O oficio real de jesus cristo

211 visualizações

Publicada em

JESUS CUMPRIU OS 3 OFÍCIOS E FOI REI, SACERDOTE E PROFETA

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
211
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • BCW…Breve Catecismo de Westminster
  • ESSA DECLARAÇÃO DE PALAVRA DE DEUS DEIXA CLARO QUE O MUNDO FOI CRIADO DO NADA...NÃO FOI UM BIG BANG....
  • Alfred Lothar Wegener , meteorologista alemão em 1915 em Berlim
  • ESSA DECLARAÇÃO DE PALAVRA DE DEUS DEIXA CLARO QUE O MUNDO FOI CRIADO DO NADA...NÃO FOI UM BIG BANG....
  • ESSA DECLARAÇÃO DE PALAVRA DE DEUS DEIXA CLARO QUE O MUNDO FOI CRIADO DO NADA...NÃO FOI UM BIG BANG....
  • O oficio real de jesus cristo

    1. 1. Colossenses 1.15-20: 15 “...Jesus Cristo é a imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação; 16 Porque nele foram criadas todas as coisas que há nos céus e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades. Tudo foi criado por Ele e para Ele. 17 E Ele é antes de todas as coisas, e todas as coisas subsistem por Ele. 18 E Ele é a cabeça do corpo, da igreja; é o princípio e o primogênito dentre os mortos, para que em tudo tenha a preeminência. 19 Porque foi do agrado do Pai que toda a plenitude nele habitasse, 20 E que, havendo por Ele feito a paz pelo sangue da sua cruz, por meio dele reconciliasse consigo mesmo todas as coisas, tanto O OFICIO REAL DE JESUS CRISTO
    2. 2. "Jesus Cristo é imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação" ( Col 1.15 ) Fil 2.5-8: " Tende em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, pois Ele, subsistindo em forma de Deus, não julgou como usurpação o ser igual a Deus; antes, a si mesmo se esvaziou, assumindo a forma de servo, tornando-se em semelhança de homens; e, reconhecido em figura humana, a si mesmo se humilhou, tornando-se obediente até à morte e morte de cruz. "
    3. 3. JESUS: ESCANDALO PARA OS JUDEUS, LOUCURA PARA NÓS! 1 Corintios 1.20-24: " Onde está o sábio? Onde, o escriba? Onde, o inquiridor deste século? Porventura, não tornou Deus louca a sabedoria do mundo? Visto como, na sabedoria de Deus, o mundo não o conheceu por sua própria sabedoria, aprouve a Deus salvar os que creem pela loucura da pregação. Porque tanto os judeus pedem sinais, como os gregos buscam sabedoria; mas nós pregamos a Cristo crucificado, escândalo para os judeus, loucura para os gentios; mas para os que foram chamados, tanto judeus como gregos, pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus. "
    4. 4. OS 3 OFICIOS DE JESUS CRISTO  João Calvino popularizou a noção de Cristo como aquele que cumpre os três ofícios do Antigo Testamento (Institutas II.15). Desde então, muito outros têm escrito sobre o assunto. Deve-se notar a priori o nome Cristo. Este nome significa literalmente ungido, exatamente o ato que unia os três ofícios do AT. Os catecismos de Westminster (BCW e CMW) nos ajudam a entender como Cristo desempenhou os três ofícios.
    5. 5. JESUS CRISTO COMO PROFETA  CMW – 43. Como exerce Cristo o ofício de profeta? Cristo exerce o ofício de profeta, revelando à igreja, em todos os tempos, pelo seu Espírito e Palavra, por diversos modos de administração, toda a vontade de Deus, em todas as coisas concernentes à sua edificação e salvação. Jo 1:1,4,18;20:31; II Pe 1:21; II Co 2:9,10; Ef 4:11-13. [Mateus é um dos livros bíblicos que mostra de maneira mais completa o Jesus Cristo como profeta]
    6. 6. JESUS CRISTO COMO SACERDOTE  CMW – 44. Como Cristo exerce o ofício de sacerdote? Cristo exerce o ofício de sacerdote, oferecendo-se a si mesmo uma vez em sacrifício, sem mácula a Deus, para ser a propiciação pelos pecados do seu povo, e fazer contínua intercessão por esse mesmo povo. Hebreus. 2:17;7:25;9:14,28. [Hebreus é o livro mais claro em mostrar o sacerdócio perfeito de Jesus]
    7. 7. JESUS CRISTO COMO REI  CMW – 45. Como Cristo exerce o ofício de rei? Cristo exerce o ofício de rei, chamando do mundo um povo para si, dando-lhe oficiais, leis e disciplinas para visivelmente o governar; concedendo a graça salvadora aos seus eleitos; recompensando sua obediência e corrigindo-os em consequência de seus pecados; preservando-os e sustentando-os em todas as suas tentações e sofrimentos; restringindo e subjugando todos os seus inimigos, e poderosamente ordenando todas as coisas para a sua própria glória e para o bem de seu povo; e também tomando vingança contra os que não conhecem a Deus nem obedecem ao Evangelho.  Sl 2:9; Is 55:5; Mt 18:17,18;25:34-36;28:19, 20; Jo 10:16,27; At 5:31; 12:17; 18:9,10; Rm 2:7;14:11;8:28,35-39; I Co 5:4,5; 12:9, 10, 28; 15:25; II Co 12:9,10; Ef 4:11,12; I Tm 5:20; Tt 3:10; II Ts 1:8; 22:12; Cl 1:18; Hb 12:6,7; Ap 3:19. [O reinado de Cristo pode ser visto de forma gloriosa em Apocalipse]
    8. 8. Jeremias 33:22: “Como não se pode contar o exército dos céus, nem medir-se a areia do mar, assim multiplicarei a descendência de Davi, Meu servo, e os levitas que ministram diante de Mim”. Antes da invenção do telescópio no século décimo sétimo d.C., os cientistas achavam que sabiam quase o número exato de estrelas no universo. Ptolomeu afirmou que havia 1.056 estrelas. Kleper mais tarde contou 1.005 estrelas. A CRIAÇÃO É A PROVA DA EXISTENCIA DE DEUS
    9. 9. - Jó 38.4: " Onde estavas tu, quando eu lançava os fundamentos da terra? Dize-mo, se tens entendimento. " - Jó 38.18: “Tens idéia nítida da largura da terra? Dize-mo, se o sabes. " A CRIAÇÃO É A PROVA DA EXISTENCIA DE DEUS
    10. 10. Salmos 19.1: " Os céus proclamam a glória de Deus, e o firmamento anuncia as obras das suas mãos. ” A CRIAÇÃO É A PROVA DA EXISTENCIA DE DEUS
    11. 11. Rm 1. 20,21: " Pois desde a criação do mundo os atributos invisíveis de Deus, seu eterno poder e sua natureza divina, têm sido vistos claramente, sendo compreendidos por meio das coisas criadas, de forma que tais homens são indesculpáveis; porque, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe renderam graças, mas os seus pensamentos tornaram-se fúteis e os seus corações “Tais homens são indesculpáveis, porque, tendo conhecido à DEUS, não o glorificaram com DEUS... "
    12. 12. II- CRISTO COMO CRIADOR E GOVERNANTE DO UNIVERSO  A criação envolveu todas as 3 pessoas da Divindade. Mesmo em Genesis capítulo I, a criação é vista como a obra de DEUS (v.1), na qual seu Espírito pairou sobre a face das águas, exercendo uma importante atividade criadora (v.2) e sua Palavra ( Verbo) emitiu ordens criativas, isto é, fez com que tudo o que existe viesse a existencia (v.3), o que, de acordo com João, foi a atividade realizada por Jesus na obra da criação ( Jo 1.3). Essas declarações são ratificadas pelo nosso texto bíblico central desta lição ( Col 1.15-20)
    13. 13. II- JESUS CRISTO COMO CRIADOR E GOVERNANTE DO UNIVERSO João 1.2,3: "Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por intermédio dele, e, sem Ele, nada do que foi feito se fez."
    14. 14. A BÍBLIA E A CRIAÇÃO Gênesis 1:9-10 - “Disse também Deus: Ajuntem-se as águas debaixo dos céus num só lugar, e apareça a porção seca. E assim se fez. A porção seca chamou Deus terra, e ao ajuntamento das águas, mares. E viu Deus que isso era bom”
    15. 15. A BÍBLIA E A CRIAÇÃO Com isso, surge um “supercontinente”, chamado de Pangéia, teoria elaborada inicialmente por A. Wegener em 1915, e que foi comprovada em 1960, através de pesquisas oceanográficas sobre o Fenômeno de Fraturamento do Fundo do Mar. A Pangéia, configuração primária da Terra, prova que inicialmente os continentes estavam unidos.
    16. 16. Hebreus 11.3: "Pela fé entendemos que o universo foi formado pela palavra de Deus, de modo que aquilo que se vê não foi feito do que é visível.” "Jesus Cristo é imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação" ( Col 1.15 )
    17. 17. Hebreus 1.2: “ Nestes últimos dias Deus nos falou pelo Filho a quem constituiu herdeiro de todas as coisas, pelo qual também fez o universo” "Jesus Cristo é imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação" ( Col 1.15 )
    18. 18. Colossenses 1.16: “Porque nele foram criadas todas as coisas que há nos céus e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades. Tudo foi criado por Ele e para Ele.” A- JESUS CRISTO É O SENHOR DE TODA A CRIAÇÃO.
    19. 19. B- CRISTO COMO CRIADOR E GOVERNANTE DO UNIVERSO CRISTO É ETERNAMENTE IGUAL A DEUS: Fil 2.6,7: pois ele ( Jesus Cristo), subsistindo em forma de Deus, não julgou como usurpação o ser igual a Deus; antes, a si mesmo se esvaziou, assumindo a forma de servo, tornando-se em semelhança de homens; e, reconhecido em figura humana,
    20. 20. Col 1. 16: “ Porque nele foram criadas todas as coisas que há nos céus e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades. Tudo foi criado por Ele e para Ele. " C- Jesus Cristo é o criador e o governante do universo, em toda a sua múltipla diversidade!
    21. 21. Col 1.17: “E Ele é antes de todas as coisas, e todas as coisas subsistem por Ele. ” Hb 1.3: “Ele, que é o resplendor da glória e a expressão exata do seu Ser, sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder, ... " D- Jesus Cristo como criador, sustenta tudo o que foi criado!
    22. 22. Col 1.18-20: “ E Ele é a cabeça do corpo, da igreja; é o princípio e o primogênito dentre os mortos, para que em tudo tenha a preeminência. Porque foi do agrado do Pai que toda a plenitude nele habitasse, E que, havendo por Ele feito a paz pelo sangue da sua cruz, por meio dele reconciliasse consigo mesmo todas as coisas, tanto as que estão na terra, como as que estão nos céus. ” E- Jesus Cristo é o Redentor da Igreja e renova toda a sua criação!
    23. 23. Segundo estudos de astrofísicos da universidade norte-americana Harvard, existem pelo menos 17 bilhões de planetas parecidos com a Terra apenas na Via Láctea. Se ampliarmos a pesquisa para qualquer tipo de planeta (como os parecidos com os gasosos do Sistema Solar), os astrônomos calculam cerca de 100 bilhões de planetas. Já o número mais aceito de estrelas no Universo é da ordem de 70 sextilhões (10^22). E as estimativas indicam que há cerca de 100 bilhões (10^11) de galáxias. UOL: 02/07/2013 1 JESUS CRISTO, O PRIMOGENITO DE TODA A CRIAÇÃO
    24. 24. O TAMANHO DO UNIVERSO
    25. 25. JESUS CRISTO É COIGUAL A DEUS  Jesus antes da sua encarnação sempre foi Deus co- igual, co-eterno e consubstancial com o Pai e com o Espírito Santo. Ele sempre foi revestido de glória e majestade (Jo 17.5). Ele é o criador de todas as coisas, visíveis e invisíveis (Cl 1.16). Ele sempre foi adorado pelos anjos nas cortes celestiais. A expressão “subsistindo em forma de Deus” (2.6) é muito importante para entendermos a divindade de Cristo.
    26. 26. Jesus Cristo foi chamado Filho de Deus antes mesmo da encarnação. A filiação eterna pode ser afirmada, pois a Escritura faz menção do Redentor como Filho de Deus antes da encarnação. João 17.5: "E, agora, glorifica-me, ó Pai, contigo mesmo, com a glória que eu tive junto de ti, antes que houvesse mundo “ A FILIAÇÃO ETERNA DE JESUS CRISTO
    27. 27. Josué 10.13:"... E o Sol se deteve, a lua parou... O Sol, pois, se deteve no meio do céu , e não se apressou a pôr-se, quase um dia inteiro...E não houve dia semelhante a esse, nem antes nem depois dele..." Isaías 38.8: "Eis que farei voltar atrás dez graus a sombra do relógio de Acaz...". . JESUS CRISTO CONTROLA E SUSTENTA TUDO NO UNIVERSO
    28. 28. JESUS CRISTO É O REDENTOR DA IGREJA EU SEI QUE O MEU REDENTOR VIVE! Há momentos na vida que somos encurralados por circunstâncias adversas. A dor, as decepções, as perdas marcam nossa vida com golpes profundos. Nessas horas de escuridão para a alma, precisamos erguer a cabeça e como Jó dizer: "Eu sei que o meu Redentor vive". Mesmo que não vejamos nada à nossa frente; mesmo que o nosso peito esteja sendo fuzilado por sofrimento avassalador, podemos ter a garantia de que Jesus está no controle de todas as coisas. Isso não é apenas um sentimento ou uma rasa sugestão. Isso é uma convicção inabalável. Não é a linguagem da conjectura hipotética, mas a linguagem da certeza experimental: "Eu sei que o meu Redentor vive” ( Jó 19.25 )! Hernandes Dias Lopes.
    29. 29. O OFÍCIO REAL BACK-UP
    30. 30. A OBRA DE JESUS CRISTO RESUMO DO CURSO:  1- O OFICIO REAL DE JESUS CRISTO.  2- CRISTO O CABEÇA DA IGREJA.  3- O OFICIO SACERDOTAL DE CRISTO.  4- A OBRA INTERCESSÓRIA DE CRISTO.  5- A JUSTIFICAÇÃO  6- A OBRA DA EXPIAÇÃO
    31. 31. A OBRA DE JESUS CRISTO RESUMO DO CURSO 8- A SALVAÇÃO GRACIOSA. 9- O OFÍCIO PROFÉTICO DE CRISTO. 10- OS MILAGRES DE JESUS. 11- JESUS: O VERBO DE DEUS. 12- A CEIFA E A VÍNDIMA. 13- O JÚBILO NO CÉU.
    32. 32. A CONFIÇÃO DE FÉ DE WESTMINSTER  A Confissão de Fé de Westminster é a principal declaração doutrinária adotada oficialmente pela Igreja Presbiteriana do Brasil. Ela foi um dos documentos aprovados pela Assembleia de Westminster (1643-1649), convocada pelo Parlamento inglês para elaborar novos padrões doutrinários, litúrgicos e administrativos para a Igreja da Inglaterra. A Assembleia de Westminster iniciou seus trabalhos na Abadia de Westminster, em Londres, no dia 1° de julho de 1643, e continuou em atividade durante cinco anos e meio. Seus integrantes foram cerca de 120 dos mais piedosos e cultos ministros puritanos e presbiterianos escoceses . Nesse período, houve 1163 reuniões do plenário e centenas de reuniões de comissões e subcomissões.
    33. 33. OS CATECISMOS DE WESTMINSTER  Após concluir a Confissão de Fé, a Assembleia de Westminster concentrou-se na elaboração de um catecismo. Com o tempo, surgiu o consenso de que seriam necessários dois textos:  A- O CATECISMO MAIOR (1647) mais exato e abrangente.  B- CATECISMO MENOR ( 1648), mais fácil e breve para principiantes”. O maior destinava-se à exposição no púlpito, ao passo que o breve seria voltado para a instrução de crianças e adolescentes.

    ×