Gestão de Dados Moderna - Enterprise Data World Latin America - Agosto/2011

2.567 visualizações

Publicada em

Apresentação efetuada no evento Enterprise Data Word promovido pela DAMA Brasil em Agosto/2011

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.567
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.757
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
22
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Gestão de Dados Moderna - Enterprise Data World Latin America - Agosto/2011

  1. 1. Boas Práticas da Gestão de Dados Moderna Enterprise Data World Latin America - 2011 Bergson LopesEnterprise Data World – Latin America - 2011 contato@bergsonlopes.com.br
  2. 2. Histórico da Gestão de Dados nas organizações Novos Tempos.. 1980 1990 2000 2010 Boom!! AD Questionada Redescoberta Gestão de Dados Moderna Agile Modeling DAMA/DMBOK Manual for Data AdministrationEnterprise Data World – Latin America - 2011
  3. 3. Gestão de Dados Moderna – O que é  Mudança de Paradigma  Utiliza vários conceitos das metodologias ágeis  A filosofia da área é tão ou mais importante do que as metodologias adotadas, porém as metodologias jamais devem ser desconsideradas  Trabalha muito bem com o DAMA-DMBOKEnterprise Data World – Latin America - 2011
  4. 4. Gestão de Dados Moderna - Filosofia  Empresas não existem somente para Administrar ou Gerir Dados  Os dados são muito importantes, mas sozinhos não são o ativo mais importante das empresas  Metas e objetivos da área de Gestão de Dados são mensuráveis.  A Gestão de Dados deve ter sinergia com todas as áreas envolvidas na gestão, construção e manutenção da informação  A Gestão de Dados está envolvida com os projetos da empresa. Projetos possuem recursos, tempo e orçamentos limitadosEnterprise Data World – Latin America - 2011
  5. 5. A Gestão de Dados Moderna evita:  Postura reativa  Falta de objetivos tangíveis  Equipes ineficazes  Overhead  Gestão de Dados ser encarada como obrigação  Burocracia em excesso  “Gargalo” no processo de desenvolvimento  Conflitos desnecessários com as demais equipes envolvidasEnterprise Data World – Latin America - 2011
  6. 6. Gestão de Dados ModernaEnterprise Data World – Latin America - 2011
  7. 7. Gestão de Dados Moderna – Boas Práticas Manter um time de destaque Atuar no início dos projetos Utilizar os princípios e ferramentas da qualidade Ser ágil Nunca acomodar Ter bom senso! Todas as práticas são interligadas!Enterprise Data World – Latin America - 2011
  8. 8. Manter um time de destaque Vantagens:  Maior visibilidade e credibilidade da área de Gestão de Dados  Profissionais de destaque rendem 3 ou 4 vezes mais que os profissionais comuns  Melhor nivelamento e aproveitamento dos profissionais  Equipes “enxutas”  Equipes multidisciplinaresEnterprise Data World – Latin America - 2011
  9. 9. Manter um time de destaque- Certificação CDMP  Reconhece os profissionais qualificados na área de Gerenciamento de Dados  Benefícios para o profissional: • Ampliação da empregabilidade • Aceleração do crescimento profissional • Reconhecimento do grau de qualificação atestado internacionalmente  Benefícios para a empresa: • Demonstra alinhamento com uma metodologia normatizada e aceita internacionalmente • Agrega credibilidade e valor aos prestadores de serviço • Motiva colaboradores a buscar crescimento profissionalEnterprise Data World – Latin America - 2011
  10. 10. Manter um time de destaque Lembretes:  O sucesso da Gestão de Dados depende do time que trabalha nela  Não basta o profissional ser somente: • Certificado, ou • Qualificado, ou • Experiente, ou • Dedicado, comprometido, etc.  Atenção: Um único membro da equipe pode contribuir efetivamente para o descrédito da área de Gestão de Dados, mesmo em equipes grandesEnterprise Data World – Latin America - 2011
  11. 11. Manter um time de destaque Gestor de Dados de Destaque: Habilidades Comportamentais Habilidades Habilidades em Gestão de Técnicas DadosEnterprise Data World – Latin America - 2011
  12. 12. Atuar no início dos projetos Benefícios:  Quanto maior o esforço nas atividades iniciais dos projetos, menor o esforço nas atividades de controle (inspeção)  As principais anomalias são descobertas no início dos projetos  Maiores possibilidades de reuso  Rapidez nas criações dos modelos de dados  Diminuição do retrabalhoEnterprise Data World – Latin America - 2011
  13. 13. Atuar no início dos projetos  As fases iniciais do projeto possuem o maior grau de incerteza  As correções dos erros identificados nas fases iniciais acarretam menores impactos e custo Custo da Anomalia Transição $$$$ Construção $$$ Elaboração $$ $ Iniciação Qt. ErrosEnterprise Data World – Latin America - 2011
  14. 14. Utilizar os princípios e ferramentas da qualidade  “A qualidade é planejada, e não inspecionada” – Deming  A Gestão de Dados deve abranger todas as fases do ciclo PDCA: Planejamento, Execução, Controle e Ação Corretiva  Coleta e divulgação de indicadores  Ferramentas mais usuais: Pareto, Gráficos de Controle, Diagrama de causa e efeitoEnterprise Data World – Latin America - 2011
  15. 15. Utilizar os princípios e ferramentas da qualidadeExemplo de utilização dos diagramas de Pareto e Causa/Efeito:Erros encontrados nas avaliações de modelo de dadosEnterprise Data World – Latin America - 2011
  16. 16. Ser ágil  Atendimentos devem ser rápidos e previstos em acordos de serviço  A equipe de GD deve estar preparada para acompanhar o ritmos das equipes de desenvolvimento que trabalham com métodos ageis (Scrum, XP, Kambam)  Quanto menor o tempo de atendimento, menor a resistência  Os laudos e relatórios da equipe de GD devem ser claros e diretos  Benefícios: • As atividades da Gestão de Dados não são o “gargalo” do processo • Os prazos são conhecidos por todos os envolvidosEnterprise Data World – Latin America - 2011
  17. 17. Nunca acomodar Zona de acomodação Benefícios da GD Grau de Maturidade GD implantada Resistência à GD TempoEnterprise Data World – Latin America - 2011
  18. 18. Nunca acomodar – Zona de acomodação “Zona de Acomodação” - Características:  Várias áreas de Gestão de Dados permanecem nesta região  A área de Gestão de Dados não acompanha a evolução dos processos da organização  A existência da área de Gestão de Dados é questionada ao longo do tempo Como evitar este quadro:  Definir, planejar e implementar os objetivos de curto, médio e longo prazo  Revisar constantemente o modelo de atuação buscando novas melhoriasEnterprise Data World – Latin America - 2011
  19. 19. Ter bom senso! O Bom Senso:  Está ligado diretamente ao comportamento das pessoas  Diminui às resistências  Facilita às parcerias  Diminui à burocracia  Deve ser utilizado quando necessário  Cuidado! Todos acreditam que possuem Bom Senso!Enterprise Data World – Latin America - 2011
  20. 20. Obrigado! Bergson Lopes contato@bergsonlopes.com.br www.bergsonlopes.com.brEnterprise Data World – Latin America - 2011

×