascidos em casa; também possuí bois e ovelhas, mais do que possuíram todos os que antes de mim viveram em Jerusalém. Amontoei também para mim prata e ouro e tesouros de reis e de províncias; provi-me de cantores e cantoras e das delícias dos filhos dos homens: mulheres e mulheres. Eclesiastes 9.11: Vi ainda debaixo do sol que não é dos ligeiros o prêmio, nem dos valentes, a vitória, nem tampouco dos sábios, o pão, nem ainda dos prudentes, a riqueza, nem dos inteligentes, o favor; porém tudo depende do tempo e do acaso.
    23. 23. A- A FALTA DE BELEZA DO PODER MATERIAL. Lucas 12.16-21: “ E lhes proferiu ainda uma parábola, dizendo: O campo de um homem rico produziu com abundância. E arrazoava consigo mesmo, dizendo: Que farei, pois não tenho onde recolher os meus frutos? E disse: Farei isto: destruirei os meus celeiros, reconstruí-los-ei maiores e aí recolherei todo o meu produto e todos os meus bens. Então, direi à minha alma: tens em depósito muitos bens para muitos anos; descansa, come, bebe e regala-te. Mas Deus lhe disse: Louco, esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado, para quem será? Assim é o que entesoura para si mesmo e não é rico para com Deus. "
    24. 24. B- A TRANSITÓRIA BELEZA DA SABEDORIA HUMANA. Eclesiaste 2.13-16: Então, vi que a sabedoria é mais proveitosa do que a estultícia, quanto a luz traz mais proveito do que as trevas. Os olhos do sábio estão na sua cabeça, mas o estulto anda em trevas; contudo, entendi que o mesmo lhes sucede a ambos. Pelo que disse eu comigo: como acontece ao estulto, assim me sucede a mim; por que, pois, busquei eu mais a sabedoria? Então, disse a mim mesmo que também isso era vaidade. Pois, tanto do sábio como do estulto, a memória não durará para sempre; pois, passados alguns dias, tudo cai no esquecimento. Ah! Morre o sábio, e da mesma sorte, o estulto!
    25. 25. III-A BELEZA DA GLÓRIA DE DEUS • A- NA NATUREZA. • B- NO HOMEM • C- EM CRISTO
    26. 26. A- A BELEZA DA GLÓRIA DE DEUS NA NATUREZA DEUS CRIOU TODAS AS COISAS FORMOSAS: Eclesiastes 3.11: “ Tudo fez Deus formoso no seu devido tempo; também pôs a eternidade no coração do homem, sem que este possa descobrir as obras que Deus fez desde o princípio até ao fim. O TEMOR DE DEUS É O PRINCÍPIO DE TUDO. A NOSSA VISÃO DA NATUREZA TEM QUE SER À PARTIR DE DEUS: Eclesiastes 12.13,14 : “ De tudo o que se tem ouvido, a suma é: Teme a Deus e guarda os seus mandamentos; porque isto é o dever de todo homem. Porque Deus há de trazer a juízo todas as obras, até as que estão escondidas, quer sejam boas, quer sejam más. ” A CRIAÇÃO É O INSTRUMENTO DE DEUS PARA QUE OS HOMES CREIAM NELE Romanos 1.20: Porque os atributos invisíveis de Deus, assim o seu eterno poder, como também a sua própria divindade, claramente se reconhecem, desde o princípio do mundo, sendo percebidos por meio das coisas que foram criadas. Tais homens são, por isso, indesculpáveis;
    27. 27. B- A BELEZA DA GLÓRIA DE DEUS NO HOMEM SOMENTE O HOMEM FOI CRIADO À SUA IMAGEM E SEMELHANÇA. Genesis 1.26: “Também disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; tenha ele domínio sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus, sobre os animais domésticos, sobre toda a terra e sobre todos os répteis que rastejam pela terra. “ Salmos 8.1: “Ó SENHOR, Senhor nosso, quão magnífico em toda a terra é o teu nome! Pois expuseste nos céus a tua majestade. "
    28. 28. Salmos 19.1: “Os céus declaram a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos. " DEUS NOS CAPACITA A APRECIARMOS O BELO.
    29. 29. B- A BELEZA DA GLÓRIA DE DEUS NO HOMEM COMO FICOU ESSA BELEZA COM A QUEDA DO HOMEM? 2 Coríntios 3.16-18: “Quando, porém, algum deles ( o homem ) se converte ao Senhor, o véu lhe é retirado. Ora, o Senhor é o Espírito; e, onde está o Espírito do Senhor, aí há liberdade. E todos nós, com o rosto desvendado, contemplando, como por espelho, a glória do Senhor, somos transformados, de glória em glória, na sua própria imagem, como pelo Senhor, o Espírito. "
    30. 30. C- A BELEZA DA GLÓRIA DE DEUS EM CRISTO A OBRA REDENTORA RESTAURA A NOSSA MENTE E CORAÇÃO, LEVANDO-NOS A COMPREENDER AS COISAS ATRAVÉS DE DEUS E A PERCEBER A BELEZA DAS COISAS CRIADAS. Colossenses 2.8-10: “Cuidado que ninguém vos venha a enredar com sua filosofia e vãs sutilezas, conforme a tradição dos homens, conforme os rudimentos do mundo e não segundo Cristo; porquanto, nele, habita, corporalmente, toda a plenitude da Divindade. Também, nele, estais aperfeiçoados. Ele é o cabeça de todo principado e potestade. "
    31. 31. O HOMEM SEM DEUS NÃO PODE CONTEMPLAR A COMPLETA BELEZA DA CRIAÇÃO. Essa beleza da criação pode ser apreendida a partir de uma mudança de mente e de coração, que ocorre com a regeneração produzida por Deus.
    32. 32. . ISRAEL DEIXOU DE VISUALIZAR AS MARAVILHAS QUE DEUS HAVIA PROMETIDO NA NOVA TERRA. A terra prometida e Não o deserto era a promessa de Deus para o seu povo. Terra farta, onde mana leite e mel, porém a incredulidade do povo de Israel, levou o povo a não mais ver pela Fé as promessas de Deus concretizadas e passaram a olhar o deserto como o fim principal de Deus para eles e não a terra prometida. Perderam a visão das promessas recebidas de Deus feitas a Abraão.
    33. 33. . NO FUTURO, A VOLTA DA APRECIAÇÃO DAS BELEZAS DO CRIADOR, COM A REALIDADE DO NOVO CÉU E DA NOVA TERRA A história já fechou as suas cortinas. O juízo final já aconteceu. Os inimigos do Cordeiro e da igreja já foram lançados no lago do fogo. Os remidos já estão na festa das Bodas do Cordeiro. O paraíso perdido é agora o paraíso reconquistado. O homem caído é agora o homem glorificado. O projeto de Deus triunfou. O tempo cósmico se converteu em eternidade

    ×