A vida de Fernando Pessoa - FR

3.524 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.524
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
180
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A vida de Fernando Pessoa - FR

  1. 1. Trabalho elaborado por:Francisco Miguel Gaspar e Silva Baltazar Rosa
  2. 2. Índice 1. Nome completo de Fernando Pessoa2. Revistas onde Fernando Pessoa participou3. Heterónimos de Fernando Pessoa4. Imagens de livros que Fernando Pessoa escreveu5. Volta definitiva a Portugal e início da carreira de Fernando Pessoa6. Como e quando morreu Fernando Pessoa7. Imagens de Fernando Pessoa8. Fim
  3. 3. O nome completo de Fernando Pessoa  Fernando Pessoa, como todos nós, tinha um nome completo que era o seguinte : Fernando António Nogueira Pessoa.
  4. 4. Revistas onde Fernando Pessoa participou Fernando Pessoa participou nas seguintes revistas: Águia (1912), Orpheu (1915), Athena (1924), Revista de Comércio e Contabilidade (1926), Presença (1927).
  5. 5. Heterónimos de Fernando Pessoa Os 3 heterónimos principais de Fernando Pessoa foram: Alberto Caeiro Álvaro de Campos Ricardo ReisOutros heterónimos menores: Chevalier de Pas Alexander Search Vicente Guedes / Bernardo Soares …
  6. 6. Imagens de livros de Fernando Pessoa 
  7. 7. Volta definitiva a Portugal e início de carreira  Deixando a família em Durban, regressa definitivamente à capital portuguesa, sozinho, em 1905. Passa a viver com a avó Dionísia e as duas tias na Rua da Bela Vista, n.º 17. A mãe e o padrasto regressam também a Lisboa, durante um período de férias de um ano em que Pessoa volta a morar com eles. Continua a produção de poemas em inglês e, em 1906, matricula-se no Curso Superior de Letras (actual Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa), que abandona sem sequer completar o primeiro ano. É nesta época que entra em contato com importantes escritores portugueses. Interessa-se pela obra de Cesário Verde e pelos Sermões do Padre António Vieira.
  8. 8. Volta definitiva a Portugal e início de carreira  Em Agosto de 1907, morre a sua avó Dionísia, deixando-lhe uma pequena herança, com a qual monta uma pequena tipografia, na Rua da Conceição da Glória, 38-4.º, sob o nome de «Empreza Ibis — Typographica e Editora — Officinas a Vapor», que rapidamente faliu. A partir de 1908, dedica-se à tradução de correspondência comercial, uma actividade a que poderíamos dar o nome de "correspondente estrangeiro". Nessa profissão trabalha a vida toda, tendo uma modesta vida pública.
  9. 9. Volta definitiva a Portugal e início de carreira  Inicia a sua atividade de ensaísta e crítico literário com o artigo «A Nova Poesia Portuguesa Sociologicamente Considerada», a que se seguiriam «Reincidindo…» e «A Nova Poesia Portuguesa no Seu Aspecto Psicológico» publicados em 1912, pela revista A Águia, órgão da Renascença Portuguesa. Frequenta a tertúlia literária que se formou em torno do seu tio adoptivo, o poeta, general aposentado Henrique Rosa, no Café A Brasileira, no Largo do Chiado em Lisboa. Mais tarde, já nos anos vinte, o seu café preferido seria o Martinho da Arcada, na Praça do Comércio, onde escrevia e se encontrava com amigos e escritores.
  10. 10.
  11. 11.
  12. 12. Volta definitiva a Portugal e início de carreira  Em Outubro de 1924, juntamente com o artista plástico Ruy Vaz, Fernando Pessoa lançou a revista Athena, na qual fixou o «drama em gente» dos seus heterónimos, publicando poesias de Ricardo Reis, Álvaro de Campos e Alberto Caeiro, bem como do ortónimo Fernando Pessoa.
  13. 13. Como e quandoFernando Pessoa morreu  Pessoa foi internado no dia 29 de Novembro de 1935, no Hospital de São Luís dos Franceses, em Lisboa, com diagnóstico de "cólica hepática" causada por cálculo biliar associado a cirrose hepática, diagnóstico que é hoje contestado por estudos médicos, embora o excessivo consumo de álcool ao longo da sua vida seja consensualmente considerado como um importante factor causal. Segundo um desses estudos, Pessoa não revelava alguns dos sintomas mais típicos de cirrose hepática, tendo provavelmente sido vítima de uma pancreatite aguda.[3] Morreu no dia 30 de Novembro, com 47 anos de idade. Sua última frase foi escrita na cama do hospital, em inglês, com a data de 29 de Novembro de 1935: "I know not what tomorrow will bring" ("Não sei o que o amanhã trará").
  14. 14. Imagens de Fernando Pessoa 
  15. 15. Fim Eu só quero dizerque gostei muito defazer este trabalho.E quero fazermuitos maistrabalhos de projeto.
  16. 16. Ó mar salgado, quanto do teu sal… Ó mar salgado, quanto do teu salSão lágrimas de Portugal!Por te cruzarmos, quantas mães choraram,Quantos filhos em vão rezaram!Quantas noivas ficaram por casarPara que fosses nosso, ó mar!Valeu a pena? Tudo vale a penaSe a alma não é pequena.Quem quer passar além do BojadorTem que passar além da dor.Deus ao mar o perigo e o abismo deu,Mas nele é que espelhou o céu. F. Pessoa, Mensagem, «Mar Português»

×