Como avalio e trato as rugas periobucais e periorbiculares

3.505 visualizações

Publicada em

0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.505
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
95
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Como avalio e trato as rugas periobucais e periorbiculares

  1. 1. Como Avalio e Trato as Rugas Peribucais e Periorbiculares<br />Dra. Fabiana de Cássia Tozo<br />Fisioterapeuta – Curitiba – Paraná<br />fabianatozo@yahoo.com.br<br />41- 3023-1855<br />
  2. 2. RUGAS<br />Os principais sinais do envelhecimento são as rugas, hipercromias, pele seca, perda de <br />luminosidade e ptose tissular <br />(BUCHIL, 2002). <br />
  3. 3. RUGAS <br />O declíniodas funções do tecido conjuntivo faz com que as camadas de gordura sob a pele não consigam manter-se uniformes e a degeneração das fibras elásticas aliadas a menor velocidade de troca e oxigenação dos tecidos provoca a desidratação da pele dando como resultado rugas. (Guirro e Guirro 2003)<br />
  4. 4. PASSOS DO ENVELHECIMENTO<br /><ul><li>Ressecamento
  5. 5. Fotodano
  6. 6. Perda de elasticidade da pele
  7. 7. Afinamento
  8. 8. Menor resposta imunológica
  9. 9. Perda de controle da temperatura
  10. 10. Capacidade de reparo celular </li></ul> reduzida <br />(Perricone, 2001)<br />
  11. 11. AVALIAÇÃO - Ficha de Anamnese<br /><ul><li>Discromias
  12. 12. Alterações vasculares
  13. 13. Formações sólidas
  14. 14. Formações líquidas
  15. 15. Lesões
  16. 16. Seqüelas
  17. 17. Grau de hidratação
  18. 18. Grau de oleosidade
  19. 19. Espessura </li></ul>IDADE CRONOLÓGICA <br />X<br />IDADE BIOLÓGICA <br />
  20. 20. CLASSIFICAM-SE EM<br />DINAMICAS <br />ESTÁTICAS<br />
  21. 21. MIMICA FACIAL <br />BOCA<br />OLHOS <br />
  22. 22. Dr. Richard Glogau<br />
  23. 23. O músculo orbicular das pálpebras provoca ao se contrair, rugas radiais ao ângulo externo dos olhos. <br />http://corpoacorpo.uol.com.br/nutricao-saude<br />
  24. 24. Rugas palpebrais segundo LOEB 1988<br />
  25. 25. As rugas em torno da boca são causadas pelas contrações do músculo orbicular dos lábios <br />http://corpoacorpo.uol.com.br/nutricao-saude<br />
  26. 26. TRATAMENTO???<br />
  27. 27. OBJETIVO <br />Retirada de células mortas<br />Hidratação <br />Reposição de vitaminas e minerais<br />Estimulação de síntese de fibras elásticas e novas células <br />RECURSOS <br />Técnicas manuais<br />Cosmetologia<br />Eletrotermofototerapia<br />
  28. 28. PEELING DE MICRODEMOABRASÃO <br />Peeling de Cristal e Peeling de Diamante <br /><ul><li>Lesão  reação inflamatória aguda localizada  atuação sobre fibroblastos
  29. 29. Estimulação da neocolagênese
  30. 30. Renovação celular
  31. 31. Afinamento da capa córnea em disjunção e compacta do tecido epitelial
  32. 32. Incremento no aporte sangüíneo.</li></ul>Utilizado em todas as idades e tipos de pele, simplicidade na aplicação da técnica e rápida recuperação, com mínima morbidade e risco <br />(SABATOVICH, KEDE e SABATOVICH, 2004; RUSENHACK, 2006)<br />
  33. 33. RADIOFREQÜÊNCIA <br />Campo elétricooscilante<br />Aceleração das moléculas de água<br />Aquecimento das camadas profundas da pele<br />Derme e Hipoderme<br />Efeito tardio<br />Efeito imediato<br />Estimulação da síntese de novo colágeno<br />Da circulação sanguínea local<br />Contração imediata do colágeno<br />Mecanismo de ação<br />
  34. 34. IONTOFORESE<br />Permeabilidade de substância através da pele íntegra <br />1. Aumento da permeabilidade intrínseca da pele pela aplicação do fluxo elétrico.<br />2. Eletrorrepulsão: criada pela interação droga–campo elétrico.<br />3. Eletroosmose: movimento transdermal de parte do solvente juntamente com os componentes neutros e iônicos nele diluídos.<br />Estudo do fluxo de água (3H2O) e o manitol marcados, transferidos por iontoforese (10 horas,0,36 mA/cm2) mostrou 50% do valor referente à transferência desse soluto não ionizável devia-se à participação do fluxo de água, confirmando o fenômeno da eletroosmose.<br /> Kim et al.<br />
  35. 35. COSMÉTICOS <br />Suzanne Bruce. J DrugDermatol 7(2) S 17-22, 2008<br />SINERGIA<br />
  36. 36. ÁCIDO GLICÓLICO<br />Alfa-HidroxiÁcido (AHA) de menor cadeia e contém dois carbonos . Capaz de proporcionar uma dermoabrasão química.<br />Brody H.J.Chemical Peeling, 1990<br /><ul><li>Diminui a espessura do estrato córneo
  37. 37. Diminui a coesão dos corneócitos
  38. 38. Estimula a síntese de mucopolissacarídeos e colágeno </li></ul>Concentração usual entre 5% e 10% <br />
  39. 39. GF – Growth Factor <br /> Proteínas homólogas as humanas obtidas através de biotecnologia <br />
  40. 40. IGF-I na produção de colágeno.<br /><ul><li>10 ng/ml – produção de colágeno aumentada em 2 vezes
  41. 41. 100 ng/ml – foi capaz de aumentar em 3 vezes</li></ul>Goldstein RH, Poliks CF, Pilch PF, Smith BD, Fine A. Endocrinology. 1989 Feb;124(2):964-70<br />bFGF e VEGF <br />Aplicação tópica<br />Endogenousgrowthfactors as cosmeceuticals.<br />Fitzpatrick RE <br />Fonte: DermatolSurg. 2005 Jul;31(7 Pt 2):827-31; discussion 831<br />
  42. 42. DMAE - N,N-dimetiletanolamina<br /> Composto encontrado naturalmente em peixes como o salmo e a anchova e sardinha <br />Modulador da síntese de acetilcolina, promove a contração muscular do músculo liso na derme, conduzindo a uma melhora no aspecto geral da mesma.<br /> R. Grossman, The role of dimethylaminoethanol in cosmetic dermatology, Am. J. Clin. Dermatol., 6 (2005) 39-47. <br />
  43. 43.
  44. 44. Phycojuvenine® <br />É um extrato concentrado da Alga marrom Laminaria digitata.<br /><ul><li>Restaura a capacidade de divisão das células tronco adultas
  45. 45. Protege as células tronco adultas do envelhecimento
  46. 46. Rejuvenesce fibroblastos, estimula a síntese de colágeno em pele madura.</li></ul>Depois de 28 dias, com duas aplicações diárias de uma formulação com 1% de <br />Phycojuvenine®<br />
  47. 47. PHYSIOGENYL®<br /> Catalisador fisiológico especialmente e sua atividade está baseada na sinergia entre os sais de sódio, magnésio, zinco e manganês do Ácido Pirrolidone Carboxílico (PCA). <br />
  48. 48. HIDROXYPROLISILANE C <br />Possui as propriedades cosméticas característica dos SILANÓIS e as da combinação de dois AMINOACIDOS: hidroxiprolina e ácido aspártico.<br />Revista Brasileira de Cirurgia Julho-Agosto 1993 vol.83 n°4<br />SILÍCIO <br />diminuição com a IDADE<br />
  49. 49. DE QUE FORMA OBTER EFICÁCIA NOS RESULTADOS???<br />Ácido glicólico 10% - pH 3,5 <br />Iontoforese <br />IONTO BIO FACTOR<br />EGF – 2%<br />IGF – 2%<br />VEGF – 2%<br />HIDROXIPROLISILANE C – 5%<br />PHYSIOGENYL – 0,5%<br />IONTO BIO SKIN<br />Phycojuvenine – 2% <br />b FGF – 1%<br />DMAE – 10% <br />INÍCIO DO TRATAMENTO: 26 de julho de 2010<br />FINALIZAÇÃO: 06 de agosto de 2010<br />

×